Recicla Net

Óticas Olhar Brasil
Farias Calçados

Lojas Surya
Supermercado
Natália Calçados

Seg Vida
 

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

admin

13042020 recomposicao fpm abrilAs prefeituras recebem na próxima terça-feira, 7 de julho, a recomposição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao mês de junho. Levantamento feito pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) com base em dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) estima que o montante partilhado será de R$ 1,6 bilhão. Esse valor não incide o desconto do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Em junho de 2019 foi repassado aos Municípios, em valores brutos do Fundo, o montante de R$ 7, 9 bilhões. No mesmo período deste ano, a transferência chegou a R$ 6, 2 bilhões. Segundo a STN, ao comparar o acumulado de junho de 2020 em relação ao mesmo mês do ano passado, houve queda de 20,94% nas transferências. A CNM informa que do total de entes apenas 10 Municípios não irão receber esse auxílio porque não tiveram defasagem nos valores transferidos do FPM de junho em relação ao mesmo período de 2019.

Por se tratar de transferência não ordinária de recursos da União aos Municípios por meio de medida provisória, esses valores não compõem as receitas pré-definidas pelo artigo 29 . A da Constituição Federal para partilhar com o legislativo municipal, ou seja, também não fazem parte da base de cálculo de repasse às câmaras municipais a título de duodécimo.

Garantia
A CNM destaca que a Medida Provisória (MP) 938/2020 estabeleceu a complementação do FPM como forma de apoio financeiro. Sendo assim, é garantido às prefeituras os mesmos recursos repassados no mesmo período do ano passado como forma de mitigar os efeitos negativos na arrecadação devido à pandemia. As parcelas são transferidas aos Entes municipais e estaduais até o 15º dia útil do mês posterior ao mês de variação. O período de recomposição compreende de março a junho de 2020.

Conquista do movimento municipalista, a recomposição de junho é a quarta complementação do Fundo. Os repasses estão sendo creditados entre os meses de março e junho do exercício de 2020, tomando por base a variação nominal negativa em relação ao mesmo período de 2019. Acesse aqui a estimativa dos valores que serão repassados aos Municípios. Confira o cronograma das transferências: 

I) O primeiro pagamento referente a março ocorreu em abril (repassado no dia 14/04/20);
II) O segundo pagamento referente a abril foi realizado em maio (no dia 07/05/20);
III) Em junho, foi realizada o terceira transferência referente a maio (no dia 05/06/20);
IV) O quarto pagamento de junho ocorre em julho (no dia 07/07/20).

Crédito: Reprodução/Instagram

Após ter afirmado que foi traída várias vezes pelo ex-marido Arthur Aguiar, dizendo também ter vivido um relacionamento abusivo, Mayra Cardi fez um novo desabafo nas redes sociais. Nessa terça-feira (30), a coach de emagrecimento compartilho um texto falando sobre traição nos Stories, do Instagram.“Não trair é o básico. Ser honesto é o básico. Tratar com respeito é o básico. Ter responsabilidade afetiva é o básico. Não é mais que a obrigação. Estamos em uma geração de valores tão distorcidos, que quando encontramos o mínimo parece que estamos encontrando o básico”, diz o post de Mayra. Dias depois da denúncia de Mayra, Arthur Aguiar admitiu ter traído a ex, mas disse que não é abusador. Aricia Silva, ex-Panicat, foi apontada recentemente como suposta pivô do fim do relacionamento de Arthur e Mayra.

istoe

Anitta (Foto: Reprodução/Instagram)

Anitta 

Quem disse que só os famosos podem ter acesso aos tratamentos de beleza do momento? Muita gente pensa que para dar um up na autoestima é preciso gastar rios de dinheiro. Mas não é bem assim. É possível fazer os tratamentos dos seus sonhos a um preco acessível. QUEM listou os procedimentos de beleza mais procurados pelas celebridades e onde você pode encontrá-los a um preço que cabe no seu bolso. Na Mais Excelência Médica, por exemplo, em São Paulo, clínica que atende AnittaAlokMaria Eugênia Suconic e Gracyanne Barbosa, é possível tratar o terço superior da face, fazendo a aplicação tradicional da toxina botulínica (testa, canto dos olhos e glabela, região entre as sobrancelhas) por R$990 com direito a reavaliação em 15 dias. A média de valores do mercado é de cerca de R$2.000. Já na clínica Roseli Siqueira, também em São Paulo, frequentada por beldades como Izabel GoulartCleo, Isabella Fiorentino e Mariana Ximenes, os tratamentos naturais têm valores a partir de R$80. Pode-se fazer um tratamento corporal, como a drenagem linfática, por R$150.Para quem sonha em fazer bichectomia, o ITCO – Instituto Thales Cardoso de Odontologia, do  cirurgião-dentista, em São Paulo, é a opção ideal. O profissional tem entre suas pacientes a atriz Bia Arantes e a cantora Li Martins. Entre os procedimentos acessíveis estão a redução da papada, cuja sessão de aplicação custa R$ 500. Em alguns pacientes, apenas uma sessão é necessária. Há contraindicação, contudo, para alérgicos e gestantes.No ITCO também é possível fazer sessões de microagulhamento com PRP a R$ 450. A técnica é um tratamento estético que leva rolinho com agulhas pequenas e finas. Ao ser aplicado com movimentos específicos, provoca a vasodilatação da pele para absorção dos medicamentos e do PRP. O fato de furar a pele induz a produção de colágeno e elastina.O PRP é uma suspensão do plasma obtida através da centrifugação do sangue e que contém concentração de plaquetas maior que a encontrada no sangue. Ele pode ser aplicado na pele após o microagulhamento para acelerar a regeneração. Há contraindicação para pessoas alérgicas e gestantes.

Izabel Goulart (Foto: Reprodução/Instagram)

Izabel Goulart 

Isabella Fiorentino (Foto: Reprodução/Instagram)

Isabella Fiorentino 

Quem disse que só os famosos podem ter acesso aos tratamentos de beleza do momento? Muita gente pensa que para dar um up na autoestima é preciso gastar rios de dinheiro. Mas não é bem assim. É possível fazer os tratamentos dos seus sonhos a um preco acessível. QUEM listou os procedimentos de beleza mais procurados pelas celebridades e onde você pode encontrá-los a um preço que cabe no seu bolso.

Na Mais Excelência Médica, por exemplo, em São Paulo, clínica que atende AnittaAlokMaria Eugênia Suconic e Gracyanne Barbosa, é possível tratar o terço superior da face, fazendo a aplicação tradicional da toxina botulínica (testa, canto dos olhos e glabela, região entre as sobrancelhas) por R$990 com direito a reavaliação em 15 dias. A média de valores do mercado é de cerca de R$2.000. Já na clínica Roseli Siqueira, também em São Paulo, frequentada por beldades como Izabel GoulartCleo, Isabella Fiorentino e Mariana Ximenes, os tratamentos naturais têm valores a partir de R$80. Pode-se fazer um tratamento corporal, como a drenagem linfática, por R$150. Para quem sonha em fazer bichectomia, o ITCO – Instituto Thales Cardoso de Odontologia, do  cirurgião-dentista, em São Paulo, é a opção ideal. O profissional tem entre suas pacientes a atriz Bia Arantes e a cantora Li Martins. Entre os procedimentos acessíveis estão a redução da papada, cuja sessão de aplicação custa R$ 500. Em alguns pacientes, apenas uma sessão é necessária. Há contraindicação, contudo, para alérgicos e gestantes.

Continue lendo

Crédito: Reprodução/Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

Rachel Sheherazade

Sempre expondo a sua opinião e posicionamento político nas redes sociais, na noite da última terça-feira (30), a jornalista e apresentadora Rachel Sheherazade fez um post em seu perfil no Twitter que deu o que falar. Sheherazade celebrou a decisão desfavorável a Bolsonaro referente às eleições de 2018, que pede a cassação da chapa do chefe de Estado. O Tribunal Superior Eleitoral recusou um pedido de arquivamento da ação, algo que foi muito bem recebido pela comunicadora. No micro blog, ela compartilhou uma notícia sobre o assunto e festejou: “Vejo uma luz”.

istoe

Candidatos pouco conhecidos e eleitores sem acesso à informação compõem uma mistura que compromete a renovação de um ambiente político bastante desacreditado

Crédito: Divulgação

INCÓGNITA Prefeitos que tentarão a reeleição entrarão em uma disputa contra candidatos sobre os quais nada se sabe (Crédito: Divulgação)

A quatro meses das eleições municipais, o pleito foi adiado para os dias 15 e 29 de novembro, a maioria dos pré-candidatos continua desconhecida. Em São Paulo (SP) e no Rio de Janeiro (RJ), por exemplo, cidades nas quais os prefeitos vão tentar a reeleição, há mais 20 pré-candidatos nessas disputas. Na lógica do modelo tradicional, eles teriam vantagem por deter o comando da máquina administrativa e pela contínua exposição na mídia. Com o isolamento social imposto pela Covid-19 se prevê uma alteração na dinâmica das campanhas eleitorais e o uso mais intenso da comunicação digital. Mas, sem a realização dos comícios e atos públicos comuns nas campanhas, e com o baixo acesso à internet, a massa do eleitorado vai ter que escolher e votar em candidatos sobre os quais sabe muito pouco.

FALTANDO 4 meses para o pleito, candidatos ainda são desconhecidos
pelos eleitores

Ex-vice do governador João Doria (PSDB-SP), o prefeito tucano Bruno Covas tem um perfil discreto como gestor. Ganhou visibilidade ao expor a doença. Ele enfrenta um câncer no sistema digestivo desde outubro de 2019 e, após vários tratamentos, segue firme na disputa pela reeleição. Um de seus futuros adversários é o “Carteiro Reaça”, apelido do deputado estadual Gil Diniz (PSL-SP). Pré-candidato bolsonarista à Prefeitura paulistana, ele tem uma trajetória política ignorada pela maioria dos eleitores. Outro desconhecido é o pré-candidato do Novo, o empresário Filipe Sabará.

Continue lendo

Crédito: Reprodução/Instagram
Paula Fernandes

Longe dos palcos e do namorado por conta do coronavírus, Paula Fernandes tem buscado novas formas de se distrair. Em entrevista ao GShow, ela falou como essas atividades são fundamentais para a saúde mental. A cantora, que já sofreu de depressão aos 18 anos, comentou sobre e aconselhou quem está passando por essa doença.“A minha dica é assistir séries, fazer atividades físicas. Minha personal me liga e faço o treino por vídeo chamada. Falo com familiares, faço atividades manuais. Gosto muito de desenho, crochê, pintura, uma boa leitura. O contato familiar é importante. Existem vários aplicativos que permitem e ajudam a passar o tempo, e tem que pensar sempre que vai passar”, afirmou.Além disso, Paula Fernandes ressaltou que é importante cada um se respeitar nessa fase. “A gente tem que se respeitar. Tem dias que tô extremamente triste e tem dias que você não quer levantar da cama. Antes, eu tinha muita resistência com as minhas dificuldades. Sou virginiana, né? Fui criada pra dizer que estou bem e pronto. Mas a gente não tá bem todo dia. Somos mulheres, temos hormônios. Tem dias que tô me sentindo horrorosa, e dias que tô me sentindo linda. É importante a gente se respeitar”, disse.

Ainda na entrevista, a cantora conta que tem praticado atividades físicas todos os dias, independente do dia ou do tempo, ela sempre arruma um tempinho. “Quando estava fazendo 220 shows por ano, podia ser 2h da manhã, eu fazia tríceps lá na cadeira do quarto do hotel. Não é desculpa, mesmo que seja só 30 minutos de atividade física por dia”, incentiva os fãs.

istoe

Para salvar seu governo, Jair Bolsonaro conteve a ala ideológica, passou a ser tutelado pelos militares e tenta se conciliar com o STF e o Congresso. A nova estratégia inclui uma agenda de inaugurações e a transformação do Bolsa Família em uma marca própria. A mudança vem após vários reveses: a prisão de Queiroz, os inquéritos no STF que ameaçam sua família, a pandemia e a recessão. Eles fortalecem movimentos pró-democracia, como o Stop Bolsonaro, que aconteceu no dia 28 em cerca de 60 cidades e 26 países e mobilizou as redes sociais

Crédito: Mateus Bonomi/AGIF/AFP

DERROTADO Bolsonaro muda a rota do governo diante das investigações do STF e das crises graves na saúde e na economia. Prisão de Queiroz foi a gota d’água (Crédito: Mateus Bonomi/AGIF/AFP) Nos últimos dias, o Brasil está conhecendo um novo presidente. Confrontado com as ameaças crescentes ao seu governo, Jair Bolsonaro não ataca mais a imprensa, não participa de atos golpistas, prega a harmonia com o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso e demonstrou até compaixão com as vítimas da Covid-19 em uma live bizarra que incluiu o presidente da Embratur como sanfoneiro. O cerco se fecha a partir dos vários inquéritos que assolam o presidente, sua família e colaboradores no STF: Fake News, atos antidemocráticos e interferência na Polícia Federal (PF). Os extremistas que rondavam a praça dos Três Poderes pregando o fechamento do Congresso e do STF foram presos. O tiro de misericórdia para mudar o humor presidencial, no entanto, foi a prisão de Fabrício Queiroz, amigo de décadas de Bolsonaro e ex-assessor de seu filho Flávio. Ele é acusado pelo Ministério Público do Rio de ser o operador de um esquema de rachadinhas liderado pelo filho na Assembleia fluminense. O escândalo, que inclui o envolvimento com milícias, levou a crise para dentro do Palácio do Planalto. Isso abateu Bolsonaro mais que qualquer adversidade enfrentada desde o início do governo.

NOVA AGENDA Inauguração no Ceará de trecho da transposição do rio São Francisco, no dia 26, repetiu a estratégia de Lula e mirou regiões em que Bolsonaro é fraco: o Norte e o Nordeste (Crédito:Alan Sanara proteger o clã e preservar seu mandato, o presidente mudou sua estragégia. Acabaram suas aparições diárias no “cercadinho” do Palácio do Alvorada, que geravam crises diárias. Foi uma recomendação dos militares palacianos. A ala fardada passou a mandar mais, e o núcleo ideológico, próximo dos filhos, perdeu protagonismo. Um exemplo desse movimento é a escolha do novo ministro da Educação, que passou por critérios mais técnicos e menos doutrinários, apesar da desastrada indicação avalizada pelos militares de um ex-oficial da Marinha que nem esse título tinha. Outro exemplo é a pressão pela demissão dos dois ministros ideológicos que têm causado os maiores estragos na relação com investidores e parceiros comerciais: Ernesto Araújo (Itamaraty) e Ricardo Salles (Meio Ambiente). O plano é minimizar as acusações criminais e criar uma agenda positiva, imprimindo uma marca realizadora. Bolsonaro planeja recuperar a popularidade com inaugurações, que estão sendo discutidas com aliados políticos e deputados do Centrão. Uma lista com 30 rodovias, viadutos, estradas pavimentadas e pontes restauradas está sendo preparada pelo ministro Tarcísio Freitas (Infraestrutura). A inauguração de um trecho da transposição do rio São Francisco no Ceará, no dia 26, já fez parte desse roteiro.

BANDEIRA BRANCABolsonaro anuncia a prorrogação do auxílio emergencial, que vai se incorporar ao Bolsa Família, e faz um gesto de conciliação a Rodrigo Maia (esq.) e Davi Alcolumbre (Crédito:Pedro Ladeira)Ao criar essa agenda positiva, Bolsonaro lembrou o momento mais delicado do governo Lula, em meio ao escândalo do Mensalão. Nas cordas e com a popularidade em queda, o ex-presidente tentou desviar a atenção do primeiro megaescândalo de corrupção da era petista. Apostou suas fichas no Bolsa Família e criou o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que tentou embrulhar várias obras de infraestrutura com um discurso triunfal e uma roupagem desenvolvimentista. O resultado foram centenas de obras paradas, dívidas acumuladas e mais corrupção, como se sabe. Mas Lula conseguiu recuperar a popularidade e usou o PAC para eleger a sucessora, Dilma Rousseff. Outro pilar de sustentação também segue a cartilha petista. Será o Renda Brasil, programa que deve incorporar o Bolsa Família e benefícios como o abono salarial e o seguro-defeso. O caminho foi apontado pelo auxílio emergencial preparado às pressas na pandemia, de R$ 600 mensais. Ele acaba de ser estendido porque o presidente percebeu o seu potencial político. Agora, Bolsonaro quer criar o seu próprio Bolsa Família. Além de dar uma face social ao governo, o programa pode dar frutos eleitorais exatamente na região em que o bolsonarismo é mais fraco e o petismo ainda impera — no Nordeste e no Norte.

 

Continue lendo

Andressa Ferreira aproveitou a luz do sol para fazer um belo clique e chamou atenção da web

Andressa Ferreira aproveitou a luz do sol para fazer um belo clique e chamou atenção da web
Andressa Ferreira surge deslumbrante a luz do sol 

Nesta quarta-feira, 1, Andressa Ferreira decidiu aproveitar a luz do sol para fazer alguns cliques em sua casa. A influencer então publicou uma dessas fotos, onde ela aparece deslumbrante, usando uma make básica e uma blusa branca. Na legenda, ela mandou um recado para seus seguidores: “Algumas pessoas nunca vão gostar de você, porque a sua luz vai irritar a escuridão delas!“. Logo, muitos fãs da artista passaram a comentar no post: “Maravilhosa!“, disse um. “Perfeita demais!“, falou outro. “Linda por dentro e por fora!“, escreveu um terceiro. 

Andressa Ferreira surge deslumbrante a luz do sol

caras

30062020 Lei Cultura

Mais uma conquista aos cofres municipais fruto do trabalho da Confederação Nacional de Municípios (CNM)! Foi sancionada nesta segunda-feira, 29 de junho, a Lei 14.017/2020 que dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública. A medida, denominada de Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, foi bastante comemorada pela CNM que teve participação ativa desde a tramitação do projeto de lei no Congresso Nacional, até a sanção.

Com a lei, fica assegurado o valor total de R$ 3 bilhões a serem divididos de forma igualitária entre Estados e Municípios. Sendo assim, os 5.568 Municípios brasileiros receberão R$ 1,5 bilhão a serem distribuídos em ações como renda emergencial aos trabalhadores da cultura.

Entre outras ações, o repasse deve contemplar também subsídio para manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, organizações culturais comunitárias, cooperativas e instituições culturais; além de editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural e outros instrumentos destinados à manutenção de agentes, de espaços, de iniciativas, de cursos, entre outros.

A CNM comemora e reforça que o volume de recursos e capilaridade dele nunca antes foi vista na história das políticas culturais no Brasil. Para orientar os gestores municipais sobre os artigos constantes na lei, a área técnica de Cultura da entidade vai disponibilizar Nota Técnica e outros materiais orientativos.

Desse modo, a Confederação disponibiliza estimativa de quanto cada Município deve receber para aplicar no setor cultural.

Repasse dos Recursos
Com a lei, houve também a publicação da Medida Provisória 986/2020, que trata da forma de repasse pela União dos valores a serem aplicados pelos Poderes Executivos locais em ações emergenciais de apoio ao setor cultural, além das regras para a restituição ou a suplementação por meio de outras fontes próprias de recursos pelos Estados, pelos Municípios ou pelo Distrito Federal.

O repasse dos recursos se dará de forma descentralizada, mediante transferências da União aos Estados, aos Municípios e ao Distrito Federal, preferencialmente por meio dos fundos estaduais, municipais e distrital de cultura ou, quando não houver, de outros órgãos ou entidades responsáveis pela gestão desses recursos, devendo os valores da União ser repassados da seguinte forma:

I – 50% (cinquenta por cento) aos Estados e ao Distrito Federal, dos quais 20% (vinte por cento) de acordo com os critérios de rateio do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE) e 80% (oitenta por cento) proporcionalmente à população;
II – 50% (cinquenta por cento) aos Municípios e ao Distrito Federal, dos quais 20% (vinte por cento) de acordo com os critérios de rateio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e 80% (oitenta por cento) proporcionalmente à população.

A atriz Débora Nascimento foi demitida da emissora

Débora Nascimento não renova o contrato com a Tv Globo
A atriz Débora Nascimento foi demitida da emissora

 

Débora Nascimento também entrou para o time dos atores que encerraram o contrato com a Tv Globo. Segundo informações do colunista Alessandro Lo-Bianco, do programa A Tarde é Sua, a atriz foi demitida da emissora e já foi avisada.A musa deverá seguir os passos de outros atores, que entrarão no acordo de receber apenas por obras produzidas. Ela poderá atuar no canal, mas já está liberado para negociar com qualquer outra emissora. O primeiro trabalho de Débora na casa foi em Paraíso Tropical, em 2007. A morena ganhou destaque após interpretar Tessália no sucesso Avenida Brasil, novela de 2012 de João Emanuel Carneiro. Nos últimos dias, veio à tona que seu ex-marido, José Loreto também não renovou o contrato com a Rede Globo. O ator começou na telinha em 2005 participando de duas temporadas de Malhação.

caras

 (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
A Câmara dos Deputados pode votar, hoje (1º), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20 que trata do adiamento das eleições municipais de 2020, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A proposta, aprovada na semana passada no Senado, é o único item da pauta da sessão marcada para a tarde desta quarta-feira (1º). A PEC prevê que o pleito seja realizado nos dias 15 e 29 de novembro, em vez das datas oficiais de 4 e 25 de outubro. Além da alteração nas datas de realização do pleito, o texto também estabelece novas datas para outras etapas do processo eleitoral de 2020, como registro de candidaturas e o início da propaganda eleitoral gratuita.
Na segunda-feira (29), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que ainda não havia acordo na Casa para aprovar a matéria, e que estava dialogando para conseguir um consenso em torno da proposta.
“É importante que a Câmara tome a sua decisão. Estamos dialogando para construir o apoio necessário, até a unanimidade, para que a gente possa votar, mas ainda estamos longe disso. A nossa intenção é, com diálogo, chegar até quarta-feira a uma solução para esse problema”, disse Maia.
DP

Luciele Di Camargo postou um lindo clique ao lado dos dois filhos, Maria Eduarda e Davi

Luciele Di Camargo postou um lindo clique ao lado dos dois filhos, Maria Eduarda e Davi
Luciele Di Camargo mostra momento encantador com os filhos 

Luciele Di Camargo aproveitou o seu espaço nas redes sociais para compartilhar um momento super fofo ao lado dos seus filhos, Maria Eduarda e Davi!  Na manhã desta terça-feira, 01, ela postou um clique em que aparece ao lado dos herdeiros em sua cama e brincou ao dizer que a gangue estava formada. No registro, o trio surgiu com uma cara de sono, enquanto assistiam TV e recebiam um delicioso café na cama.  “Bom diaaaa!!!!! Dia frio, gangue formada na minha cama, cada um com a sua preferência do café da manhã, desenho animado e muito calor humano”, escreveu ela, que em seguida falou sobre a chegada de um novo mês: “Bem vindo julho! seja gentil com a humanidade”, finalizou.  Nos comentários, a família recebeu uma chuva de elogios: “Não tem coisa melhor filhos tudo de bom”, “lindos e perfeitos”, “Linda Família, Tu e o Denilson são exemplos de pais”, “família benção de Deus”, foram apenas algumas das mensagens. Nos últimos dias, Luciele e Denílson celebraram 10 anos de casamento e através das redes sociais trocaram lindíssimas declarações.

Confira o clique em família:

Luciele

Entrevista

MAITÊ PROENÇA, ATRIZ

Quase sem querer ela acabou se tornando um dos pivôs da saída de Regina Duarte da Secretaria Especial da Cultura. Ao gravar um vídeo, a pedido do canal de televisão CNN, e questionar a colega, pedindo que ouvisse o pleito de sua categoria, provocou uma crise histérica em Regina que acabou viralizando pela Internet e provocando as mais variadas reações, inclusive do governo. Mas não é de hoje que Maitê Proença, 62 anos, chama atenção pelo seu posicionamento político e sua força feminina que, aliás, começam a transformar a atriz e escritora em uma “digital influencer”. Diante do isolamento exigido pela pandemia, ela vem encontrando na internet o espaço para falar sobre o que pensa, citar mulheres fortes de várias partes do mundo e até dar dicas de beleza, claro. Em entrevista exclusiva à ISTOÉ ela fala não só sobre o isolamento e todas as limitações que ele provoca, mas também de política, cultura, beleza, envelhecimento e do momento especial que vive, com o anúncio da primeira gravidez de sua única filha. Sobre a cultura, Maitê é incisiva. “Nossa arte é diversa, plural, miscigenada e independente”, afirmou. “E as artes repudiam veementemente a repressão dos regimes autoritários”.

Como você viu a passagem de Regina Duarte pela Secretaria Especial de Cultura?
Faltou diálogo com os artistas. Como o governo não tinha interesse naquela pasta deram a ela um cargo decorativo. Deve ter sido quase impossível mexer na estrutura dividida que ela recebeu. Quando a Cultura virou Secretaria, os assuntos que estavam sob um só órgão, foram loteados entre o Ministério da Cidadania e o do Turismo. Os dois ministérios, sabedores de que cultura não era prioridade, não se comunicavam. Por isso mesmo, Regina deveria ter pedido ajuda à classe para, ao menos, desenhar uma política para o setor, e para que nós a ajudássemos a colocar essa ideia em prática, sobretudo num momento em que há 5 milhões de trabalhadores das artes desempregados.

Você se sente um pivô da saída dela do governo, após o vídeo na CNN?
Não sei, mas não tem importância, porque na realidade ela deu vários tiros no próprio pé. Depois das graves afirmações e da cantoria ocorridos naquela mesma entrevista, não dava pra Regina permanecer como representante da cultura de nosso país. Nossa arte é diversa, plural, miscigenada, e independente. E as artes repudiam veementemente a repressão dos regimes autoritários.

A ex-secretária publicou um vídeo prestando contas. Você acha que ela conseguiu fazer algo nestes três meses em que esteve lá?
Ela conseguiu que o Ministério da Cidadania transferisse para o do Turismo (sob o qual fica a Secretaria da Cultura) tudo que estava impossibilitando o andamento de vários trâmites importantes, como o do Fundo Setorial do Audiovisual. E isso é bastante coisa!

Como você vê o futuro da cultura?
Vamos ter que esperar passar esse dilúvio pra que nasçam novas formas possíveis em tempos de distanciamento social. Mas a cultura sempre resiste. É através das artes que o povo de um país se reconhece e que o mundo nos percebe como nação. O Brasil é conhecido pelo Carnaval, pelo cinema pela MPB, pelas novelas, e não pela soja transgênica, ou pelo boi do agronegócio. As artes são a nossa identidade e orgulho.

Não sei se causei a saída dela, mas não tem importância. Depois de tudo naquela entrevista, não dava para a Regina permanecer como representante da Cultura

 

O que acha da falta de apoio desse governo à Cultura?

Crédito: Divulgação

AGITO Das selvas de pedras à natureza: ativação do neurotransmissor serotonina e recuperação das energias (Crédito: Divulgação)

Ricardo Moraes

Imortalizada na voz da igualmente imortal Elis Regina, a música de Tavito e Zé Rodrix nunca fora tão atual: “eu quero uma casa no campo, onde eu possa ficar do tamanho da paz”. Fenômeno igual ocorre com um dos clássicos de Dorival Caymmi: “o mar quando quebra na praia é bonito!”. Sufocadas por uma cinzenta selva de pedras de edifícios nos grandes centros urbanos e ilhadas por um vírus fatal que ataca por todos os lados, é mais que normal que muitas e muitas pessoas busquem ambientes da natureza, a exemplo do campo e do mar, como válvula de escape para quase cem dias de quarentena — mesmo sabendo que aumentam para si e aos outros o risco de contaminação. Há aqueles que nas primeiras horas confundiram o isolamento com férias, passeios e churrasquinho. Mas há também os que suportaram firmes e agora não aguentam mais. Na verdade, não é de hoje que o verde de parques e o azul do mar exercem influências tranquilizadoras sobre homens e mulheres ­— a diferença é que, agora, isso se faz mais necessário e visível que em qualquer outro momento de um passado recente. Colhidas pelas retinas e transmitidas às substâncias eletroquímicas do cérebro, as cores podem nos excitar, acalmar, revigorar e desatar nós que trazemos na garganta. Como já se disse, funcionam como válvulas de escape. “A quarentena é mais que necessária, mas isso não significa que não chegue uma hora que as paredes asfixiam”, diz a paulista Laís Corveloni. “Eu ia à janela para desanuviar, mas aí dava de cara com mais cimento do prédio da frente. Fui à praia, fiquei isolada e me fez muito bem”.

istoe

Carol Peixinho se joga no batom vermelho e fãs elogiam

Ex-BBB Carol Peixinho coloca batom vermelho para jogo e arranca elogios na web

A ex-BBB Carol Peixinho agitou a web na noite da última terça-feira, 30, em suas redes sociais. Em seu perfil do Instagram, a musa fitness surge toda produzida com um batom vermelho de tirar o fôlego.“Esse red lips mereceu um carrossel, mas a legenda eu deixo com vocês”, declarou o artista na legenda da publicação.Nos comentários, os fãs não pouparam elogios para a gata. “Maravilhosa!”, comentou uma seguidora. “Perfeita”, disse outra. “Deusa”, completou uma internauta.

caras.

Gilberto Carneiro, ex-procurador do estado da Paraíba, foi alvo de duas denúncias do Ministério Público da Paraíba — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Gilberto Carneiro, ex-procurador do estado da Paraíba, foi alvo de duas denúncias do Ministério Público da Paraíba.

O ex-procurador do estado da Paraíba, Gilberto Carneiro, réu em um dos processos e denunciados em dois inquéritos decorrentes da Operação Calvário, que desarticulou um esquema de corrupção na Saúde e Educação no Governo da Paraíba, teve seu registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) cassado após ter recurso negado em julgamento feito no Conselho Federal da ordem. A informação foi confirmada pela assessoria da OAB Seccional Paraíba. G1 não conseguiu localizar Gilberto Carneiro ou algum representante de sua defesa. Ainda de acordo com a OAB Seccional Paraíba, com a decisão do Conselho Federal, não cabe mais recurso da cassação do registro profissional por parte de Gilberto Carneiro. O ex-procurador do estado e ex-secretário de administração da Paraíba tinha sofrido uma derrota no julgamento feito no Conselho Pleno da Seccional Paraíba.

Gilberto Carneiro foi preso na sétima fase da Operação Calvário, chamada de Juízo Final, no dia 17 de dezembro de 2019, mas foi solto em 21 de fevereiro de 2020 após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A operação Calvário investiga uma suposta organização criminosa suspeita de desvio de R$134,2 milhões de serviços de saúde e educação.

Gilberto Carneiro é acusado de apropriação indevida e desvio de recursos públicos, lavagem de dinheiro e ocultação de bens. A denúncia contra ele está relacionada a um empréstimo de uma caminhonete nova que teria sido solicitada por Gilberto Carneiro, então procurador-geral do município de João Pessoa, a um empresário

“”Que situação!!!!!””

G1 PB

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (1º) a apoiadores que, na opinião dele, o projeto de lei contra as fake news, aprovado no Senado, não deve “vingar”. Bolsonaro lembrou que, caso a proposta seja aprovada também pela Câmara, existe a possibilidade de ele vetar o texto.“Acho que na Câmara vai ser difícil ser aprovado. Agora, se for, cabe a nós ainda a possibilidade do veto”, disse o presidente na saída da residência oficial do Palácio da Alvorada.Defensores do projeto afirmam que o texto vai combater a produção e a disseminação organizada de informações falsas e de conteúdo difamatório, que comprometem as instituições democráticas. Ao conversar com os apoiadores, Bolsonaro disse que é uma das pessoas mais atacadas na internet, mas que não reclama.”Tem que ter liberdade. Ninguém mais do que eu é criticado na internet. E nunca reclamei”, disse o presidente. “Acho que não vai vingar esse projeto, não”, completou.Senado aprova projeto que pretende combater fake news

O projeto

Em linhas gerais, o projeto prevê:

  • rastreamento de mensagens reencaminhadas em aplicativos de conversa;
  • que provedores de redes sociais tenham sede no Brasil;
  • regras para impulsionamento e propaganda nas redes sociais.

Inicialmente, a proposta promovia alterações no Código Penal para punir a disseminação de fake news, mas o relator do texto retirou essas previsões.

O projeto estabelece que redes sociais e aplicativos de mensagens privadas com mais de 2 milhões de usuários adotem medidas para:

  • proibir o funcionamento de contas inautênticas – criadas ou usadas com o propósito de assumir ou simular identidade de terceiros para enganar o público;
  • proibir contas automatizadas (robôs) não identificadas dessa forma, cujo caráter automatizado não foi comunicado ao provedor do aplicativo e aos usuários;
  • identificar todos os conteúdos impulsionados e publicitários.

As proibições, segundo a proposta, não restringirão manifestações artística, intelectual, satíricas, religiosas, políticas, ficcionais, literárias ou qualquer outra forma de manifestação cultural.

O texto diz também que as empresas responsáveis por redes sociais devem:

  • viabilizar medidas para identificar contas que apresentem movimentação incompatível com a capacidade humana;
  • desenvolver políticas de uso que limitem o número de contas controladas pelo mesmo usuário.
Patos, PB, acata recomendação de MPs e não flexibiliza funcionamento de comércio  — Foto: Prefeitura de Patos / Divulgação

Patos, PB, acata recomendação de MPs e não flexibiliza funcionamento de comércio

O prefeito interino de Patos, Ivanes Lacerda, acatou a recomendação dos Ministérios Públicos da Paraíba, Federal e do Trabalho em não abrir os shopping centers e o comércio varejista da cidade. A recomendação dos órgãos ministeriais foi emitida nesta terça-feira (30) para evitar a propagação da Covid-19 no município. Um novo decreto será publicado ainda nesta terça revogando as determinações estabelecidas para as atividades desenvolvidas em shoppings, galerias e lojas de varejos e serviços para adequação à bandeira laranja, conforme o plano de retomada de atividades econômicas desenvolvido pelo governo estadual. O projeto determina a matriz de orientação para a retomada gradual das atividades. O procurador do município, Jonas Guedes, explicou sobre a decisão da prefeitura em acatar a recomendação. A determinação deve ficar em vigor até o dia 15 de julho. “As lojas que teriam a liberdade de abrir amanhã, não poderão mais fazer isso, mas vão poder continuar fazendo esse mesmo trabalho da seguinte forma: delivery ou techway que é a retirada do produto no local estabelecido”, explicou Jonas.

g1

diariodegoias
Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
Zé Freitas no Facebook

Clínica Climed / Plano Assistencial

Clínica Climed.

Av: Vereador Horácio José de s/n de frente o Banco do Brasil.

Contato (87) 9.9161-1779

Santa Terezinha PE

Lições Bíblicas
Zé Freitas no Twitter
Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
Parceiros