Ateliê Geilson

Natura

Natália Calçados

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

  • 28
  • 22
  • 24
  • 20
  • 11
  • 09
  • 11
  • 01
  • 29
  • 03
  • 04
  • 05
  • 07
  • 02

Supermercado

Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
 

 Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter oFlash Player instalado. 

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

Foto: Nelson Jr./SCO/STF
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a ministra Rosa Weber, disse que juízes não se deixam abalar por manifestações inadequadas. A afirmação foi feita em resposta a um questionamento, durante coletiva de imprensa neste domingo, sobre o vídeo que mostra o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) falando sobre a possibilidade de fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF)

“Eu tive conhecimento, me foi trazido o vídeo pela assessoria, e também me foi trazido a conhecimento que o vídeo já foi desautorizado pelo candidato (Jair Bolsonaro). De qualquer forma o que eu tenho a dizer, mesmo não sendo presidente do Supremo Tribunal Federal, é que no Brasil as instituições estão funcionando normalmente e que juiz algum no Brasil, que honra seu ofício, se deixa abalar por qualquer manifestação que eventualmente possa ser compreendida como de todo inadequada”, disse.
O deputado federal Eduardo Bolsonaro (SP), filho do presidenciável Jair Bolsonaro(PSL), disse em um vídeo que circula na rede que, para fechar o Supremo Tribunal Federal (STF), basta “um soldado e um cabo”. A afirmação foi feita em resposta a questionamento, durante palestra antes do 1º turno, sobre a possibilidade de seu pai ser impedido de assumir o Planalto caso fosse eleito ainda na primeira fase da corrida presidencial e qual seria a reação do Exército.
Segundo Eduardo Bolsonaro, uma eventual impugnação da candidatura de Jair Bolsonaro por parte do STF seria um caso de exceção, embora não considerasse uma medida improvável e o STF teria de pagar para ver caso tomasse tal decisão. “Aí eles vão ter que pagar para ver. Será que eles vão ter essa força mesmo? O pessoal até brinca lá: se quiser fechar o STF sabe o que você faz? Você não manda nem um Jipe, manda um soldado e um cabo. Não é querendo desmerecer o soldado e o cabo. O que é o STF cara? Tira o poder da caneta de um ministro do STF, o que ele é na rua?”, disse ele.

Continue reading

Decreto diz que o objetivo é enfrentar o crime organizado, formalizando troca de informações: Em fim de governo, Temer institui força-tarefa de inteligência

© REUTERS / Ueslei Marcelino (Foto de arquivo)  

Em fim de governo, Temer institui força-tarefa de inteligência

A menos de três meses do fim de seu mandato, o presidente Michel Temer assinou decreto que cria um comitê para compartilhamento de informações e produção de relatórios entre órgãos de inteligência do governo federal.

O decreto, publicado na terça-feira (16), cria a Força-Tarefa de Inteligência. O texto diz que o objetivo é o “enfrentamento ao crime organizado no Brasil com as competências de analisar e compartilhar dados e de produzir relatórios de inteligência com vistas a subsidiar a elaboração de políticas públicas”. Além da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), fazem parte do grupo, entre outros, a Receita Federal, as Forças Armadas, a Polícia Federal e o Ministério da Segurança Pública. As atividades serão coordenada pelo GSI (Gabinete de Segurança Institucional). Hoje, as estruturas de inteligência já fazem intercâmbio de informações e, eventualmente, reuniões de caráter informal. A criação do comitê, além de agilizar a troca de dados, dá autonomia administrativa para que os seus participantes façam missões oficiais, segundo pessoas envolvidas no decreto. O grupo deve trocar informações envolvendo, por exemplo, facções criminosas, tráfico de armas e drogas, atividades terroristas e ataques cibernéticos. Segundo a legislação federal, organização criminosa é uma associação de quatro ou mais pessoas com o objetivo de obter vantagem mediante a prática de infrações penais. As ações e princípios do grupo serão regidos por uma norma geral, que ainda está em processo de elaboração. A ideia é que esteja em consonância com a Política Nacional de Inteligência, que define os parâmetros e limites de atuação na área.

Segundo assessores e auxiliares presidenciais, o comitê de inteligência foi criado em uma última tentativa de Temer de imprimir a marca de que priorizou nos últimos dois anos a área da segurança pública, principal carro-chefe da campanha de Jair Bolsonaro (PSL), além de estabelecer uma espécie de legado para seu sucessor. Eles excluíram, por exemplo, a possibilidade de movimentos sociais serem investigados pela iniciativa. A intenção do presidente é de que a estrutura seja mantida pelo seu sucessor, que tem o poder de revogá-la. A reportagem enviou questionamentos ao ministro Sérgio Etchegoyen, do GSI, que não respondeu. O jornal perguntou, entre outras coisas, as razões que levaram o Planalto a criar essa força-tarefa nesse poucos meses de mandato do presidente e se algum episódio recente levou a essa medida. A reportagem questionou ainda qual o critério para a força-tarefa definir “crime organizado” e se haveria risco de investigação de movimentos sociais. Com informações da Folhapress.

msn.com

Deborah Secco
Deborah Secco (FOTO: AGNews)

Deborah Secco é um sucesso na dramaturgia brasileira. Atualmente no ar em Segundo Sol, novela das nove da TV Globo, a estrela luta para conciliar rotina de gravações da trama com a vida de mãe.Questionada pela revista Quem sobre a formula para tanta disposição, Secco atribuiu a força de vontade. “Sempre que me proponho a fazer algo é porque ficarei feliz. Por exemplo, se estou em tal lugar e hora é porque me alegra estar lá. Se não fosse estar bem no local, daria um jeito de não ir”, explicou.“Faço a novela porque amo a Karola, se não gostasse daria um jeito de não aceitar participar da trama. Na minha vida, graças a Deus, sou abençoada e sempre consegui fazer tudo com felicidade”, contou ela.

observatoriodosfamosos

Eliana e a caçula Manuela
Eliana e a caçula Manuela (FOTO: Reprodução/Instagram)

A apresentadora Eliana decidiu compartilhar com seus fãs, neste domingo (21), uma foto onde aparece segurando a filha Manuela, de 1 ano e 1 mês, no colo. Na ocasião, as duas estavam sorridentes e cheias de estilo, em um passeio de barco por Balneário Camboriú. Além da menina, que é fruto da união da famosa com o diretor de TV Adriano Ricco, Eliana é mãe de Arthur, que nasceu de seu casamento com o produtor musical João Marcelo Bôscoli, com quem foi casada de 2008 a 2014.No ano passado, a loira passou por uma gravidez complicada, por conta de um descolamento da placenta: “Faria todo aquele repouso, de cinco meses na cama, novamente, se fosse preciso. Valeu cada segundo de dedicação absoluta. Agradeço a Deus todos os dias. Amo meus filhos e minha família”, chegou a dizer ela.

 

Fernanda Lacerda
Fernanda Lacerda (Foto: Reprodução/RecordTV)

Fernanda Lacerda comentou com Evandro Santo sobre sua atual relação com Gabi Prado, na noite deste domingo (21) em A Fazenda 10. Mendigata confessou que o sentimento de carinho que tem por ela “não é recíproco”.

“Eu prefiro me afastar da Gabi, porque não tem porque ficar batendo na mesma tecla. Ela não vai me defender, não é recíproco. Vai ser até bom. No dia que eu tiver o chapéu, eu posso fazer o que eu quiser sem ficar com peso na consciência”, decretou a musa.

Evandro Santo não comentou. Lembrando que mesma semana, Gabi Prado e Fernanda trocaram farpas por decidirem quem seria o representante do equipe na competição da Tocha. Durante jantar na noite deste domingo, em A Fazenda 10,  Zoli diz para Stronda e Luane que queria Evandro na roça, mas é repreendido pelos colegas. O grupo prefere mandar o humorista contra alguém do grupo deles, pois teriam mais chances de permanecer na disputa. João aproveitou o jantar para contar sobre o dia e o comentário infeliz sobre Caíque. Ele contou a conversa que teve com Evandro para parar de ser “leva e traz”. “Para com essa parada, vai ficar veio pra tu”, disse ele ao humorista. Stronda aproveitou para comentar que ouviu Rafael exigir que Evandro contasse primeiro a ele tudo que ouvisse no programa e depois diria o que contar aos outros participantes. “Não fala mais com o Rafael”, exigiu. Luane aproveitou para revelar seu alvo “Eu queria que fosse o Caíque”. Segundo ela, Aguiar se privou após começar seu romance com a Mendigata.

observatoriodatelevisao

O presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, afirmou neste domingo que fará uma “faxina” e que os “marginais vermelhos” serão “banidos” do país, em referência aos seus adversários. Em fala transmitida a manifestantes a favor de sua candidatura na avenida Paulista, em São Paulo, e “dedicada a todo o Brasil” Bolsonaro afirmou que seus apoiadores são a maioria e que eles são “o Brasil de verdade”.

“Não tem preço as imagens que vejo agora da Paulista e de todo o meu querido Brasil. Perderam ontem, perderam em 2016 e vão perder a semana que vem de novo. Só que a faxina agora será muito mais ampla. Essa turma, se quiser ficar aqui, vai ter que se colocar sob a lei de todos nós. Ou vão pra fora ou vão para a cadeia. Esses marginais vermelhos serão banidos de nossa pátria”, disse o candidato, em referência aos que apoiam seu adversário, Fernando Haddad (PT). “Essa pátria é nossa. Não é dessa gangue que tem uma bandeira vermelha e tem a cabeça lavada”, afirmou. A exemplo do ocorrido no primeiro turno, manifestantes a favor de Bolsonaro foram às ruas neste domingo para defender o candidato, um dia após protestos contra o líder nas pesquisas. Vídeos e imagens publicados em seu perfil do Twitter mostravam multidões em manifestações em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Maceió, Salvador, Belém e Brasília, entre outras cidades. O capitão reformado aproveitou a fala para bater mais uma vez na tecla da corrupção, acusando Haddad de estar próximo de ser preso para fazer companhia ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que cumpre pena desde abril em Curitiba após condenação por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do apartamento tríplex no litoral de São Paulo. “Aqui não terá mais lugar para a corrupção. E seu Lula da Silva, se você estava esperando o Haddad ser presidente para soltar o decreto de indulto, eu vou te dizer uma coisa: você vai apodrecer na cadeia. E brevemente você terá Lindbergh Farias (senador do PT) para jogar dominó no xadrez. Aguarde, o Haddad vai chegar aí também. Mas não será para visitá-lo, não, será para ficar alguns anos ao teu lado”, afirmou. “Já que vocês se amam tanto, vocês vão apodrecer na cadeia. Porque lugar de bandido que rouba o povo é atrás das grades.” O tom da fala, em clima de vitória, apesar do pedido do candidato para que seus apoiadores não se desmobilizem até a votação no próximo domingo, seguiu com Bolsonaro afirmando que irá cortar as “mordomias” de petistas. “Pretalhada, vai tudo vocês para a ponta da praia. Vocês não terão mais vez em nossa pátria”, avisou. “Vocês não terão mais ONGs para saciar a fome de mortadela de vocês. Será uma limpeza nunca vista na história do Brasil.” O candidato aproveitou para reafirmar que as Forças Armadas e de segurança terão papel importante em seu governo. Mais cedo, em vídeo de entrevista à Band divulgado em seu Twitter, o presidenciável afirmou que poderia utilizar militares para patrulhamento de rotina nas cidades, desde que o Congresso aprove excludentes de ilicitude.

                                                                                                                            

Também voltou a declarar que pretende tipificar como terrorismo as atividades do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

“Vocês verão umas Forças Armadas altivas. Que estará colaborando com o futuro do Brasil. Vocês, pretalhada, verão uma Polícia Civil e Militar com retaguarda jurídica para fazer valer a lei no lombo de vocês”, ameaçou. “Bandidos do MST, bandidos do MTST, as ações de ações serão tipificadas como terrorismo. Vocês não levarão mais o terror ao campo ou às cidades. Ou vocês se enquadram e se submetem às leis ou vão fazer companhia ao cachaceiro lá em Curitiba.” O segundo turno da eleição presidencial entre Bolsonaro e Fernando Haddad (PT) ocorre no próximo dia 28. Segundo pesquisa Datafolha divulgada na quinta-feira, Bolsonaro tem 59 por cento dos votos válidos, enquanto Haddad soma 41 por cento.

veja.abril

Reprodução

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (19) mostrou que metade dos eleitores brasileiros acredita que é possível a volta de uma ditadura no Brasil. A primeira pergunta feita pelos entrevistadores foi: “Atualmente, você acha que há alguma chance de haver uma nova ditadura no Brasil?”. As respostas foram divididas em quatro categorias: 31% dos entrevistados acham que há muita chance de isso acontecer, 19% acreditam que há pouca chance, 42% dizem que não existe nenhuma chance e 8% não souberam responder. De acordo com o Datafolha, o índice de pessoas que acham que pode haver alguma chance de um regime ditatorial aumentou 11 pontos, quando comparado com a pesquisa de fevereiro de 2014. O índice de eleitores que declararam que não há chance nenhuma de nova ditadura recuou de 51% para 42%. Quando são analisados maiores detalhes da pesquisa, é possível observar que os maiores percentuais de quem falou que não há nenhuma chance de ter uma nova ditadura estão entre homens e pessoas com renda acima de cinco salários mínimos. A ideia de que existe alguma chance de uma nova ditadura é mais alta entre as mulheres.

Continue reading

Deputado e filho do candidato da extrema direita afirmou, em palestra antes do primeiro turno, que se o STF tentar impugnar a candidatura do pai “terá que pagar para ver o que acontece. Se quiser fechar o STF você não manda nem um Jipe, manda um soldado e um cabo”, afirmou

  

Filho do candidato de extrema direita Jair Bolsonaro (PSL), o deputado Eduardo Bolsonaro deu mais uma declaração, no mínimo desrespeitosa e em tom de ameaça sobre o Supremo Tribunal Federal (STF). Durante uma palestra, pouco antes do primeiro turno, ele afirmou que se o STF impugnar a candidatura do pai “terá que pagar para ver o que acontece. Será que eles vão ter essa força mesmo? Se quiser fechar o STF você não manda nem um Jipe, manda um soldado e um cabo”. A declaração foi em resposta a uma indagação de alguém da plateia sobre qual seria a reação do Exército no caso de impugnação da candidatura de Bolsonaro. Foi o suficiente para ele afirmar: “Mas aí eles vão ter que pagar para ver. Será que vão ter essa força toda mesmo? O pessoal até brinca lá: se quiser fechar o STF você não manda nem um Jipe, manda um soldado e um cabo. Não é querendo desmerecer o soldado e o cabo. O que que é o STF? Tira o poder da caneta de um ministro do STF, o que que ele é na rua?”, questionou.  “Se você prender um ministro do STF, você acha que vai ter uma manifestação popular em favor dos ministros do STF? Milhões na rua ‘solta o Gilmar, solta o Gilmar’ (referência ao ministro do STF Gilmar Mendes), com todo o respeito que tenho pelo ministro Gilmar Mendes, que goza de imensa credibilidade junto aos senhores”, ironizou.

                           

revistaforum

#EleNão volta às ruas no Brasil e no exterior

No Rio de Janeiros, os manifestantes se reuniram na Cinelândia

Os gritos de “Ele Não” voltaram a tomar as ruas das principais cidades brasileiras neste sábado 20. Os protestos contra Jair Bolsonaro ocorreram em ao menos 29 cidades de 15 estados e no Distrito Federal neste sábado 20. As maiores concentrações aconteceram na Avenida Paulista, em São Paulo, na Cinelândia, no Rio de Janeiro, e no centro de Salvador. Os atos foram organizados pelas redes sociais e partiram do grupo Mulheres contra Bolsonaro, também responsável pelas manifestações ocorridas em 29 de setembro, antes do primeiro turno.

Em comunicado, o grupo explicou o motivo da nova mobilização. “Este ato não representa apenas a continuidade da luta das mulheres, mas também vem ao encontro das recentes manifestações de preocupação por parte da imprensa internacional, de diversas entidades dos direitos civis e humanos e de juristas, advogados e intelectuais com o que uma vitória de Bolsonaro representa para a nossa democracia”.Também ocorreram protestos no exterior, particularmente em capitais europeias. Em Paris, políticos franceses se juntaram aos manifestantes. “A situação no Brasil é muito preocupante. Nós esperamos que uma reviravolta seja possível antes que o pior aconteça, mas o que é certo é que nós estaremos ao lado dos brasileiros de Paris, da França e dos brasileiros em geral diante desta situação difícil da história do Brasil”, declarou à Radio France Internationale o vice-prefeito de Paris, Emmanuel Grégoire.

A senadora Laurence Cohen, outra participante, se mostrava muito preocupada com a possível eleição de Bolsonaro. “Esta ascensão da extrema-direita no Brasil vem de longe, ela começa com o golpe contra Dilma Rousseff, seguida pela prisão de Lula, por uma acusação de corrupção que não foi provada, impedindo-o, assim, de concorrer às eleições”, acusa Cohen.

 

Anitta e Amaury Jr
Anitta e Amaury Jr (Foto: Divulgação/Band)

A cantora Anitta bateu um papo super descontraído com o apresentador Amaury Jr., que vai ao ar neste sábado (20), na Band, e contou que está livre e solteira.Perguntada se é bissexual, ela respondeu com bom humor: “É que eu não sou de ficar rotulando muito as coisas, não”, disse, aos risos. A famosa ainda comentou que não se importa, caso alguém não goste de suas músicas: “Nem todo mundo precisa gostar da minha música. Não tem problema para mim se a pessoa não gosta do meu estilo musical”, revelou.Recentemente, a artista levou um tombo no palco, durante a despedida de um dos seus shows, e conduziu tal acontecimento com bom humor: “Amei esse final”, disse, despedindo-se do público.

Mariana Dias, presidenta da Une, durante ato desde sábado Foto: @kboughoff

O candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) entrou com um pedido no Tribunal Superior Eleitoral para que a União Nacional dos Estudantes (UNE) retire das suas redes matérias do movimento #ElaNão e desvincule a imagem dele de futuras postagens da entidade. A informação foi dada em primeira mão para os Jornalistas Livres pela presidenta da UNE, Mariana DIas, durante o último ato de mulheres contra Bolsonaro que reuniu milhares de pessoas na Paulista, em São Paulo neste sábado, 20. Segundo Mariana, esta é a primeira vez desde a ditadura militar, que um candidato tenta censurar as opiniões da UNE.  A ação revela mais uma vez o caráter autoritário de Bolsonaro.

“SOMOS UMA ORGANIZAÇÃO COM MAIS DE 80 ANOS QUE NA REDEMOCRATIZAÇÃO SEMPRE TEVE O COSTUME DE TER UMA OPINIÃO EM TODAS AS ELEIÇÕES NOS TEMAS QUE NOS DIZ RESPEITO, COMO PRIVATIZAÇÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS. NÓS TOMAMOS A DECISÃO DE ORGANIZAR UMA OPOSIÇÃO A CANDIDATURA DE BOLSONARO PELO PERIGO QUE ELE REPRESENTA A EDUCAÇÃO PÚBLICA. NÃO SE TRATA DE ATAQUE A UMA PESSOA E, SIM, CONTRA OS SEUS PROJETOS POLÍTICOS PARA O PAÍS”, DECLAROU A PRESIDENTA.

Depois do incêndio da sua sede no Rio de Janeiro em 1964, a UNE foi posta na ilegalidade e algumas de suas lideranças como o senador José Serra (PSDB), passaram a ser perseguidas. “Nunca desde a ditadura militar alguém impediu a UNE de ter opinião e não será a candidatura de Bolsonaro que conseguirá nos silenciar. A Une considera que é o próprio Bolsonaro que deve explicações à sociedade sobre como sua campanha vem atuando nas redes”, finalizou Mariana.

jornalistaslivres.org

Julia Lapa Comarin, de 18 anos, conseguiu neste ano uma vaga no curso de Direito da Universidade Lusófona, em Portugal

Julia Lapa Comarin, de 18 anos, conseguiu neste ano uma vaga no curso de Direito da Universidade Lusófona, em Portugal

Arquivo Pessoal

Além de ser o principal caminho de acesso ao ensino superior público no Brasil, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) também abre portas para instituições estrangeiras. No exterior, Portugal é o país com maior número de universidades que aceitam o Enem para selecionar brasileiros.Desde 2014, quando a Universidade de Coimbra, em Portugal, se tornou a primeira instituição estrangeira a utilizar o exame como forma de seleção para brasileiros, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), braço do Ministério da Educação (MEC), passou a firmar acordos de cooperação com as instituições do país.Embora o MEC oficialmente só tenha convênios com Portugal, universidades de outros países, como França, Irlanda, Reino Unido e Canadá, também já utilizam as notas do Enem em seus processos seletivos.

Universidade de Coimbra, em Portugal, foi a primeira estrangeira a aceitar o Enem

Arquivo Pessoal

Segundo o MEC, 35 instituições portuguesas já adotam o Enem. Até abril deste ano, elas aprovaram mais de 1,2 mil brasileiros por meio do exame, de acordo com o ministério. Cada universidade tem autonomia para definir as notas de corte para acesso aos cursos. Pelo acordo firmado, o Inep é acionado para conferência das notas dos candidatos no Enem. Edmilson Motta, coordenador-geral do Colégio Etapa, lembra que, muitas vezes, para aceitar os estudantes, as universidades estrangeiras exigem que eles tenham sido aprovados em alguma instituição de seu país. “Por isso, é muito comum o aluno usar o Enem para estudar no exterior. A Fuvest não é conhecida fora do país, já o Enem, sim. Até pelo tamanho que tem, ele se tornou o segundo maior exame do mundo (só perde para o da China).”Motta reforça que o Enem virou quase “um vestibular para Portugal” e, para conseguir uma vaga em uma universidade portuguesa de ponta, as notas exigidas são consideradas baixas, se comparadas com as do Brasil.“Para cursar Direito no Brasil, por exemplo, é preciso de pelo menos uma média 700 no Enem. Para Portugal, com 600 pontos o aluno é competitivo. Algumas universidades exigem notas bem baixas. E o preço não é tão absurdo, é a média do que se gastaria em uma boa universidade no Brasil.”

Continue reading

Nossos cabelos sempre sofrem muito com químicas e processos agressivos, desde alisamentos até modelagens. Tudo isso, além de enfraquecer os fios, também retarda o crescimento do cabelo. Até mesmo a nutrição, por mais que positiva, pode fazer com que seu cabelo cresça menos. Nesse aspecto, o que comemos pode realmente ajudar a reparar, fortalecer e alongar nossos cabelos com vitaminas.

Esse é um dos segredos de Alicia Rountree, modelo, nutricionista certificada e dona de restaurante. A alimentação dela é um fator super importante na saúde dos seus cabelos – sem contar a pele e a saúde dela por si só. Para a nutricionista, alguns alimentos podem complementar os tratamentos feitos para o crescimento dos cabelos, desde que ingeridos de forma correta.

Abacates

Os abacates são uma grande fonte de antioxidantes e são ricos em vitaminas E e B, que fortalecem os cabelos e ajudam a prevenir danos causados por processos agressivos. Algumas formas de prepará-los são em uma salada, amassadinho em uma torrada no café da manhã, ou até mesmo em uma máscara de cabelos.

Cenouras

As cenouras têm vitaminas vitais, como C e E, que estimulam o crescimento dos fios e engrossam o cabelo quando ingeridas diariamente. Para facilitar o crescimento, um caminho muito bom é tomar um copo (mais ou menos 85g) de suco de cenoura fresco por dia. Você pode até mesmo fazer uma vitamina, adicionando beterrabas, maçãs e gengibre.

Nozes

Não só são uma ótima opção de lanche para levar para o trabalho ou faculdade, as nozes também são cheias de ômega-3, biotina, proteína, cobre e vitamina E. Todos esses componentes são essenciais para conseguir fios brilhantes, e ao mesmo tempo protegem seus cabelos dos raios solares severos.

Chocolate amargo

O chocolate amargo tem minerais vitais para o fortalecimento dos cabelos, que incluem zinco, cobre e ferro. A mistura desses elementos ajuda a trazer o fluxo de sangue para o seu couro cabeludo e promove o crescimento (com moderação, claro).

Folhas de goiaba

Para conseguir extrair os benefícios das folhas, é necessário fervê-las. Elas são ricas em vitamina C, que ajuda na produção de colágeno. Depois de levantar fervura, espere a água esfriar e use em seu cabelo como tratamento. Esse segredinho ajuda a prevenir a queda dos cabelos e ainda fortalece os fios.

CLAUDIA 

Neste sábado (13), o jogador de futebol americano Tom Brady compartilhou uma foto sua com a filha Vivian no Instagram. A imagem gerou repercussão na rede social pelo fato de a menina estar a cara da mãe, a modelo Gisele Bündchen. Na publicação em que a menina aparece sentada nos ombros dos pais, internautas que seguem o atleta norte-americano escreveram diversos comentários a respeito da semelhança.

claudia

Bruna Marquezine e Neymar Jr.  terminaram o relacionamento e, segundo a atriz, a iniciativa foi do jogador. Depois disso, começaram especulações sobre se Neymar tem um novo affair. Camila Karam, 25 anos, é natural de Santos, litoral de São Paulo, cidade natal de Neymar. Ela é estudante de medicina e tem um canal no Youtube com seu nome, que conta com mais de 300 mil inscritos. Nele, ela mostra detalhes da sua rotina e dá dicas de viagem, beleza, moda e gastronomia. Os boatos começaram quando Camila foi vista nos mesmo lugares que Neymar, como em Paris, Barcelona e Portugal. Essa não foi a primeira vez que surgiu uma suposição sobre um possível relacionamento entre os dois. Em 2014, ela foi apontada como possível namorada do jogador e, nesse mesmo ano, o casal Brumar estava em outra pausa no relacionamento deles. Em uma entrevista para a CARAS, a estudante de medicina negou que foi pivô da separação de Marquezine e Neymar. “Estamos em países diferentes, essas fotos são antigas e não sou eu!”, disse Camila. Ela ainda explicou que foi aceita na Universidade de Coimbra, em Portugal, para fazer um estágio e por isso foi vista em diferentes lugares, por onde Neymar também passou.

claudia

Deborah Secco cortou os longos cabelos durante uma cena de “Segundo Sol” que foi ao ar na noite deste sábado (20).Na cena, a personagem Karola corta os cabelos como forma de ter uma nova aparência e recomeçar a vida, agora como “uma pessoa melhor”

claudia.

                                                                                                                                          

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    Neste dia 18.10.18, às 17 hs, na Escola de Referência em Ensino Médio Santa Terezinha (EREM-ST), aconteceu a abertura dos eventos em comemoração ao aniversário de 70 anos da referida escola. O evento iniciou com o projeto acima descrito,idealizado pelas professoras: Dalvaneide Ferreira de Vasconcelos e Alexandra Soares Quirino, com apoio da Gestora Acidália de Lourdes Pessoa Xavier de Siqueira, da assistente de gestão Maria do Socorro Cruz de Freitas, os alunos do 2º ano e demais colaboradores.

   

 

 

 

 

 

 

 

Idealizado pelas professorasDalvaneide Ferreira

de Vasconcelos e Alexandra Soares Quirino

Com o objetivo de reconhecer e valorizar o trabalho desenvolvido pelos ex-funcionários da escola. Ao longo do projeto, foi feito documentários (entrevistas) pelos alunos a alguns funcionários, os quais foram exibidos em data show, com a presença de alguns convidados que participaram do evento, onde foram citado o nome de todos que já passaram por esta instituição de ensino, inclusive os que já faleceram.

  A cerimônia foi iniciada com a apresentação dos organizadores, com a citação dos nomes dos homenageados (ex-funcionários), hino nacional, entrega de troféus aos homenageados, e finalizado com um delicioso jantar.

  “Evento muito organizado, onde os presentes saíram do local bastante satisfeito com o resultado. Parabéns a todos”  

 blogdozefreitas.com.br.

                                                         

ACESSEM OS VÍDEOS

                                                         

ACESSEM O VÍDEO

   E as comemorações continuam, no dia seguinte 19.10, ás 17 horas com o jogo futsal, com a participação dos funcionários da referida escola e de escolas convidadas, também um campeonato organizado pelos alunos do 3º ano B.

    O encerramento das comemorações dos 70 anos será neste dia 26.10.18, às 19 horas, na quadra poliesportiva da EREM-ST.

Crédito: Reprodução/Instagram

Gisele Bündchen abriu o coração na autobiografia “Aprendizados: Minha Caminhada Para Uma Vida Com Mais Significado”, publicada neste mês. A modelo revela, em mais de duzentas páginas, um lado da vida para além do sucesso.

Quem a vê desfilando nas passarelas e estampando o belo rosto pelo mundo não imagina que Gisele passou por maus bocados. Quando era pequena, na escola, ela sofreu com o bullying em relação a aparência. “A menina de cabelo ruivo, o menino com sardas e, no meu caso, a magricela alta e desengonçada. Eles deveriam estar infelizes ou insatisfeitos com sua própria vida. Poderiam também estar projetando sua mágoa e seu sofrimento em mim para se sentirem menos sozinhos com a própria dor”, analisa Gisele. O trauma de infância trouxe consequências para a vida adulta. No início de carreira, a modelo se sentia “desajeitada”. A cobrança excessiva da indústria da moda a fez com que tivesse crises de pânico, sinais de depressão e pensamentos suicidas. Entre os arrependimentos, a modelo confessa que, ao fazer cirurgia para implante de silicone nos seios, ficou frustrada. “Quando a cirurgia acabou, não conseguia mais reconhecer meu corpo. Não ficou como eu imaginava. Fiquei com raiva e deprimida. Eu tinha feito alguma coisa por mim, mas basicamente para tentar agradar os outros”, avalia. Como um mecanismo de defesa, Gisele Bündchen criou uma maneira especial de lidar com o estresse e a pressão: “Aos 18 anos, numa tentativa de me proteger e evitar sofrer ou me sentir como um objeto, criei um escudo ao redor de mim mesma. O meu privado era Gisele, mas a modelo Gisele era ‘ela’. Uma personagem que criei para expressar a fantasia de um estilista”.

No perfil dela no Instagram em setembro, a modelo comemorou a chegada do primeiro exemplar do livro. “Acabei de receber a cópia do ‘Lessons!’ Não acredito que meu livro já vai ser lançado em outubro! Foi uma caminhada incrível e estou muito feliz por poder compartilhá-lo. Espero que gostem!”, escreveu na legenda da foto.

istoé

Crédito: Reprodução/Instagram

Vivendo em Los Angeles, nos Estados Unidos, Livian Aragão gravou um vídeo para mostrar como é o apartamento em que está morando. A filha de Renato Aragão, o Didi, está no país para estudos.

Em vídeo publicado na sua conta no Youtube, ela conta detalhes sobre o apartamento e também sobre as proximidades do local. Livian ainda conta sobre as dificuldades de morar sozinha. “Eu nunca fiquei muito tempo sozinha. Estou tendo que aprender a fazer as coisas, tipo lavar, passar, cozinhar. Está sendo um desafio. Poderei contar mais para vocês em breve”, disse a jovem. Livian ainda mostrou detalhes do apartamento, como a sala e a máquina de lavar escondida atrás de uma porta. Ela ainda conta que, por conta de alergias, teve que cobrir o carpete no chão do quarto.

istoé

Nadja Pessoa
Nadja Pessoa (Foto: Reprodução/ Record TV)

Após a inesperada discussão entre Mendigata e Gabi Prado, a peoa Nadja aproveitou a situação para conversar nesta sexta-feira (19), no quarto de A Fazenda 10, para criticar a ex-participante de De Férias Com o Ex, “Ela se enrola na mentira dela, mas é esperta”, disparou a empresária. A gritaria começou na noite anterior, minutos antes da entrada do programa ao vivo. As duas amigas conversavam sobre quem iria para a prova da Chama. “Ela disse que ia me colocar na baia pra me proteger. Mas ela falou com raiva, dizendo que ia colocar no meu **. E depois fala que é pra proteger, é uma pessoa muito bipolar”, explicou Fernanda.Desde então, as duas não trocam palavra. Nadja, que já possui a fama na casa de criticar a todos, concordou e disse que desde o início acreditou que teria dificuldade de conviver com a modelo. “No momento em que ela se uniu com a Ana Paula e foi escrota comigo, já matei ela, sai fora”. Quando chega a sexta-feira (19), os peões já ficam animados para a festa em A Fazenda 10, de logo mais e o tema de hoje promete fazê-los dançar e cantar bastante. Os confinados serão embalados pelo clima punk do “Clube da Moto”. Luane Dias, fazendeira desta semana, leu o aviso da produção do programa e contou o tema da festa. “Peões, a noite vai ser cheia de emoção em duas rodas no clube da moto“. Aloísio Chulapa foi o primeiro a pegar seu figurino e ficou animado ao ver a roupa preta com vários acessórios.

Após isso, os participantes caçoaram sobre o problema da bebida, já que todos iriam para o clube da moto pilotando suas motocicletas. “Mas e agora, que negócio é esse que o Chulapa não vai poder beber porque motoqueiro não toma danone?” Os outros peões ajudaram uns aos outros em escolher os acessórios, maquiagens e vestimentas.

observatoriodatelevisao

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!

 
bove=""

 

Visitas

contador de visitas

Redes Sociais

Click e acesse
CLIQUE AQUI e fale com os ministros, fiquem de OLHO bem aberto alguma informação entre em contato com os ministros.

CLIQUE AQUI e veja receita e despesa do seu municípios.

Aqui você encontra informações sobre a aplicação do dinheiro público nos municípios e no estado de Pernambuco.

Zé Freitas no Facebook

Zé Freitas no Twitter

Parceiros