Supermercado Compre Bem
Judivan Contábil
 

O chefe de gabinete da deputada federal Aline Sleutjes (PSL-PR), Marcelo Vinicius Collere compartilhou em um grupo de WhatsApp que está organizando a motociata do presidente Bolsonaro (sem partido) no Paraná um orçamento de R$ 95,4 mil para pagar uma empresa para transportar e instalar as grades metálicas de segurança do evento.

Segundo informações do UOL, Collere também compartilhou áudios pedindo ajuda para obter a verba que iria custear o serviço das grades metálicas. A motociata está prevista para acontecer no próximo sábado (25), em Ponta Grossa, no Paraná.De acordo com os microdados do arquivo com o orçamento, ele foi produzido na manhã do dia 15 de setembro às 11h28. Marcelo Collere enviou ao grupo a proposta de orçamento feita pela empresa Frask Estruturas Metálicas.No documento, a locação e a montagem de 3 mil grades metálicas de isolamento saem por R$ 51 mil. A contratação de 20 funcionários para a descarga e distribuição das grades está prevista em R$ 3,6 mil, o transporte de ida e volta das grades de São Paulo a Ponta Grossa mais de R$ 40 mil.As grades metálicas de segurança são uma exigência do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) para que o presidente Bolsonaro possa participar.Em uma das mensagens ao grupo de apoiadores e organizadores do evento, o assessor justifica o valor. “Pessoal, colocando aqui só pra vocês entenderem o tamanho do problema que tem. Isso aqui inviabiliza toda a motociata se não tiver. Olha o valor que é o gradil, tantos quilômetros. E outra, não tem aqui essa quantidade, não tem. Então, tem que vir de São Paulo mesmo, tem que fechar entre hoje e amanhã. Olha o tamanho do negócio, o problema que é. Não é fácil”, lamentou.Segundo informações do jornalista Guilherme Amado, do portal Metrópoles, Marcelo era o dono do site “Motociata BR”, criado par a divulgação e credenciamento dos participantes. Mas, o site saiu do ar após a divulgação e um novo foi colocado no ar.Procurados, o assessor e a deputada federal Aline Sleutjes não quiseram comentar. O salário de Marcelo como chefe de gabinete da parlamentar na Câmara é de R$ 15,7 mil. A deputada Aline Sleutjes é investigada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) junto com o seu assessor por suposta prática de rachadinha em seu gabinete.

revistaforum