Agility Telecom
Lojas Surya
Supermercado Compre Bem
Zezito César

A.F Modas

Rua edson Morato de Holanda -N• 22 bairro centro em frente ao Banco do Brasil – Filial em Santa Terezinha – PE

 

Natália Calçados

[wds id="5"]

 

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

Cultura

“O Movimenta Barreiro nasceu e cresceu com a necessidade de descentralizar as ações culturais e poder produzir nossa própria cultura”, afirmou Letícia Fox – Foto: Divulgação

O Movimenta Barreiro é um coletivo cultural formado por jovens periféricos da Região do Barreiro, em Belo Horizonte. Desde 2014, o grupo promove atividades artísticas, culturais e eventos na Pista de Skate do local, no Viaduto Santa Margarida, no Clube Comercial Barreiro, no Viaduto das Artes, dentre outros lugares da região. Segundo Letícia Fox, o coletivo busca promover e apoiar a cultura urbana independente e dar voz e vez aos artistas locais. E desse modo, descentralizar as alternativas culturais capital mineira, além de ofertar ações representativas, em que jovens pretos, favelados e LGBTI+ possam ser fomentadores e consumidores de cultura. “O Movimenta Barreiro nasceu e cresceu com a necessidade de descentralizar as ações culturais e poder produzir nossa própria cultura, no nosso espaço, com as nossas pessoas. E a gente ganha muita força com a juventude que se identifica com o que fazemos”, relata a integrante do coletivo. Ela reforça que a Região do Barreiro sofre com a defasagem de oportunidades artísticas e culturais, algo que o coletivo propõe modificar. As atividades realizadas pelo grupo também abraçam jovens das cidades e bairros periféricos ao redor, como Betim, Ibirité e Contagem.

Eventos realizados

A “Batalha Clandestina – FaraOeste” é uma batalha de MCs que ocorre desde 2016, porém, segue suspensa por causa da pandemia. A iniciativa, que acontecia às quartas-feiras, funcionava como uma pequena batalha à capela e sem a presença de juízes.A juventude à frente da organização presenciou o crescimento do evento, que chegou a receber em torno de mil pessoas nas últimas edições. “Na FaraOeste, a gente sempre tem pocket show de artistas independentes, a gente sempre recebe a galera para poder fortalecer, dar esse espaço e dar protagonismo para jovens”, aponta Letícia. Em outros eventos, como “#1 Dia de Trance” e no “1 dia de Trap”, mais de 170 grupos e artistas já foram contemplados.Além disso, o Movimenta Barreiro também promove diálogos sobre juventude e território, como a atividade “O genocídio da juventude negra e a precariedade de cultura para a periferia”, que contou com a participação de Eduardo Taddeo, ex-integrante do grupo Facção Central e a exposição virtual “Cara da pista”.

Acesse os perfis @movimenta_barreiro e @faraoeste no Instagram.

Fonte: BdF Minas Gerais

Edição: Larissa Costa

O secretário especial de CulturaMario Frias, criticou um projeto aprovado no Senado Federal que destina recursos parados no Fundo Nacional de Cultura a projetos emergenciais para apoiar o setor cultural diante dos impactos negativos da pandemia. A proposta, apelidada de Lei Paulo Gustavo (PLP 73/21), movimenta R$ 3,8 bilhões que estavam parados no Fundo Nacional de Cultura para apoiar o setor.

“Não houve nenhum diálogo com o Governo, pois somos completamente contrários ao projeto, que é claramente inconstitucional, que tenta transformar a Secretaria Especial de Cultura num mero caixa eletrônico de saque compulsório. Lutaremos para que essa proposta absurda não prospere”, disse Mario Frias sobre a Lei Paulo Gustavo.O projeto, apresentado pela bancada do PT, foi aprovado no Senado nesta quarta-feira (24) por 68 votos a favor e 5 contrários. Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e o líder do governo na casa legislativa, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), estão entre os contrários.

O texto final, que passou por modificações do relator Eduardo Gomes (MDB-TO), determina que R$ 3,862 bilhões do atual superávit financeiro do Fundo Nacional de Cultura devem ser utilizados para “ações emergenciais que visem combater e mitigar os efeitos da pandemia de covid-19 sobre o setor cultural”. A União terá de enviar esse dinheiro a estados, Distrito Federal e municípios através de Medida Provisória.Desse montante, R$ 2,8 bilhõesserão destinados exclusivamente a ações voltadas ao setor audiovisual, no apoio a produções audiovisuais, salas de cinema, cineclubes, mostras, festivais e ações de capacitação. Por isso, o projeto foi apelidado de Paulo Gustavo, astro do cinema brasileiro que morreu em decorrência da Covid.

Continue lendo

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) revalidou a Feira de Caruaru com o título de Patrimônio Cultural do Brasil nesta quinta-feira (22). Informação foi confirmada pela prefeitura do município.  O processo de revalidação dos títulos é considerado padrão para investigação das circunstâncias atuais dos bens materiais contemplados pelo Iphan, sobretudo quanto aos seus atuais sentidos e estrutura, no geral. O diagnóstico ainda auxilia na elaboração de ações de manutenção e proteção destes patrimônios. O presidente da Fundação de Cultura de Caruaru, Rubens Júnior, destaca o trabalho em conjunto das secretarias para a efetivação do processo. “Fizemos reuniões com os feirantes e as associações, sempre buscando dados e fazendo pesquisas para saber o que houve de mudança a partir da primeira validação. É, de fato, um registro muito importante para a Cultura caruaruense”, disse. Para o secretário de Serviços Públicos e Sustentabilidade de Caruaru, Ytalo Farias, esta conquista é um reflexo do trabalho, cuidado e compromisso da atual gestão municipal. “As obras de infraestrutura, a construção e reforma dos mercados culturais, as novas baterias de banheiros, calçadas com acessibilidade e iluminação de LED oferecem aos turistas segurança, comodidade e a experiência única que só Caruaru proporciona”, afirma.

folhape

A treinadora e ex-atleta de ginástica rítmica Ana Paula Scheffer morreu nesta sexta, 16, em Toledo (Paraná) aos 31 anos de idade. Ela conquistou uma medalha de bronze no aparelho arco na edição de 2007 dos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro.Ana Paula foi encontrada sem vida pela mãe, com a qual morava. A causa da morte ainda está sendo apurada, informou a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) em nota. Além da presença no Pan do Rio, Ana Paula participou do Pan da modalidade em 2005, dos Jogos Sul-Americanos de 2006 (Buenos Aires) e de 2010 (Medellin), além do Mundial de Ginástica Rítmica de 2009 (Japão). “Ana Paula Scheffer é uma das atletas que construíram a nossa Ginástica Rítmica, e que a transformaram em motivo de grande orgulho para todos os brasileiros. Além de inspirar, tinha um importante trabalho de formação de novas atletas no Paraná. Parte cedo demais, mas não será esquecida. Meus sentimentos aos familiares e amigos”, declarou a presidente da CBG, Maria Luciene Cacho Resende.

exame

 (Foto: Fred Jordão/Divulgação)
A artista plástica Ana Leopoldina Santos, mais conhecida como Ana das Carrancas, falecida em 2008, pode se tornar a Patrona da Arte Ceramista de Barro em Pernambuco. A deputada estadual Teresa Leitão (PT) concedeu parecer favorável ao título nessa segunda (31) durante reunião da Comissão de Constituição, Legislativa e Justiça (CCJ), da Assembleia Legislativa de Pernambuco. A iniciativa provém de um Projeto de Lei de autoria do deputado Antônio Coelho.
De acordo com a deputada estadual, o reconhecimento detaca a importância de Ana das Carrancas para a arte popular de Pernambuco. “Ana das Carrancas tem uma história belíssima de resistência, além de seu posicionamento crucial na luta pela preservação da cultura e na luta do povo negro. Ana conseguiu retratar esses elementos em sua arte, que representa Petrolina e região de maneira marcante – através da precisão, destreza, e inventividade da sua arte na cerâmica e no barro”, afirma Teresa. A deputada destacou também a relevância da homenagem como maneira de destacar o papel da artista como uma figura de empoderamento da mulher negra. “O título de Patrona da Arte Ceramista é muito justa, que dignifica a arte popular e a história das mulheres negras na sua resistência”, pontua.
diariodepernambuco

Regina Duarte pediu mais tempo para decidir sobre o convite do presidente Jair Bolsonaro para que ela assuma o comando da Secretaria de Cultura de seu governo, informou o jornal Folha de S.Paulo. Segundo a publicação, a atriz quer conversar pessoalmente com Bolsonaro na segunda-feira 20.De acordo com a agenda pública da Presidência, Bolsonaro viaja ao Rio de Janeiro na manhã da segunda para um encontro com o prefeito Marcelo Crivella e uma reunião com o comandante da Marinha. O retorno a Brasília está previsto para as 16h20.

O cargo de secretário nacional da Cultura ficou vago depois da derrocada do diretor teatral Roberto Alvim. Escolhido pelo presidente por suas posições conservadoras, ele acabou demitido na sexta-feira 17 depois de gravar um discurso que parafraseava uma fala do nazista Joseph Goebbels, o ministro da Propaganda de Adolf Hitler. Segundo a coluna Radar, o Planalto vê Regina Duarte como “a Sergio Moro da Cultura” – ou seja, alguém com respeito e autoridade para comandar a secretaria.

veja

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
Zé Freitas no Facebook

Zé Freitas no Twitter
Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
Parceiros