Recicla Net

Óticas Olhar Brasil
Lojas Surya
Supermercado Compre Bem
Natália Calçados

Seg Vida
 

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

admin

A partir de janeiro de 2021 Delson Lustosa (podemos) vai para seu 3º mandato em Santa Terezinha _ PE que é um privilegio para qualquer cidadão. Ele foi eleito neste domingo com 3.562 votos (57,23%) é mais uma corresponsabilidade que o mesmo tem que enfrentar com os pés bem firme e a mente com uma boa visão administrativa.
O município vive em um situação de  incúria a bastante tempo. Delson ficou a frente do seu principal concorrente, o atual prefeito Vaninho de Danda que obteve 2.423 votos (38,93%) em Santa Terezinha – PE
A margem de votos foi de 1.139 votos a favor de Delson Lustosa. A 3ª via encabeçada por Damiãozinho da Saúde obteve 183 votos, quando muitos apostavam que ele teria cerca de 400 eleitores. A 4ª via que tinha como seu maior representante Dr. Naldinho Salviano teve 56 votosVotaram em Santa Terezinha 6.502 eleitores, até surpreendendo, pois pelos cauculos de várias vertentes, esse número seria bem inferior, por causa da pandemia do Covid-19. O vereador mais bem votado foi Neguinho de Danda com 628 votos. O Podemos de Delson Lustosa fez a maior bancada no legislativo com 6 vereadores algo que já era esperado. O Avante de Vaninho de Danda ficou em 2º lugar com 3 assentos na Câmara de Vereadores. 
Confira os números de votos de cada vereador

Neguinho de Danda 628 votos. (Eleito).

Manoel Grampão 549 votos.(Eleito).

Dr. Júnior 531 votos.(Eleito).

Nôdo de Gregório 456 votos.(Eleito).

Fabinho de Chico França 456 votos.(Eleito).

Carlinhos Policial 394 votos.(Eleito).

Charles Lustosa 359 votos.(Eleito).

André de Afonsim 358 votos.(Eleito).

Júnior de Branco 309 votos.(Eleito).

Couro de Zuca Preto 323 votos. (Suplente).

Cabelinho 257 votos (Suplente).

Geilson Artes 209 votos (Suplente).

Antônio Césas 171 votos (Suplente).

Cleitor Oliver 150 votos (Suplente).

Cristiane de Chica 28 votos (Suplente).

Fia Romão 25 votos (Suplente).

Paula Gouveia 25 votos (Suplente).

Liedja 19 votos (Suplente).

Paulina 9 votos (Suplente).

Élida Martins 6 votos (Suplente).

Thalia 4 votos.

Pêpe do Mercado 190 votos.

Vagner de Zica 98 votos.

Amaury Soares 50 votos.

Otacilio 46 votos.

Lucas Inacio 17 votos.

Luciana da Lojinha 11 votos.

Têca da Saúde 8 votos.

Bilu Pintor 6 votos.

Lucia Soares 4 votos.

Professora Marinalva 3 votos.

Mais uma fez, a legenda deixou Couro de Zuca Preto fora das 9 vagas que compõe o legislativo Santa-Terezinhense.

Os dados de qualquer cidade é só você acessar que aparece o resultado dos municípios do https://www.tre-pe.jus.br/

Aconselhar de forma bíblica e eficaz é o alvo de todos aqueles que desejam ajudar casais a superarem os estágios de crise que, por vezes, assaltam a vida conjugal.

Evangelista Audeir Lopes

  • Quais são as qualidades que um bom conselheiro deve ter e como obter mais receptividade e sucesso no aconselhamento.
  • O que a igreja deve estabelecer quanto ao tratamento dado aos casais?
  • Quando nos propomos a discutir o tema “O tratamento dado aos casais na igreja”, algumas perguntas são necessárias para reflexão:
  • Qual a consciência da igreja como Comunidade Terapêutica?

O que a igreja está fazendo de prático e eficaz na busca de solução para os casais e os casamentos em crise?

  • A igreja é responsável pela formação de seus membros em todas as áreas?

A dimensão da crise de relacionamento de casais dentro das igrejas hoje é tão grande, que se constitui num desafio para a liderança.

CASAIS, FAMÍLIA E IGREJA

  • Compromisso com prioridades ajustadas

Uma igreja com propósitos sérios tem compromisso com prioridades ajustadas.

  • A compreensão sobre a importância do casamento na visão de Jesus faz com que a igreja ajuste sua lista de prioridades segundo a vontade de Deus. Seria por acaso que Jesus realizou seu primeiro milagre público em uma festa de casamento? (Jo 2:1-11).
  • Com certeza não. Essa escolha, de começar suas intervenções sobrenaturais públicas a partir de um momento de celebração da união conjugal deixa claro que, para Jesus, o casamento era prioridade como o início da família, que por sua vez é o ponto de partida, a origem de todos os relacionamentos interpessoais.
  • O apóstolo Paulo dedicou um espaço significativo em suas epístolas, orientando sobre como deveria ser construída a relação entre o casal e a família.
  • O apóstolo revela o quanto ele priorizava esta questão, quando escreveu para Timóteo dizendo: “Ora, se alguém não tem cuidado dos seus e especialmente dos de sua própria casa, tem negado a fé, é pior do que o descrente” (1 Tm. 5:8).
  • Para Pedro, o apóstolo, a relação de casal era tão essencial, que ele escreve dizendo que o sucesso da oração do marido e da esposa depende de como eles se relacionam (1 Pe. 3:7).

  • Só é possível a igreja desenvolver um projeto com casais, que seja eficiente e eficaz, a partir do momento em que houver compreensão da importância de se estabelecer um relacionamento verdadeiro, honesto e franco entre eles, tratando de seus dilemas como prioridade. E preciso trabalhar conhecendo a realidade.
  • O desafio das mudanças (família de ontem x família de hoje)

A família mudou por causa das novas realidades e necessidades que forçaram-na a uma adaptação. Pense na família de anos atrás, quando os quintais com árvores eram o paraíso das crianças, a natureza era a companheira inseparável de todos, desde o bebe até o vovô. Não havia TV, vídeo game, microondas, celular etc. Havia mais tempo para as pessoas estarem juntas, para o diálogo.

  • Apesar de não haver toda esta tecnologia de hoje, a família tinha um estilo de vida mais interessante.
  • As mudanças também têm a ver com fatores sociais e econômicos.
  • Hoje, a família deixou de ser patriarcal (onde os filhos casavam e continuavam próximos dos pais), para ser nuclear (onde os poucos filhos demonstram tendências, bem cedo, de buscar outros lugares para morar, quer por opção pessoal ou por necessidade).
  • Além de tudo isso, temos o desemprego, a mulher trabalhando fora, a crise moral etc.
    • Em nossa sociedade moderna, os problemas se agravam ainda mais pelo conceito distorcido sobre o matrimônio. A facilidade do divórcio faz com que muitas pessoas banalizem o casamento.
    • Em geral, o casamento é visto com menos seriedade e a família mudou o seu jeito de ser. No entanto, as famílias continuam a existir e as pessoas continuam se casando. Diante desta realidade, se a igreja perder a visão da atenção aos problemas das famílias hoje, oferecendo espaço para orientação e soluções, amanhã essa igreja estará com a sua missão de ajuda e de reconciliação seriamente comprometida.

Igreja Comunidade Terapêutica

  • Quando lemos o livro de Atos e as epístolas, fica explícito que a igreja não era apenas uma comunidade de evangelização, de ensino e de discipulado, mas também servia como uma comunidade terapêutica.
  • Vejamos alguns pontos básicos a serem considerados, como: os objetivos do aconselhamento de casais; o perfil do conselheiro eficaz; e como fazer o trabalho de aconselhamento de casais.
  • Objetivos do aconselhamento de casais
  • É essencial que, tanto o conselheiro, quanto o aconselhado, estabeleçam alvos definidos para o aconselhamento, a fim de que saibam onde desejam chegar. Jesus tinha dois alvos para os indivíduos que ajudava: vida abundante na terra e vida eterna no céu (Jo 3:16; 10:10).
  • A função do conselheiro é a mesma: mostrar às pessoas como ter uma vida abundante (vida com qualidade) e apontar a vida eterna. Sabemos que muitos cristãos sinceros terão uma vida eterna no céu, apesar de não experimentarem vida abundante na terra.

   Quando se está aconselhando uma pessoa não salva, o aconselhamento serve como um trabalho de ” pré-evangelização”.

Outros alvos que o conselheiro deve ter em mente são:

1) Levar o aconselhado a compreender a si mesmo. Todo processo de cura interior passa obrigatoriamente pelo caminho da auto compreensão. Isso tem a ver com a restauração da autoestima e autoimagem, que muitas vezes é o início da solução do problema.

2) Desenvolver a capacidade de comunicação do casal. A dificuldade em comunicar sentimentos, pensamentos e atitudes tem sido o ponto de tensão em muitos relacionamentos. O conselheiro deve ajudar o casal a aprender a se comunicar de forma eficaz.

3) Modificação do comportamento através do aprendizado. Tudo o que sabemos sobre relacionamento, certo ou errado, foi aprendido. É necessário que o conselheiro leve o aconselhado a “desaprender” o comportamento que é errado e destrutivo e aprender meios mais construtivos de agir e de se comportar. A pessoa ajudada precisa ser incentivada a avançar na prática do que está aprendendo. Jesus deixou claro que não basta aprender. É preciso praticar (Mt. 7:24).

4) Auto realização – Levar o aconselhado a maximizar o seu potencial. Sem dúvida, é em Cristo que nossa vida se completa, e o potencial é maximizado através do poder do Espírito Santo, que nos leva à maturidade espiritual.

5) Encorajamento -É durante este período de apoio que as pessoas se sentem fortalecidas e remobilizam seus recursos pessoais e espirituais, a fim de enfrentar corajosamente os problemas da vida.

O PERFIL DO CONSELHEIRO

Nenhum outro modelo se equipara a Jesus quando se trata de “aconselhamento”. Sua personalidade, Seu conhecimento e Sua habilidade capacitaram-no eficazmente para assistir às pessoas que precisam de ajuda.

Jesus, como Mestre da sensibilidade, fez uso de técnicas de aconselhamento, de acordo com a situação, com a natureza do aconselhado e com o problema específico. Em algumas situações, Ele ouvia cuidadosamente as pessoas, sem dar muita orientação às claras, mas, em outras ocasiões, Ele ensinava incisivamente. O Mestre sempre encorajava e apoiava, embora também confrontasse e desafiasse. Como conselheiro, Ele era absolutamente honesto, profundamente compassivo, altamente sensível e espiritualmente amadurecido.

  • Quais devem ser as qualidades que definem o perfil de um conselheiro eficaz?

AMOR

O amor é incomparavelmente o maior agente psicoterapêutico… algo que a psiquiatria profissional não pode criar por si mesma, nem liberar”. Eis a razão por que muitas vezes o conselheiro secular não pode suprir o amor necessário ao aconselhado e é incapaz de receber amor que este quer lhe dar.

A igreja de Cristo oferece uma abordagem para a vida, baseada inteiramente no amor. Portanto, pode ajudar onde o aconselhamento secular fracassa. Aqui está o desafio que deve levar o conselheiro cristão a refletir: Se o meio eficaz de ajudar é amar – o mesmo deve pedir a Deus para amar as pessoas necessitadas, concedendo-lhes mais amor, preocupação sincera, e sem excesso, pelo aconselhado.

  • Ao tratar com a mulher samaritana, Jesus não aprovou seu comportamento pecaminoso, porém respeitou e a tratou com uma pessoa de valor (Jo. 4). Essa atitude de interesse e cordialidade deve ser demonstrada pelo conselheiro, para que seu trabalho seja eficaz.

Honestidade sem confrontação impiedosa

O conselheiro deve ser alguém cuja sinceridade seja uma das marcas do seu caráter. Alguém que evite o fingimento e que nunca pense ou sinta uma coisa e diga outra, completamente diferente.

Empatia (Sensibilidade)

Se o conselheiro não for sensível, não haverá compreensão empática com os problemas do aconselhado. A eficácia do trabalho de aconselhamento de casal depende da capacidade do conselheiro de sentir com o aconselhado.

Domínio próprio

 A liderança da igreja deve ser muito criteriosa para incluir uma pessoa na equipe de conselheiros que trabalham com casais. “Andar em círculos não é a mesma coisa que fazer progresso. Há uma enorme diferença entre atividade e progresso” O amor de Deus pelos pecadores é maravilhoso, mas a paciência com os santos é um ministério ainda mais profundo”

CONCLUSÃO

É imprescindível que a questão sobre “O que a igreja deve estabelecer quanto ao tratamento dado aos casais” esteja inserida entre os assuntos de grande relevância a serem estudados e discutidos. Louvo a Deus pelo que tem sido feito, mas tenho consciência de que é possível fazer muito mais e com maior eficiência.

No dia 14/11 de 2020 foi realizado na filial em Santa Terezinha – PE. O Primeiro V na gestão do pastor presidente Ailton José Alves e do pastor local Evangelista Audeir Lopes foi um momento glorioso para muitas famílias.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© Divulgação/Focus FeaturesA rede The CW deu sinal verdade para um projeto de série de antologia que recria os romances de Jane Austen nos dias de hoje.

Intitulada “Modern Austen”, a proposta vem da roteirista Eleanor Burgess (“Perry Mason”), com produção da Homegrown Pictures e da Warner Bros TV. A ideia é contar histórias modernas inspiradas nos livros da célebre romancista britânica do século 18. Desta forma, a 1ª temporada faria uma versão de “Orgulho e Preconceito” passada na São Francisco contemporânea. Em etapa inicial, o projeto está em fase de desenvolvimento de roteiro e ainda não recebeu encomenda de piloto, mas parece sob medida para o público-alvo do canal. Vale considerar que “Orgulho e Preconceito”, um dos livros mais adaptados para as telas, já ganhou diversas versões “modernizadas”. 

msn.

Adotando cuidados extras, PMPE envia efetivo para reforçar segurança no interior durante eleição
Para garantir a segurança e tranquilidade do processo eleitoral, a Polícia Militar de Pernambuco realizou na manhã desta sexta-feira (13/11), no Campo do Quartel do Comando Geral (QCG), no Derby, o lançamento dos policiais militares que irão participar da Operação Eleição 2020. A tropa escalada vai reforçar o policiamento do interior do Estado a partir das 7h desta sexta-feira (13/11) até as 13h da próxima segunda-feira (16/11). No total, sete ônibus sairam do QCG em direção a municipios da zona da mata, agreste e sertão pernambucano. O reforço seguiu para os seguintes Batalhões: 4º BPM, 21º BPM e 24º BPM (área de Caruaru, Vitória de Santo Antão, Santa Cruz do Capibaribe e cidades vizinhas); 2º BPM, 22º BPM e 6ª CIPM (área de Nazaré da Mata, Surubim, Limoeiro e vizinhança); 9º BPM (Garanhuns e vizinhança): 3º BPM, 23º BPM, 14º BPM, 8º BPM (área de Arcoverde, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada, Salgueiro e vizinhança); 15º BPM, 8º CIPM); 10 BPM), área de Belo Jardim, Pesqueira; 10ª CIPM (Tamandaré). Do 5º BPM, sediado em Petrolina, saíram mais dois ônibus, que seguiram para Unidades próximas, como Araripina, Salgueiro, Serra Talhada , Cabrobó, Santa Maria, Cabrobó e Petrolândia. Para este primeiro turno, serão feitos 21.888 lançamentos de PM’s, sendo 2.500 no Recife, 2.291 na Região Metropolitana, 10.304 na Zona da Mata e no Agreste e 6.553 no Sertão, além da mobilização de 240 homens das especializadas. Devido à pandemia, pela primeira vez o lançamento da tropa foi realizado em quatro horários distintos (De 7h às 9h, de 9h às 10h, de 10h às 11h e de 11h às 12h) para evitar aglomerações, seguindo orientações e protocolos de combate e prevenção ao Covid 19. “Antes de embarcarem, os PM’s receberam kits pessoais contendo álcool em gel, luvas e máscaras para executarem suas atividades com segurança. Também instalamos um túnel de sanitização para o efetivo passar antes de entrar nos ônibus, que já vieram higienizados. Contamos ainda com uma equipe médica do CMH , que ficou de prontidão no campo do Derby para aferir a temperatura de cada um dos policiais”, pontuou o diretor adjunto de planejamento operacional da PMPE, coronel Ronaldo Tavares. A diretora de Saúde da PMPE, coronel-dentista Cristiane Freitas, esteve presente no lançamento e orientou os policiais quanto aos cuidados individuais enquanto estiverem empenhados na Operação Eleição. “A tropa está prestes a cumprir uma nova missão, e ao mesmo tempo estamos enfrentando um inimigo invisível, por isso pedimos que cada policial tome o devido cuidado para sua proteção pessoal, com o uso de máscaras, do álcool em gel e lavagem das mãos, assim garantiremos um pleito seguro para nosso efetivo, como também para os eleitores pernambucanos”, finalizou a oficial.
Foto: Sgt Manoela Correia / ASCOM PMPE
Texto: Sd Renata Martins / ASCOM PMPE

Sertaneja deixou fãs boquiabertos com sua beleza rara em novo registro picante

Sertaneja deixou fãs boquiabertos com sua beleza rara em novo registro picante
Ex-BBB Gabi Martins eleva a temperatura com clique impecável
em seu carro luxuoso
 – Arquivo Pessoal

Que mulherão! A ex-BBB Gabi Martins chamou a atenção dos seguidores nesta sexta-feira (13) com mais uma selfie arrasadora. Dona de uma beleza rara, a loira posou dentro de seu carro luxuoso com uma blusinha toda preta e elevou a temperatura da web. Nos comentários do post, fãs e amigos da loira exaltaram seu corpão impecável: “Essa mulher é demais!”, comentou uma. “A mais linda desse mundo”, falou outra.A ex-BBB, Gabi Martins, está passando por um transtorno com seu ex-sócio, com quem tinha uma parceria administrativa em suas plataformas digitais.A cantora acabou perdendo o domínio de suas redes sociais que ficaram sob o controle de seu ex-empresário e resolveu entrar na justiça para resolver a questão.

Veja!

contigo

Com a pandemia da covid-19 e o avanço da digitalização da economia no Brasil, um outro processo que estava em andamento nos bancos nos últimos anos ganhou impulso: o de mudança no perfil das tradicionais agências. Somente em 2020, cerca de mil agências dos três grandes bancos privados – Bradesco, Itaú e Santander – fecharam as portas, além de centenas de postos de atendimento que deixaram de funcionar. Outras dezenas de unidades ganharam novas funcionalidades: o Bradesco, por exemplo, acelerou a transformação de agências em unidades de negócios.

No fim de setembro, os três maiores bancos privados somavam 11.129 agências no País, sem contar os postos de atendimento. Há quatro anos, eram 12.671. Considerando apenas Bradesco e Itaú, as 10.417 agências que funcionavam em 2016 foram reduzidas para 7.876 em setembro passado. O Santander cresceu muito nos últimos anos e só mais recentemente começou a diminuir o número de agências. Em 12 meses, o número de funcionários dos três bancos foi reduzido em 11.173 postos. No Bradesco, o ritmo das mudanças foi acelerado na pandemia e a indicação do banco é que seguirá assim em 2021. Nesta semana o diretor-executivo e de relações com investidores do banco, Leandro Miranda, contou que já foram convertidas em unidades de negócios, apenas neste ano, 500 das 700 agências que estão no planejamento. A grande diferença desse modelo é a inexistência dos caixas, o que reduz, segundo o executivo, os custos envolvidos entre 30% a 40% em relação a uma agência convencional, especialmente porque os gastos com segurança são menores.

A reinvenção tem acontecido em todo o setor. O Santander, por exemplo, anunciou recentemente que vai criar um ambiente de convivência nos estacionamentos de suas agências, em parceria com seu portal automotivo Webmotors. Além de pontos de encontro para venda de carros e showroom de concessionárias, os estacionamentos poderão receber outras soluções automotivas e opções de lazer e alimentação, como food trucks e academias modulares. O banco já tinha transformado algumas agências em “cafeteria” e espaços para reuniões, no modelo coworking. Hoje, são sete agências do Santander com o conceito de agência-café, e o plano é aumentar o número. “É evidente a transformação tecnológica recente e a procura cada vez maior pelos canais digitais, mas nossa rede física de agências segue cumprindo um papel muito relevante no modelo de atendimento do Itaú, como um espaço mais humanizado de relacionamento e consultoria. Os diferentes canais se complementam, segundo uma abordagem integrada multicanal e são os próprios clientes que vão definir a dimensão, funcionalidades e tipo de uso de cada um, com base em suas necessidades e evolução de comportamentos”, disse o Itaú, em nota.

coordenador do curso de economia da Fundação Getúlio Vargas, Joelson Sampaio, lembra que, além do aumento da digitalização de contas, os bancos já vinham trabalhando na otimização das agências físicas, após um processo de consolidação no setor que provocou concentração de um número de postos de atendimentos em perímetro pequeno de espaço. Ele destaca ainda que, de toda a forma, é preciso lembrar que as agências são necessárias ainda para vários públicos, citando que nos espaços físicas ainda se observa uma movimentação relevante de pessoas, em razão de contas salários, e daquelas menos familiarizadas com os meios digitais, que ainda respondem por boa parte do movimento das agências físicas. “Não se trata de uma demanda uniforme. Os jovens normalmente têm preferência pelo digital, enquanto as pessoas mais velhas têm a agência física como referência, dada a menor vivência e confiança nas novas tecnologias”, diz.

Uma pesquisa conduzida no ano passado, ou seja, antes da pandemia, pelo Instituto QualiBest, mostrou que 81% dos entrevistados considera importante a existência de agências físicas, mesmo que a frequência das visitas seja pequena. Cerca de 70% dos respondentes disseram que vão cerca de uma vez por mês à agência física.

Bancos públicos

Entre os bancos públicos, o Banco do Brasil tem conduzido mudanças parecidas aos dos bancos privados, com readequação das agências e espaço à migração de muitas transações para os aplicativos e outros meios digitais. Nesse processo de adequação dos espaços às necessidades dos clientes, o BB reduziu em 227 o número de postos de atendimento até setembro, em relação ao mesmo mês do ano passado, e elevou em 56 as unidades especializadas. O saldo, ou seja, nas movimentações feitas envolvendo agências, postos de atendimento físicos e eletrônicos, foi um encolhimento de 5,7% até setembro frente a 2019, para 61 mil pontos.

A Caixa Econômica Federal, por sua vez, de acordo com o seu presidente, Pedro Guimarães, como instituição do “povo brasileiro”, precisa de uma rede mais robusta. Ainda que o Caixa Tem, aplicativo de celular usado para distribuição do auxílio emergencial, sirva à bancarização de grande parcela da população, a rede ampla de agências é uma base necessária, diz. Ao final do primeiro semestre, a Caixa tinha 53,7 mil pontos de atendimento, praticamente o mesmo número de julho de 2019.

Continue lendo

Eleição 2020: veja o que levar e o que não levar no dia da votação

Máscara e documento oficial com foto são itens imprescindíveis

Devido à pandemia do novo coronavírus, a Justiça Eleitoral elaborou um plano de segurança sanitária com diversas recomendações aos eleitores sobre procedimentos a serem adotados durante a votação, que ocorre no domingo (15) das 7h às 17h.

Neste ano, os itens imprescindíveis para votar são um documento oficial com foto e a máscara, cujo uso será obrigatório a todo o momento nas sessões eleitorais.

A Justiça Eleitoral recomenda ainda que, se possível, o eleitor leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação, de modo a evitar o compartilhamento de objetos e a disseminação do novo coronavírus.

Assim como ocorreu em anos anteriores, o eleitor que já fez o cadastro biométrico pode, caso prefira, utilizar o aplicativo e-Título para se identificar, precisando mostrar somente a tela do celular ao mesário. A ferramenta digital dispensa que o eleitor porte qualquer documento em papel. O eleitor também pode levar a conhecida cola na hora de votar, com os números de seus candidatos. Vale lembrar, porém, que não é permitido portar o aparelho celular dentro da cabine de votação. Por isso, se for mesmo necessária, o melhor é levar a cola em papel. Dentro da cabine, também são proibidos máquinas fotográficas, filmadoras, equipamento de radiocomunicação ou quaisquer instrumentos que possam comprometer o sigilo do voto. Esses aparelhos devem ficar retidos com o mesário enquanto o eleitor vota. Está previsto que a Justiça Eleitoral deverá fornecer álcool gel aos eleitores. O previsto é que também haja álcool 70% disponível para higienização de superfícies.

Os organizadores da eleição não incentivam o uso de luvas, seja por mesários ou eleitores, sob o argumento de que o item desencoraja a higienização frequente das mãos e ainda pode se tornar um vetor de transmissão de covid-19, no caso de descarte inadequado.

Abaixo, as recomendações aos eleitores feitas pela Justiça Eleitoral no Plano de Segurança Sanitária das Eleições Muncipais de 2020. Instruções para mesários, coordenadores e outras pessoas envolvidos no processo eleitoral podem ser encontradas na íntegra do documento, disponível no site do TSE.

Instruções aos eleitores

Continue lendo

O Brasil registrou, nesta sexta-feira (13/11), mais 456 mortes e 29.070 casos do novo coronavírus e, com isso, soma 164.737 fatalidades e 5.810.652 de infectados desde o início da pandemia. Os números, no entanto, ainda são imprecisos porque alguns estados não conseguiram atualizar o balanço diante da instabilidade da rede após a detecção de um vírus em estações de trabalho do Ministério da Saúde.Até o momento, do total de infectados no país, 6,5% estão em observação, o equivalente a 378.348 pessoas. Outros 90,7% estão recuperados — 5.267.567. A letalidade da doença no Brasil está em 2,8% e há pelo menos 2 mil mortes sob investigação.

A média móvel de mortes por covid-19 no Brasil está em 389 e a de casos é de 25.639, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). O número considera a média diária de mortes da última semana para eliminar distorções geralmente observadas nos dados dos fins de semana. Apesar de os números sofrerem com atrasos da atualização, o secretário-executivo, Élcio Franco, afirmou nesta sexta-feira (13) que não houve comprometimento, sequestro ou vazamento de informações após o ataque cibernético sofrido na rede da pasta na última semana.

Estados

No Brasil, das 27 unidades federativas, 24 registram números acima de mil mortos pelo novo coronavírus. São Paulo ultrapassou, na quinta-feira (12), os 40 mil mortos (40.202). Em seguida, com pouco mais da metade de fatalidades do estado paulista, está o Rio de Janeiro (21.162). Ainda acumulando mais de mil mortes pela covid-19 estão: Ceará (9.432), Minas Gerais (9.405), Pernambuco (8.805), Bahia (7.902), Pará (6.808), Rio Grande do Sul (6.168), Goiás (5.936), Paraná (5.610), Amazonas (4.683), Maranhão (4.162), Espírito Santo (3.992), Mato Grosso (3.981), Distrito Federal (3.808), Santa Catarina (3.298), Paraíba (3.193), Rio Grande do Norte (2.638), Piauí (2.516), Alagoas (2.288), Sergipe (2.254), Mato Grosso do Sul (1.683), Rondônia (1.497) e Tocantins (1.128).

Apenas três estados registram menos de mil fatalidades pela covid-19 cada: Amapá (774), Acre (707) e Roraima (705

correiobraziliense

Reunião ocorreu na Cúria Metropolitana, no bairro das Graças, na Zona Norte da cidade. (Foto: Ricardo Labastier/Divulgação)
Reunião ocorreu na Cúria Metropolitana, no bairro das Graças, na Zona Norte da cidade. (Foto: Ricardo Labastier/Divulgação)
A candidata a prefeita do Recife Marília Arraes (PT) se encontrou nesta quinta-feira (12) com o Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido. A reunião ocorreu na Cúria Metropolitana, no bairro das Graças, na Zona Norte da cidade. Ao lado do candidato a vice-prefeito João Arnaldo (PSol), Marília falou em priorizar o combate às desigualdades sociais.“Quis visitar Dom Saburido porque reconheço no trabalho da igreja um instrumento importante de combate às desigualdades sociais. Para governar o Recife, precisamos intensificar parcerias incluindo iniciativas que já são realizadas pela Arquidiocese de Olinda e Recife”, afirmou Marília, que promete realizar projetos de capacitação das pessosas em situação de rua através de convênios com universidades e outras entidades. Se eleita, Marília também irá criar um programa permanente de encaminhamento desse público para oportunidades de trabalho, sempre com o acompanhamento das equipes de assistência social. Outro compromisso é a expansão da cobertura dos serviços de Proteção Social Básica, com a ampliação do número de Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) para 24 unidades. A ideia é atender a todas as áreas da cidade.
O Ministério Público Eleitoral proibiu a todos os candidatos, partidos e coligações de Santa Terezinha, Itapetim e Brejinho o derrame de material de campanha eleitoral impresso no dia da eleição, próximo domingo dia 15. Vedou a padronização do vestuário dos fiscais de partidos e coligações, que ficará configurada quando houver identidade de cor nas roupas. Os materiais de trabalho dos fiscais, como pastas ou cadernos de anotações, não poderão estar padronizados nem identificados com o número ou cores do partido/coligação. Os fiscais deverão estar identificados por crachás que contenham apenas os respectivos nomes e a sigla do partido/coligação, sendo vedada a aposição de número e cor do partido nos mesmos. É proibido Divulgar levantamento de intenção de voto efetivado no dia das eleições. É proibida a aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado, bem como bandeiras, broches, dísticos e adesivos que caracterizem manifestação coletiva, com ou sem utilização de veículos. É proibido o uso de vestuário padronizado aos fiscais partidários nos trabalhos de votação, sendo-lhes permitido tão-somente o uso de crachás com o nome e a sigla do partido político ou coligação.
Está vedado o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata, assim também a propaganda de Boca de Urna. 

Confira as recomeçadões na íntegra.

   
O constante descumprimento das normas sanitárias durante a campanha eleitoral em Santa Terezinha, Itapetim e Brejinho fizeram com que o Ministério Público Eleitoral pedisse através de tutela inibitória preventiva, para que candidatos e até eleitores, respeitem e entendam que estamos vivendo uma das maiores pandemias de todos os tempos, daí estão proibidos atos presenciais nesta campanha eleitoral que causem aglomerações. Com o dia de votação se aproximando, o MP lembra que pode fazer uso da força policial para coibir atos de campanha, Poderão, ainda, os Juízes Eleitorais, no âmbito de suas respectivas jurisdições, impor sanção pecuniária para os candidatos, partidos e coligações que violarem as disposições desta norma”, diz a decisão logo à baixo que levamos na íntegra para a população. A multa prevista é de cem mil reais.

 

 

 

 

 

População que vive com até 3 mínimos foi a mais afetada

Pilar Olivares/Reuters – 10.9.2020

O BC (Banco Central) apontou nesta quinta-feira (12) que a inflação acumulada no ano foi maior para as famílias com renda entre um e três salários mínimos em função do maior gasto proporcional com alimentação em domicílio — item que tem mais subido — e da maior variação de preços de serviços e alimentos consumidos nessa faixa de renda.

Segundo a autoridade monetária, em todas as regiões do Brasil as famílias deste grupo foram as mais impactadas pela inflação medida de janeiro a setembro, mas ressalvou que, mesmo para este grupo, “a inflação se encontra em patamar baixo, com variação de 2,29% no acumulado do ano para o país (3,01% em termos anualizados)”. No grupo de três a dez salários mínimos, a inflação geral até setembro foi calculada em 1,35%. Já entre os que ganham entre 10 e 40 salários mínimos, o percentual ficou em apenas 0,32%. “Entre os itens que mais pressionaram a inflação das famílias com rendimentos entre um e três salários mínimos no ano de 2020, destacam-se cereais, leguminosas e oleaginosas e leites e derivados, em todas as regiões, e carnes, no Brasil e no Centro-Oeste, Norte e Nordeste”, trouxe o BC, em box sobre o tema em seu Boletim Regional publicado nesta manhã. Ainda pelo recorte regional, o BC destacou que a inflação de alimentos foi mais alta no Norte e no Nordeste, inclusive para a faixa de renda mais baixa, o que sugere efeito do auxílio emergencial mais significativo nessas regiões sobre a demanda desses produtos. A inflação de serviços, prosseguiu o BC, é mais baixa para a faixa de renda alta e principalmente no Sul e Sudeste, “em parte pela maior participação de itens como passagem aérea, transportes por aplicativos e hospedagem, que foram impactados pela menor mobilidade.” Na média do Brasil, a alta da alimentação em domicílio foi de 10,27% de janeiro a setembro para as famílias de um a três salários mínimos, de 8,92% para as famílias com renda de três a dez salários mínimos e de 8,16% para as famílias com dez a 40 salários mínimos. A inflação de serviços também subiu mais para os que ganham menos: 0,89% para o primeiro grupo e 0,22% para o segundo. Para as famílias com renda de 10 a 40 salários mínimos, no entanto, houve diminuição de preços de 1,24%.

r7

Esposa de Michel Teló deixou claro que não gosta da ideia de fechar a fábrica; veja
Thais Fersoza resgata foto dos filhos bebês e fala sobre nova gestação 

A atriz e apresentadora surgiu com os filhos, Melinda Téo, em um clique na piscina. As crianças se divertem junto da mamãe, que abriu um sorrisão e falou a respeito da experiência da maternidade neste #TBT. “Às vezes eu penso… como assim nunca mais vou ter bebês em casa? Como assim nunca mais vou sentir um ser um humano se formando dentro de mim? Como assim nunca mais vou viver os momentos mais mágicos da minha vida (o parto!)? E me dá um apertinho no coração…“, começou Thais. Ela finaliza com muita nostalgia: “#Tbt #TbtFersoza de quando eu ainda tinha bebês.. agora estão grandes! Tão ‘independentes’! Como passou rápido e que saudade desse lugar, nosso cantinho, nosso refúgio, ‘nosso sitio’. Dias felizes, de liberdade sem grandes medos e preocupações. Sinto falta de me sentir assim, vocês também?“. No começo do mês, ela contou que ela e o maridão, Michel Telójá conversaram sobre isso, mas que ainda não tomaram uma decisão final.

Felizes, eles também deixam a decisão futura “nas mãos de Deus”. “Outra pergunta muito é se eu quero ter outro filho. Por enquanto não. Às vezes eu penso: ‘ai queria ter mais um’. Ai depois eu falo: ‘ai não queria não’

contigo

Priscila Fantin aparece feliz em cachoeira e justifica ausência das redes sociais
Priscila Fanti
Em reprise com “Chocolate com Pimenta“, Priscila Fantin aparece pouco nas redes sociais. A atriz sumiu na última semana, mas voltou nesta quarta-feira (11) para justificar a ausência: uma viagem em meio a natureza. Ela posou em uma cachoeira, de maiô e com um sorriso no rosto.“Pé no chão, barulho de água correndo, um beijo de sol e minha família em volta. Não preciso dizer porque não postei nada nos últimos dias, né?”, escreveu a atriz, revelando também que o clique foi tirado pelo maripes.

istoe

 

Tedros Adhanom reforçou que uma vacina é “urgentemente necessária”, mas as pessoas não podem “apostar todas as nossas fichas nisso”

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, disse nesta quinta-feira, 12, que as pessoas estão ficando cansadas da pandemia do novo coronavírus, mas devem continuar em alerta, cumprindo todas as medidas de prevenção, enquanto o mundo espera por uma vacina
Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Gebreyesus, durante entrevista coletiva em Genebra 03/07/2020 Fabrice Coffrini/Pool via REUTERS
Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Gebreyesus, durante entrevista coletiva em Genebra 03/07/2020 Fabrice Coffrini/Pool via REUTERS
Foto: Reuters

Após onze meses desde o início da pandemia que já matou mais de 1,2 milhão de pessoas em todo o mundo, destruiu economias e virou o cotidiano de cabeça para baixo, Adhanom diz que depender de vacinas promissoras – mas ainda não comprovadas – é uma aposta arriscada. “Podemos estar cansados da covid-19, mas (o vírus) não está cansado de nós. Países europeus estão lutando, mas o (comportamento do) vírus não mudou significativamente, nem as medidas para preveni-lo”, disse o diretor-geral no Fórum da Paz de Paris. O recente ressurgimento de casos de covid-19 levou vários países a adotar medidas para controlar a disseminação do vírus e proteger seus sistemas de saúde. Na segunda-feira, a farmacêutica Pfizer e a parceira alemã BioNTech anunciaram que a vacina que estão desenvolvendo tem 90% de eficácia contra a covid-19, baseados em resultados preliminares da fase final dos testes do imunizante. Os resultados precisam ser confirmados por mais dados de coleta. “A vacina é urgentemente necessária, mas não podemos esperar por uma vacina e apostar todas as nossas fichas nisso”, disse Adhanom nesta quinta-feira, reiterando que qualquer vacina contra a covid-19 deve ser distribuída de maneira justa com os países mais pobres./REUTERS

terra

No próximo dia 15, milhões de eleitores vão às urnas para escolher os gestores de suas respectivas cidades (prefeitos) e aqueles que os representarão nas câmaras de vereadores pelos próximos quatro anos. Considerando o futuro desafiador que o país tem pela frente, trata-se de uma eleição de extrema importância. A escolha dos nossos representantes precisa ser baseada em critérios rígidos de ética e responsabilidade. Afinal, nossas escolhas terão impacto não apenas no nosso dia a dia, mas no de toda a nossa comunidade. Mais ainda, nossos filhos e netos serão impactados por elas. O voto, portanto, precisa ser consciente. Mas o que é um voto consciente?

Antes de qualquer coisa, é preciso conhecer os problemas da cidade em que você mora. Sabendo disso, poderá avaliar se esses problemas estão sendo contemplados nas propostas dos candidatos. Avalie se essas propostas são exequíveis. Não é raro ver candidatos com ideias mirabolantes. Ou que prometem soluções para problemas que não são de sua competência, mas do Estado ou da União.

No caso dos candidatos a prefeito que tentam a reeleição, procure saber como a foi sua gestão

Continue lendo

Projeto que torna o Banco Central independente é ressuscitado pelos bolsonaristas como cortina de fumaça contra a crise econômica. Instituição pode ficar refém do jogo político

Crédito: Antonio Cruz/Agência Brasil

DISPUTA Paulo Guedes e Campos Neto: falta de tato político faz ministro da Economia perder espaço para o presidente do BC (Crédito: Antonio Cruz/Agência Brasil) O projeto da autonomia do Banco Central (BC) nasceu nos anos 1990 diante da necessidade de o governo aperfeiçoar o regime de metas para a inflação. Trinta anos depois, o Senado deu o primeiro passo para transformá-lo em realidade, mas como um tendencioso projeto bolsonarista. Ao contrário do que se espera, a autonomia da instituição ficará bem distante daquilo que foi originalmente concebido. A mobilização pela pauta no Congresso surgiu na esteira da instabilidade da economia. Sem conseguir avançar na pauta econômica, especialmente na reforma tributária, e mediante crises políticas alimentadas pelo Centrão na Câmara – que impediram até agora a instalação da CMO (Comissão de Orçamento), o que pode fazer com que o orçamento só seja votado no próximo ano —, o governo precisava de uma bandeira para acalmar o mercado financeiro. A autonomia do BC acabou tornando-se a menina dos olhos dos governistas.

Waldemir Barreto

“Trata-se de uma questão importante, particularmente em anos eleitorais e quando há, no poder, governos com viés populista, seja de direita, seja de esquerda” Telmário Mota (Pros-RR)

Na prática, a tentativa de deixar a política monetária ao BC, para que ele execute suas atividades essenciais sem sofrer pressões político-partidárias, apresenta contradições. A proposta aprovada pelo Senado, de autoria do senador Plínio Valério (PSDB-AM), amplia a independência da autoridade monetária e barra ingerências do Executivo nas decisões do banco, mas mantém nas mãos do presidente da República a indicação. O projeto estabelece que os mandatos dos membros do BC sejam de quatro anos. Pela proposta, os nomes do presidente do BC e sua diretoria precisam ser aprovados pelos senadores em votação secreta no plenário da Casa. “Teremos o compromisso com a estabilidade da moeda, com o crescimento econômico e a geração de emprego”, defende o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). A proposta prevê também alteração nas regras para a demissão de presidente e diretores, que precisará do aval do Senado, em votação secreta. O objetivo é blindar a instituição, mas na prática permite a atuação política que o projeto pretendia combater. “Existia uma percepção de que o governo estava paralisado e este projeto [autonomia do BC] era o menos difícil de passar”, avalia Rafael Schiozer, professor de Finanças da FGV (Fundação Getúlio Vargas). “Não sei o quanto o mercado compra isso porque os investidores não são bobos. Esse projeto era o menos importante de todos.”Para além de aperfeiçoar o regime de metas da inflação, a autonomia do BC renasceu como uma política para gringo ver, já que o governo necessita reduzir a debandada dos investidores estrangeiros. O Senado atendeu ao governo, mas há dúvidas se o projeto será mantido na Câmara, onde o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ) tem se estranhado com Roberto Campos Neto, presidente do BC. Nomeado por Bolsonaro, Campos Neto já atua para se manter à frente do banco. Sua relação com o Congresso tem se sobressaído, inclusive superando a do ministro da Economia, Paulo Guedes, que não consegue emplacar suas teses. Foi Campos quem cobrou Maia sobre a tramitação das reformas econômicas, ultrapassando sua atuação institucional e invadindo um espaço que seria de Guedes. Recente conversa vazada à imprensa irritou o presidente da Câmara e virou mais um ingrediente na mistura entre política e economia, que reforça a tese de que a autonomia do banco não será tão autônoma assim. “A atitude do presidente do Banco Central de ter vazado para a imprensa uma conversa particular que tivemos não está à altura de um presidente de Banco de um país sério”, criticou Maia em uma rede social. O presidente do BC negociou o parecer votado no Senado, que foi assinado pelo governista Telmário Mota (Pros-RR). Uma emenda do líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (AM), incluiu entre as obrigações da autoridade monetária fomentar o mercado de trabalho. “A crise financeira global deixa claro que a garantia da estabilidade monetária depende igualmente de outros fatores socioeconômicos relevantes, demandando que os bancos centrais ampliem o seu foco de atuação”, defendeu o relator, Telmário Mota

INIMIZADE Rodrigo Maia: presidente da Câmara criticou suposto vazamento de conversa entre ele e o presidente do Banco Central (Crédito:Mateus Bonomi)

As tratativas entre os aliados governistas e o presidente do BC para a aprovação do projeto no Senado incluíram ainda outra mudança no texto, determinando que a autoridade monetária passe a ser qualificada como “autarquia de natureza especial” e não ficará subordinada a nenhum ministério. Hoje, o BC é ligado ao Ministério da Economia. É uma mudança conveniente para o governo. Dessa forma, o novo cenário de autonomia abriria espaço na Esplanada dos Ministérios para a criação de um novo ministério, acomodando os aliados recentes de Bolsonaro do Centrão.

O poder da moeda

Continue lendo

ELEIÇÕES 2020

Redação
Foto: Carlos Moura/STF
Foto: Carlos Moura/STF

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia manteve uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) para proibir atos presenciais eleitorais no estado. O objetivo é evitar aglomerações em meio à pandemia. A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época. De acordo com a publicação, a ministra negou um recurso de dois advogados, que afirmavam que uma resolução do TRE pernambucano de 29 de outubro de 2020 era contrária a determinações do estado, que permitiria a realização dos eventos. Na decisão, Cármen Lúcia afirma que a resolução foi amparada em evidências técnicas apontadas por autoridades sanitárias em uma nota técnica da Secretaria de Saúde de Pernambuco. A nota diz que eventos como bandeiraço e passeatas apresentam “como uma das principais características a aglomeração de pessoas”. A resolução do TRE proibiu eventos em locais fechados, abertos ou semiabertos, incluindo comícios, passeatas e eventos, incluindo em formato drive-thru.

bahia.ba

A treinadora e ex-atleta de ginástica rítmica Ana Paula Scheffer morreu nesta sexta, 16, em Toledo (Paraná) aos 31 anos de idade. Ela conquistou uma medalha de bronze no aparelho arco na edição de 2007 dos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro.Ana Paula foi encontrada sem vida pela mãe, com a qual morava. A causa da morte ainda está sendo apurada, informou a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) em nota. Além da presença no Pan do Rio, Ana Paula participou do Pan da modalidade em 2005, dos Jogos Sul-Americanos de 2006 (Buenos Aires) e de 2010 (Medellin), além do Mundial de Ginástica Rítmica de 2009 (Japão). “Ana Paula Scheffer é uma das atletas que construíram a nossa Ginástica Rítmica, e que a transformaram em motivo de grande orgulho para todos os brasileiros. Além de inspirar, tinha um importante trabalho de formação de novas atletas no Paraná. Parte cedo demais, mas não será esquecida. Meus sentimentos aos familiares e amigos”, declarou a presidente da CBG, Maria Luciene Cacho Resende.

exame

Não é exatamente uma novidade que nossa vida engloba cada vez mais uma dimensão digital. Mesmo sabendo disso, porém, é difícil não se impressionar com os números. Começa pelo tempo. Os brasileiros gastam cerca de 200 minutos por dia, em média, em aplicativos ligados à internet, segundo um estudo feito no início do ano pela empresa americana App Annie, especializada em analisar dados do mercado de aplicativos. Normalmente, onde se gasta tempo se gasta também dinheiro. O comércio eletrônico no Brasil atingiu a soma de 48 bilhões de reais em 2017, de acordo com o instituto de pesquisa Ebit/Nielsen. A expectativa é que feche este ano com vendas de 53 bilhões de reais, uma alta de 12%. As transações digitais caminham para superar as do mundo físico: há uma década, elas representavam apenas 18% do total; no ano passado, a taxa subiu para 31%, e a previsão é que daqui a dez anos uma em cada duas transações seja feita por meio digital.

Continue lendo

Farias Calçados

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
Zé Freitas no Facebook

Clínica Climed / Plano Assistencial

Clínica Climed.

Av: Vereador Horácio José de s/n de frente o Banco do Brasil.

Contato (87) 9.9161-1779

Santa Terezinha PE

Lições Bíblicas
Zé Freitas no Twitter
Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
Parceiros