Ateliê Geilson
Natura
Natália Calçados

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

  • 28
  • 22
  • 24
  • 20
  • 11
  • 09
  • 11
  • 01
  • 29
  • 03
  • 04
  • 05
  • 07
  • 02

Supermercado
Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
 

 Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter oFlash Player instalado. 

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

Educação

Forças Armadas vão dar suporte à aplicação do Enem 2018

Forças Armadas vão dar suporte à aplicação do Enem 2018

Ricardo Moraes/Reuters

As provas do Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) 2018 serão aplicadas com o apoio das Forças Armadas. A determinação foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) nesta segunda-feira (13).

De acordo com o ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, a medida é uma resposta do órgão a uma solicitação do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), pasta responsável pelo exame. Na ocasião, 22 de março, o Ministério da Educação solicitou apoio de armazenagem segura das provas em Organizações Militares. Segundo a portaria, a execução do Enem em todo o País exige “grande esforço logístico” e as Forças Armadas “deverão utilizar os meios necessários” para que o exame aconteça, sobretudo de forma segura.O Ministério da Defesa, no entanto, não divulgou o número de soldados que serão postos para garantir o armazenamento das provas. O edital do Enem continua prevendo a realização de revista eletrônica nos locais de prova, por meio do uso de detectores de metais. A novidade deste ano é que os alunos também deverão permitir que os artigos religiosos, como burca e quipá, sejam revistados pelo aplicador das provas. Quem não permitir a revista poderá ser eliminado.

Enem

Continue reading

   Foi realizado neste dia 09.08.18, na quadra poliesportiva do município de Santa Terezinha PE, a entrega de 150 kit’s escolares, às pessoas carentes do município. Os quais foram arrecadados pelo grupo dos Nó Cego, que existe desde a primeira festa do João Pedro de Santa Terezinha PE. Os materiais escolares foram arrecadados na última festa, realizada em julho. O grupo encabeçado por Edson Murilo, Anderson Araújo, Jailson de Janjão e Nicácio Lustosa, os quais estavam representando os demais. Na recepção, encontravam-se também a primeira dama Lucinete Soares Silva (Lúcia de Vaninho) representando o prefeito Geovane Martins, os vereadores: José Lindomar Cordeiro Leite (Lindomar), Júnior Pereira da Silva (Júnior de Branco), José Martins Neto (Neguin de Danda) Elisangela Maria de Lira Feitoza e (Langinha). Encontrava-se também a secretária de Educação Marisa Lima, a gestora da Escola Municipal José Paulino de Siqueira Lucineia Oliveira, a educadora de apoio Vanira Campos, o diretor de cultura Geilson Pereira, Ronilson Veras representando o grupo os cangaceiros do forró e demais pessoas da comunidade. 
ACESSEM OS VÍDEOS

ACESSEM E VEJAM A DISTRIBUIÇÕES E OS AGRADECIMENTOS

                                                               

Escola Técnica Estadual Maria José Vasconcelos, em Bezerros, é uma das instituições com vagas abertas (Foto: Alyne Pinheiro/Secretaria de Educação de Pernambuco)

Escola Técnica Estadual Maria José Vasconcelos, em Bezerros, é uma das instituições com vagas abertas (Foto: Alyne Pinheiro/Secretaria de Educação de Pernambuco)Estudantes que já concluíram o ensino médio podem se inscrever, até o dia 21 de agosto, para 4.185 vagas em cursos técnicos em Escolas Técnicas Estaduais (ETEs) em Pernambuco. As inscrições podem ser feitas no site da Secretaria de Educação do Estado (SEE).

As vagas são para os cursos de administração, agroecologia, agropecuária, análises clínicas, comércio, comércio exterior, comunicação visual, desenvolvimento de sistemas, edificações, eletrotécnica, enfermagem, eventos, logística, meio ambiente, química, redes de computadores e segurança do trabalho.

Os candidatos podem fazer as provas em casa, através da internet, nos dias 23 e 24 de agosto, de acordo com agendamento feito pelo estudante no momento da inscrição. A seleção é realizada em uma única etapa, com prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório.

As matrículas devem ser realizadas no período de 31 de agosto até 4 de setembro nas escolas onde os estudantes foram aprovados. Quem precisar de atendimento especial deve solicitar atendimento diferenciado no ato da inscrição e protocolar na sede da Secretaria de Educação do Estado, na Várzea.

Municípios com vagas abertas

  • Araripina
  • Arcoverde
  • Belém de São Francisco
  • Bezerros
  • Belo Jardim
  • Bonito
  • Buíque
  • Cabo de Santo Agostinho
  • Camaragibe
  • Carnaíba
  • Carpina
  • Caruaru
  • Escada
  • Garanhuns
  • Goiana
  • Gravatá
  • Igarassu
  • Jaboatão dos Guararapes
  • Lajedo
  • Limoeiro
  • Palmares
  • Paulista
  • Paudalho
  • Recife
  • Santa Cruz do Capibaribe
  • São Bento do Una
  • São José do Belmonte
  • São José do Egito
  • São Lourenço da Mata
  • Serra Talhada
  • Sertânia
  • Surubim
  • Timbaúba
  • Vitória de Santo Antão
  • g1
Resultado de imagem para prefeito de tuparetama pe Savio torres
Numa ação plausível, o prefeito de Tuparetama-PE, Sávio Torres, climatizou escolas municipais. Com objetivo de incentivar a permanência dos alunos nas salas de aulas, proporcionando um ambiente aconchegante e agradável.
 ” Parabéns a gestão do poder executivo da cidade de Tuparetama, que preocupa -se com o bem estar social, dando ênfase a educação, que é um dos setores prioritários”.

Resultado de imagem para Semana da Educação

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite de ontem, três projetos que estavam na pauta da Semana da Educação. O presidente da Comissão de Educação da Câmara, Danilo Cabral (PSB/PE), que articulou a inclusão das propostas para análise do Plenário, comemorou o resultado, agradecendo aos pares e reforçando a importância de cada um deles para o avanço da educação pública do Brasil.

“A nossa preocupação, desde quando assumimos a Comissão, era que pudéssemos dar respostas efetivas às pautas que estavam tramitando e que são estratégicas para a questão da educação pública brasileira”, afirmou Danilo Cabral.

O primeiro projeto de lei aprovado foi 6137/13, da deputada Keiko Ota (PSB-SP), que obriga os estabelecimentos de ensino a notificar o Conselho Tutelar e demais autoridades quando as faltas escolares de determinado aluno atingirem 30%. A matéria defende a ideia de que, em qualquer nível escolar, as faltas geram consequências negativas para os estudantes, sobretudo se ocorrem constantemente. Os alunos que têm elevado absenteísmo escolar, via de regra, apresentam baixo desempenho escolar porque não conseguem acompanhar a sequência dos conteúdos curriculares, projetados para o desenvolvimento progressivo das aprendizagens.

Já o projeto 1287/11, da deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO, estabelece diretrizes para a valorização dos profissionais da educação escolar básica pública. E o 6825/13, também da Professora Dorinha, determina aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios que, além de propiciarem as instalações físicas e os recursos humanos necessários ao funcionamento dos respectivos conselhos de alimentação escolar, também destinem a eles recursos financeiros indispensáveis.

Continue reading

Taxa está estagnada há dez anos

Pixabay – 06.08.2018

Os preços das ervas, temperos, cebolas e limões na barraca da feirante Onorina Quixobeira da Silva, de 62 anos, são redondinhos: R$ 1, R$ 2, R$ 3, e por aí vai. Nada de centavos. Quanto menos números, melhor. É contando nos dedos que sai o troco do freguês. Só assim ela consegue identificar o que está nas cédulas e fazer a venda correta. “Muitas vezes me atrapalho e tenho de começar a contar de novo”, conta ela.

Três em cada dez jovens e adultos de 15 a 64 anos no País — 29% do total, o equivalente a cerca de 38 milhões de pessoas — são considerados analfabetos funcionais. Esse grupo têm muita dificuldade de entender e se expressar por meio de letras e números em situações cotidianas, como fazer contas de uma pequena compra ou identificar as principais informações em um cartaz de vacinação.

Há dez anos, a taxa de brasileiros nessa situação está estagnada, como mostram os dados do Inaf (Indicador do Alfabetismo Funcional) 2018.

O estudo, feito pelo Ibope Inteligência, é desenvolvido pela ONG Ação Educativa e pelo Instituto Paulo Montenegro. Nessa faixa de 29% de brasileiros classificados nos níveis mais baixos de proficiência em leitura e escrita, há 8% de analfabetos absolutos (quem não consegue ler palavras e frases). Os outros 21% estão no nível considerado rudimentar (não localizam informações em um calendário, por exemplo).

Em 2009, 27% dos brasileiros eram considerados analfabetos funcionais – o índice se repetiu em 2011 e 2015, últimos anos em que o Inaf foi divulgado. Apesar do pequeno aumento no período (de 27% para 29%), estatisticamente o movimento é de estabilidade, segundo os autores do estudo, uma vez que a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos porcentuais. Para o trabalho, foram entrevistadas 2.002 pessoas entre 15 e 64 anos, de zonas urbanas e rurais, distribuídas proporcionalmente em todas as regiões do País.

Diferentemente de outras pesquisas que medem o analfabetismo, a equipe do Inaf faz entrevistas domiciliares e aplica um teste específico, com questões que envolvem a leitura e interpretação de textos do cotidiano (bilhetes, notícias, gráficos, mapas, anúncios, etc) e classifica a habilidade em cinco níveis de proficiência.

A taxa analfabetismo calculada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), por exemplo, mostra estagnação do analfabetismo absoluto no País, com 7% das pessoas (11,5 milhões) acima de 15 anos sem saber ler ou escrever.

“O indicador tem como objetivo medir o quanto o brasileiro consegue entender e se fazer entendido em uma sociedade letrada. Infelizmente, estamos estagnados há muitos anos em patamar muito preocupante”, diz Ana Lucia Lima, coordenadora do Inaf. Sobre os analfabetos absolutos, a variação entre 2015 e este ano é de 4 para 8 – não é possível determinar que houve aumento, dizem os autores, por estar no limite da margem de erro. Mas indica que a curva não é mais de queda nesse grupo.

“Vemos uma mudança nessa tendência, o que é coerente com a queda de investimentos que tivemos no País nos últimos anos na alfabetização de adultos”, afirma Roberto Catelli Júnior, da Ação Educativa. O Plano Nacional de Educação, de 2014, prevê erradicar o analfabetismo absoluto até 2024.

Gerações

A feirante Onorina, que começou a trabalhar na roça aos 9 anos, em Maceió, teve de abandonar a sala de aula na 4.ª série para ajudar nas finanças de casa. “Lá não tinha água nem energia elétrica.”

Continue reading

Conselheiras e Conselheiros da Alimentação Escolar! Olá!

premiocaelogo

Você já ouviu esta frase?

“Participação Social no Cardápio do Dia!”

Ela é o tema da primeira edição do PRÊMIO CAE de Participação Social!

Uma metodologia criada para identificar iniciativas de destaque que fortalecem a atuação do controle social do Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Sabe por que essa premiação foi criada?

Porque a gente acredita que, ao identificar uma prática inovadora, eficiente e exitosa desenvolvida por um conselho de alimentação escolar e divulgá-la de diferentes maneiras, é possível inspirar outros conselhos a adotarem essas práticas.

Melhor ainda: uma boa prática pode estimular a criação de outras que, por sua vez, também podem ser replicadas… Assim, de prática bem sucedida em prática bem sucedida vai se formando um círculo exitoso.

O PRÊMIO CAE de Participação Social é uma forma de reconhecimento e estímulo às ações afirmativas do controle social do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Os objetivos do PRÊMIO CAE de Participação Social são:

  • Identificar práticas de participação social inovadoras ou exitosas;
  • Difundir a relevância do controle social nas políticas públicas;
  • Fortalecer a participação social do PNAE nos estados e municípios;
  • Dar visibilidade às ações dos Conselhos de Alimentação Escolar;
  • Estimular processos organizativos que contribuam para ampliar e qualificar a participação da sociedade no acompanhamento da execução do PNAE;
  • Valorizar experiências que geram impactos positivos na gestão e execução do PNAE;
  • Reconhecer e divulgar ações de fortalecimento da atuação de Conselhos de Alimentação Escolar, para que possam ser difundidas e replicadas.

E quem pode participar do PRÊMIO CAE de Participação Social?

Todos os Conselhos de Alimentação Escolar dos municípios, dos estados e do Distrito Federal! Devem estar com mandato vigente no dia da inscrição. E veja só: as inscrições são gratuitas, e vão de 1º a 19 de agosto. Basta o conselheiro escrever um relato de até três páginas e preencher a ficha de inscrição.

Ah! Tem uma coisa muito importante: o “Termo de Aprovação do Relato”, com a assinatura de pelo menos quatro membros do Conselho. Este documento indica que o conselho está de acordo com a participação no concurso. Afinal, o CAE é um colegiado e as decisões têm de ser do grupo.

Os relatos destacados receberão um selo e farão parte da publicação “Caderno do Prêmio CAE de Participação Social”, que será distribuída para outros CAEs.

Para avaliar os Relatos de Experiência dos conselhos de alimentação escolar, será formada uma comissão julgadora qualificada, com representantes de órgãos governamentais, da sociedade civil e de universidades. Serão considerados os seguintes critérios:

 

Professores ouvidos pelo Ibope reúnem justificativas pelas quais dizem que não recomendariam a profissão. (Foto: Reprodução/Todos Pela Edução)

Metade dos professores brasileiros não recomenda a própria profissão por considerá-la desvalorizada, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira (30). Os dados são da pesquisa “Profissão Docente”, iniciativa do Todos Pela Educação e do Itaú Social realizada pelo Ibope Inteligência em parceria com a Conhecimento Social. O levantamento entrevistou 2.160 professores da Educação Básica das redes públicas municipais e estaduais e da rede privada de todo o país. A amostra respeitou ainda a proporção de docentes em cada rede, etapa de ensino e região do País, segundo os dados do Censo Escolar da Educação Básica (MEC/Inep).

“Mais do que desafios, os resultados da pesquisa revelam oportunidades para a valorização docente que são factíveis e podem ser alcançadas em um período de curto e médio prazo, uma vez que a Educação seja, de fato, prioridade na gestão, e o professor seja entendido como ator central de um projeto de educação”, afirma Priscila. De acordo com a pesquisa, dois terços dos entrevistados são mulheres, com média de 43 anos de idade e 17 de carreira.

Escolha da carreira

De acordo com o estudo, os fatores de decisão pela carreira indicam principalmente uma escolha consciente, relacionada mais ao prazer por ensinar e transmitir conhecimento, mas para pouco mais de um terço dos entrevistados foi também uma questão de falta de outras opções.

Entre os entrevistados, 49% dos entrevistados “certamente não recomendariam” a profissão para um jovem. Entre algumas das palavras mais usadas pelos professores para as razões de recomendação ou não da profissão docente, se destacam as relacionadas à não recomendação, como a valorização, o salário e o reconhecimento.

Professores ouvidos pelo Ibope reúnem justificativas pelas quais dizem que não recomendariam a profissão. (Foto: Reprodução/Todos Pela Edução)Professores ouvidos pelo Ibope reúnem justificativas pelas quais dizem que não recomendariam a profissão. (Foto: Reprodução/Todos Pela Edução)

Professores ouvidos pelo Ibope reúnem justificativas pelas quais dizem que não recomendariam a profissão.

(Foto: Reprodução/Todos Pela Edução)

Gestão nas redes

Segundo a pesquisa, os professores entendem que é papel da Secretaria de Educação oferecer oportunidades de formação continuada (76%), mas não concordam que os programas educacionais como um todo estão bem alinhados à realidade da escola (66%). Apontam ainda que falta um bom canal de comunicação entre a gestão e os docentes (64%), e que não há envolvimento dos professores nas decisões relacionadas a políticas públicas (72%). Também consideram aspectos ligados à carreira mal atendidos, como o apoio à questões de saúde e psicológicas (84%), e o salário (73%).

Renda

Em média, a renda pessoal verificada foi de R$ 4.581,40 (4,8 salários mínimos). Ainda segundo o levantamento, quase um terço dos professores afirmaram realizar algum tipo de atividade para complementar sua renda, principalmente na rede particular e no ensino médio. Em média, o incremento na renda é de R$ 439,72.

G1

O que as crianças e os adolescentes devem aprender de computação nas escolas e como isso deve ser ministrado. Debater esse assunto é o objetivo do Seminário Internacional sobre Computação na Educação Básica, que ocorre desta segunda-feira, 30, até terça, 31, na sede do Conselho Nacional de Educação (CNE), órgão vinculado ao Ministério da Educação, em Brasília.

“Quem vai ensinar, o que vai ser ensinado, e como ensinar. É esse resultado que teremos depois desses dois dias de evento”, ressalta o conselheiro do CNE Ivan Siqueira. Ele afirma que, de acordo com a resolução que estabeleceu a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) da educação básica, o CNE ficou responsável pela elaboração das normas específicas de computação, já que a BNCC não estipulou uma matéria sobre esse assunto, que tem previsão de ser estudado em disciplinas como matemática, português e física.

Desde o início do ano, o CNE tem promovido estudos e pesquisas em parceria com o MEC, com a Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e com o Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB) para discutir os conceitos chaves que devem ser repassados para os alunos, quais as habilidades que os professores precisam ter e o que deve constar nos currículos escolares. “Estamos discutindo quais os formatos possíveis para atender as diferentes realidades brasileiras, para assim construir uma base de computação que forme os nossos alunos”, destacou Ivan.

Continue reading

Conheça os Projetos apresentados por Gonzaga Patriota: Projeto permite ingresso de aluno em universidade sem concluir ensino médio.

A Câmara analisa o Projeto de Lei 4870/12, que permite a estudantes maiores de 16 anos de idade, aprovados em processo seletivo para universidades públicas, ingressar na graduação, mesmo que não tenham terminado o ensino médio. A condição prevista pelo texto do deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE) é a conclusão do segundo ano.

Atualmente, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB – 9.394/96) exige que o aluno tenha concluído o ensino médio para ingressar na universidade. Patriota argumenta que a lei não acompanhou a evolução dos processos seletivos, e essa exigência não faz mais sentido. “Se o estudante logrou êxito em processo seletivo para universidade pública, não merece ter sua aprovação frustrada”, argumenta.

Maturidade
Para o deputado, a aprovação mostra que o candidato está completo o suficiente para ingressar na graduação. “Esse aluno não merece perder uma conquista tão difícil e importante pelo fato de não ter concluído uma etapa que já demonstrou ter superado”, acrescenta.

Ainda segundo o parlamentar, a lei atual é constantemente questionada na Justiça por candidatos aprovados que não terminaram o nível médio. Na maioria das vezes, os juízes decidem em favor do aluno. “Somente para a Universidade de Brasília (UnB) encontramos 600 ações decididas a favor dos requerentes que pleiteavam uma vaga”, relata.

Tramitação
O projeto tramita em conjunto com o PL 6834/10, que tem caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Com informações da Agência Câmara Notícias

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A equipe pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de Santa Terezinha-PE recebeu nesta quinta-feira (19), a equipe da Gerência Regional de Educação (GRE), para apresentar os dados do município e traçar estratégias de um trabalho articulado para superar as dificuldades. Na ocasião esteve presente o Prefeito Geovane Martins, seu vice Adarivan Santos e a Assessora Especial Lindeci Martins. O prefeito comentou ainda o esforço do Governo municipal em manter projetos importantes para a educação, a exemplo do Alfabetizar com Sucesso, Projetos Leiturart, Trabalho de Conclusão do Fundamental- TCF, além de vários projetos didáticos e o fortalecimento de formação continuada para os profissionais, pontuou também o suporte de materiais didáticos e reestruturação das escolas. A equipe da GRE destacou que com a estrutura que a educação se encontra o município tem tudo para ser futuramente um dos primeiros municípios do Estado do Pernambuco.

Os coordenadores das escolas, irão estabelecer juntamente com os professores ações para o 2º semestre para melhorar ainda mais a qualidade do ensino e aprendizagem em Santa Terezinha – PE.

Começou ontem (11), em Afogados da Ingazeira, o 2º Encontro de Gestores Municipais de Assistência Social dos Sertões do Pajeú, Moxotó e Itaparica. Serão dois dias de debates e oficinas, no auditório do Hotel Brotas, com a coordenação da equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de Pernambuco. Ao todo, 16 municípios participam do evento, que visa melhorar a qualidade do atendimento das políticas públicas sócio-assistenciais direcionadas à população, e nivelar as recentes mudanças no cadastro único.  A Secretária de Assistência Social de Afogados da Ingazeira, Joana Darc Santos, participou do encontro e destacou a importância da união dos municípios, a troca de experiências, para uma maior qualificação nos serviços prestados. O Secretário Executivo Estadual de Assistência Social, Joelson Rodrigues, destacou que o encontro também objetiva capacitar os profissionais recém-chegados nas secretarias dos municípios. A abertura do encontro foi realizada pelo Vice-Prefeito de Afogados, Alessandro Palmeira. “Mais uma vez Afogados volta a sediar um evento de âmbito regional, tão importante para o nosso estado, e isso nos deixa muito feliz. Inclusive porque se trata de capacitar os nossos profissionais para um melhor atendimento à população, sobretudo aquela parcela mais carente e necessitada de amparo por parte do poder público”, declarou Sandrinho.O encontro prossegue durante esta quinta-feira, onde os municípios socializarão os trabalhos produzidos durante as oficinas realizadas ontem. 

Juiz absolve Lula em processo sobre obstrução de Justiça

juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal de Brasília, absolveu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mais seis pessoas, entre elas o banqueiro André Esteves e o ex-senador Delcídio do Amaral, no caso de suposta tentativa de comprar o silêncio do ex-diretor de Internacional da Petrobras Nestor Cerveró. Para o juiz, não havia provas suficientes de obstrução de Justiça contra os acusados. Lula, José e Maurício Bumlai foram acusados de embaraço à investigação, Delcídio, Diogo e Edson, além de obstrução, por exploração de prestígio e patrocínio infiel. Esteves foi acusado de embaraço e exploração de prestígio. O caso veio à tona no final de 2015 quando Delcídio, então líder do governo Dilma no Senado, acabou preso após ser gravado numa conversa na qual ofereceu auxílio financeiro para evitar a colaboração premiada de Cerveró. A ideia seria evitar que fossem delatados pelo ex-diretor. Segundo a Procuradoria, eles teriam atuado para comprar por R$ 250 mil o silêncio de Cerveró. Esse caso foi a primeira vez que Lula virou réu. A denúncia foi recebida em julho de 2016, mas no ano passado a própria Procuradoria pediu a absolvição do petista por falta de provas.

Foram absolvidos também o advogado Edson Ribeiro, que defendia Cerveró, o pecuarista José Carlos Bumlai e seu filho Maurício, além de Diogo Ferreira, antigo assessor de Delcídio. Com informações da Folhapress.

Faculdade Vale do Pajeú, em São José do Egito. Fotos: Jairo Rafael

Notícia boa para o Pajeú! A Faculdade Vale do Pajeú, com sede em São José do Egito, recebeu na manhã desta quarta (11) o resultado da avaliação empreendida por técnicos especialistas do Ministério da Educação (MEC) durante a semana passada. De acordo com a divulgação, a FVP atingiu conceito 4 (escala de 0 a 5). Com essa nota a instituição já se credencia para obter vantagens que podem beneficiar seus estudantes, entre elas um maior número de vagas no Fies e Prouni. O diretor-presidente da FVP, Dr. Painha, comemorou o resultado obtido com a avaliação e disse: “Parabéns ao povo do Pajeú e a todos os envolvidos que se esforçaram muito para atingir esse padrão de excelência que hoje se converte em resultado também aos olhos do MEC”. Outras informações sobre início de atividades deverão ser dadas em breve pela direção da faculdade, que vai ofertar inicialmente de forma presencial os cursos de Direito, Administração, Contábeis, Enfermagem e Pedagogia, além de dezenas de cursos à distância. Cursos de pós-graduação também deverão ser oferecidos.

Faculdade Vale do Pajeú, em São José do Egito

Fonte. geraldopalmeira.com.br

     Assaltantes ainda não identificados, roubaram a EREM-ST entre os dias 07 e 09, durante a 18° festa do João Pedro de Santa Terezinha PE.  
    Levaram 01 Impressora Epson L395 da secretaria, 01 Som Multilaser, 23 tablets com identificação do governo de Estado, 02 roteadores, 02 baldes grandes, 02 botijões de gás com registros, 02 fardos de bolachas comum, 18 latas de óleos de cozinha, 27 kg de açúcar, 10 kg de arroz, 10 kg de feijão, 14 fardos de charque de 5 kg, 08 achocolatados de 400g e R$ 20,00 da gaveta, pertencentes ao funcionário Naécio.
    A direção da escola solicita a população, que ao identificarem tabletes brancos com detalhes azul, sendo negociados, por gentileza avisarem, pois as pessoas que colaborarem terão suas identificações guardadas em sigilo.

Os direitos sociais garantia de dignidade do ser humano

 Este esboço aborda sobre os direitos sociais do ser humano, sendo embasamento para que o ser humano viva dignamente, necessitando prestações positivas do estado para que sejam efetivados. Com o surgimento da Declaração Universal dos Direitos do Homem (1948), os direitos sociais passaram a ser reconhecidos juntamente com os direitos civis, políticos e humanos.  Na Declaração, os direitos humanos são considerados como direitos naturais, quer dizer que são essenciais à pessoa humana, inseparáveis, fazem parte dela. Os direitos humanos são baseados na dignidade e liberdade da pessoa humana, e são norteados por alguns princípios morais universais, o respeito da vida, a liberdade, a justiça, a igualdade, a fraternidade e a paz.

 

ACESSEM O VÍDEO

Agradecemos a ajuda e pedimos que repassem a informação.  Pois os maiores prejudicados serão os alunos.

Pesquisa avalia programas educacionais do FNDE

 

 

 

 

 

 

 

 

Entrevistas com gestores, técnicos, estudantes e outros agentes serão

realizadas em 600 municípios até o fim de julho

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), promove uma série de entrevistas em todo o Brasil, a partir desta semana, para avaliar os programas educacionais da autarquia, como o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e o Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD), por exemplo. A meta é percorrer 600 municípios até o fim de julho. Pesquisadores da FGV vão agendar entrevistas e visitar escolas durante esse período. A pesquisa pretende ouvir gestores, técnicos educacionais, estudantes, fornecedores e outros agentes envolvidos com a execução dos programas. “A partir dos resultados da pesquisa, teremos um diagnóstico mais preciso sobre o alcance de nossas ações”, avalia o presidente do FNDE, Silvio Pinheiro. “Poderemos, então, estudar modificações para aprimorar os resultados”, finaliza.

28 jun 2018

O acreditar é primordial na caminhada para a construção e consolidação de uma Educação Pública de qualidade, e é com esse sentimento de gratidão e dever cumprido por ter investido e acreditado nos nossos profissionais e estudantes, que o Prefeito Dr. Anchieta Patriota juntamente com a Gestora Regional do Sertão do Alto Pajeú Cecília Patriota, compartilham a alegria pelo destaque do Município de Carnaíba, está em 2° lugar nos ANOS INICIAIS e em 4° lugar nos ANOS FINAIS na nota do IDEPE ( Indice de Desenvolvimento da Educação de Pernambuco).

Diante dessa conquista que nos envaidece é preciso manter o foco e direcionamento para juntos mantermos o crescimento e o avanço das metas projetadas, rumo a uma EDUCAÇÃO de qualidade cada vez melhor!!!

FNDE repassa R$ 961 milhões do salário-educação
Foto: João Bittar/MEC

Recursos estão disponíveis a partir desta quarta-feira, dia 13

Estados, municípios e o Distrito Federal já podem utilizar a parcela de maio do salário-educação. Responsável pelo repasse dos recursos, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) transferiu na última segunda-feira, dia 11, R$ 961,9 milhões para entes federativos de todo o Brasil.

Nesta parcela, foram destinados R$ 532,86 milhões para as redes municipais e R$ 429,04 milhões para as redes estaduais e distrital. O montante repassado a cada ente federativo pode ser conferido no portal do FNDE (www.fnde.gov.br), em Liberação de recursos.

Ao lado do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o salário-educação é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino. Trata-se de uma contribuição social recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social. A alíquota é de 2,5% sobre a folha de pagamento.

Após a arrecadação, feita pela Receita Federal, cabe ao FNDE repartir os recursos, sendo 90% em quotas estadual/municipal (2/3) e quota federal (1/3), e 10% para serem utilizados pela autarquia em programas e ações voltados à educação básica. Distribuída com base no número de matrículas no ensino básico, a quota estadual/municipal é depositada mensalmente nas contas correntes das secretarias de educação. Já a quota federal é destinada ao FNDE, para reforçar o financiamento da educação básica, com o intuito de reduzir os desníveis socioeducacionais entre municípios e estados.

 

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
CLIQUE AQUI e fale com os ministros, fiquem de OLHO bem aberto alguma informação entre em contato com os ministros.

CLIQUE AQUI e veja receita e despesa do seu municípios.

Aqui você encontra informações sobre a aplicação do dinheiro público nos municípios e no estado de Pernambuco.

Zé Freitas no Facebook

Zé Freitas no Twitter
Parceiros