Lojas Surya
Supermercado Compre Bem
Judivan Contábil
Natália Calçados

 

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

Celebridade

Após fim de férias, Ana Furtado celebrou seu retorno as telinhas a frente do É de Casa

As férias de Ana Furtado (47) chegaram ao fim, mas quem pensa que ela está triste, está enganado, pois a saudade do É de Casa estava grande.  Pelo menos foi isso que Ana revelou em suas redes sociais, ao publicar alguns cliques no estúdio do programa, segurando um troféu com o escrito: “Eu amo o É “Na legenda, ela celebrou com muita alegria seu retorno as telinhas: “Adivinhem quem está de volta das férias amanhã? Eu já estava morrendo de saudade, minha gente! Espero vocês no É de Casa!” Rapidamente, os seguidores da artista passaram a comentar no post: “Até quem fim! Estávamos com saudades Aninha!”, escreveu um. “Linda de se ver… Até amanhã!“, disse outro. “Sempre arrasando“, falou um terceiro. 

caras

De acordo com Datena, todos que participaram de gravação no SBT no último sábado foram convidados a fazer teste PCR

Da Redação, com Brasil Urgente13/08/2021 • 17:53 – Atualizado em 13/08/2021 • 18:21
Silvio Santos está internado com Covid-19
Silvio Santos está internado com Covid-19
Moacyr Lopes Júnior/Folhapress

Uma das filhas do apresentador Silvio Santos, Patrícia Abravanel confirmou nesta sexta-feira, 13, que o pai está internado com Covid-19. Em postagem na internet, a apresentadora diz que o apresentador está clinicamente bem, brincando com todos e fazendo piadas. Patrícia disse que os médicos decidiram interná-lo por causa da idade, para realização de exames frequentes. A filha Silvia Abravanel também publicou uma mensagem nas redes sociais para tranquilizar aos fãs quanto ao estado de saúde do dono do SBT.

“Pessoal, nosso pai está super bem graças a Deus. Ele estou positivo para Covid-19. Os exames dele estão bons e ele decidiu ficar no hospital para fazer acompanhamento diário exigidos pelos médicos por conta da idade dele. Ele já está bem. Logo mandaremos mais notícias”, afirmou. A informação de que Silvio Santos estava com Covid-19 foi adiantada por Datena nessa quinta-feira, 12, ao vivo durante o Brasil Urgente. De acordo com as informações obtidas com exclusividade pelo apresentador, a família estava levando o patriarca dos Abravanel para fazer exames no Albert Einstein. Nesta sexta-feira, 13, Datena repercutiu que as gravações do Programa Silvio Santos foram canceladas após a confirmação de que o apresentador estava com Covid-19. Todos que participaram das gravações no último sábado, 7, foram convidadas a realizarem testes PCR para identificar se foram contaminados.

veja

tarcisio meira toma vacina horizontal

morte do ator Tarcísio Meira, de 85 anos, nesta quinta-feira (12/8), levou alguns grupos antivacina a questionarem a eficácia dos imunizantes contra o coronavírus aplicados no Brasil. Isso porque o ator e a esposa dele, Glória Menezes, de 86 anos, estavam vacinados contra a Covid-19 há quase cinco meses. Os dois completaram o esquema de imunização em São Paulo e, no entanto, foram infectados pelo coronavírus. Glória teve apenas sintomas leves e deve receber alta nesta quinta-feira (12/8). A infectologista Ana Helena Germoglio explica que o fato de o casal ter adoecido não quer dizer que os imunizantes sejam ineficazes. Ao contrário: segundo ela, esse é mais um argumento que reforça a importância de mais pessoas se vacinarem, para a construção da imunidade coletiva.

“Por melhor que seja a efetividade da vacina, ela não vai proteger 100%. Além disso, existem fatores intrínsecos que podem fazer com que a resposta ao estímulo provocado pela vacina seja menor que o esperado. A idade é um desses fatores”, ressalta a infectologista.

Em suas redes sociais, Germoglio fez uma comparação que ajuda a esclarecer como pessoas vacinadas, mesmo com as duas doses, ainda correm riscos de se infectar e vir a óbito. Para tornar o assunto mais claro, ela dá o exemplo do carro Volvo XC60, tido como o “carro mais seguro do mundo”. Ana Helena observa que, mesmo dirigindo um Volvo, a pessoa pode sofrer sérios danos e até morrer, caso bata de frente com um caminhão. Sobre o ator, a especialista nota que, embora já estivesse vacinado com as duas doses, ele desenvolveu a forma grave da Covid-19. “Com base em várias pesquisas anteriores, com as vacinas de influenza e pneumococo, já sabemos que idosos respondem menos às vacinas pelo princípio da imunossenescência. Sim, nosso sistema imune também envelhece”, explica. A infectologista sugere que, além de se vacinarem, as pessoas não descuidem das medidas de proteção que viraram hábitos na pandemia: máscara, limpeza constante das mãos e distanciamento social.

metropoles

Tarcísio Meira

Dia triste para a cultura brasileira. O ator Tarcísio Meira morreu nesta quinta-feira (12/8), aos 85 anos, vítima de complicações da Covid-19. Ele estava internado desde o dia 6 de agosto, quando precisou ser intubado. Apesar do tratamento, o artista não resistiu. Tarcísio Pereira de Magalhães Sobrinho nasceu em 5 de outubro de 1935 e estreou na TV em 1959. Ao lado de sua esposa, Glória Menezes, estrelou a primeira novela diária brasileira, 2-5499 Ocupado, na extinta TV Excelsior, em 1963. Cinco anos depois, foi contratado pela Globo, de onde saiu em 2020, após 53 anos de relação com a emissora.

Um de seus papéis mais marcantes foi João, de Irmãos Coragem, em 1970. Na década seguinte, Renato Villar de Roda de Fogo também fez sucesso. Em 1988, estrelou um seriado com a mulher, que levava o nome do casal. Já em 1990, protagonizou Araponga, como Aristênio Catanduva. Também se destacam Raul Pelegrini, de Pátria Minha (1994); Giuseppe Berdinazzi, de O Rei do Gado (1996); João Medeiros, de Um Anjo Caiu do Céu (2000); o Bóris, de O Beijo do Vampiro (2002); e o Tide, de Páginas da Vida (2006). Na TV, o papel mais recente foi o do Lorde Williamson, de Orgulho & Paixão (2018). Tarcísio também passou pelo cinema, tendo feito pelo menos 19 papéis nas telonas. A trajetória justifica a avalanche de prêmios a que foi indicado ao longo da vida — incluindo o Troféu Imprensa e o da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Foram pelo menos 15 prêmios como melhor ator – conquistados entre 1973 e 2021.

Tarcísio passou quase 60 anos de sua vida casado com Glória Menezes, com quem teve seu único filho, o também ator Tarcísio Filho. Ele também é padrasto de João Paulo e Maria Amélia, filhos que Glória teve no primeiro casamento. O casal de artistas era reconhecido por ter uma das uniões mais sólidas do meio artístico. Glória também foi internada com a doença, mas seu quadro evoluiu com menos gravidade e ela não precisou ser intubada. A veterana e o marido chegaram a receber as duas doses da vacina contra o coronavírus.

Contaminados em um descuido”, diz nora de Glória e Tarcísio Meira

Os atores foram diagnosticados com Covid-19 e estão internados em hospital de São Paulo; Tarcísio está intubado na UTI

Nora de Tarcísio Meira e Glória Menezes, Mocita Fagundes se pronunciou sobre a internação dos atores, diagnosticados com Covid-19. Ela é casada com Tarcísio Filho, único herdeiro do casal. “Saiu na imprensa que Glória e Tarcisão estão internados com Covid. Infelizmente, não é fake news. É verdade. Estavam isolados e num descuido foram contaminados. Essa doença é traiçoeira. Mas estamos muito fortalecidos, cheios de amor e muita esperança em tê-los em casa daqui a pouquinho”, escreveu Mocita no Instagram.

metropoles
Jake Leal na Chapada dos Veadeiros (GO) (Foto: Reprodução/Instagram)

Jake Leal na Chapada dos Veadeiros (GO) 

Jake Leal, ex-participante do BBB12, descobriu na pandemia que leva todo o jeito para ser influencer de turismo. “Me tornei influenciadora de viagens no início deste ano. Foi uma época bem difícil para mim. Eu estava um pouco deprimida e decidi viajar para me isolar. Fui para Bonito (MS) e lá tudo começou”, lembra a baiana, que se define como “atriz, viajante e paraquedista” em seu  no Instagram, onde tem 308 mil seguidores. Jake admite que começou a investir no nicho de turismo despretensiosamente. “Na verdade, eu fui sem a intenção, mas algumas pessoas de Bonito souberam que eu estava lá e começaram a oferecer parcerias. Fui aceitando e acabei fechando com uma agência especializada nisso. Foi daí que surgiu essa oportunidade. Desde então eu faço uma ou duas viagens por mês e estou amando essa nova vida”, comemora.Até o momento, Jake já contabiliza experiências marcantes nos destinos escolhidos. “Em Bonito (MS) mergulhei em um lago e adorei. Já em Paraty (RJ) mergulhei no mar e me apaixonei por essa modalidade. Lá mesmo fiz um curso e tirei uma carteirinha de mergulhadora. Depois disso, fui para Chapada dos Veadeiros (GO), onde fizemos muitas trilhas, foi um lugar lindo, de energia incrível. De lá fui para Itacaré (BA), onde fiz aula de surfe e outros passeios. Cada viagem é uma caixinha de surpresa e uma experiência nova, que me faz aprender muito”, afirma. Outro destino que marcou Jake foi Maresias, no litoral norte de São Paulo. “Lá fiz uma travessia de jet ski entre Guarujá e Ilhabela. Estou até tirando a minha arrais [carteira] para pilotar barcos e jet ski. Sou apaixonada pelo mar. Já fiz a prova prática, agora estou estudando para a teórica. Me tornei embaixadora de uma marina que reúne apaixonados por motos aquáticas e eles me convidaram para fazer uma travessia em Floripa (SC). Farei isso assim que sair a arrais e, claro, junto com pessoas capacitadas e com toda a segurança”, planeja. Atualmente, Jake está em Praia Grande (SC). “Uma das principais experiências que vivi aqui foi ter visto neve. Nossa, que delícia! Que sensação maravilhosa poder curtir a neve no Brasil! Uma outra coisa incrível que fiz aqui foi cavalgar. É algo que também me desperta muito interesse. Voltando para São Paulo, quero ir atrás de hipismo, pois amei andar a cavalo, me trouxe muita conexão com a natureza. Estou completamente apaixonada pelos cavalos. Já quero um para chamar de meu”, conta ela, acrescentando que não testou positivo para a Covid-19. “Sempre tomo todos os cuidados necessários durante as viagens. Cuido muito da minha saúde física e emocional. Acredito que isso ajuda muito”.

Jake Leal na Chapada dos Veadeiros (GO) (Foto: Reprodução/Instagram)

Jake Leal na Chapada dos Veadeiros (GO) 

Jake Leal em Itacaré (BA) (Foto: Reprodução/Instagram)Jake Leal em Praia Grande (SC) (Foto: Reprodução/Instagram)
                                                                                        Jake Leal em Praia Grande (SC) 
Jake Leal em Praia Grande (SC) (Foto: Reprodução/Instagram)

Jake Leal em Praia Grande (SC) 

revistaquem

Nicole Bahls agita web ao aparecer de shortinho jeans e bota fazendo coreografia animada de 'Zap Zum', de Pabllo Vittar

Nicole Bahls agita web ao aparecer de shortinho jeans e bota fazendo coreografia animada de ‘Zap Zum’, de Pabllo Vittar

Nesta segunda-feira, 9, Nicole Bahls (35) fez a alegria de seus seguidores ao compartilhar mais um vídeo mostrando todo seu gingado numa coreografia. No melhor estilo Joelma (47), a modelo apareceu com bota até o joelho e shortinho jeans jogando o cabelo ao som de Zap Zum, música de Pabllo Vittar (27). A faixa, presente no novo álbum da drag queen, Batidão Tropical, virou sucesso até nos Jogos Olímpicos, e Nicole também não escondeu seu gosto pela canção. Pelos comentários, os fãs fizeram chover elogios à morena. “Musa das musas”, disse um. “Muito maravilhosa”, declarou outro. “Ela faz tudo”, disparou mais um.

caras

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)
Rayssa Bratillieri não é apenas um dos talentos da nova geração de atrizes. Ela também é um das principais vozes à frente de assuntos que envolvem sustentabilidade e ações para um mundo melhor. Então nada como convidá-la a estrelar a capa da Quem em parceria com o movimento Um Só Planeta, projeto editorial das marcas da Editora Globo, Globo Condé Nast, O Globo, Extra, Valor Econômico e CBN, que destaca ações e pessoas que lutam contra a crise climática e um meio ambiente de qualidade a todos. 

Aos 23 anos de idade, a atriz paranaense conta, por videochamada, que passou a estudar mais sobre os recursos não-renováveis da natureza em 2018, quando interpretava a personagem Pérola em Malhação – Vidas Brasileiras. Naquele ano, desenvolveu o projeto Comecei por mim ao lado da irmã, a engenheira ambiental Lohanna Bratillieri. “Não saio de casa sem meu kit. Uso até uma pochete um pouco maior para caber meu kit com garfo, faca, colher, hashi, canudo de metal e um paninho de tecido para usar no lugar do guardanapo de papel”, explica, evidenciando que seu objetivo é demonstrar que pequenos hábitos podem fazer grande diferença.

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Rayssa, que é vegetariana, enumera práticas sustentáveis de seu cotidiano, como a compostagem do lixo doméstico, a substituição de absorventes descartáveis por coletor menstrual e a redução significativa do consumo de plástico. “Nos hábitos diários, você tem que respeitar aquilo que não te incomoda, nem te agrida. Por exemplo, tentei fazer desodorante com produtos naturais e não rolou para mim, não me adaptei. Temos que buscar aquilo que nos faz bem e pensar com o olhar ao próximo. Uso escova de dente de bambu. Me impactou demais ler uma publicação de que a primeira escova de dente que sua avó usou na infância ainda não se decompôs e está no planeta.” Entre as novidades profissionais, ela aguarda o lançamento de Hong Kong Love Story, que marca sua estreia como atriz internacional, ainda sem data definida. Para as filmagens, Rayssa passou dois meses na China e define a temporada como desafiadora. “Tinha consciência de que estava fazendo o possível, levando meu kit sempre na bolsa, mas ao pedir uma comida vinha plástico, vinha isopor. E eu não tinha o que fazer. Lá na China, ele cobram pelas sacolinhas plásticas um preço alto — tanto em loja comercial, farmácia e supermercados.”

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Rayssa Bratillieri 

Para 2021, a atriz lançará ainda o curta-metragem Plantando Retalhos, com roteiro de Camille Frambach, sua cunhada. Na produção, ela contracena mais uma vez com o namorado, o ator André Luiz Frambach, com quem também atuou em Malhação e Éramos Seis (2019). Ela afirma que o trabalho ao lado dele não atrapalha a relação, pelo contrário. “O relacionamento tem que ser de verdade, com olho no olho e conversas sinceras.”

Você faz parte de uma nova geração de atrizes e se mostra bem preocupada em causas sustentáveis. Quando sentiu essa vontade de se engajar em campanhas de preservação do meio ambiente?
Acho que a virada de chave veio quando comecei a fazer Malhação, em 2018. Ganhei um copo dobrável para substituir o copo plástico descartável. Não há sentido em ficar pegando um copo novo cada vez que a gente vai tomar água. Acho que todos podemos ter ações que impactem de maneira positiva no meio ambiente. Conversando com a minha irmã, Lohanna Bratillieri, decidimos criar o projeto Comecei por mim. Inicialmente, a intenção era estimular o uso de #comeceipormim nas redes, mostrando exemplos de boas práticas. Afinal, todos nós quemos um mundo melhor, mas o que de fato já fazemos?

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Quais medidas adota em seu dia a dia?
Não saio de casa sem meu kit. Uso uma pochete um pouco maior para caber meu kit com garfo, faca, colher, hashi, canudo de metal e um paninho de tecido para usar no lugar do guardanapo de papel. Também tenho dois copos dobráveis. Um para tomar água e outro, menorzinho, de café — bebida que tenho tomado menos ultimamente. Na cozinha, faço uso de uma buchinha vegetal. Aquelas verdes e amarelas são feitas de plástico e demoram muito para se decompor na natureza. Também por pensar nos processos de decomposição, passei a usar coletor menstrual.

“Não saio de casa sem meu kit: com garfo, faca, colher, hashi, canudo de metal e um paninho de tecido para usar no lugar do guardanapo de papel.”

O coletor menstrual ainda é um tabu para muita gente. Se adaptou bem a ele?
O coletor menstrual, além de ser sustentável, é de uma importância feminina muito grande. Um absorvente de plástico é cheio de componentes químicos que fazem muito mal. Muitas vezes, ao menstruar, tem quem ache o cheiro ruim, mas isso é resultado dos componentes químicos do absorvente. O coletor menstrual entrou na minha vida depois que passei a estudar mais sobre essa questão do consumo de plástico. Eu me adaptei muito bem a ele. Atualmente, é minha preferência. Hoje, eu planto minhas mudinhas de planta com meu sangue. Além de tudo, o coletor menstrual é muito econômico – o gasto com ele é muito inferior ao que você teria comprando absorventes todos os meses. Sei que tem mulheres que não se adaptam a ele, mas existem outras alternativas, como o absorvente de pano.

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Em algum momento, sua preocupação com o meio ambiente foi alvo de comentários desinteressados, de gente rotulando de “ecochata”? 
Nos hábitos diários, você tem que respeitar aquilo que não te incomoda, nem te agrida. Por exemplo, tentei fazer desodorante com produtos naturais e não rolou para mim, não me adaptei. Temos que buscar aquilo que nos faz bem e pensar com o olhar ao próximo. Uso escova de dente de bambu. Me impactou demais ler uma publicação de que a primeira escova de dente que sua avó usou ainda não se decompôs e está no planeta. Estava falando com meu pai sobre o aumento do consumo de plástico na pandemia.

Impressiona que o plástico se tornou tão frequente que, às vezes, fazemos uso dele em situações que seria facilmente substituído.
Em uma ida ao supermercado, você volta cheia de plásticos nas embalagens, não apenas nas sacolinhas — que já substituí por ecobags. Há plásticos desnecessários no nosso dia a dia. Ele foi uma invenção muito criativa e trouxe comodidade para a praticidade do ser humano, mas acabou sendo usado de um jeito desenfreado. O plástico vem do petróleo, uma matéria-prima não-renovável. A gente aceita uma colher de plástico para comer alguma coisa, usa por 10 minutos e joga fora. Quando possível, em vez de ir ao mercado, vou a lojas que vendem a granel. Assim, evito embalagens e levo meus saquinhos para comprar arroz, feijão, granola, castanha de caju e não gasto plástico algum. O que parece ultrapassado é o que está voltando à moda. O plástico é genial por ser um material barato e resistente, mas o uso desenfreado dele é descabido.

“Quando possível, em vez de ir ao mercado, vou a lojas que vendem a granel. Assim, evito embalagens e levo meus saquinhos”

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Seus hábitos alimentares também mudaram?
Sou vegetariana. Não sou vegana ainda porque consumo ovo e queijo e sou embaixadora do movimento ‘segunda-feira sem carne’. Parei de comer carne vermelha há cinco anos. Não tinha relação com a questão sustentável e, sim, com uma questão energética que acreditava e acredito até hoje. Depois, quando estava em Malhação, parei de comer frango. Quando veio o Comecei por mim, passei a ler e estudar mais e tive uma virada de chave. Eu diria que ter consciência é o primeiro passo, ter autorresponsabilidade é o segundo. Hoje em dia, muitas pessoas já sabem da importância da sustentabilidade, mas a autorresponsabilidade ainda não veio, no sentido de não dar importância aos pequenos hábitos capazes de fazer diferença. Um dia sem carne faz muita diferença para a quantidade de água que é gasta, a quantidade de CO2 que é emanada, animais que deixam de ser mortos.

Quando a sustentabilidade se tornou um assunto debatido na sua família?
A questão da sustentabilidade não era uma questão inserida em nossa família. Eu e minha irmã, Lohanna Bratilieri, entramos juntas nessa. Minha mãe, hoje em dia, tem várias atividades que impactam positivamente o meio ambiente e acho lindo ver isso. Na casa dos meus pais, também temos composteira e uma hortinha. Meu pai tem mais dificuldades de incorporar algumas ideias, mas já está mais atento a questões como o consumo de plástico e tem consciência da necessidade de ressignificar o consumo. Meu pai, por exemplo, já reduziu drasticamente o consumo de carne. Quando vejo homens com iniciativas sustentáveis, eu sempre parabenizo. Pequenos gestos são importantes. Quando falamos em pessoas vegetarianas e veganas, vemos que o percentual é maior entre mulheres, que também são quem mais se dedica à compostagem.

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

E o André também incorporou os hábitos?
É uma luta diária. A gente foi ensinado a ser prático, então é uma desconstrução diária. Ele reduziu o consumo de carne significativamente e também sempre separa o lixo, pergunta o que composta e o que não composta. Ele tem me ajudado muito. Se vamos ao mercado e, por acaso, esquecemos a ecobag, saímos do mercado carregando as compras nas mãos (risos). Sem mentira! Outro dia, voltamos para casa, a pé, equilibrando as compras nos braços (risos).

No Rio, seu apartamento tem uma composteira. Como adotou essa prática da compostagem doméstica?
Comecei a estudar maneiras de ter uma vida mais sustentável e li sobre como compostar o lixo orgânico. O despertar veio quando percebi que é possível dar um destino correto ao lixo que nós mesmos produzimos. Se todos fizessem isso, seria de grande ajuda para o mundo. O lixo orgânico vai direto para os aterros sanitários, se mistura com produtos químicos e fica sem ter o destino correto. Minha composteira tem um tamanho compacto e traz benefícios múltiplos. A gente tem que ter mais consciência e é importante transmitir essas ideias de que, sim, podemos fazer mais.

“O lixo orgânico vai para os aterros sanitários, se mistura com produtos químicos e fica sem ter o destino correto. Minha composteira tem um tamanho compacto e traz benefícios múltiplos”

Rayssa Bratillieri tem composteira para lixo orgânico em apartamento (Foto: Arquivo Pessoal)
 

 

 

 

 

 

 

Rayssa Bratillieri tem composteira para lixo orgânico em apartamento (Foto: Arquivo Pessoal)

No ano passado, você passou uma temporada na China. Do que você viu nesses dois meses em Hong Kong, como avalia os hábitos ecológicos e de cuidados com o meio ambiente lá?
Em relação à sustentabilidade, foi bastante desafiador para mim. Eles usam muito plástico. Não estava em casa, estava em hotel e precisava pedir muita comida. O set também é um ambiente que produz muito lixo. Tinha consciência de que estava fazendo o possível, levando meu kit sempre na bolsa, mas ao pedir uma comida vinha plástico, vinha isopor. E eu não tinha o que fazer. Lá na China, ele cobram pelas sacolinhas plásticas um preço alto – tanto em loja comercial, em farmácia e supermercados, por exemplo. Todas as lojas dão ecobags se você compra a partir de determinado valor. E se você não atinge esse valor e não opta pela compra da sacola, você fica sem. Carrega na mão. Por outro lado, gasta-se muito plástico por lá e foi um desafio para me adaptar, sem entrar em neurose.

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

“Gasta-se muito plástico por lá (em Hong Kong) e foi um desafio para me adaptar, sem entrar em neurose”

E notou aspectos positivos em relação ao Brasil?
Eles têm iniciativas de reciclagem muito mais avançadas que a gente. Os países da Ásia de maneira geral, até mesmo a China, se preocupam de maneira significativa com a reciclagem. É muito cômodo a gente ficar culpando os governantes e a falta de iniciativa pública e não ter iniciativas pessoais. É muito fácil culpar, não compostar e jogar o lixo fora com aquele pensamento de “que alguém recicle”. O pensamento deveria ser: o que eu posso fazer para esse mundo? No Brasil, vejo que a gente está muito atrasado em reciclagem. O país recicla menos de 3% do lixo. O plástico e o isopor são muito baratos. A reciclagem deles acaba não compensando para o mercado.

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

“No Brasil, vejo que a gente está muito atrasado em reciclagem. O país recicla menos de 3% do lixo. O plástico e o isopor são muito baratos. A reciclagem deles acaba não compensando para o mercado”

Durante a temporada na China, você rodou Hong Kong Love Story, que marca sua estreia como atriz internacional. Como surgiu a chance de participar desta produção?
Os produtores do filme estavam procurando uma atriz brasileira para o papel e meu nome, ao lado de outras atrizes, foi sugerido para o processo de seleção. Tive que mandar três cenas em vídeo para uma produtora de Los Angeles. Estudei muito! Eu realmente me isolei. Durante três dias, eu só estudei para entender a personagem, os motivos dela, onde ela encaixava em mim. Mandei os vídeos com cenas em português e em inglês. Em outubro, recebi a resposta de que havia sido aprovada para o papel. Foi uma grande alegria. Fiquei muito feliz.

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

A carreira internacional já era um desejo?
Meu foco de interpretação é voltado para a atuação americana. Desde Malhação, eu leio livros de preparadores norte-americanos e me envolvo com essa cultura cinematográfica. Ao mesmo tempo, achava um sonho distante, distante, distante… Aquela coisa que nunca achei que fosse acontecer, mas não deixo de sonhar. Sou uma pessoa que sonha muito. Faço muitas meditações para cocriar a minha realidade. Há um poder enorme dentro de nós e precisamos saber usá-lo. O ser humano é uma força da natureza e acredito muito em conexões.

“Faço muitas meditações para cocriar a minha realidade. Há um poder enorme dentro de nós e precisamos saber usá-lo”

Qual o maior desafio que Hong Kong Love Story te proporcionou?
Precisei interpretar em outra língua, rodar um filme em outro país, me entender com o inglês e trabalhar com pessoas completamente desconhecidas. A forma de lidar com as pessoas era diferente. Estou muito ansiosa para estrear este trabalho. Recebo mensagens de muita gente dizendo que quer ver. E eu então? O que mais quero é ver o resultado deste trabalho. Com a pandemia, tudo está muito incerto, mas acredito que exista chance de ser lançado no fim do ano.

Ao todo, quanto tempo ficou na China?
Fiquei dois meses fora, sendo as duas primeiras semanas em quarentena no quarto do hotel, o que é obrigatório em Hong Kong. Usava pulseira eletrônica para que tivessem a certeza de que estava em isolamento no quarto do hotel. Eles estão sendo bem rigorosos com a pandemia e isso acaba surtindo efeito.

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Imagino que isso te trouxe mais segurança, certo?
Com certeza. Total, total! Caso contrário, acho que ficaria paranoica. Afinal, estava lidando com questões totalmente novas para mim, profissionalmente falando, e ainda em meio a uma pandemia. Viajar para outro país foi desafiador e me tirou de zonas conhecidas e me colocou em um lugar onde quero estar. Tenho vontade de aprofundar e desenvolver a minha carreira internacional. Estou focada em melhorar o meu inglês e também quero conquistar espaço no cinema brasileiro. Quero participar de produções brasileiras que tenham alcance mundial. Infelizmente, ainda falta investimento e incentivos ao cinema nacional, mas espero que a pandemia traga a percepção da importância da arte e da cultura em nossas vidas.

“Tenho vontade de aprofundar e desenvolver a minha carreira internacional. Estou focada em melhorar o meu inglês e também quero conquistar espaço no cinema brasileiro”

Passou por algum perrengue em Hong Kong?
Não sabia me comunicar porque tentava falar inglês, mas tenho o sotaque brasileiro, e eles também falavam um inglês do jeito deles. O sotaque influencia muito no entendimento de palavras. Meu Deus! (risos). Sou vegetariana e no meio de uma cena em que aparecia comendo, fizeram a reposição do prato e veio com molho de couve-flor com presunto. Por já ser vegetariana há um bom tempo, o gosto e o cheiro [de carne] se tornam muito fortes, mas segui a cena até o fim, profissionalismo. Quando deram o corte, eu falei que não comia carne e trocaram. Veio um molho muito apimentado. Eu já não como pimenta no Brasil, a de lá era muito forte. Fiquei vermelha, mas não parei a cena (risos), mesmo saindo fumaça. Contei com a ajuda da Thais Manzano, preparadora de elenco. Ele fala inglês perfeitamente e foi fundamental para a construção da personagem. Nesse trabalho, vi que a gente tira uma força de onde nem sabemos que existe. Depois de um tempo, já estava entendendo o que queriam dizer, onde era cada coisa no set.

E deu tempo para sentir saudade de casa ou esses dois meses passaram em um piscar de olhos?
Deu tempo de sentir saudade, sim. Dos meus pais, do André, da minha família, da nossa comida. O Brasil é meu lugar de afeto, mas colocava a energia no trabalho, na realização de uma produção que sempre quis. Tentava colocar minha energia no que eu tinha e não no que faltava.

Apesar de ter uma carreira recente, você já conquistou dois personagens fortes e com repercussão grande — tanto em Malhação, como em Éramos Seis. Imaginava que conquistaria essa visibilidade?
Não penso muito sobre isso. Quando entrei em Malhação, meu primeiro trabalho com salário e fazendo o que gosto e acredito, me conectei de maneira muito linda com a minha profissão. Sempre quero encontrar a personagem e pensar no que eu posso passar para as pessoas por meio dela. Não encaro a profissão como um “estou aqui”, “estou ali”… Claro que também penso que os artistas querem ser reconhecidos pelo trabalho. A gente trabalha com o nosso ego, com a nossa vulnerabilidade. Amo as pessoas que me acompanham, que falam da Pérola até hoje, que perguntam do filme.

A televisão continua sendo seu foco?
Jamais desmerecerei o trabalho de um ator de novela. É um trabalho completamente diferente, mas é arte tanto quanto. Existe uma entrega de mensagem cultural que precisa ser valorizada na TV aberta. Amo fazer novelas e sempre vou querer fazer. Estou realmente em um momento voltado para o cinema e séries, mas não deixaria de fazer novelas. A Rayssa, de hoje, não se imagina deixando de fazer novelas.

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)
Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Você teve a chance de debater distúrbios alimentares com sua personagem em Malhação e chegou a dizer que também havia enfrentado a questão. Gosta de ser uma voz para a sua geração?
Quando a Pérola, minha personagem, passou pela bulimia, muita gente veio conversar comigo. Mães me escreveram para contar que as filhas passavam por isso. É nesse lugar que eu quero chegar, atingir vidas de verdade, chegar ao mundo real. Acho que a gente sempre consegue inspirar as pessoas positivamente, mesmo sem saber. Tento acreditar nisso. E não falo como atriz, falo como ser humano, seja qual for seu lugar de atuação na sociedade. Gosto de dar voz e ser exemplo.

“Quando minha personagem passou pela bulimia, muita gente veio conversar comigo. É nesse lugar que quero chegar, atingir vidas de verdade, chegar ao mundo real”

E quem são seus exemplos?
Para a interpretação a lista é longa. Falo primeiro da minha cunhada, a diretora Camille Frambach, com quem fiz um curta-metragem. Pretendemos fazer um curta, pelo menos, uma vez por ano, falando de aspectos que consideramos importantes das nossas vidas. Admiro muito a Letícia Colin e Marjorie Estiano – que são grandes atrizes da nova geração e que também entendem a arte como força de expressão política. Admiro muito o trabalho delas. Entre as internacionais, cito Emma Stone, Meryl Streep… Inspirações no universo da sustentabilidade, cito a minha irmã, Lohanna, que vive em Florianópolis, Fe Cortez, do Menos um lixo, que impacta a vida de muita gente com seus vídeos e posts, ela engaja demais. Maria Viroueco tem uma linguagem muito simples ao falar sobre uma vida mais sustentável. Também tem Larissa Colombo, que tem o canal Como mudar o mundo sem sair de casa?. Acho essa pergunta fabulosa. As perguntas certas nos levam para os questionamentos certos.

E como cuida do corpo? Tem regularidade nas atividades físicas?
Aprendi a olhar o exercício físico como uma necessidade de cuidar do meu corpo. Não gostava de me exercitar. Não tinha uma conexão com os exercícios físicos e ressignifiquei isso. O André trouxe essa mudança de hábito para minha vida. Gosto de estar com o corpo em movimento – seja na yoga, seja dançando. Não gostava de pegar peso – tinha pavor! –  mas fui entendendo que é importante e, em alguns momentos, eu pego peso (risos). Na pandemia, a prática de exercícios foi uma virada de chave na minha vida. Percebi que tenho muito mais energia quando faço exercícios.

O foco é mais saúde do que vaidade?
Total, total! Exercícios são importantes para minha saúde mental. Dia desses, estava com preguiça e precisava ir ao mercado. O que eu fiz? Decidi ir correndo para o mercado. Foi uma forma de me exercitar.

Rayssa Bratillieri tem ecopads para substituir algodão e usa escova de dentes biodegradável com haste de bambu (Foto: Arquivo Pessoal)
Rayssa Bratillieri tem ecopads para substituir algodão e usa escova de dentes biodegradável com haste de bambu (Foto: Arquivo Pessoal)

Você se considera vaidosa?
A cada dia tenho me tornado mais vaidosa, mas de um jeito saudável. Confundem vaidade com falta de profundidade. É preciso olhar a profundidade da mulher, mas também é válido dizer que se sentir bonita é importante para a saúde mental. Adoro um spa day, colocar uma máscara no rosto, passo cremes antes de dormir, aplico vitamina C logo cedo. Também tomo vitaminas — a D e a B12. Não sou de fazer a unha porque não ligo muito e produz lixo. Na pandemia, não vou ficar fazendo a unha sempre. Uso também ecopads, que são disquinhos de crochê para limpeza facial. São reutilizáveis e feitos para usar no lugar do algodão. Afinal, o algodão é mais um lixo e as plantações de algodão têm muitos agrotóxicos. Uso para tirar a maquiagem e não produzir mais lixo. Para quem costuma pintar as unhas, também é indicado ter um para tirar o esmalte.

“Confundem vaidade com falta de profundidade. É preciso olhar a profundidade da mulher, mas também é válido dizer que se sentir bonita é importante para a saúde mental”

É verdade que você terá uma nova parceria com o André Luiz Frambach? O que pode adiantar?
Sim, contracenamos juntos em Plantando Retalhos. Desta vez, como irmãos. Fizemos este trabalho em um momento crítico da pandemia no ano passado. A Camille Frambach, irmã do André, escreveu o roteiro e a gente se juntou em um brainstorm e falamos sobre experiências que já tivemos. A história narra a vida de dois irmãos que estão distantes e se aproximam na pandemia, resolvem traumas e assuntos pendentes de forma surpreendente.

Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)
Rayssa Bratillieri (Foto: Vinícius Mochizuki)

Não chega a ser um desgaste para a relação as parcerias profissionais?
De forma alguma. A gente se admira demais e gosta de estar ao lado um do outro.

O namoro de vocês tem uma forte torcida do público, que os acompanha desde Malhação. Como balanceia o que expor e o que não expor nas redes sociais?
Não temos nada muito planejado, estratégico. Nossa vida é preservada e no decorrer do nosso relacionamento fomos deixando que ele ficasse preservado, mas também não deixamos de mostrar. O relacionamento tem que ser de verdade, com olho no olho e conversas sinceras.

Já tem novos planos para 2021?
Além do lançamento do filme e do curta, quero me reciclar e cuidar um pouco de mim. No ano passado, depois da novela, fiz o curta e, na sequência, viajei para o filme. Foram dois personagens completamente intensos e houve um desgaste emocional. Precisei tomar um tempo para mim. Acredito muito no ator que encontra seu tempo, descobre seu lugar e se ressignifica. Estou nesse processo.

Você acha que as gerações futuras crescerão com mais consciência ambiental? Avalia que as boas práticas devem ser ensinadas aos pequenos desde cedo?
É difícil falar sobre o futuro. Sei falar sobre meu desejo e meu maior desejo é que sim. Se continuarmos nesse ritmo desenfreado, infelizmente será mais que uma vontade, mas, sim, uma obrigação de vida para as futuras gerações. Por isso a importância de começarmos agora sendo exemplo, aprendendo, ensinando e deixando, como direito, um meio ambiente equilibrado para os menores. Como tudo na vida é questão de costume, se eles forem ensinados desde crianças a terem boas práticas em pequenos hábitos, isso se tornará uma rotina eficiente e muito positiva para o todo.

Agradecimento:
Rodrigo Rodrigues (stylist)

Maisa Silva arranca suspiros ao apostar em visual mais clássico e elegante

Maisa Silva arranca suspiros ao apostar em visual mais clássico e elegante

Não importa a ocasião, Maisa Silva (19) está sempre pronta para arrasar!  Na última terça-feira, 3, a apresentadora derreteu corações ao compartilhar um lindo registro em suas redes sociais. Na imagem, a musa surge apostando em visual mais sofisticado ao exibir um lindo coque baixo. ”I got what they waiting for”, escreveu ela na legenda da postagem, que traduzida para o português, significa: ”Eu tenho o que eles estavam esperando por”. Seus seguidores não pouparam elogios nos comentários da publicação. ”Mulher! Que poder! Você é muito maravilhosa!”, afirmou uma internauta. ”Dona do Brasil! Cada dia mais gata!”, disse outra.

caras

Juliette Freire entra oficialmente para o Guinness World Records por post mais rapído a bater 1 milhão

Juliette entra para o Guinness World Records por post mais rápido a bater 1 milhão

A campeã do BBB21 Juliette Freire (31) entrou oficialmente para o Guinness World Record, conhecido como o livro dos recordes, pelo post mais rápido a bater 1 milhão de curtidas. A paraibana alcançou essa marca em 4 de maio, quando venceu em primeiro lugar o Big Brother Brasil 21. A publicação para anunciar Juliette como vencedora da edição atingiu um milhão de curtidas e passou a cantora Billie Eilish em três minutos. “A postagem mais rápida a atingir um milhão de curtidas no Instagram foi em 3 minutos, e foi conseguida por Juliette Freire (Brasil), em 4 de maio de 2021. Juliette se tornou uma sensação durante seu tempo no Big Brother Brasil. Foi seu post no Instagram anunciando que ela havia vencido a 21ª temporada que quebrou esse recorde”, diz no site oficial do Guinness.

Vitória Strada mostra erros de gravação da novela 'Salve-se Quem Puder', ao lado de Deborah Secco e Juliana Paiva

Vitória Strada (24) divertiu os seguidores ao mostrar os bastidores de filmagens de seu último trabalho nas telinhas! Em seu perfil no Instagram, a atriz compartilhou um vídeo do programa Se Joga dos erros de gravação da novela Salve-se Quem Puder, na segunda-feira, 02. A noiva de Marcella Rica (29) deu vida a Kyra/Cleide na produção da TV Globo. Nas imagens, ela aparece ao lado de Deborah Secco (41) e Juliana Paiva (28), que interpretaram Alexia/Josimara e Luna/Fiona na trama, respectivamente. “Erros de gravação de Salve-se Quem Puder. Só porque eu tô morrendo de saudade e eu sei que vocês também”, escreveu ela na legenda da publicação.

caras

Atriz faz mudança nas madeixas e seguidores aprovam o visual repaginado

Débora Nascimento passa a tesoura nos fios e dá adeus aos longos cabelos em novo visual: “Encantada com o seu novo eu”
Débora Nascimento passa a tesoura nos fios e dá adeus aos longos cabelos em novo visual: “Encantada com o seu novo eu” 

Débora Nascimento surpreendeu os fãs na tarde deste sábado (31) após fazer uma transformação em seu visual e mostrar o resultado em seu perfil nas redes sociais. A atriz desapegou das longas madeixas e, em novo corte de cabelo, surgiu com os fios curtíssimos. “Novo look para um novo faz de conta”, disse ela sobre a atual fase. Nos comentários do post, os seguidores não só aprovaram a mudança como encheram a beldade com muitos elogios. “Tiro e bomba”, disse uma internauta. “Ficou ainda mais linda”, escreveu outra. Uma terceira, babou. “Estou encantada com o seu novo eu”, disparou. O ator José Loreto revelou em entrevista que comprou uma casa no mesmo condomínio da ex-mulher Débora Nascimento. A ideia do galã era ficar próximo da filha, Bella. Questionado sobre os período de isolamento social, ele afirmou que curtiu muito a paternidade.“Fiquei dentro da minha casa, com a minha filha. Fiz obra na minha casa, do lado de fora. Depois que me divorciei, comprei uma casa no mesmo condomínio da minha ex-mulher e tal, a cem metros”, disse ele ao jornal O Globo.

contigo

Vera Fischer faz texto em homenagem aos atletas brasileiros que estão nos Jogos Olímpicos

Vera Fischer (69) está exatamente como milhares de brasileiros: comemorando e se emocionando com os nossos atletas nos Jogos Olímpicos!Em seu feed do Instagram, a atriz surgiu super sorridente e super bem vestida e, falou um pouco sobre a emoção de estar acompanhando um dos maiores eventos do mundo. Além da sua foto, ela postou alguns cliques dos atletas.”Sabadou … e eu grudada na TV vendo os Jogos Olímpicos. Muito orgulho dessas atletas brasileiras, que fazem literalmente o impossível. Sofrem pressões de todos os lados, lutam e se superam, são guerreiras e obstinadas”, escreveu ela, que continuou: “Viva a força e a coragem de todos os atletas do Brasil que nos proporcionam momentos tão especiais e emocionantes”, emendou, Na sequência, ela mandou um recado especial para Rebeca Andrade (22), ginasta que conquistou prata, e para Mayra Aguiar (29), judoca que conquistou bronze: “Viva especialmente para Rebeca Andrade, a maravilhosa ginasta que levou a medalha de prata. E um super viva para Mayra Aguiar, três vezes medalha de bronze no judô, ao longo das olimpíadas. Viva time brasileiro!!” “Eu passada, chorando de emoção, e com uma taça de vinho na mão, brindando essa galera brilhante que faz das tripas coração pra entregar o melhor. Palmas. Obrigada por tanta raça! Parabéns! Beijos emocionado dessa sua Vera”, encerrou.

VERA FISCHER CURTE PASSEIO PELO RIO DE JANEIRO E ENCANTA FÃS
A atriz Vera Fischer aproveitou os últimos dias para passear pelo Rio de Janeiro e compartilhou alguns registros com os fãs.”Sábadou com essa delícia de ar fresco, calor do sol no coração e uma visão estonteante do Leblon”, escreveu na legenda.

caras

Giovanna Lancellotti celebra mais um ano de vida do pai com uma homenagem carinhosa nas redes

Giovanna Lancellotti (28) usou as suas redes sociais neste

sábado, 31, para parabenizar o pai, Persio.

No perfil do Instagram, a atriz resgatou uma sequência de cliques com o veterano e compartilhou uma declaração carinhosa. “Hoje é aniversário do meu Dadinho. Pai, tenho muito orgulho de vc. De como vc dedica sua vida pra cuidar das crianças, do médico dedicado mas ao mesmo tempo espiritualizado”, escreveu. Na sequência, ela rasgou mais elogios para o pai: “Amo como vc acredita no universo e em mim! Obrigada por tudo! Deus te abençoe e que tudo o que vc sonhar se realize! Vc merece! Te amo muito”, concluiu.

caras

Adriana Santanna (Foto: Reprodução / Instagram)
Adriana Santanna 

Adriana Sant’Anna revelou em seu Instagram, na manhã deste domingo (1), que descobriu que está infectada com Covid-19. A influenciadora e ex-BBB falou sobre os fortes sintomas que vem sentindo, defendeu a vacinação e contou que não usava mais máscaras de proteção facial por não ser mais exigido nos Estados Unidos, onde mora atualmente com Rodrigão e os filhos. “Na quinta-feira à noite comecei a sentir muitos calafrios acompanhados de uma dor no corpo insuportável. Lembro que subi as escada de casa emborcada e gemendo de tanta dor nas minhas costas, ossos e músculos”, começou ela. Após tomar remédios para febre e dormir mal, Adriana e Rodrigão começaram a pensar em novas possibilidades, mas não imaginavam que poderia ser Covid-19. “Não passava pela cabeça porque eu tomei a vacina, tive reações fortes pós-vacina e pensei que se estivesse com Covid, não teria quase sintoma…

Continue lendo

Débora Nascimento é clicada deslumbrante em momento espontâneo e arranca suspiros dos admiradores

Mais uma vez, Débora Nascimento (35) conquistou o coração dos seus admiradores com a sua beleza natural

Na noite da última quarta-feira, 28, a atriz arrancou suspiros ao compartilhar uma belíssima sequência de cliques em suas redes sociais. No carrossel compartilhado em seu Instagram, a musa apareceu apostando em um lindo sorriso espontâneo enquanto é clicada de perfil admirando uma linda vista. Sempre leve e divertida, a morena arrancou suspiros ao refletir sobre a natureza feminina. “Minha natureza”, destacou. “Linda”, destacou Isis Valverde (34). “Deusa”, continuou Déborah Secco (41). “Sou completamente apaixonada”, apontou uma admiradora. Débora Nascimento é mãe da pequena Bella, de 3 anos, fruto de seu ex-casamento com José Loreto (37).

caras

Sandy (Foto: Reprodução/Instagram)
Sandy 
 “Talvez este seja um dos convites mais inusitados e, literalmente, saborosos da minha carreira. E nem preciso dizer que topei na hora, né? Já tô em gravação no estúdio, ooops, cozinha!”, afirma Sandy, que grava com os chefs Paola Carosella, Murakami, Lili Almeida, Tiago Castanho, Renata Vanzetto e João Diamente. “Tenho me divertido muito, mesmo de forma remota, com os chefs. Não bastasse serem renomados e talentosos, eles são muito divertidos, generosos e didáticos.” A estrela vai ter que lidar com receitas de todos os tipos e com os chefs vai compartilhar dicas e truques valiosos na atração, versão nacional do programa apresentado por Selena Gomez. As gravações acontecem em estúdio, em São Paulo, seguindo todos os protocolos de segurança estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde. Sandy já recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19.
revistaquem

Luana Piovani impressiona internautas com cliques passeando por Istambul, na Turquia

Luana Piovani mostra registros de sua viagem pela Turquia

Nesta quinta-feira, 29, Luana Piovani (44) deixou seus seguidores deslumbrados ao revelar o álbum de viagem por Istambul. Aproveitando os dias ensolarados, a atriz conheceu pontos turísticos e ainda se jogou no mar para tomar um banho só de biquíni. Turquia. Constantinopla. Assim, preencho meus dias, armazenando memórias, distribuindo sorrisos e ganhando conhecimento. Grata Deus, por tanto. Saio daqui já pensando em voltar”, escreveu ela na legenda. Nos comentários, os fãs encheram a loira de elogios. “Aquela vibe positiva e leve que ninguém tira”, disse um. “Deusa”, disparou outro. “Você é o próprio Sol”, declarou outro.Morando em Lisboa, Portugal, a artista é mãe de Dom (9) e dos gêmeos, Liz e Bem (5), frutos de seu ex-casamento com Pedro Scooby (32).

caras

A influenciadora exibiu corpo escultural na praia e arrancou elogios dos internautas

A influenciadora exibiu corpo escultural na praia e arrancou elogios dos internautas

CARAS Digital Publicado Ontem, às 17:18

A influenciadora exibiu corpo escultural na praia e arrancou elogios dos internautas. Nesta segunda-feira, 26, a influenciadora compartilhou fotos de um mergulho em Fernando de Noronha e chamou atenção mais uma vez com suas curvas perfeitas. Usando um biquíni estiloso, a famosa apareceu radiante nas águas cristalinas. “Indescritível a sensação e energia que as praias de Noronha tem! Foi lindo e extremamente especial esses dias literalmente ilhada em Fernando de Noronha, vocês curtem?”, escreveu ela na legenda. Nos comentários, os seguidores logo responderam à musa com elogios. “Cliques perfeitos”, admirou uma internauta. “Maravilhosa”, exclamaram outros.

Apresentadora Patrícia Poeta exibiu a boa forma com look justinho na orla da praia no Rio de Janeiro

Apresentadora Patrícia Poeta exibiu a boa forma com look justinho na orla da praia no Rio de Janeiro

CARAS 

Apresentadora Patrícia Poeta exibiu a boa forma com look justinho na orla da praia no Rio de Janeiro
Patrícia Poeta exibiu a boa forma na orla da praia – Divulgação/TV Globo. A apresentadora Patrícia Poeta não descuida da saúde. Adepta de uma rotina de atividades físicas regulares, a famosa está sempre de olho no seu bem-estar físico. Neste final de semana, a jornalista de 44 anos de idade foi clicada pelos paparazzi durante um passeio dela pela orla de Ipanema, no Rio de Janeiro. Com uma bela vista da praia ao fundo, a artista da TV Globo fez uma caminhada ao lado de uma amiga. Com um look justinho, ela exibiu a boa forma para a lente dos fotógrafos que também estavam por lá. Antes de sair de casa para tomar sol e se exercitar ao ar livre, Patrícia Poeta mostrou o visual para os seus seguidores e deixou um recadinho no Instagram dela. “Domingouuuu…. Começando bem a manhã… cheia de energia, fazendo o que gosto: esporte. Coisa boa!! Dia lindo por aqui! Ótimo domingo, pessoal! Vambora celebrar a saúde e a vida!”, escreveu a apresentadora na web.

VEJA A BOA FORMA E A BELEZA DA APRESENTADORA PATRÍCIA POETA!

Mari Gonzalez (Foto: Gabriel Gardinni/Divulgação)

Mari Gonzalez

Mari Gonzalez viu aquele filminho de toda trajetória de luta que teve passar por sua cabeça, quando recebeu a notícia de que comandaria ao lado de Gominho Eu Não Vou Embora, atração ao vivo do canal Música Multishow no Youtube, que todas às terças tem entrevistas exclusivas e bastidores do Música Boa ao Vivo, de Ivete Sangalo. A baiana, de 27 anos, conta que há anos se prepara para a oportunidade profissional. “Trabalho há muito tempo e tudo o que eu conquistei é fruto de muita dedicação. Acho que esse convite é a confirmação de que estou fazendo as escolhas certas, de que estou seguindo o meu caminho com sabedoria. Venho me preparando há muito tempo para este momento. É uma alegria e responsabilidade enorme estar num projeto tão bem-sucedido e querido pelo público”, celebra.

Mari Gonzalez (Foto: Gabriel Gardinni/Divulgação)

Mari Gonzalez

A jovem, que ganhou destaque na TV como assistente de palco do Pânico na TV, no qual permaneceu por três anos, relembra que teve que enfrentar o machismo para seguir adiante com o seu sonho de ser apresentadora. “Impossível você ser mulher e não sentir o machismo. Já lidei muito com ele e presenciei várias situações também. Fico muito feliz de ver o avanço que nós, mulheres, estamos conquistando. Principalmente nesse aspecto de não permitir que atitudes machistas sejam normalizadas. Já passei por situações desconfortáveis e, na época, a gente não tinha essa corrente de apoio e união. Hoje em dia, passaria por essas situações de outra maneira. Não deixo, por exemplo, mais homem perto de mim com atitudes machistas”, explica.“Vivemos numa sociedade machista e o assédio, até pouco tempo atrás, era visto como algo normal. Infelizmente, o homem podia fazer o que ele quisesse. A mim, sempre coube seguir os meus valores e a minha criação. E me blindar desse tipo de situação. Nem sempre é possível, você ouve umas ‘gracinhas’, mas eu me fechava ao máximo. Hoje, estamos com uma voz muito ativa, potente e denunciando cada vez mais esse tipo de conduta. Mas, ainda assim, eu recebo umas mensagens no meu direct que são vergonhosas, perfis fakes.”

Mari Gonzalez (Foto: Gabriel Gardinni/Divulgação)

Mari Gonzalez 

Quando começou a trabalhar na TV, seu desejo era proporcionar uma vida melhor para sua família. Com uma vida estabelecida e em uma união bem-sucedida com Jonas Sulzbach, Mari tem a meta agora de crescer ainda mais profissionalmente.“A minha intenção era dar uma vida melhor aos meus pais. Eu sempre me preocupei muito com eles. Queria fazer algo para a minha família. A TV foi entrando naturalmente na minha vida. E eu me apaixonei pelo ofício, eu amo me comunicar. Eu estou sempre me aperfeiçoando”, diz ela, que no campo pessoal ainda deixa a maternidade para os planos futuros.”A gente conversa muito sobre casamento e filhos também. É um desejo, mas nada com data certa. Vamos por partes (risos). No momento, eu estou muito focada no trabalho, na minha carreira.”

Jonas e Mari (Foto: @lezalez)

Jonas e Mari (Foto: @lezalez)

Quando surgiu o desejo de ser apresentadora?
Eu adoro me comunicar. Adoro essa possibilidade de criar pontes e ser uma conexão com as pessoas. Acho que é daí o meu desejo. Agora, como repórter, eu estou amando fazer esse papel de trocar com os convidados, de fazer o público conhecer ainda mais aquelas pessoas. Acho que o ‘Pânico’ foi uma porta inicial, uma possibilidade de aprender TV.

Você buscou uma preparação especial ou tem buscado para esse programa?
Gosto de estudar, de me preparar para as oportunidades que surgem. Às vezes, a oportunidade chega e a gente não está pronta para ela. É preciso estar sempre estudando e buscando se reinventar, assim como acompanhar as mudanças. Comunicação é fluída, ela vai mudando a cada dia. Novos meios, novas formas de se comunicar… Eu já faço fonoaudióloga há algum tempinho e comecei a fazer coach também.

Mari Gonzalez (Foto: Gabriel Gardinni/Divulgação)

Mari Gonzalez (Foto: Gabriel Gardinni/Divulgação)

Como é trabalhar com a Ivete?
É uma alegria enorme trabalhar com a Ivete. É um reencontro muito gostoso. Eu me lembro lá atrás, quando tinha 18 anos, e trabalhei com ela pela primeira vez. Ivete é carinhosa, solar, coloca a gente pra cima. É muito bom tê-la como colega nesse trabalho. Eu sou fã!

Você foi dublê da Ivete, né?
Sim, eu fui (risos). Trabalhava numa agência de modelos e acabei sendo contratada para ser stand-in dela. O que eu fazia? Eu chegava, por exemplo, num set em que ela iria fotografar e já marcava a luz com fotógrafo. Adiantava coisas para facilitar a agenda dela, que tem muitos compromissos entrelaçados. Temos um biotipo parecido.

Ivete Sangalo e Mari Gonzalez (Foto: Divulgação)

Ivete Sangalo e Mari Gonzalez (Foto: Divulgação)

Sua estreia na TV nacionalmente foi como panicat. Sua família aceitou de boa sua entrada para a TV?
Era um trabalho e uma possibilidade de entender esse mundo da TV. Eu aprendi muito. Minha família sabe a criação que me deu e eles sempre estiveram do meu lado. Minha família sempre foi um lugar de acolhimento e de apoio pra mim.

Procurar novos trabalhos após o Pânico foi um desafio? Sente que teve que provar seu talento ao dobro?
Ah, para ser sincera, eu segui com a minha vida, estudando, me dedicando… Sabia que meu esforço me traria frutos. Não fiquei pensando no que os outros poderiam pensar e tal. Acho que isso nos limita e nos impede de ir além.

Você tem um relacionamento longo com o Jonas. Qual o segredo para uma união dar certo?
Acho que é preciso ter parceria e admiração. A gente só consegue ficar com alguém se a gente admira essa pessoa. E temos isso um em relação ao outro. Mas acho que cada casal encontra a sua forma, a sua maneira. Não existe um segredo ou fórmula milagrosa. Temos um ciuminho normal. Bem pouco! Mas temos muita confiança. Temos uma relação sólida.

Mari Gonzalez (Foto: Gabriel Gardinni/Divulgação)

Mari Gonzalez 

revistaquem

Farias Calçados

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
Zé Freitas no Facebook

Lições Bíblicas
Zé Freitas no Twitter
Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
Parceiros