Lojas Surya
Óticas Olhar Brasil
Farias Calçados

Lojas Surya
Supermercado
Natália Calçados

Seg Vida
 

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

Monthly Archives: outubro 2019

Bruna Hamú está nas nuvens. Escalada para viver Joana, suposta filha de Maria da Paz, protagonista interpretada por Juliana Paes em A Dona do Pedaço, a atriz entrou na trama  com a missão de movimentar a vida da boleira, que tem passado por maus lençóis desde que levou um golpe da própria filha, a cruel Josiane (Agatha Moreira). “Me sinto realizada de poder estar vivendo a Joana. Pimeiro pela oportunidade de voltar ao trabalho em uma novela do Walcyr Carrasco [autor] e da Amora Mautner [diretora] e por estar contracenando com tanta gente que sempre admirei. É uma honra e uma escola”, elogia. “E segundo por ser uma personagem batalhadora, que corre atrás para conseguir cuidar da família, que ajuda e não mede esforços para ajudar a Maria da Paz e quem precisar. Estou aprendendo bastante com ela. Me sinto feliz, evoluindo, crescendo e doando tudo o que tenho em mim para conseguir fazer o melhor que posso por ela”, acrescenta.

Longe da TV desde o fim de janeiro de 2017, quando deixou o elenco de A Lei do Amor após engravidar pela primeira vez, Bruna estava com saudade de atuar. Mas sabia que seria “um desafio maior” entrar no elenco da novela aos 45 do segundo tempo. “Fiquei três anos fora. Fiz uns cursos no meio do caminho, não fiquei parada, mas estava sem atuar. Quando entrei em A Dona do Pedaço, todo mundo já estava bem enraizado nos personagens, com o ritmo muito fluido entre eles. Mas me acolheram muito bem! A Ju [Juliana Paes] é maravilhosa, me encantei de cara por ela. Lembro que quando fui fazer teste de figurino e caracterização, ela veio e me deu um abraço tão forte que acalentou minha alma. Fiquei até arrepiada”, lembra.

Outro encontro feliz de Bruna foi com a atriz Laura Cardoso, que interpreta Matilde, avó de Joana na história. “Dona Laura é uma escola de humildade. Ela tem um olhar penetrante, me emociono em cena só de olhar para ela. E é extremamente generosa. Não poderia ter voltado em uma hora melhor! Estou muito apaixonada pelo que estou fazendo”, celebra.

LICENÇA-MATERNIDADE
Mãezona, Bruna teve a vida transformada com a chegada de Julinho, seu primeiro filho com o empresário Diego Moregola. Nascido em abril de 2017, o menininho arrebatou o coração da atriz, que passou os últimos dois anos dedicada exclusivamente a ele. “Me descobri apaixonada por ser mãe”, derrete-se.

Aos 29 anos, Bruna, que começou a carreira como modelo aos 19, fez sua estreia na Globo em 2013 e esteve no elenco de três novelas: Sangue BomMalhação: Sonhos A Lei do Amor, onde descobriu que estava grávida. “Foi tudo muito no susto”, lembra a atriz, confessando que está feliz com o carinho que vem recebendo do público. “Sempre recebia direct [no Instagram, onde tem 3,6 milhões de seguidores] dos fãs me cobrando fazer novela e quando eles ficaram sabendo ficaram bem excitados com a notícia”, comemora.

Morando em São Paulo, ela se mudou para o Rio para gravar a novela e, por isso, tem passado a semana longe do marido e do filho. “Sinto que ele sofre mais na hora de dormir. Tenho conseguido ligar para ele por vídeo mais à noite. E ele fica mal porque sempre o fazia dormir, era a hora de ‘nanar’. Outro dia ele até brigou comigo: ‘naná, mamãe, naná!’ Ele não entendia, porque o Diego vai trabalhar e volta, eu não volto. Mas ele está bem, está muito bem amado e bem cuidado pelas avós”, garante.

INÍCIO DA CARREIRA

Continue lendo

Selena Gomez (Foto: Reprodução/Instagram)

Selena Gomez usou o Instagram para esclarecer rumores de que ela teria reatado com o ex-namorado Samuel Krost. Após aparecer em Nova York ao lado de Krost, a cantora afirmou que está solteira e é apenas boa amiga do rapaz. “Eu não estou namorando ninguém. Estou solteira há dois anos”, escreveu ela em seu Instagram. “Estou no tempo de Deus, não no meu”.O último relacionamento público de Gomez foi com o cantor The Weeknd. Os dois se separaram em outubro de 2017, após nove meses de relação. Recentemente, a cantora lançou duas novas músicas: Lose You to Love Me e Look at Her Now. Ambas as letras refletem sobre relacionamentos passados, o que levou Hailey Bieber, atual mulher do ex-namorado de Selena, Justin Bieber, a responder nas redes sociais.

revistaquem

Deputado José Medeiros (Podemos-MT) apresentou nesta quarta-feira (30) requerimento à CPI das Fake News para convidar o jornalista William Bonner, além da cúpula da Rede Globo, Ali Kamel, Carlos Henrique Schroder e Roberto Irineu Marinho, para prestarem esclarecimentos sobre “ataques midiáticos” e “métodos jornalísticos” da emissora

247 – O deputado José Medeiros (Podemos-MT) apresentou nesta quarta-feira (30) requerimento à CPI das Fake News para convidar o jornalista William Bonner, editor do Jornal Nacional, além da cúpula da Rede Globo, Ali Kamel, Carlos Henrique Schroder e Roberto Irineu Marinho, para prestarem esclarecimentos sobre “ataques midiáticos” e “métodos jornalísticos” da emissora. 

Medida veio após o JN revelar que o porteiro dizer em depoimento à Polícia Civil do Rio de Janeiro que no dia do assassinato da vereadora Marielle Franco, o ex-policial militar Élcio Queiroz, suspeito de envolvimento na morte, disse na portaria do condomínio que iria à casa de Jair Bolsonaro, na época deputado federal. Segundo o Ministério Público do Rio de Janeiro, porteiro mentiu ao dizer que Élcio Queiroz disse que iria à casa de Bolsonaro (leia no Brasi 247).O convite também feito ao governador do Rio de Janeiro. Na transmissão ao vivo em sua página no Facebook na noite da terça-feira, Bolsonaro ataca o governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel e o acusa de vazar detalhes sobre a investigação para prejudicá-lo antes das eleições de 2022, enfatizando que é alvo de “patifaria” (leia mais no Brasil 247).

brasil247

Após revelar depoimento em que porteiro liga Jair Bolsonaro ao assassinato da vereadora Marielle Franco, o Jornal Nacional divulgou nesta quarta-feira apenas as versões favoráveis a Bolsonaro

brasil247
Resultado de imagem para Caixa Vai Reduzir Taxas De Juros De Financiamento Imobiliário

O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Gilberto Occhi, disse ontem que o banco vai anunciar redução da taxa de juros de financiamento imobiliário com recursos da poupança. Ele afirmou que o Conselho da Caixa está estudando a movimentação de mercado e deve alinhar suas taxas. O anúncio dos índices deverá ser feito no máximo na semana que vem. “O que percebemos é que na medida que alguns bancos privados anunciaram redução em suas taxas, atraíram demanda no mercado”, observou Occhi. Segundo dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), a Caixa Econômica Federal perdeu a liderança no financiamento imobiliário nas linhas de crédito com recursos da poupança e foi ultrapassada por concorrentes pelo terceiro mês consecutivo. O presidente da Caixa revelou que o balanço do banco que, será divulgado nos próximos dias, será o melhor da história da instituição financeira e pela primeira vez na história, segundo ele, será melhor do o desempenho do Banco do Brasil. Ele disse que os dados foram resultado de ajustes, redução de custos e melhoria da eficiência do banco.

Ainda de acordo com ele, a inadimplência do banco de 2017 também foi reduzida, ficando em cerca de 2,5%, quando o índice de mercado está em 3,5%. “Se não há como contar com seu ‘dono’ aportar capital, você precisa promover ajustes. Não contamos com dinheiro da Fazenda”, ressaltou Occhi. O presidente da Caixa defendeu novas formas de captação de recursos para financiamento habitacional, além do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e dos recursos da poupança. De acordo com ele, o Banco Central estuda proposta de criação da Letra Imobiliária Garantia (LIG). A Caixa Econômica tem um orçamento para 2018 de R$ 82,1 bilhões para investimentos habitacionais no País. Segundo Occhi R$ 58,8 bilhões virão do FGTS, R$ 12,7 bilhões do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e o restante de outras fontes.

Continue lendo

Resultado de imagem para s contas de luz

Os consumidores brasileiros podem ter que pagar o valor recorde de R$ 20,6 bilhões nas contas de luz em 2020, para bancar ações e subsídios concedidos pelo governo e que estão relacionados ao setor elétrico. O valor foi anunciado nesta terça-feira (29) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), durante a votação do processo que tratou do orçamento para o ano que vem da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), fundo onde são depositados os recursos que depois serão gastos com as ações e os subsídios. Esse orçamento não está fechado porque a proposta ainda vai passar por consulta pública e voltará a ser analisada pela diretoria da Aneel. Além disso, uma decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) pode reduzir o valor cobrado dos consumidores, nas contas de luz, para financiar esses subsídios (leia mais abaixo).

A consulta pública, que vai debater o orçamento da CDE, começa nesta quarta (30) e termina em 29 de novembro.

Valor pago nas contas de luz para bancar subsídios
Em R$ bilhões
111,71,718,918,911,811,89,39,314,114,116,216,220,620,620132014201520162017201820192020 (previsão)0510152025
Fonte: Abrace

Termelétricas e fontes renováveis

Se for confirmado o repasse de R$ 20,6 bi para as contas de luz, será o maior valor cobrado dos consumidores desde que a CDE foi criada, em 2002. O valor ainda é 27% maior do que o que será pago em 2019 ( R$ 16,2 bilhões). De acordo com a agência, uma das razões para esse aumento é a previsão de alta no subsídio para a compra de óleo que abastece usinas termelétricas que geram energia em regiões do país que não estão ligadas ao sistema nacional de transmissão. Como a rede de transmissão não chega a esses pontos, não é possível levar energia mais barata, produzida por hidrelétricas, por exemplo, até eles. Para evitar que as contas de luz nesses locais sejam muito caras, parte do custo com a compra de combustível para as termelétricas é rateada entre todos os consumidores brasileiros.

Em 2020, a estimativa é que esse valor rateado fique em R$ 7,5 bilhões, alta de 20% em relação ao previsto para 2019.

De acordo com o diretor-geral da Aneel, André Pepitone, a explicação para esse aumento é a suspensão do fornecimento de energia da Venezuela para uma parte do estado de Roraima, um dos pontos “isolados” do sistema elétrico. Com a suspensão, a parte de Roraima que era atendida com energia hidrelétrica da Venezuela, mais barata, passou a também ser abastecida com energia de termelétricas movidas a óleo, que é mais cara. Também cresceu o valor do subsídio para que empresas comprem energia renovável, de usinas eólicas, por exemplo. Para 2020, a previsão é que os consumidores contribuam com R$ 3,2 bilhões para bancar esse benefício. Pepitone defendeu rapidez na análise, pelo Congresso, do projeto de lei do governo que acaba com esse incentivo. “Tendo em vista que a tecnologia [para geração eólica] está consolidada, temos que avaliar se ainda é razoável conceder esse subsídio que está onerando o bolso de cada consumidor brasileiro”, disse o diretor da Aneel. Outro custo bancado pela CDE e que deve aumentar no ano que vem, segundo a agência, é o subsídio que permite desconto na conta de luz de famílias de baixa renda. Para bancar esse benefício, consumidores de todo o país devem contribuir com R$ 2,6 bilhões em 2020, alta de 10%.

Peso dos subsídios pagos pelos consumidores na conta de luz — Foto: AneelPeso dos subsídios pagos pelos consumidores na conta de luz — Foto: Aneel

Peso dos subsídios pagos pelos consumidores na conta de luz — Foto: Aneel

Decisão do TCU

Continue lendo

Resultado de imagem para Resolução para parcelamento de débitos do FGTS é positiva, dizem especialistas

Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, ligado ao Ministério da Economia, estabeleceu normas para o parcelamento de débitos de contribuições devidas por meio da resolução CC/FGTS nº 940. A normativa já foi publicada pelo Diário Oficial da União no último dia 9 e, segundo Rodrigo Rico Pinheiro, da Leite, Tosto e Barros Advogados, pode ser encarada como uma ótima notícia para as empresas. “Melhor novidade ainda é que os §§ 1º e 2º, do artigo 5º, autorizam que empresas em recuperação judicial parcelem os valores em 100 (cem) vezes (como previsto na antiga Resolução)”, diz. Segundo ele, a medida é excelente medida porque garante o direito dos trabalhadores mediante o recebimento dos valores que lhes são devidos e auxilia o empregador em recuperação judicial a cumprir seus planos de negócio. Quem também vê aspectos positivos na resolução é Marcos Meia, sócio da M.Meira Advogados Associados e Consultoria. “A medida é positiva uma vez que leva em consideração temas sensíveis da atualidade e que traduzem na inadimplência dos débitos de FGTS”, comenta. O parcelamento deverá ser concedido pelo prazo máximo de 85 parcelas mensais e sucessivas. Caso não haja quitação integral da primeira parcela, o parcelamento não se consuma. Os empregadores domésticos também estão enquadrados na resolução.

conjur

O papel dos indivíduos está sendo redescoberto e isso nem sempre é positivo Foto: Divulgação

Uma das explicações é a autopercepção de excelência, um fenômeno sociológico muito comum. É a idealização que as pequenas comunidades fazem sobre sua bondade e sua relação harmoniosa. Nesses lugares, no entanto, a repressão e a violência podem ser tremendos. Hoje, temos uma réplica dessas comunidades em grupos de WhatsApp e Facebook que se acham sempre certos e acreditam que os outros estão errados. É como se essa mentalidade provinciana fosse multiplicada por milhares de grupos.

No livro O Declínio do Homem Público, o sociólogo Richard Sennett mostra que há um controle coletivo nessas comunidades em que é preciso aceitar a identidade do grupo. Essa lógica do indivíduo que é submetido ou se submete ao coletivo amplia a beligerância entre os grupos. Somado a isso, o ensaísta Elias Canetti delineia dois tipos de comportamento coletivo de massa: a horda de fuga e a horda de perseguição. Esse papel nas sociedades e nas redes sociais se alterna. Às vezes, um grupo age como massa de perseguição, acusando alguém, e em outro momento está recebendo o ataque. Isso acontece desde sempre nas sociedades urbanas, mas, em momentos mais tensos, como revoluções, fica mais forte. Até o fim do século XX, teorias como o marxismo ou o positivismo foram formuladas em favor da coletividade, da classe social e dos interesses econômicos amplos, até como uma reação às teorias iluministas do século XVIII, centradas no indivíduo. Dessa forma, esquecemos a importância das individualidades, com suas idiossincrasias, seus desejos e suas ambições. Os marxistas acabavam com uma discussão dizendo que qualquer coisa que se relacionasse a isso era individualismo burguês; os positivistas diziam que era um tema metafísico, porque não existe indivíduo livre.

Continue lendo

Fernández homenageou Lula em seu primeiro discurso após a vitória eleitoral no domingo

Reprodução

 ex-presidente Lula enviou nesta terça-feira (29) uma carta parabenizando o presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, e a vice-presidenta eleita, Cristina Kirchner, pelo triunfo contra Maurício Macri no domingo. Fernández homenageou Lula no primeiro discurso após vitória eleitoral e ainda postou uma foto nas redes fazendo sinal de “Lula Livre” junto a sua equipe. “Parabéns pela eleição na Argentina, peço que transmita um grande abraço para a companheira Cristina e a todo o povo da Argentina. Agradeço de coração a solidariedade que vocês tem demonstrado a mim e ao povo brasileiro. A América Latina pouco a pouco vai reencontrando seus laços de fraternidade e respeito. Desejo que vocês façam uma boa governança e cuidem com muito carinho dos nossos irmãos e irmãs argentinos”, diz trecho da carta do ex-presidente, que ainda cita o Papa Francisco.Durante discurso feito à multidão que ocupava as ruas de Buenos Aires, Fernández começou pedindo a liberdade de Lula e puxando um enorme coro de “Lula Livre”. Antes, ele ainda tinha feito uma postagem nas redes sociais homenageando o brasileiro, que fez 74 anos no domingo. Alberto Fernández e Cristina Kirchner venceram as eleições na Argentina em primeiro turno. Votação ocorreu neste domingo (27) e, com 94% das urnas apuradas, a dupla garantiu 47,85% dos votos, enquanto o atual presidente Mauricio Macri foi deixado em segundo lugar, com 40,65%.

revistaforum

Especialista em Oceanografia também alega que é quase impossível limpar os manguezais, pois tal ação pode acabar piorando o já fragilizado ecossistema

Foto: Clemente Coelho Júnior/Divulgação
O manguezal é um ecossistema complexo, rico em biodiversidade e um dos mais produtivos do mundo. Esses ambientes, no entanto, agora sofrem uma grave ameaça: o óleo que atinge há quase dois meses o litoral nordestino chegou aos mangues, “sufocando” sua fauna e flora. Especialista alerta para a impossibilidade de limpar essas regiões e já calcula o longo período que o ecossistema pode levar para se recuperar.

“Os manguezais são ambientes muito ricos que servem como berçário natural para diversas espécies de recursos vivos. É uma situação bastante complexa. As raízes que ficam pra fora do segmento ficam expostas, e o óleo penetra entre essas raízes e é muito difícil limpar”, explicou o professor de Oceanografia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Givan Yogui.

“Se botar um monte de gente no manguezal, pra ficar pisoteando e limpando isso, pode acabar até sendo pior do que o impacto já causado pelo óleo. É uma situação bem complicada”, completou. O Brasil tem 25 mil quilômetros quadrados de áreas de manguezais, segundo o Departamento de Ecologia Aquática da USP. Desses, 25 mil quilômetros ficam em Pernambuco, o estado onde mais recolheram óleo das praias. Também professor da UFPE, Clemente Coelho Júnior disse em entrevista à BBC News que, ao entrar em contato com o óleo, as plantas dos manguezais enfrentam um “hipóxia”, falta de oxigênio que impede que a planta respire, além de estresse por calor, já que o petróleo impede a transpiração da planta para diminuir sua temperatura. Cobertas, as árvores também podem deixar de executar a fotossíntese e morrer.

Dez anos

Continue lendo

Arrependidos, familiares de militares protestaram contra a mudança da Previdência para a categoria; assista

Aos gritos e lágrimas, antigos apoiadores de Jair Bolsonaro criticaram o presidente por conta das mudanças que podem ocorrer nas aposentadorias dos militares. O projeto está sendo votado na tarde desta terça-feira (29) e deve determinar uma nova estrutura na carreira dentro dos quartéis.Uma das pautas de Bolsonaro durante a campanha era melhorar os rendimentos dos militares e em cima dessas propostas ele conseguiu angariar votos desta ala mais conservadora. Mas, pelo menos para uma parte desses eleitores, o encanto com o ex-capitão acabou.“Eu coordenei carreata para o senhor. Eu gritei Bolsonaro 17 enquanto eles estavam debaixo dos seus ares condicionados. E o hoje o senhor trai a tropa dessa maneira. O senhor que cresceu em cima de nós”, falou de forma exaltada uma das manifestantes que estiveram na Câmara. Hoje, militares se aposentam, mas seguem à disposição das Forças Armadas, ou são reformados, momento em que são definitivamente desligados. A ideia do novo texto é aumentar de 30 para 35 anos, com pelo menos 25 anos de atividade militar, o tempo de trabalho para que os integrantes das Forças Armadas possam requerer a aposentadoria.
revistaforum

                                                                   Yasmin Brunet (Foto: Reprodução/Instagram)

                                                                                     Yasmin Brunet

Yasmin Brunet é defensora de causas ambientais e humanitárias e é adepta de práticas sustentáveis em seu dia a dia. “Economizar água é comigo mesmo. (risos) E a melhor coisa para poupar o seu uso é não comer carne. Com os cabelos, a minha dica é lavar três vezes por semana, no máximo. Garanto ele se preserva sozinho e a gente ajuda o planeta gastando pouca água”, afirma ela, carinhosamente apelidada de Sereia pelas longas madeixas. Com 2,1 milhões de seguidores no Instagram, Yasmin usa a rede social para falar de sua preocupação com a natureza e a importância de reciclar do lixo. “As pessoas precisam ter consciência que uma embalagem de plástico pode demorar mil anos para se decompor Então, reciclar o lixo é uma pequena parte para ajudarmos o mundo. Aliás, é o mínimo que podemos fazer.”Ela acredita que seus posts surtem efeito e por isso divide dicas e receitas para aqueles que querem abraçar seu estilo de vida. “Os meus seguidores pensam muito como eu. Vejo que tem muita diferença quando falo com eles sobre sustentabilidade, vegetarianismo, veganismo. Com o número de seguidores que tenho, posso fazer a minha parte. Sei que eles pensam como eu e acredito que por isto eles me seguem”, contou.

revistaquem

(Foto: Regialdo Teixeira)

Graças a Cia. Maritma, essa terça-feira foi #BeachDay em diversas cidades espalhadas por todo Brasil – até as que nem tem praia. No Rio, o evento – que celebrou a coleção de verão da marca – levou os maiores símbolos das areias cariocas para dentro da loja do Shopping Leblon: biscoito Globo, mate de galão e picolé, que vinha com vale brindes dentro do rótulo. Cada convidada, depois de tirar a sorte, podia escolher até três gifts especiais: biquíni, toalha, lancheirinha, vitamina C para o rosto, chinelo, canudo reutilizável, garrafinha… Decisão difícil, né? Isis Valverde, Camila Queiroz, Pamela Tomé, Daniella Sarahyba, Duda Reis, Fabíola Cabral, Nathalia Medeiros, Zaza Piereck… Todo esse supertime foi conferir as novas peças e levar esses mimos irresistíveis pra casa.  Isis montou seu look usando um maiô da linha Life Print, que tem 100 por cento do lucro revertido para a preservação da onça pintada, uma parceria com a ONG Ampara Animal. Perguntamos para a atriz o que é um “beach day” perfeito pra ela. A resposta? “Uma boa companhia – porque praia com gente com energia ruim ninguém merece -, um dia ensolarado e a terceira coisa é… Não riam de mim, não gosto muito de onda. Tenho medo e aí não entro no mar. Prefiro quando está mais calminho, e a água quentinha…”.  Camila respondeu a mesma pergunta. “Mar azul, meu marido e um biquíni confortável”. E precisa de mais? Nas araras das lojas de todo o país, as escolhas da Vogue estão sinalizadas com nosso tag “Vogue Choices”. Confira abaixo os melhores momentos dessa festa.

(Foto: Reginaldo Teixeira )

vogue

Ao TRF-5, procuradores do MPF argumentam que o governo Jair Bolsonaro não acionou devidamente o Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por Óleo (PNC). O comitê de suporte ao PNC, do qual fazem parte 17 órgãos de governo, jamais se reuniu. Nem os representantes dos nove Estados do Nordeste foram convidados a participar do colegiado

BRASÍLIA (Reuters) – O Ministério Público Federal entrou nesta segunda-feira com um recurso perante o Tribunal Federal da 5ª Região (TRF5) para que o governo federal cumpra integralmente o Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por Óleo (PNC) no combate ao desastre ambiental em praias do Nordeste brasileiro atingidas por óleo cruOs procuradores alegam que o chamado PNC não foi acionado nos termos da legislação e de acordo com a base técnica e científica que o fundamenta, ao contrário do que havia afirmado União e concordado a Justiça Federal em primeira instância. O governo tem sido alvo de críticas porque teria demorado a deflagrar uma operação para minimizar os efeitos do óleo vazado nas praias do Nordeste, cujos primeiros indícios foram detectados no início de setembro, segundo autoridades. A última atualização do Ibama dá conta de que 254 localidades nos nove Estados foram afetadasO recurso do MPF de Sergipe — que abrange toda a costa nordestina, da Bahia ao Maranhão — ao TRF-5 lista 10 pontos que provam que o PNC não foi acionado, conforme os procuradores. Eles dizem, por exemplo, que não foi reconhecida formalmente a “significância nacional do desastre ambiental”, exigência para o acionamento do plano. Segundo os representantes do MP, o comitê de suporte ao PNC, do qual fazem parte 17 órgãos de governo, jamais se reuniu.Tampouco representantes dos nove Estados do Nordeste de órgãos ambientais foram convidados a participar do colegiado.O recurso ao TRF-5, com sede em Recife, reforça os pedidos para que, em caráter de urgência, a União seja obrigada a acionar em 24 horas o PNC sob pena de multa diária de 1 milhão de reais, em caso de descumprimento. Os últimos dados do Ibama, divulgados nesta segunda-feira, indicam que o óleo afetou 92 municípios e 254 localidades nos Estados nordestinos. Nessas áreas, em 142 delas constatou-se vestígios esparsos de óleo, em 99 o óleo não foi observado na última revisita e em 13 apareceram manchas.

Resultado de imagem para animais maritimos

“Os nordestino sofrem com as secas e agora o pior, o óleo cru, que ninguém sabem de onde veio, uns falam um linguagem outro falam outra linguagem e os nordestinos e animais marinhos quem vão sofrer por muitos anos.”

Continue lendo

Resultado de imagem para CÂMARA DE REVISÃO DO MPF IMPÕE NOVA DERROTA A TOFFOLI
Resultado de imagem para CÂMARA DE REVISÃO DO MPF IMPÕE NOVA DERROTA A TOFFOLI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A 2ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal impôs nova derrota ao inquérito inconstitucional aberto por Dias Toffoli e relatado por Alexandre de Moraes – e que censurou Crusoé e O Antagonista.

Em decisão colegiada na última sexta-feira, o órgão manteve o pedido de arquivamento do MPF em Guarulhos, para onde foi um dos “filhotes” da investigação que apura crimes de difamação de ministros do STF e contra a segurança nacional.A Procuradoria já havia se manifestado pelo arquivamento, mas o juiz federal discordou, “dada a subordinação funcional do juízo de primeiro grau às determinações do STF”, embora sem expressar “juízo de valor acerca de seu acerto ou não”. O caso, então, foi parar na 2ª CCR, que se manifestou pela primeira vez sobre o inquérito. Em voto acolhido por unanimidade, o procurador Claudio Dutra Fontella ressaltou a “nulidade” e a “inconstitucionalidade” dos autos, derivados “de procedimento inquisitorial em que constatados vícios insanáveis de origem, forma e competência, levado a efeito perante o STF”.

“Com o advento da Constituição Federal de 1988, o sistema processual penal nacional deixou para trás o então sistema inquisitorial e fez clara opção pelo sistema acusatório. Nesse novo contexto, estabeleceu as diretrizes para promover uma alteração importante nas investigações e também no processamento das ações penais, reconhecendo como função institucional do Ministério Público a promoção privativa – titularidade ativa – da ação penal pública (CF, art. 129, inciso I).” O MPF também atacou a “incompetência absoluta do juízo (STF)” para processar cidadão que não detém foro especial. Para o procurador, tampouco as críticas feitas pelo investigado na rede social se enquadram em crimes contra a honra ou a segurança nacional.

Continue lendo

Giovanna Antonelli (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)

Giovanna Antonelli 

Prestes a voltar à TV, na série “Filhas de Eva”, de Adriana Falcão com roteiro de Léo Nogueira, Giovanna Antonelli já deu início a preparação de sua nova personagem. Para isso, a atriz pretende emagrecer com uma dieta cetogênica proteinada de baixo teor em gorduras. “Eu adoro testar novidades interessantes e saudáveis”, revela a atriz.Para perder o máximo possível de gordura, Giovanna está testando o método Mynce Life, que foi desenvolvido na Europa e chegou ao Brasil há um ano. Dividido em quatro fases, o programa tem como base um mix variado de alimentos com alto teor de proteínas de elevado valor biológico e fibras prébioticas, e de baixíssimo teor em carboidratos e lipídios.

Continue lendo

Alice Wegmann conta que aprendeu a lidar com o luto após se despedir de personagens (Foto: Reprodução)

Alice Wegmann conta que aprendeu a lidar com o luto após se despedir de personagens 

Alice Wegmann sofre uma dor semelhante ao do luto quando se despede de uma personagem. A atriz, que viveu Dalila na novela Órfãos da Terra, conta que tem aprendido a lidar um pouco melhor com os finais da trama.

“Confesso o impacto da perda da Maria, de Onde Nascem os Fortes, foi tão grande que desta vez me preparei um pouco mais. Da outra vez morei cinco meses no sertão, mudei toda a minha vida para viver a personagem… Vivi de uma forma muito intensa. Quando terminou, vivi um luto mesmo, foi quase como se alguém tivesse morrido. Foi triste, entrei em um buraco”, relembra.”Desta vez não sofria assim. Para fazer a Dalila, me protegi mais, justamente pensando no depois. Porque a vida continua. É um luto que a gente vive, mas acho que com a Dalila terminei diferente, com a sensação de dever cumprido, uma sensação gostosa.”O namorado o agente artístico Miguel Ribas a ajudou a se despedir da personagem. “Logo quando acabou a novela, fui para a Bahia com o meu namorado, peguei onda, surfei.. Acho que estou em uma fase mais solar.”Apesar de ter se despedido bem de Dalila, Alice continua engajada com as causas sociais abordadas pela trama, como a crise humanitária.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(foto: EVARISTO SÁ/AFP)

Jair Bolsonaro continua atacando as instituições. É um adversário – quase um inimigo – da Constituição de 1988. Faz questão de demonstrar desprezo pelos poderes Legislativo e Judiciário. Sonha com o poder absoluto. Transformou a Presidência da República em uma fonte inesgotável de sandices. O Brasil virou motivo de chacota mundial. E nada indica que isso vá terminar. Pelo contrário, a cada semana foi aumentando o tom e o número de declarações infelizes que irão criar sérios problemas comerciais, diplomáticos e políticos ao nosso país.

Continue lendo

Eleito em razão de um golpe de estado e de uma fraude eleitoral que excluiu o ex-presidente Lula da disputa eleitoral de 2018, Jair Bolsonaro insultou o presidente eleito Alberto Fernández e os milhões de argentinos que clamam pela volta da democracia ao Brasil. Segundo ele, ao pedir Lula livre, Fernández “está afrontando o Brasil de graça”

                                                                (Foto: Clauber Cleber Caetano/PR | Reprodução)

247 – Jair Bolsonaro comentou sobre as manifestações de vitória de Alberto Fernandéz, eleito presidente da Argentina neste domingo (27). “É um afronto à democracia brasileira e ao sistema judiciário brasileiro. Ele está afrontando o Brasil de graça”, disse em visita oficial ao Qatar nesta segunda (28).Ao comemorar a vitória, Fernández pediu a liberdade do ex-presidente Lula. “Parabéns para você, querido Lula. Espero ver-te logo”, escreveu ele no Instagram.O ex-presidente foi condenado sem provas no processo do triplex em Guarujá (SP), acusado de ter recebido um apartamento como propina da OAS, mas nunca dormiu nem tinha a chave do imóvel. Também já recebeu solidariedade em várias partes do mundo, como Espanh,a Portugal, Alemanha, França, Inglaterra, Estados Unidos, México, Argentina, Chile e Uruguai.Bolsonaro também afirmou que está receoso com o Mercosul – ele ameaçou deixar o bloco caso a esquerda ganhasse a eleição na Argnetina, o que, de fato, aconteceu. “A Argentina, em grande parte, faz comércio graças ao Brasil. Nós não queremos romper nada.”

brasil247

Joice Hasselmann de olho em São Paulo

JOICE HASSELMANN DE OLHO EM SÃO PAULO

Em curto intervalo de tempo, a deputada federal atacou colegas de partido e aprofundou a crise na legenda

A crise no PSL, o partido do presidente Jair Bolsonaro, parece estar longe do fim. Nesta quina-feira 17 o clima esquentou entre a líder do governo no Congresso, a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), o assessor especial da presidência da República, Filipe Martins, e o deputado estadual de São Paulo, Douglas Garcia (PSL-SP).Tudo começou na madrugada desta quinta-feira, quando Martins postou em seu Twitter o título de um livro que diz: “Uma escolha, não um eco”. A obra foi escrita em 1964 e criou espaço dentro do Partido Republicano americano para o moderno movimento conservador. O livro da escritora conservadora Phyllis Schlafly detalha como a ala liberal do partido manipulou a escolha de candidatos em convenções nacionais anteriores.Joice entendeu o tweet como uma crítica a ela e resolveu responder a Filipe: “El macho man… macho, macho man”. E o assessor então retrucou a deputada com uma foto do personagem Pica-pau fazendo sinal de loucura. Não satisfeita, Joice foi até seu Twitter e postou uma indireta para Filipe, dizendo que o integrante do governo seria um gay enrustido dentro do armário. “Os – viados – que se escondem no conservadorismo, fazem pinta de machões escondidos em suas pseudos canetas e ficam mandando indiretas como se fosse “machos” não merecem meu respeito”, disse a deputada.

cartacapital
Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
Zé Freitas no Facebook

Zé Freitas no Twitter
Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
Parceiros