Ateliê Geilson
Natura
Natália Calçados

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

  • 28
  • 22
  • 24
  • 20
  • 11
  • 09
  • 11
  • 01
  • 29
  • 03
  • 04
  • 05
  • 07
  • 02

Supermercado
Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
 

 Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter oFlash Player instalado. 

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

Monthly Archives: março 2018

ensino_medio_reforma.jpg

Reforma deve precarizar formação geral de estudantes e orientá-los a a carreiras de baixa complexidade no mercado de serviços

A possibilidade de o ensino médio ser oferecido a distância voltou a preocupar os movimentos por uma educação pública de qualidade. Na semana passada veio à tona a intenção do governo de permitir que até 40% da carga horária da etapa seja ministrada na modalidade ensino a distância. Isso faria com que os estudantes deixassem de frequentar as escolas por ao menos dois dias na semana.

A flexibilização estaria alicerçada em uma resolução que atualiza as Diretrizes Nacionais Curriculares do Ensino Médio, no contexto de uma reforma mais ampla, e prevê a regulamentação da carga horária. A proposta foi apresentada ao Conselho Nacional de Educação no último dia 6 pelo relator Rafael Lucchesi, presidente do Senai, e por Eduardo Deschamps, presidente do conselho. O texto ainda prevê que a Educação de Jovens e Adultos seja ofertada 100% a distância.

Quando o documento se tornou público, o Ministério da Educação negou a existência do projeto. O ministro Mendonça Filho alegou que a informação é “absolutamente inverídica” e que se trata de um debate muito pontual do conselho, órgão independente e autônomo. Mendonça Filho, que deve deixar a pasta em abril para concorrer nas eleições, garantiu ainda que a proposta será vetada caso chegue ao MEC.

Continue lendo

 

Acessem o vídeo, enriqueça seu conhecimento

TEXTO ÁUREO

“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são Lícitas, mas nem todas as coisas edificam.”

(1Co 10.23)

VERDADE PRÁTICA

As Escrituras Sagradas ensinam o que convêm à virtude do bem-viver cristão em sociedade.

LEITURA DIÁRIA

Segunda – Mt 5.13,14: Os cristãos foram chamados para  ser “sal” e “luz”

Terça – Mt 24.35: A Palavra de Deus é o fundamento da Ética Cristã

Quarta – Êx 20.1-17: O Decálogo é a lei moral proferida pelo próprio Deus

Quinta – Tt 2.11-14: O Evangelho produz transformação no caráter do ser humano.

Sexta – Mt 6.33: Priorizando o Reino de Deus e a sua justiça.

Sábado – Mt 5.48: Chamados a uma vida de perfeição.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

1 Coríntios 10.1-13

1 ORA, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram todos debaixo da nuvem, e todos passaram pelo mar.

2 E todos foram batizados em Moisés, na nuvem e no mar,

3 E todos comeram de uma mesma comida espiritual,

4 E beberam todos de uma mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra espiritual que os seguia; e a pedra era Cristo.

5 Mas Deus não se agradou da maior parte deles, por isso foram prostrados no deserto.

6 E estas coisas foram-nos feitas em figura, para que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram.

7 Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles, conforme está escrito: O povo assentou-se a comer e a beber, e levantou-se para folgar.

8 E não nos prostituamos, como alguns deles fizeram; e caíram num dia vinte e três mil.

9 E não tentemos a Cristo, como alguns deles também tentaram, e pereceram pelas serpentes.

10 E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor.

11 Ora, tudo isto lhes sobreveio como figuras, e estão escritas para aviso nosso, para quem já são chegados os fins dos séculos.

12 Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia.

13 Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.

OBJETIVO GERAL

Apresentar o conceito e os fundamentos da Ética Cristã.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo l refere-se ao tópico l com os seus respectivos subtópicos.

  1. Conceituar Ética Cristã;
  2. Exporos fundamentos da Ética Cristã;

III. Conscientizar de que fomos chamados para viver uma vida eticamente cristã.

* INTERAGINDO COM O PROFESSOR

Caro professor, prezada professora, mais um trimestre chegou. Para se ter uma abrangendo do conteúdo que desenvolveremos nestes três meses é importante conhecer as ideologias que predominam o século XXI. Por isso, procure pesquisar os seguintes temas:

1) Relativismo;

2) Materialismo;

3) Pós-Modernismo. Entender esses assuntos permitirá que você tenha um arcabouço seguro para compreender a atualidade do tema deste trimestre: Valores Cristãos: Enfrentando as questões morais de nosso tempo.

Antes de introduzir a lição, apresente o comentarista do trimestre: pastor Douglas Baptista, doutorem Teologia, licenciado em filosofia, presidente do Conselho de Educação e Cultura da CGADB e líder da Assembleia de Deus Missão – DF.

PONTO CENTRAL

A Ética Cristã remonta as virtudes do Reino de Deus.

INTRODUÇÃO

Estudar ética é muito importante para o aperfeiçoamento dos nossos relacionamentos e conduta na sociedade. Entretanto, neste trimestre, veremos que a Ética Cristã difere da secular. Enquanto esta se fundamenta em valores materialistas e relativistas, aquela tem como eixo a Palavra de Deus, a revelação divina imutável. Assim, como vivemos em uma época onde os conceitos pós-modernos relativizam as doutrinas cristãs, é relevante identificarmos os principais fundamentos da Ética Cristã a fim de aperfeiçoar nossa vida de comunhão com Deus e testemunho cristão à sociedade (Mt 5.13,14).

l – O CONCEITO DE ÉTICA CRISTÃ

  1. Definição Geral.

A palavra “ética” possui origem no vocábulo grego ethos, que significa “costumes” ou “hábitos”. No latim, o termo usado se corresponde a mós (moral), no sentido de “normas” ou “regras”. Devido à proximidade linguística desses termos, muitas vezes eles são usados como sinônimos. Contudo, devemos defini-los separadamente.

  1. Ética e Moral.

Enquanto ciência, a ética pode ser entendida como a área da filosofia que investiga os fundamentos da moral adotada por uma sociedade. Por conseguinte, a moral refere-se ao comportamento social em relação às regras estabelecidas. Essas regras podem variar de uma cultura para outra, podendo sofrer variadas e sistemáticas alterações. Tudo dependerá da referência de autoridade que serve de fundamento para os padrões de conduta social.

  1. Ética Cristã.

Tem como objetivo indicar a conduta ideal para a retidão do comportamento cristão. O fundamento moral da Ética Cristã são as Escrituras Sagradas. Por isso, sua natureza não se altera nem se relativiza. Desse modo, a Ética Cristã não se desassocia da moral e dos bons costumes derivados das doutrinas bíblicas.

  1. Princípios da Ética Cristã.

O Deus Trino é santo e imutável. Ele se revelou nas Sagradas Escrituras, e por isso, a Bíblia é plenamente inspirada por Deus. Nesse aspecto, os princípios ético-cristãos que derivam das Escrituras são imutáveis e divinos. Esses princípios têm aplicação adequada para todas as épocas e culturas, pois são universais. Assim, os padrões ético-cristãos não podem ser relativizados: “o céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar” (Mt 24.35).

SÍNTESE DO TÓPICO l

A ética que brota das Sagradas Escrituras é afundamento da moral de todo seguidor de Jesus. Por isso ela é cristã.

SUBSÍDO PEDAGÓGICO

Professor (a), para introduzir o primeiro tópico desta lição é muito importante que você domine o conceito de “ética” e de “moral”. Muitos confundem dois termos devido natureza etimológica bem próxima de ambos, Neste espaço, ajudá-lo (a) propósito, e com o auxílio do filósofo cristão Arthur          (ética: As morais à CPAD), pontuamos algumas considerações â respeito do binómio ética-moral.

ÉTICA MORAL
1. A ética trata a respeito das virtudes e dos valores que devemos cultivar ao longo da vida. 1. A moral trata-se das virtudes e valores propriamente ditos que constitui o espírito humano.
2. A ética diz respeito à consciência de obrigações morais. 2. A moral é o conjunto de regras e princípios instituídos na consciência da pessoa.
3. A ética nos conduz a caminhos que devemos percorrer para agirmos com correção nos problemas morais práticos. 3. A moral se manifesta na ação concreta de uma pessoa.

 

II – FUNDAMENTOS DA ÉTICA CRISTÃ

Neste tópico, mostraremos as principais seções bíblicas, tanto do Antigo quanto do Novo Testamento – embora seja impossível mencionarmos o ensino integral da Bíblia sobre o assunto -, que norteiam o senso ético de todo cristão: o Decálogo, os Profetas, os Evangelhos, o Sermão do Monte, as Epístolas Paulinas e Gerais.

  1. O Decálogo.

Os Dez Mandamentos são preceitos éticos que fazem parte da lei moral de Deus (Êx 20.1-17). Os quatro primeiros tratam da relação do homem para com o Criador: adoração exclusiva, condenação à idolatria, alerta acerca do uso vão de seu santo nome e a sacralidade do tempo (Êx 20.1-11). Os seis últimos mandamentos referem-se à relação do homem com o próximo: honra aos pais, zelo pela integridade da vida, repúdio ao adultério, proibição ao furto, a mentira e a cobiça (Êx 20.12-17). Jesus ensinou que os dez mandamentos resumem-se nestes dois: amar a Deus e amar o próximo (Mt 22.37-39).

  1. Os profetas.

A mensagem dos profetas do Antigo Testamento tem uma imensa influência ética para os seguidores de Jesus, abarcando as esferas morais (Jr 17.1-11; Ml 1.6-14; 2.10-16), sociais (Is 58; Mq 2.1-5) e espirituais (Jr 31.31,32; Jl 2.28-32).

  1. Os Evangelhos.

Evangelho são as boas novas de Cristo (Mt 9.35). A mensagem registrada pelos evangelistas contém apelo ao arrependimento, renúncia ao pecado, oferta de perdão, esperança de salvação e santidade de vida (Mt 3.2, Lc 1.77, 9.62). Os seguidores de Cristo são convocados a viverem as doutrinas do Evangelho e a adotarem a ética e a moral do Reino de Deus como estilo de vida (Mc 10.42-45).

  1. O Sermão do Monte.

Este sermão contém princípios do mais alto ideal moral. Nele são reveladas a ética e a moral do Reino de Deus em questões como: a ira, o adultério, o divórcio, o juramento, a vingança e o amor (Mt 5.22,28,32,37,39,44); também aborda a esmola, a oração e os jejuns (Mt 6.1,5,16); passando pela questão do prejulgamento, dos falsos profetas e dos alicerces espirituais (Mt 7.1,15,24-27).

O Sermão do Monte está para os cristãos como o Decálogo está para os judeus. Por isso, nosso Senhor convida a seus seguidores que priorizem o Reino de Deus e a sua justiça (Mt 6.33).

  1. As Epístolas Paulinas e Gerais.

As Epístolas Paulinas, bem como as gerais, trazem ensinamentos aprofundados sobre a nossa relação com Deus (Rm 12.1,2; Hb 13.7-17), com o Estado (Rm 13.1-7; l Pé 2.11-17), com o próximo (Rm 13.8-10; 14.1-12; l Jo 3.11-24), a injustiça social (Tg 2.1-13; 5.1-6), a questão da sexualidade cristã e do casamento (l Co 6.12-20; 1Co 7.10-24).

SÍNTESE DO TÓPICO II

A Ética Cristã está fundamentada nas Sagradas Escrituras, onde o Decálogo, a Mensagem dos Profetas, os Evangelhos, o Sermão do Monte, as Epístolas Paulinas e Gerais merecem destaques.

SUBSÍDIO TEOLÓGICO

Atenção para a tradição da Igreja de Cristo!

Além das Sagradas Escrituras, a igreja de Cristo tem uma tradição riquíssima em decisões de questões éticas, como aborda muito bem o pastor Claudionor de Andrade: Se, por um lado, não podemos escravizar-nos à tradição, por outro, não devemos desprezá-la. Sem o legado dos que nos precederam, jamais teríamos conseguido estruturar nosso edifício teológico, moral e ético. Logo, é-nos permitido eleger a tradição eclesiástica como o segundo fundamento da Ética Cristã. […] A tradição, quando bem utilizada, assessora a Igreja nos dilemas teológicos, morais e éticos. O apóstolo Paulo reconhece-lhe a importância: “Nós vos ordenamos, irmãos, em nome do Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo irmão que ande desordenadamente e não segundo a tradição que de nós recebestes?” (2 Ts 3.6). O que não podemos fazer é colocá-la de pé de igualdade com a Bíblia, A Didaqué é um dos tratados mais antigos e tradicionais da Igreja Cristã. Produzida ainda nos dias apostólicos, ajudou os primeiros cristãos a posicionarem-se espiritual e eticamente. A Doutrina dos Doze Apóstolos, como também é conhecida, realçava-se por amorosas admoestações, conforme podemos observar: ‘Há dois caminhos: um da vida e outro da morte. A diferença entre ambos é grande. O caminho da vida é, pois, o seguinte: primeiro amarás a Deus que te fez: depois teu próximo como a mesmo, E tudo o que não queres que seja feito a ti, não o faças a outro’. Mais adiante, prossegue o autor anônimo, citando as práticas que conduzem o ser humano à perdição: “Mortes, adultérios, paixões, fornicações, roubos, idolatrias, práticas mágicas, rapinagens, falsos testemunhos, hipocrisias, ambiguidades, fraude, orgulho, maldade, arrogância, cobiça, má conversa, ciúme, insolência, extravagância, jactância, vaidade e ausência do temor de Deus” (ANDRADE, Claudionor de. As Novas Fronteiras da Cristã, 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2017, pp.17,18).

CONHEÇA MAIS 

Ética

“Historiador e estadista, Churchill não ignorava a influência da Bíblia Sagrada na formação das grandes nações. Sabia que, sem ela, a Civilização Ocidental seria inviável. Por isso, foi tão categórico ao analisar as conquistas espirituais e morais da Inglaterra: ‘O estandarte da ética cristã [a Bíblia] é, ainda, o nosso mais importante guia’.” Para conhecer mais leia As Novas Fronteiras da Ética Cristã.

Ill – CHAMADOS A VIVER ETICAMENTE

Os israelitas foram reprovados por não obedecerem a lei moral outorgada por Deus no deserto. Tal registro foi feito para a nossa advertência, pois as Escrituras dizem acerca do perigo de não vivermos o ideal ético do Reino (1Co 10.5).

  1. “Não cobiceis as coisas más.”

Paulo adverte a Igreja em Corinto a não incorrer no pecado da cobiça (1Co 10.6). No deserto os israelitas cobiçaram o que lhes fora proibido e, por isso, sentiram saudades do Egito (Nm 11.4,5). Infelizmente, ainda hoje, pseudocristãos cobiçam os prazeres do mundo. Assim, preferem o hedonismo e a escravidão do pecado a cumprirem a lei moral do Pai.

  1. “Não vos torneis idólatras.”

O apóstolo exorta acerca do perigo da idolatria (1Co 10.7). Enquanto Moisés recebia as tábuas da Lei (Êx 31.18), os israelitas se corrompiam adorando um bezerro de ouro (Êx 32.1-6). O ato de idolatria não consiste apenas na adoração de uma imagem. Falsos cristãos desprovidos da ética das Escrituras adoram o dinheiro e os bens materiais. A Bíblia chama esse pecado de idolatria (Cl 3.5).

  1. “Não nos prostituamos.”

À luz da história dos israelitas, o apóstolo alerta acerca da maldição provocada pela prostituição (1Co 10.8). A imoralidade encabeça a lista das obras da carne: “prostituição, impureza, lascívia” (Gl 5.19). Muitos, em nome da “graça barata”, justificam a imoralidade e a sensualidade em suas vidas. A Palavra nos ensina que é preciso conservar o nosso corpo irrepreensível (1Co 6.18,19; 1Ts 5.23).

SÍNTESE DO TÓPICO III

A Ética Cristã é um chamado para vivermos um estilo de vida segundo as virtudes do Reino de Deus.

SUBSÍDIO DIDÁTICO

Ao final deste tópico, revise os pontos mais importantes da aula de hoje, como por exemplo:

1) o conceito de Ética Cristã;

2) os fundamentos da Ética Cristã. Com base nesses dois pontos proponha um debate sobre o impacto da vivência cristã na sociedade atual fazendo o link com o tópico três. Muitas dúvidas que a classe apresentará nesta primeira aula serão dirimidas ao longo do trimestre, pois, nele, estudaremos os assuntos mais específicos.

CONCLUSÃO

A Bíblia Sagrada é o fundamento para o viver ético-moral dos cristãos. É a única regra infalível de fé e de conduta para a Igreja (2 m 3.16). Portanto, em tempos de ataques ideológicos contra a cultura judaico-cristã, a Igreja não deve furtar-se de ser o “sal da terra” e a “luz do mundo” em pleno século XXI (Mt 5.13,14).

PARA REFLETIR

A respeito do tema “O que É Ética Cristã“, responda:

  • Quais são os significados das palavras “ética” e “moral”?

A palavra “ética” significa “costumes” ou “hábitos”. A palavra “moral” cor­responde ao sentido de “normas” ou “regras”.

  • Qual éo fundamento moral da Ética Cristã?

As Escrituras Sagradas.

  • Aponte as principais seções bíblicas que fundamentam a Ética Cristã.

Os textos do Decálogo, da mensagem dos profetas, dos Evangelhos, do Sermão do Monte, das Epístolas Paulinas e Gerais.

  • Cite pelo menos três esferas éticas de nossa vida que essas seções bíblicas abarcam.

Esferas morais, sociais e espirituais.

  • Por que os israelitas foram reprovados?

Os israelitas foram reprovados por não obedecerem a lei moral outorgada por Deus no deserto.

” Se por acaso vocês querem se aprofundar mais, é só dá um clik neste segundo nome vermelho com esta certinha vermelha.’ O blog sempre foi e será um canal de evangelização.

Continue lendo

Ovos, chocolate, família… Todas essas coisas se tornaram parte da celebração da Páscoa mas não explicam seu significado. Como surgiu a festa da Páscoa? E por que celebramos? A Bíblia dá a resposta…

A origem da Páscoa

Tudo começou há muito tempo atrás, no Egito. Nessa noite, a tensão era alta. Os israelitas esperavam ansiosamente em casa pelo grande momento. Então, a meio da noite, o silêncio foi quebrado por gritos de desespero. E a ordem chegou. Estava na hora de partir.

Os israelitas tinham sido escravizados pelos egípcios mas Deus tinha prometido os libertar. Ele enviou pragas devastadoras sobre o Egito e fez grande milagres mas o faraó não libertou o povo. Por isso, Deus decidiu enviar uma última praga, mais terrível que todas as outras. Em uma só noite, o filho mais velho de cada casa no Egito seria morto.

Mas para os israelitas, seria uma noite de livramento.

Para fazer distinção entre o povo de Deus e os egípcios, cada família israelita sacrificou um cordeiro no lugar do filho mais velho e colocou seu sangue à volta da porta de casa. Quando o anjo da morte passou, ele viu o sangue nas portas dos israelitas e passou por cima de suas casas sem matar ninguém.

Os israelitas assaram os cordeiros sacrificados e fizeram pães sem fermento, porque não tinham tempo para fazer pão levedado. Todos comeram com pressa, com tudo preparado para partir. Deus tinha avisado que precisavam estar prontos. Ainda nessa noite seriam livres!

Quando seu filho morreu, ainda nessa noite, o faraó mandou os israelitas embora. Eles saíram do Egito vitoriosos, sem uma única batalha! Esse foi um dia de julgamento para o Egito mas de salvação para o povo de Deus. Para lembrar esse dia, Deus instituiu a festa da Páscoa, que significa passagem.

A Páscoa cristã

Todos nós fomos escravizados pelo pecado e precisamos ser libertos. Deus prometeu trazer julgamento sobre o mundo mas ele nos ofereceu um escape – Jesus.

Os israelitas sacrificaram um cordeiro para salvar suas famílias. Deus sacrificou seu próprio filho para nos salvar! Durante a festa da Páscoa judaica, Jesus morreu na cruz em nosso lugar. Agora quem crê em Jesus como seu salvador está livre da condenação.

O sangue de Jesus é um sinal na vida de quem o ama, protegendo do castigo eterno. Ele liberta da escravidão do pecado e dá uma vida nova. Agora todos podemos fazer parte do povo de Deus e viver em liberdade!

É por isso que continuamos a celebrar a Páscoa, mas com um significado diferente do Antigo Testamento. Celebramos a libertação do pecado, o perdão do castigo e a vitória sobre a morte! A Páscoa é a celebração da salvação.

www.bibliaon.com

Foto: Reprodução/Internet (Foto: Reprodução/Internet)
Foto: Reprodução/Internet
O Brasil registrou perda de 574.379 linhas de telefonia móvel na comparação entre janeiro e fevereiro deste ano. Os dados, divulgados nesta quinta-feira (29) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), mostram que o país fechou o mês com 235.655.505 linhas móveis, um recuo de 0,24%. No acumulado de 12 meses, a redução foi de 2,99%, com menos 7.263.466 linhas de telefonia móvel registradas. Do total de linhas móveis no país, 89.614.484 são pós-pagas e 146.041.021, pré-pagas. As pré-pagas vêm puxando a diminuição do número de linhas. Em fevereiro, esse tipo de linha teve queda de 1.402.445 unidades, com redução de 0,95 % na comparação de fevereiro com o mês anterior. Já as linhas pós-pagas apresentaram crescimento de 828.066, com acréscimo de 0,93%. De acordo com a Anatel, as empresas com maiores quantitativos de linhas móveis foram: Vivo, com 74.896.701; Claro, com 58.726.546; Tim, com 58.006.380; e Oi, com 38.900.114.
Na comparação de fevereiro deste ano com o mês anterior, as prestadoras Algar, Sercomtel, Oi, Claro e TIM tiveram redução do número de linhas. Na Oi, a redução foi mínima, 0,09%, fechando fevereiro com 38.9000.114 linhas, 35.436 a menos do que o registrado em janeiro. Na Claro, houve queda de 0,47%, com menos 276.826 linhas, fechando o mês com 58.726.546. A maior perda foi da Tim, 0,72%. A empresa registrou 419.082 linhas a menos do que em janeiro, fechando o mês com 58.006.380 linhas.
Entre os estados, Amazonas, Amapá, Maranhão, Roraima, Santa Catarina e São Paulo tiveram aumento do número de linhas. Com redução de apenas uma linha, o Pará manteve-se estável. Nos demais estados, o número de linhas de telefonia móvel caiu.
Os números mostram ainda que aumentou o uso da tecnologia 4G. Na comparação com janeiro, o crescimento do 4G, em fevereiro, foi de 2.072.500 unidades, acréscimo de 1,96 %.
Também cresceu o uso da tecnologia usada em aplicações Machine to Machine (M2M), como telealarmes, automação residencial e rastreamento de automóveis, com mais 277.233 linhas. Outras tecnologias, como CDMA (2G), GSM (2G), Dados banda larga (3G) e WCDMA (3G), apresentaram redução.
“Na comparação de 12 meses, as linhas 4G (LTE) tiveram crescimento de 40.963.592 unidades (61,50%), assim como as da tecnologia M2M, com aumento de 2.685.632 linhas”, informou a Anatel.
 (Foto: Evaristo Sá/AFP)
A Rodrimar, alvo da Operação Skala deflagrada nesta quinta-feira, 29/3, para pegar amigos e aliados do presidente Michel Temer, afirmou em uma nota extensa que “nunca recebeu qualquer privilégio do poder público em mais de sete décadas de existência”.
Agentes da Polícia Federal, munidos de autorização do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), prenderam o empresário e advogado José Yunes e o coronel João Baptista Lima Filho – muito próximos de Temer – e fizeram buscas em 20 endereços, entre os quais a sede da Rodrimar, em Santos (SP).
“A operação não afetou os negócios da companhia, que completará 75 anos de trabalho com muita qualidade e com a fidelidade e o respeito de seus clientes e de todo o setor de comércio exterior no Brasil”, afirmou o grupo.
“A Rodrimar e seu presidente foram surpreendidos com a Operação Skala, deflagrada pela Polícia Federal em dia de feriado no Judiciário, impossibilitando o acesso dos advogados aos autos”, destaca nota.
Em outro trecho do texto, a companhia afirma que “nunca pagou propina a nenhum agente público e nunca autorizou que alguém o fizesse em seu nome”.
A companhia cita o emblemático capítulo da mala dos R$ 500 mil da JBS, filmada nas mãos do ex-assessor do presidente, Rodrigo Rocha Loures, em abril do ano passado, em uma rua de São Paulo. O dinheiro seria destinado a Temer via um executivo da Rodrimar.
“A ‘famosa’ mala de dinheiro não saiu da Rodrimar nem era destinada a ela ou a seus executivos, como já foi esclarecido nos autos da investigação”, diz a empresa. “Já houve, inclusive, uma denúncia referente a essa questão da mala sem nenhuma acusação contra alguém da Rodrimar.”
A empresa assinala que também “soa estranho que um inquérito da década de 1990, já arquivado e no qual ninguém da Rodrimar tenha sido sequer intimado tenha sido usado para esse extemporâneo mandado de prisão”.
“Também é falsa a afirmação apurada em um inquérito da década de 1990 de que tenha havido ‘caixinha’ ou ‘caixa dois’, tanto que o inquérito já foi arquivado por determinação do Supremo Tribunal Federal”.
Sobre o Decreto dos Portos, assinado em 2017 por Temer, a Rodrimar esclareceu que “seus dirigentes atuaram, sim, como representantes e parceiros das entidades setoriais no sentido de ajudar a construir o texto de um decreto”.
“Todas as empresas que atuam nos portos brasileiros participaram ativamente desses esforços.”
O grupo reconhece que “é verdade que algumas das reivindicações do setor foram atendidas pelo governo federal sim, mas boa parte não foi, inclusive a adaptação dos contratos assinados antes de 1993, o que era o principal interesse da Rodrimar, pois o maior de seus contratos correspondente a cerca de 80% do faturamento da empresa, é de 1991”.

Continue lendo

São Paulo – O preço spot da eletricidade, ou Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), utilizado no mercado de energia de curto prazo, foi fixado para a próxima semana em 40,16 reais por megawatt-hora para todas regiões do país, informou nesta quinta-feira a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

O valor representa uma queda de mais de 80 por cento frente à semana anterior, quando os preços estavam na casa dos 230 reais por megawatt-hora, à exceção da região Norte, onde o PLD já estava em 40,16 reais anteriormente. O valor é o mínimo permitido pela regulação.

A redução nos preços, segundo a CCEE, deve-se à boa previsão de chuvas na região das hidrelétricas em abril.

Esse cenário favorável irá inclusive beneficiar os consumidores, com a manutenção da chamada bandeira tarifária verde nas contas de luz em abril, o que significa que não haverá cobranças adicionais, segundo informou nesta quinta-feira a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Mais cedo, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apontou que as hidrelétricas do Sudeste devem receber no próximo mês chuvas em 94 por cento da média histórica. No Sul, a expectativa é de precipitações em 152 por cento da média e, no Norte, em 95 por cento.

O Governo Federal lança, nesta segunda-feira (15), um novo canal online para que os brasileiros proponham mudanças que facilitem o acesso, a qualidade e a execução dos serviços públicos. O Simplifique! permite que os usuários sugiram melhorias, identifiquem falhas e questionem a exigência de documentos e procedimentos requeridos pelas repartições.

A iniciativa é um desdobramento do Decreto de Desburocratização (Decreto nº 9.094/2017), que busca melhorar o atendimento aos usuários, reduzir o excesso de burocracia e gerar agilidade, economicidade e efetividade à Administração Pública, prevendo a participação ativa da sociedade em todo processo. 

O acesso ao formulário eletrônico do Simplifique! está disponível nas barras de serviços dos sites de todos os ministérios e autarquias, e também pode ser acessado pelo Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Federal (e-OUV). Caso o cidadão prefira fazer o registro por meio físico, a solicitação deverá ser digitalizada pelo órgão responsável e inserida no sistema.

A gestão de todo o processo ficará a cargo das Ouvidorias Públicas, que irão assegurar que todo cidadão possa ter a sua resposta atendida no prazo estabelecido (30 dias, prorrogável por igual período uma única vez). 

Acompanhamento 

Todos os detalhes sobre o encaminhamento de solicitação para o Simplifique! estão descritos na Instrução Normativa Conjunta nº 1/2018, publicada na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (15). 

Ao acessar o formulário online do Simplifique!, o usuário poderá digitar o nome do serviço público sobre o qual deseja propor a simplificação ou o nome do órgão para o qual quer encaminhá-la. Em seguida, haverá campos para a descrição dos fatos ou para proposta de melhoria. As informações poderão ser complementadas por meio de anexos (que são limitados a 30 MB). Após todo preenchimento, será gerado um número de protocolo para o acompanhamento. 

As propostas de simplificação administrativa serão analisadas por um comitê permanente de desburocratização, mantido por cada Ministério. O grupo irá produzir um relatório sobre o tema e encaminhá-lo à respectiva ouvidoria, para posterior envio ao cidadão. 

A resposta ao usuário, enviada automaticamente via sistema para o e-mail cadastrado, poderá conter ou não a fixação de compromisso de medidas de simplificação por parte do órgão ou entidade envolvido. Em caso positivo, o cidadão poderá observar o cumprimento do acordo, inclusive com os seus prazos de implantação. Em caso de descumprimento, ele ainda poderá encaminhar denúncia à Ouvidoria-Geral da União (OGU).                            

Decreto de Desburocratização 

Decreto nº 9.094/2017 é resultado de trabalho conjunto entre o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) e a Casa Civil da Presidência da República. 

Entre as mudanças trazidas pelo normativo estão: a dispensa o reconhecimento de firma e autenticação de documentos expedidos no país; a gratuidade dos atos necessários ao exercício da cidadania; a padronização de procedimentos e formulários; e a vedação de recusa de documentos pelos protocolos. O usuário também fica dispensado de entregar o mesmo documento várias vezes, em cada atendimento que receber, caso o mesmo já conste nas bases de dados oficiais – caberá ao órgão ou entidade solicitante fazer a busca.

Resultado de imagem para compesa     

Resultado de imagem para compesa

  A cidade de São José do Egito está abandonada pela COMPESA. Mesmo depois que os mananciais foram repostos, que chegou água do São Francisco, não temos água com regularidade, chega-se a passar até mais de três semanas sem chegar água. Ontem a noite não chegou mais que dois mil litros em minha residência e parou de chegar.
   A uma semana que estamos comprando água de Pipa. Justificar que queimou bomba, que estourou canos até se justifica, porém por um período, mas vejam a quanto tempo vocês vêm dando as mesmas desculpas?
Há previsão para regularização?

Estou escrevendo este artigo porque tenho visto e ouvido falar de uma crescente frieza na igreja. Muitos que professam serem cristãos estão demonstrando um coração frio na maneira como tratam as outras pessoas. Acredito que a base para um coração frio é a rejeição da sã doutrina bíblica. Quando isso acontece, com o passar do tempo, o pecado e a contemporização entram na vida da pessoa. O resultado final é que o coração dela torna-se muito frio.

Este artigo explorará a questão sobre o aumento da frieza no coração das pessoas dentro da igreja nestes últimos dias. Os versos-chave que usaremos são estes:

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão. E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.” [Mateus 24:9-12].

Vemos nessa passagem que haverá perseguição e ódio contra o povo de Deus. Os cristãos serão odiados e até assassinados neste mundo sem Deus. Os problemas no mundo separam as ovelhas dos bodes. No texto referido, vemos que haverá aversão e traição contra os cristãos.

Nos últimos dias surgirão muitos falsos profetas. Homens ímpios aparecerão na igreja para pregar doutrinas heréticas. Infelizmente, muitos serão enganados e seguirão esses falsos profetas. As pessoas que serão enganadas são aquelas que não amam o suficiente a palavra de Deus e não a lêem diariamente.

Finalmente, temos o verso-chave (verso 12) para este artigo. Como resultado dos problemas no mundo, do falso ensino, dos falsos profetas e da enganação, o amor de muitos se esfriará. Isso significa que as pessoas ficarão com um coração frio. O verso 12 diz que a iniqüidade crescerá no mundo. Isso significa que o pecado estará em toda a parte e será socialmente aceito. A sociedade e as pessoas em geral amarão mais as trevas do que a luz. Como conseqüência, os corações ficarão duros e o amor esfriará. Isso pode ser observado no mundo e também na igreja. O mundo está com o coração tão duro que as pessoas matam bebês inocentes no útero materno sem sentir a menor dor de consciência. Em muitos países de ‘primeiro mundo’ é totalmente correto diante dos olhos da sociedade cometer esse assassínio. Os idosos e os doentes terminais estarão em breve na lista da morte. Se os bebês podem ser assassinados, então os doentes e os idosos devem começar a se preparar, pois serão os próximos. Os corações estão ficando muito frios e insensíveis. Os cristãos que vivem no mundo estão rodeados por todos os tipos de pecados e de perversidade. Alguns acabam se desviando e permitem que seus corações esfriem.

A Rejeição da Sã Doutrina

Por que há uma crescente frieza na igreja? A base para um coração frio é o coração que não ama a sã doutrina.

“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” [2 Timóteo 4:3-4].

É hora de acordar, pois os dias da rejeição da sã doutrina estão sobre nós! Muitos que professam a fé cristã rejeitaram a verdade e a sã doutrina e preferem ouvir palavras suaves, que agradem aos seus ouvidos. Observe no verso 3 no texto referido que a concupiscência toma o controle da pessoa quando a sã doutrina é rejeitada. Quando a lascívia passa a controlar a vida da pessoa, o pecado entra em sua vida. Quando a pessoa afasta-se da sã doutrina volta-se para o pecado e para a contemporização e um dos frutos resultantes é a frieza no coração.

Continue lendo

Escrevi este artigo devido à crescente apostasia que tenho visto e experimentado nestes últimos dias que antecedem o retorno do Senhor Jesus. Já vi uma quantidade suficiente de pastores que são maus mordomos e servos inúteis de Deus. Este artigo é uma advertência e um encorajamento a todos os que se chamam cristãos. Imprima e distribua livremente para as pessoas que possam se beneficiar com estas observações.

Deixe-me dizer logo de início que não creio que todas as igrejas sejam corruptas e que os cristãos devam viver enfurnados em suas casas. Acredito que devemos nos reunir regularmente com os outros cristãos, participando de um uma igreja fundamentada na Bíblia e que reverencie a Deus. O fato é que as igrejas fundamentadas na Bíblia e onde há reverência ao nome de Deus estão se tornando cada vez mais raras nestes últimos dias. Muitos ‘pastores’ esqueceram-se de Deus e da sã doutrina e levam suas igrejas às falsas doutrinas e a uma grande contemporização. Conseqüentemente, está ficando cada vez mais difícil para uma família encontrar uma igreja que reverencie a Deus, onde todos possam amadurecer e crescer em Cristo.

A Bíblia diz claramente que haverá uma grande apostasia nos últimos dias. Não haverá um grande reavivamento, como alguns lobos estão anunciando, mas, ao contrário, apostasia, a rejeição e o afastamento da sã doutrina bíblica. Eis o que diz a Bíblia:

“Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição.” [2 Tessalonicenses 2:3].

O verso referido diz que chegará um tempo nos últimos dias quando os fundamentos da doutrina cristã serão contemporizados e derribados pela aceitação do erro e da heresia. Os homens esquecerão o ensino bíblico sadio. Bem, estamos atualmente vivendo nesses dias! Estamos vivendo em dias de uma terrível apostasia da sã doutrina bíblica e dos valores de Deus. Adivinhe quem está liderando essa tendência para a apostasia. São os pastores que contemporizaram na fé e que realmente não estão nem aí. Eles rejeitaram a sã doutrina e estão desejosos de agradar e de alcançar a aprovação dos homens. Não são como os bereanos, que diligentemente examinaram as Escrituras e que procuraram agradar a Deus.

Infelizmente, pastores maus, que contemporizam na doutrina, estão na liderança de muitas igrejas. Esses ‘pastores’ procuram agradar aos homens e nem querem saber se estão caminhando em obediência a Deus e à firmeza de sua palavra, a Bíblia. Participando como membros dessas igrejas, estão todos os tipos de pessoas que rejeitam a sã doutrina bíblica. A Bíblia adverte:

“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” [2 Timóteo 4:3-4].

Estamos atualmente vivendo nesses dias quando os homens rejeitarão a são doutrina. Não somente muitos que chamam a si mesmos de ‘cristãos’ rejeitam a sã doutrina, mas também muitos que se atrevem chamar a si mesmos de ‘pastor’. Esses maus pastores causam grandes danos à igreja e já feriram muitas pessoas do povo de Deus. Os pastores têm poder; podem levar o povo mais para perto de Deus e torná-lo mais forte, ou podem fazer o contrário. Aqui está um versículo que ilustra esse fato:

“E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões.” [Mateus 21:13].

Esse verso tem um significado real nestes dias, à luz da crescente tendência à apostasia. Deus não quer que seu templo seja um covil de ladrões; quer que seja um lugar santo, ao qual as pessoas possam vir e humildemente adorar a Deus. Entretanto, os líderes religiosos o transformaram em outra coisa. O versículo diz, “vós a tendes convertido” referindo-se ao fato que os líderes religiosos permitiram que o templo deixasse de ser uma casa de oração para se tornar um covil de ladrões. Deus também atribui a responsabilidade por essa mudança aos líderes religiosos, que deveriam ter mais discernimento.

Esse verso tem uma aplicação muito importante para hoje! Poucos pastores encaram seu trabalho com seriedade. A maioria está preocupada em buscar os louvores dos homens, jactando-se dos ‘grandes números’ obtidos no último domingo, e outros estão enriquecendo e vivendo como ‘filhos do Rei’.

Vejamos algumas das coisas que alguns homens que chamam a si mesmos de ‘pastor’ estão fazendo nestes últimos dias de grande apostasia:

Alguns Pastores a Evitar

 Promotores de concertos de música Rock na igreja e serviços ‘contemporâneos’. Para eles, o único modo de alcançar os jovens é dar-lhes o que querem. Afinal, o objetivo é fazê-los entrar pelas portas da igreja e, depois disso, talvez alguma ‘mágica’ aconteça. Pode ser que entre uma canção de música Rock e outra alguns jovens ‘aceitem’ a Jesus como Salvador. No entanto, o objetivo primordial é fazer com que venham à igreja. Assim, essa ‘variedade’ moderna de pastores está iniciando serviços/concertos de Rock contemporâneo para atrair a juventude. Obviamente, a pregação da Bíblia não é mais considerada suficiente. Se o bom e fora de moda ensino bíblico expositivo não funciona mais, então vamos usar a música Rock. Além disso, é menos trabalhoso contratar uma banda de Rock do que passar várias horas preparando um bom estudo bíblico! Estou sugerindo que esses pastores sejam preguiçosos? Sim, estou! Estão longe de Deus, não têm fé na Palavra de Deus e não têm discernimento algum. Raciocinam tolamente que a mocidade não quer a Bíblia (como também o pessoal mais velho)… o que querem é a música Rock. Portanto, vamos lhes dar o que desejam e, pelo menos assim, virão à igreja! Esses pastores são inúteis e serão julgados com severidade por Deus!

Continue lendo

Agentes comunitários de Saúde em Juazeiro receberam tabletes que vão auxiliar no trabalho realizado na cidade. A nova ferramente de trabalho será utilizada na coleta e armazenamento de dados na Secretaria de Saúde (SESAU). A entrega do material aconteceu nessa quarta-feira (28), no Instituto Federal da Bahia (IFBA)

Segundo a Prefeitura de Juazeiro, 431 Agentes Comunitários receberam o equipamento. Os profissionais passaram por capacitação, para manusear o equipamento e coletar os dados dentro do sistema implantando na SESAU.

A Secretária de Saúde, Fabíola Ribeiro destacou a importância do novo sistema e da aplicação das novas tecnologias no trabalho dos Agentes Comunitários. “Com os avanços tecnológicos e toda a modernização na era da informação não poderíamos deixar que os profissionais ficassem com um método antigo, que comprometia o levantamento de informações”, afirmou.

O novo sistema de armazenamento é implantado pela empresa Horizon. Os dados coletados serão armazenados em tempo real na Secretaria e dessa forma, a captação de informações será mais ágil e auxiliará na formulação de políticas públicas na saúde.

waldineypassos

Paulo Lopes/Futura Press

O juiz federal Sergio Moro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Lava Jato, mandou um recado sutil, em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, à ministra do STF Rosa Weber, cujo voto é considerado crucial na decisão sobre conceder ou não habeas corpus ao ex-presidente Lula, em sessão marcada para 4 de abril.

Ao citar a qualidade dos ministros do Supremo, ele mencionou apenas dois: o decano, Celso de Mello, e Weber, a quem fez fartos elogios.

“Tenho apreço especial pela ministra Rosa Weber, com quem trabalhei. Pude observar a seriedade da ministra, a qualidade técnica da ministra”, disse Moro, que foi auxiliar dela no caso do mensalão. 

“Tenho expectativa de que esse precedente não vai ser alterado”, declarou, em referência à decisão de 2016 da corte, que autorizou a prisão após condenação em segunda instância, caso de Lula.

O Supremo está dividido, com cinco ministros defendendo a prisão e cinco a revisão desse procedimento. Weber deve decidir a questão.

Para o juiz, uma revisão da prisão após segunda instância teria “um efeito prático muito ruim”. 

“Passaria uma mensagem errada de que não cabe mais avançar. Vamos dar um passo atrás. Seria uma pena.” No programa, Moro criticou ainda o “sistema processual extremamente generoso em relação a recursos” e a utilização indiscriminada de pedidos de habeas corpus. 

“No Brasil houve uma certa largueza na utilização do habeas corpus, mesmo quando não há prisão”, disse. “Muitas vezes, quando você não tem prisão, o remédio é o devido processo legal, é esperar o julgamento.”

Questionado sobre o foro especial, o juiz disse acreditar que o Supremo “não é preparado para julgar esses casos” e que é preciso eliminar ou reduzir bastante sua aplicação. “Eu não sou censor do Supremo. [Mas] O foro não funciona muito bem”, afirmou. “As coisas vão mais lentamente no STF”, completou.

Moro disse que, como juiz, não pode acreditar na hipótese de que haveria um acordão para frear a Lava Jato. 

AUXÍLIO-MORADIA

Confrontado com o fato de receber auxílio-moradia, mesmo tendo imóvel próprio em Curitiba, como revelado pela Folha, Moro disse não falar pelos juízes, mas defendeu que o benefício seja usado para compensar a falta de reajuste salarial. “Não vejo a imprensa abordar que existe esse problema da falta de reajuste de vencimentos há uma longa data”, disse.

Em outro tema espinhoso, Moro respondeu sobre o ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Durán, investigado na Lava Jato, que acusou o advogado Carlos Zucolotto, amigo e padrinho de casamento do juiz, de tentar mediar acordo paralelo de delação premiada com integrantes da força-tarefa.

“Esse indivíduo fez essas afirmações. É uma fantasia que não existe base concreta”, disse. “O que se tem é uma pessoa acusada de crimes graves. Afirma que é advogado, mas tem US$ 17 milhões bloqueados em Cingapura. Várias pessoas dizem que ele teria envolvimento com lavagem. Inventou essa acusação para ver o juiz afastado do caso”, disse.

Moro foi questionado ainda sobre o filme “Polícia Federal – A Lei é Para Todos” e o seriado “O Mecanismo”, lançados recentemente e inspirados na Lava Jato. Disse que viu ambos.

“Os dois produtos têm suas qualidades, mas há uma série de liberdades criativas que são tomadas. Não retratam propriamente a realidade como aconteceu.”

Ele, no entanto, disse haver situações “que conferem com o que apareceu na realidade”. 

Antes da entrevista, as duas esquinas da quadra onde fica a portaria principal da TV Cultura foram ocupadas por cerca de 40 manifestantes contra e a favor de Moro. 

A edição desta segunda foi a última comandada pelo jornalista Augusto Nunes.

Participaram da entrevista o editor-executivo da Folha de S.Paulo, Sérgio Dávila, o diretor de jornalismo do Grupo Estado, João Caminoto, a diretora de Redação da Época, Daniela Pinheiro, o diretor de jornalismo da Bandeirantes, Fernando Mitre, e o jornalista Ricardo Setti.  

br.noticias.yahoo

Já percebeu como o cabelo fica mais disciplinado do que nunca em destinos frios e ganha aparência suja em tempo recorde durante as férias na praia? Não se trata de caso isolado ou de simples suposição: o fenômeno é real e tem explicação. “O calor, o frio, a umidade e o tempo seco influenciam na aparência capilar”, diz a dermatologista Giovana Moraes, de São Paulo. “A umidade no ar, por exemplo, é absorvida imediatamente pela haste do fio, deixando-a propensa à oleosidade”, conta a especialista.

Veja também
A influência climática explica por que as cariocas lavam o cabelo quase diariamente quando os termômetros atingem os 40 graus enquanto as francesas conseguem ficar dias sem higienizar os fios durante o inverno.

Clima quente e úmido

Além de otimizar a produção de sebo, climas quentes e úmidos costumam ser os que mais atrapalham a saúde capilar. “No verão, há maior possibilidade de ressecamento devido à exposição aos raios solares, maresia e água salgada”, lembra Giovana. O antídoto contra um visual rebelde está na hidratação frequente e no uso contínuo de leave-in com FPS, que define e protege as mechas.

Clima frio e seco

Já em destinos frios e secos, a umidade mais baixa proporciona benefícios a curto prazo tanto a cabelo liso quanto ao cacheado, que ficam uniformes e definidos. Mas é preciso evitar o uso de água quente (tão agradável no inverno!) para não provocar oleosidade no couro cabeludo e o consequente aparecimento de dermatites ou caspa.

Veja também

Fator água

A composição da água também pode interferir na aparência: quanto menor o ph dela, melhor para o cabelo. “O ph natural do cabelo é ácido, o que faz com que ele responda melhor ao ph baixo”, lembra a dermatologista paulistana Adriana Leite. Isso varia no tratamento da água de cada cidade. Por exemplo, a água rica em cloro como a de Brasília faz com que as escamas do fio se abram, deixando a textura áspera. Uma boa solução neste caso é ter em mãos uma garrafinha com água mineral, pura de agentes químicos, para o último enxágue das lavagens – garantia de fios soltinhos e com brilho em qualquer destino!

boaforma

Você evita comer doces, mas adora tomar refrigerantes e sucos de caixinha? Saiba que essa não é uma boa troca. E isso vale tanto para seus objetivos na balança quanto para sua saúde. Segundo um estudo recente da Universidade Emory, nos Estados Unidos, essas bebidas ameaçam o coração.

Veja também

O objetivo dos estudiosos era investigar se o açúcar presente em doces e bebidas aumenta a probabilidade de morte por doenças cardíacas ou outras causas e, em caso positivo, se há diferenças entre consumi-lo via líquidos ou alimentos sólidos. Para isso, eles acompanharam, por seis anos, 17 930 homens e mulheres adultos com mais de 45 anos de idade, nenhum com histórico de problema cardiovascular, diabetes tipo 2 ou derrame.

A partir de questionários, os cientistas estimaram a frequência com que os participantes comiam itens lotados de açúcar. As mortes que aconteceram nesse período também tiveram suas causas investigadas.

Veja também

Os resultados mostraram que existe, sim, uma associação entre exagerar nas bebidas adoçadas e maior risco de morrer do coração. Aqueles que tomavam mais de 700 ml de sucos industrializados ou refrigerantes por dia eram duas vezes mais propensos a falecer por infarto, por exemplo, em comparação a quem ingeria menos de 30 ml. A probabilidade de perder a vida por outros motivos também se mostrou maior.

Essas ligações se mantiveram mesmo após excluir fatores como histórico de tabagismo, sedentarismo e herança familiar. E os estudiosos não notaram o mesmo elo em relação a doces – o problema parecem ser os líquidos mesmo. Os autores do artigo especulam que a diferença esteja na forma como alimentos e bebidas são processados no organismo.

Veja também 

É que, ao tomar uma lata de refri, uma quantidade maior de açúcar é ingerida sem o auxílio de nutrientes que desaceleram a absorção do ingrediente doce. Quando esse consumo acontece via alimentos sólidos, também são digeridas gorduras e proteínas, que ajudam a deixar o metabolismo mais lento.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

Segundo Jean Welsh, autor do estudo, esses achados devem servir de incentivo para que profissionais de saúde conversem mais com seus pacientes sobre a importância de não extrapolar nas bebidas açucaradas. E o mesmo vale para você: de nada adianta fugir daquele brigadeiro delicioso e mandar goela abaixo, sem pensar, uma latinha de refrigerante. É bom maneirar em tudo, ok?

Se você não tem conseguido descansar bem, que tal ingerir os alimentos a seguir algumas horas antes de se deitar? Suas propriedades ajudam a promover um sono tranquilo.

1. Mel

Adicione um fiozinho de mel ao seu leite ou chá algumas horas antes de se deitar. A pequena quantidade de glicose reduzirá os níveis de orexina, um neurotransmissor que aumenta seu nível de alerta.

2. Grãos integrais

Se você está se sentindo um pouco inquieta antes de deitar, coma um pedaço de pão ou torrada integral. Os grãos integrais incentivam a produção de insulina, o que ajuda as vias neurais a obter triptofano – um aminoácido que funciona como um sedativo para o cérebro.

3. Banana

fruta é rica em potássio, um mineral que é essencial para ter uma noite profunda de sono. Bananas também contêm triptofano e magnésio, fazendo com que essa fruta funcione como um sedativo natural.

4. Feijão

Vitaminas do complexo B têm sido muito utilizadas para tratar a insônia e ajudar a aliviar o stress e a ansiedade. Se você está procurando uma fonte natural, tente o feijão – ele contém um bom punhado de diferentes vitaminas do complexo B, como B6, niacina e ácido fólico.

Leite

                                                   (BOA FORMA)

5. Laticínios

Laticínios são uma fonte natural de sono – induzindo triptofano – e o teor de cálcio de produtos lácteos tem um efeito positivo na produção dos aminoácidos.

6. Nozes

Um punhado do fruto é um ótimo lanche antes de dormir. As nozes ajudam a aumentar os níveis de serotonina no cérebro e são uma excelente fonte de magnésio e triptofano. Sementes de linhaça, sementes de abóbora e sementes de girassol também carregam altos níveis do sedativo natural.

7. Aveia

aveia é uma fonte natural de melatonina, hormônio que ajuda a controlar o ciclo do sono. Aposte em uma pequena tigela de mingau de aveia ou um biscoito de aveia.

8. Aves

Antes de deitar, se estiver com fome, inclua um pedaço de frango ou peru fatiado em seu sanduíche de pão integral. Ambos são grandes parceiros do bom sono!

Veja também

9. Grão-de-bico

Ele é rico em vitamina B6, que desempenha um papel importante na produção de serotonina – hormônio da felicidade, que aumenta sua saúde mental e ajuda a ficar tranquila.

10. Iogurte

Uma pequena tigela de iogurte com alguns de seus ingredientes favoritos (frutas picadas, granola…) pode ser o que você precisa para adormecer. Isso porque o alimento contém cálcio, que é necessário para o processamento de hormônios indutores do sono – o triptofano e a melatonina.

11. Suco de cereja

A fruta é rica em melatonina e um estudo recente revelou que beber o suco da fruta regularmente (ou comer cerejas) pode ajudar a regular seus ciclos de sono.

Veja também

12. Folhas verdes

As hortaliças, além de saudáveis, contêm altos níveis de cálcio, importantes para a produção do hormônios do sono.

13. Chá de camomila

A erva tem efeito calmante. Beber uma xícara de chá antes de dormir pode ser a rotina de que você precisa para cair no sono.

14. Uva

Um estudo comprou que a fruta contém alto nível de melatonina. Apesar de a investigação ter testado a uva em si, os pesquisadores dizem que é possível que a substância seja encontrada no vinho. Mas tome cuidado: o álcool pode atrapalhar o sono de longa duração.

15. Ovo

Boa fonte de triptofano, o ovo também é um aliado das noites tranquilas. Se você servir com uma xícara de chá ou com pão integral, melhor ainda. Será seu companheiro favorito para a indução ao sono!

A Correios Celular é uma iniciativa lançada no ano passado que visava aproveitar a alta capilaridade da estatal para marcar presença em cidades onde não há grande penetração das grandes operadoras. A empresa esperava alcançar 1 milhão de usuários após o primeiro ano, mas até o momento tem pouco mais de 100 mil clientes.

olhardigital

Delegado federal de Recife, Rodrigo Almeida: “A aquisição dos bens atende a uma demanda antiga das famílias”

A agricultura familiar da Zona da Mata Norte, região de Pernambuco, será beneficiada por meio do Projeto de Infraestrutura e Serviços (Proinf), programa de financiamento ligado à Subsecretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), vinculada à Casa Civil da Presidência da República. Três carros, sendo um caminhão com câmara frigorífica, foram entregues nesta sexta-feira (12), durante evento na Escola Técnica Estadual Maria Eduarda Ramos de Barros, em Carpina, a 63 km do Recife. Ao todo, os investimentos somam R$ 450 mil em equipamentos.

Há 15 anos a Sead opera investimentos do governo federal nos estados e municípios, com o objetivo de fortalecer, estruturar, agregar valor e melhorar a qualidade de vida dos agricultores. “Esse investimento chega por meio de contratos e convênios, em forma de obras, maquinários, construção de agroindústrias, ou seja, medidas que geram trabalho e renda”, explica o subsecretário da SDR, Marcelo Martins. Nesse tempo, segundo Marcelo, foram aplicados cerca de R$ 2,3 bilhões em 243 territórios rurais no Brasil.

A Zona da Mata Norte de Pernambuco é uma região marcada pela monocultura da cana de açúcar, mas com forte resistência de produção de outros tipos de alimentos. A produção de raízes e tubérculos na região, por exemplo, chega a 2,35 mil toneladas. Durante o evento em Carpina, o delegado federal do Desenvolvimento Agrário da região, Rodrigo Almeida, chamou atenção para o motivo dos esforços em prol dos agricultores. “A aquisição dos bens atende a uma demanda antiga das famílias”, resume o delegado.

O evento teve a presença do governador do estado Paulo Câmara e do corpo de secretariado, além de deputados estaduais e federais. Na última semana, o Projeto Territorial do Sertão de Araripe recebeu R$ 700 mil em veículos e equipamentos para aumentar a inclusão produtiva de um maior número de famílias nos dez municípios do Araripe: Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Santa Cruz, Santa Filomena e Trindade. Desse montante, o valor do repasse por parte do governo federal foi de R$ 550 mil. O restante é contrapartida do governo do Estad

O deputado estadual André Ferreira (PSC) apresentou na Assembleia Legislativa de Pernambuco um Projeto de Lei que vai premiar as escolas da rede privada que executarem ações voltadas para atender crianças com necessidades especiais. A proposta cria o selo Escola Amiga da Educação Inclusiva, que será conferido às instituições de ensino que adotarem medidas para a implantação do sistema educacional inclusivo de pessoas com deficiência.

A ideia é que a criação do selo estimule as escolas, entre outras coisas, a elaborar currículos e adotar técnicas, recursos educativos e de organização específicos para atender às necessidades de estudantes com deficiência. “Com o projeto, nós procuramos incentivar as escolas a promoverem ações de real integração e inclusão para alunos com necessidades especiais”, destacou André Ferreira.  O parlamentar destaca, ainda, que no ambiente escolar, incluir vai muito além do simples fato de aceitar o aluno na instituição, que é o que prevê a Lei Brasileira de Acessibilidade.

Continue lendo

O governador Paulo Câmara e o secretário de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), Wellington Batista, realizaram nesta segunda-feira (26/03) a entrega de equipamentos e veículos oriundos de convênios com a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (SEAD), contemplando cerca de 100 municípios pernambucanos.  A solenidade aconteceu no Palácio do Campo das Princesas, na presença de representantes da sociedade civil e poder público. O investimento total foi de aproximadamente R$ 5 milhões. Ao final do evento, o secretário e os prefeitos dos municípios contemplados assinaram o termo de cessão de uso dos veículos. 
Uma das ações foi referente à Política de Desenvolvimento Territorial promovida pela Secretaria Executiva de Agricultura Familiar (SEAF), vinculada a SARA, com a entrega de 1.450 itens que contemplam 10 territórios, através do Programa Nacional de Desenvolvimento Sustentável de Territórios Rurais (Proinf), política pública idealizada pela SEAD. Dentre os itens estão 1 mil caixas plásticas; 25 motos, 8 veículos leves, 12 caminhões, 150 barracas de feira, 75 ensiladeiras, 3 caminhonetes, 11 kits de inseminação artificial, 16 freezers e 150 balanças eletrônicas. O valor investido nesta ação foi de R$ 4 milhões, uma parceria da SEAD, do Governo Federal, e SARA/SEAF. 
Por sua vez, os extensionistas rurais do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), responsáveis pela gestão, execução e administração dos serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) para os agricultores e pescadores enquadrados no PRONAF, receberam 25 veículos, no valor total de R$ 880 mil (convênio com a SEAD).  O IPA conta atualmente com 359 extensionistas atuando no campo, proporcionando ao agricultor e agricultora familiar acesso às políticas públicas, serviços de ATER continuado e ações de convivência com a seca.  O extensionista rural é reconhecido com um agente público de mudanças, um dos elos de equilíbrio entre o rural e o urbano. 
 
O governador Paulo Câmara destacou a importância dos agricultores e agricultoras familiares do Estado, responsáveis por uma expressiva produção de alimentos. “São pessoas que vivem da sua produção, moram em áreas afastadas, mas que têm um papel fundamental na nossa economia e precisam de um olhar diferenciado”, discursou o chefe do executivo estadual. 
“Estar aqui hoje é um ato muito importante porque reafirma o compromisso do governador Paulo Câmara com a política territorial, voltada para aqueles que mais precisam. E nós temos desenvolvido esse trabalho. Foi essa determinação que recebemos do governador de fortalecer a agricultura familiar através das parcerias, tanto na área pública quanto com organismos internacionais, bem como o diálogo permanente com as instituições, com as organizações sociais, com a política territorial”, pontuou o secretário Wellington Batista. 
Estiveram presentes na solenidade secretários de Estado; deputados federais e estaduais; prefeitos; representantes dos consórcios municipais; a presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Nedja Moura; o diretor presidente da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro), Paulo Roberto de Andrade Lima; diretor geral do Programa Estadual de Apoio ao Pequeno Produtor Rural (ProRural), Fábio Fiorenzano; o presidente da Amupe, José Patriota; o titular da delegacia da Secretaria Especial da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead) em Pernambuco, Rodrigo Almeida, e o coordenador Geral das Delegacias Federais, Luiz Carlos Astolfo, dentre outras autoridades. 
Agricultura familiar – No Brasil são aproximadamente 4,3 milhões de estabelecimentos rurais da agricultura familiar, que correspondem a 84% do total. O setor é responsável por 33% do valor bruto da produção agropecuária do País e pela produção de 70% dos alimentos consumidos pelos brasileiros. Em Pernambuco, são 275.720 estabelecimentos familiares, que produzem mandioca, feijão, milho, fruticultura e hortifruti.
Crédito das fotos – Edilson Júnior/ Sara

Socioeducar e oferecer oportunidades para uma vida melhor após a detenção são alguns dos objetivos do curso “Artesanato em Material Reciclável”, promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Pernambuco (Senar/PE) para um grupo de 12 socioeducandos do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Timbaúba, cidade da Zona da Mata de Pernambuco.

A iniciativa é resultado de parceria entre o Senar/PE e a Fundação de Atendimento Socieducativo (Funase/PE). As aulas aconteceram entre os dias 19 e 23. “Estamos capacitando os socioeducandos para atuarem como artesãos. Nesse caso, a educação profissionalizante vem como instrumento de ocupação e de concientização ambiental, colaborando com a reinserção social dos jovens”, explica o superintendente do Senar/PE, Adriano Moraes. 

Entre os produtos confeccionados pelos socioeducandos estão brinquedos e artes populares, e objetos decorativos, como borboletas ornamentais, mamulengos e o famoso rói-rói. Todos os itens usados na produção são reciclados que seriam destinados ao lixo.

Segundo o instrutor de Artenato Reciclado, Vladimir Caroba, o curso, além tirar os jovens da ociosidade, desperta o interesse para o empreendedorimo e para o reaproveitamento de materiais antes descartados. “É gratificante ver o envolvimento de todos no aprendizado e a vontade de mudar de vida”, enfatizou o instrutor.

De acordo com a psicóloga do Case, Karollyne Bezerra, a ação só traz benefícios. “Além de aprenderem uma profissão e receberem certificados, eles passam a se ver úteis na sociedade”, avaliou. “Nossa, era lixo e agora está bonito”. Esse é um dos relatos de participantes, como o jovem A.S, de 19 anos. Interessado, ele conta que descobriu no treinamento a possibilidade de um futuro mais 

A capacitação tem 40 horas/aula. Através dessa iniciativa, mais de 240 socioeducandos já foram capacitados nos Cases do Estado, nos últimos três anos. Para 2018, ainda estão previstos os cursos de Jardineiro, Pintor Imobiliário, Eletricista Predial, Artesanato com material reciclável e Artesanato em Cerâmica. Serão, ao todo, 17 turmas, divididas em várias unidades da Região Metropolitana do Recife e interior.

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
CLIQUE AQUI e fale com os ministros, fiquem de OLHO bem aberto alguma informação entre em contato com os ministros.

CLIQUE AQUI e veja receita e despesa do seu municípios.

Aqui você encontra informações sobre a aplicação do dinheiro público nos municípios e no estado de Pernambuco.

Zé Freitas no Facebook

Zé Freitas no Twitter
Parceiros