Ateliê Geilson
Natura
Natália Calçados

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

  • 28
  • 22
  • 24
  • 20
  • 11
  • 09
  • 11
  • 01
  • 29
  • 03
  • 04
  • 05
  • 07
  • 02

Supermercado
Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
 

 Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter oFlash Player instalado. 

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

Notícias

Randolfe Rodrigues

Randolfe RodriguesFoto: Agência Brasil

Em uma votação relâmpago, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou hoje (26) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 10/2013, que acaba com o foro privilegiado. O texto, relatado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), determina o fim do foro por prerrogativa de função para todas as autoridades brasileiras, inclusive para o presidente da República, nas infrações penais comuns.A matéria também permite a prisão de membros do Congresso Nacional condenados em segunda instância nas infrações comuns. Hoje, eles são julgados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e só podem ser presos após condenação definitiva da Corte. Para o autor da proposta, senador Alvaro Dias (PV-PR), a PEC pode inaugurar uma nova justiça, que só vai valer se os privilégios forem eliminados e todos se tornarem iguais perante a lei. “Não existem mais justificativas para esse tipo de privilégio em pleno século 21” disse. “Esta é uma exigência da coletividade. E, em qualquer pesquisa que se faça hoje nas redes sociais, nós verificamos que 95% da população colocam como imposição da hora o fim do foto privilegiado”, afirmou o senador.

Ele lembrou ainda que o Supremo Tribunal Federal está “abarrotado” e não tem condições de julgar todas as ações que envolvem políticos protegidos pelo foro privilegiado.

Tramitação

Continue lendo

© WÔLMER EZEQUIEL / DIÁRIO DO AÇO

O governo ilegítimo de Michel Temer enviou ao Congresso golpista projeto de lei que tomou o número 6787/16. O conteúdo da proposta, embora não tenha surpreendido os que conheciam os propósitos do Golpe de 2016, indignou a todos que têm o mínimo compromisso com o Estado Social de Direito inaugurado pela Constituição de 1988 e, atualmente, em fase de aniquilação.
Nem a ditadura militar, nem mesmo FHC, no auge de sua sanha flexibilizadora, nos anos 1990, ousara propor alterações tão nefastas para o trabalhador brasileiro: ampliação das possibilidades de contratação a tempo parcial, prevalência do negociado sobre o legislado – mesmo quando estabelecidas condições menos favoráveis ao trabalhador do que aquelas previstas na lei -, em temas como jornada de trabalho (até 12 horas diárias) e duração mensal do trabalho (até 220 horas), redução de intervalo intrajornada (para até 30minutos), fim da remuneração do tempo de percurso, banco de horas, entre outros relevantes aspectos. Montou-se a farsa da Comissão Especial, com a aprovação de audiências públicas para inglês ver, porque nada do que ali foi dito por professores, magistrados, advogados, membros do Ministério Público (alguns dos quais foram ofendidos por integrantes da desqualificada base do governo) foi levado em consideração pelo Relator, o inacreditável deputado Rogério Marinho. Isso ficou evidente quando este divulgou o seu relatório, propondo alteração em mais de duzentos pontos da CLT, inovando, absolutamente, em relação ao texto original do projeto de lei, portanto sobre aspectos que não foram – e nem poderiam ter sido – discutidos nas referidas audiência públicas. O substitutivo do relator é destrutivo. Centrado em cinco eixos, pretende a) mitigar a relevância institucional da Justiça do Trabalho, com a adoção de mecanismos alternativos de resolução de conflitos – inclusive a arbitragem de direitos indisponíveis -, de obstáculos ao acesso à jurisdição trabalhista, tabelamento de indenizações por danos morais sofridos pelo trabalhador, imposição de preparo recursal para o trabalhador sucumbente em  ação trabalhista, fim do impulso de ofício, pelo juiz, na execução trabalhista, limitação do papel interpretativo do TST; b) ampliação do alcance da terceirização, para além do disposto na Lei 13.429/17, recentemente editada, inclusive na atividade-fim empresarial; c) introdução do contrato de trabalho de jornada intermitente, que permitirá a remuneração exclusivamente das horas efetivamente trabalhadas, independentemente do tempo em que o trabalhador esteve à disposição do empregador; d) eliminação da fonte de custeio das entidades sindicais, com o fim do imposto sindical; e) introdução da figura do trabalhador hipersuficiente, aquele que, tendo formação superior, ganhar salário igual ou maior do que o dobro do teto de benefícios da previdência social (algo, hoje, em torno de R$ 11.000,00), empregado que poderá negociar individualmente com o empregador, sem a necessidade de assistência sindical, presumindo-se, na hipótese equilíbrio que absolutamente não pode existir entre as partes.

Continue lendo

A proposta seguirá para o plenário da Casa com calendário especial.

Randolfe acatou uma emenda do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que estabelece que os presidentes da República, da Câmara, do Senado e Supremo Tribunal Federal (STF) continuam sendo julgados pela Suprema Corte por infrações penais comuns.Em casos de crime de responsabilidade, ministros de Estado, comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, membros dos Tribunais Superiores e do Tribunal de Contas da União e chefes de missão diplomática de caráter permanente também continuam com foro.

De todas as celebrações de Pessach (a Páscoa judaica), apenas uma foi a verdadeira. Ela aconteceu mais de 34 séculos atrás, quando o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó estava fazendo os preparativos para libertar Seu povo escolhido da escravidão no Egito.

O Senhor havia enviado Moisés e seu irmão Arão a Faraó para exigir que fosse permitido aos israelitas irem para o deserto a fim de adorá-lO. Faraó se recusou a dar a permissão. Então, Deus atacou o Egito com nove pragas devastadoras. Mesmo assim, Faraó ainda se recusou a permitir que os israelitas deixassem o Egito.

Então, Deus falou a Moisés: “Ainda mais uma praga trarei sobre Faraó e sobre o Egito. Então, vos deixará ir daqui; quando vos deixar, é certo que vos expulsará totalmente” (Êxodo 11.1). Deus, como sempre, fez como havia prometido. A décima praga é a chave para o feriado de Pessach porque envolve o cordeiro pascal. A décima praga foi a morte de todos os primogênitos machos, tanto seres humanos quanto animais. E, diferentemente das nove pragas anteriores, que nunca afetaram Gósen, onde moravam os israelitas, essa praga afetaria a todos.

O Senhor também usou a décima praga para ensinar aos israelitas o princípio bíblico da redenção por meio de um substituto. Ele disse a Moisés: “Consagra-me todo primogênito; todo que abre a madre de sua mãe entre os filhos de Israel, tanto de homens como de animais, é meu” (Êxodo 13.2). Se os israelitas deixassem de seguir as instruções de Deus, esses primogênitos morreriam, juntamente com os primogênitos dos egípcios.

Deus disse aos israelitas que escolhessem um cordeiro ou um cabrito, macho, jovem, (um por família), no décimo dia do mês de nisan e observassem seu cordeiro durante três dias para se assegurarem de que ele era “sem defeito” (Êx 12.5). Depois, as instruções foram: “e o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o imolará no crepúsculo da tarde. Tomarão do sangue e o porão em ambas as ombreiras e na verga da porta, nas casas em que o comerem” (Êxodo 12.6-7).

O Senhor também lhes disse: “naquela noite, comerão a carne assada no fogo; com pães asmos e ervas amargas a comerão. Não comereis do animal nada cru, nem cozido em água, porém assado ao fogo: a cabeça, as pernas e a fressura” (Êxodo 12.8-9).

Deus não estava interessado nas preferências pessoais deles com relação ao preparo dos alimentos. Os cordeiros deveriam ser preparados de acordo com o que Deus falasse, e nada dos animais deveria ser guardado. “Nada deixareis dele até pela manhã; o que, porém, ficar até pela manhã, queimá-lo-eis” (Êxodo 12.10).

Naquela noite, com o sangue na verga de suas portas, o povo judeu sentou-se em suas casas e comeu o cordeiro pascal. Eles não deveriam sair das casas. Quando Deus via o sangue nas portas, Ele protegia aquela família do destruidor que passou pela terra à meia-noite (Êx 12.29). Onde não havia sangue, os primogênitos machos daquelas famílias do Egito, inclusive a do Faraó, morreram. O julgamento deu a vitória ao Deus de Israel e expôs a impotência dos ídolos e falsos deuses do Egito. Os elementos-chave da Páscoa original eram o cordeiro assado, ervas amargas e pão sem fermento. Os sêderes (ceias pascais) de hoje são muito diferentes. O cordeiro é substituído pelo osso da canela (parte da perna abaixo do joelho) de um cordeiro, chamado zerah em hebraico. As ervas amargas permanecem, bem como o pão sem fermento (matzoh). Mas outros elementos foram acrescentados, e o feriado foi transformado de um tempo sóbrio de apreensão em uma celebração alegre de libertação.

Embora hoje Pessach seja substancialmente diferente da observação original, ela ainda aponta claramente para o profundo amor de Deus por Israel e a libertação física que Ele proporcionou ao povo judeu. A principal mensagem de Pessach, logicamente, é a redenção. É sobre o plano de Deus para redimir Israel da escravidão. Todavia, ela contém paralelos maravilhosos para a cristandade:

1. O cordeiro foi observado durante três dias para se certificarem de que ele era perfeito, sem nenhum defeito. Jesus foi cuidadosamente observado durante Seus três anos de ministério na terra e foi declarado inocente pelo governador romano, Pôncio Pilatos, que afirmou: “eu não acho nele crime algum” (Jo 19.6). João Batista, um levita, disse de Jesus: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!‘ (João 1.29).

2. Imediatamente após a Páscoa, é celebrada a festa de sete dias dos Pães Asmos (sem fermento). Na Bíblia, o fermento representa o pecado. Portanto, durante estes sete dias, o povo judeu observador da Lei se abstém de comer todos os produtos que contêm um agente levedador, como o fermento. A Escritura ensina que Jesus, o Deus-Homem, era perfeito – sem defeito, sem pecado – tornando-se o perfeito sacrifício para um Deus santo e justo.

3. Finalmente, vem o feriado dos Primeiros Frutos (Primícias, Lv 23.9-14). De acordo com a Bíblia, essa festa deveria ser observada “no dia imediato ao sábado” (Levítico 23.12). Embora haja algum desacordo quanto ao que essa instrução significa, a festa das Primícias claramente cai durante Pessach. No cristianismo, essa festa é associada à ressurreição de Cristo. Como escreveu o Apóstolo Paulo:

Mas, de fato, Cristo ressuscitou dentre os mortos, sendo ele as primícias dos que dormem. Visto que a morte veio por um homem, também por um homem veio a ressurreição dos mortos. Porque, assim como, em Adão, todos morrem, assim também todos serão vivificados em Cristo” (1 Coríntios 15.20-22).

Continue lendo

Beto Barata/PR

A dinâmica do movimento político é mesmo surpreendente. Já dizia o falecido político mineiro Magalhães Pinto que a política é como as nuvens no céu: você olha em um determinado momento, está de um jeito. Passados alguns minutos, você vai conferir a configuração acima da tua cabeça e está tudo mudado. Se já é difícil entender o fenômeno em si, a tarefa torna-se ainda muito mais complexa ainda quando se tenta fazer algum tipo de previsão.

 Depois de ter conseguido aprovar a chamada “PEC do Fim do Mundo” no final do ano passado com relativa facilidade na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, o governo começa agora a enfrentar a realidade da chamada resistência generalizada. Aquela emenda constitucional estabelecia o congelamento das despesas sociais do orçamento por longos 20 anos e foi aceita pela maioria dos parlamentares ainda muito influenciados pelo discurso uníssono do governo e da imprensa em torno da necessidade imperiosa de um ajuste fiscal rigoroso.
 Apesar de todo o debate que os opositores tentamos abrir na sociedade a respeito da irresponsabilidade criminosa subjacente àquela medida, o fato é que a reação popular não foi forte o suficiente para impedir o avanço da proposição e sua aprovação em 13 de dezembro. Até a data parece ter sido escolhida com bastante empenho e atenção pelos dedicados assessores palacianos. Em 1968, no mesmo dia, havia sido editado o famigerado AI-5, quando o Brasil mergulhou de forma profunda na pior fase da ditadura militar.
Não obstante a amplitude do arsenal de maldades envolvidos na mudança constitucional válida por 2 décadas, talvez a pulverização das atrocidades a serem cometidas no futuro tenha dificultado o sentimento de revolta da maioria da população. Por mais que o Brasil esteja afundado em uma crise econômica e social sem precedentes, assistimos a um inexplicável grau de apatia e consentimento das forças sociais. Essa relativa passividade fica ainda mais difícil de ser compreendida em se tratando de redução das verbas públicas dedicadas a temas como previdência, saúde, educação, assistência e tantos outros tão necessários em momentos como o que vivemos atualmente.
 
Reforma da Previdência: desaprovação generalizada.

Continue lendo

O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem. (Jesus Cristo)

Estamos vivenciando a cada dia a banalização da carne, o corpo,  que deveria ser algo que redundasse para a honra                                                                         Pr. Dário Gomes 

do homem (ser humana) e para a glória de Deus, é usado para vergonha e promiscuidade. Nosso corpo deve ser o templo de Deus e morada do Espírito Santo, porque o corpo não foi feito para o pecado.Uma das maiores preocupações do mundo hodierno é a satisfação carnal, onde o corpo nada mais é que um instrumento de satisfação, onde até crianças são instruídas ou incentivadas a terem suas experiências com  coleguinhas. Onde a religião, que busca o bem estar das pessoas e uma melhor aproximação a Deus, é tomada como comportamento anormal e retrógrado  e as influências carnais como normais e atuais. Num paíz que se diz cristão, o cristianismo está em segundo plano e as influências de uma sociedade, que não tem compromisso com Deus, tomam os lugares mais sublimes. Onde o homem de bem e respeitoso pai de família é ridicularizado por assim ser, enquanto um outro que vive defendendo a imoralidade e prega a flagelação da família é tratado de “Vossa Excelência”.

A carne é fraca: Expressão bíblica que nos faz entender o quanto somos dependentes de Deus  e o quanto necessitamos estar em comunhão com Deus para podermos vencer os ímpetos carnais. A vigilância nos leva a fugir dos momentos e locais que podem nos levar ao pecado, a oração nos une a Deus para termos forças para vencermos esses ímpetos. No Getsêmani, aproximando-se o momento mais cruciante da vida de Cristo, Ele convoca seus discípulos a orarem, a fim de poderem vencer a si mesmos,  em meio a tudo quanto iriam enfrentar. Mateus 26:41 – Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.

Mateus 15:10, 11 –  E, chamando a si a multidão, disse-lhes: Ouvi, e entendei: O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.

Mateus 15: 15 a 20 –  E Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: Explica-nos essa parábola. Jesus, porém, disse: Até vós mesmos estais ainda sem entender?  Ainda não compreendeis que tudo o que entra pela boca desce para o ventre, e é lançado fora?  Mas, o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem.  Porque do coração procede  os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias. São estas coisas que contaminam o homem; mas comer sem lavar as mãos, isso não contamina o homem.

A preocupação dos homens da época de Cristo era por causa de um ritual em lavar mãos para purificação do corpo, e não por higiene, ao que o Senhor combateu com veemência. Da mesma forma muitos se preocupam com   a estética do corpo, com o bem estar pessoal, com a apresentação de um corpo sadio e se esquece de que Deus quer mesmo é a santificação do corpo , e essa santificação, no corpo,  é fruto de um espírito forte diante de Deus, afinal há uma guerra constante entre corpo e espírito, um dos dois  com certeza  vencerá.

Gálatas 5:16-25 –  Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.  Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.  Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.

Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito.

A Palavra de Deus ainda adverte: I Corintios 6:13 –  Os alimentos são para o estômago e o estômago para os alimentos; Deus, porém, aniquilará tanto um como os outros. Mas o corpo não é para a prostituição, senão para o SENHOR, e o SENHOR para o corpo.

I Corintios 3:16-17 –  Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?  Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.

Cuidemos de nossa vida diante de Deus, afastando nosso corpo de tudo que venha a nos tirar da presença de Deus, quanto a carne podre que se vendem nos grandes  centros, não sei, pois sou nordestino e moro no sertão de Pernambuco e aqui a gente compra carne no açougue público, carne fresquinha, não industrializada, é como dizia nossos pais sertanejos: Carne verde de verdade.

” Reflitam bem na palavra de DEUS, é o melhor alimento Espiritual!

Homicídios atingiram novo recorde em Pernambuco. Foto: JC Imagem/Arquivo

Homicídios atingiram novo recorde em Pernambuco. Segurança pública preocupa MPPE.

Foto: JC Imagem/Arquivo

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) abriu inquérito civil para investigar possível omissão do Governo do Estado na área da segurança pública. Segundo a apuração preliminar, a falta de efetivo suficiente da Polícia Militar nas ruas pode ter influência direta no aumento da violência. O promotor de Justiça Westei Conde, da Promotoria de Defesa dos Direitos Humanos, está a frente das investigações. Na decisão sobre a abertura do inquérito, o promotor destacou a preocupação com o aumento do número de homicídios em Pernambuco, que apresentou recorde nos últimos meses, segundo estatísticas da Secretaria de Defesa Social (SDS). Somente nos dois primeiros meses deste ano, foram registrados 977 assassinatos no Estado.

Westei Conde vai investigar a possível omissão e/ou insuficiência, por parte do Governo Estadual, de medidas para recomposição do efetivo da Polícia Militar para suprir o atual déficit.

“No decorrer da década, apesar do crescimento populacional, não houve recomposição suficiente do efetivo da PMPE, diminuindo a proporção de policial militar por habitantes em Pernambuco”, pontuou.

Atualmente, há 18.850 PMs no Estado. Para sanar o déficit de policiais nas ruas, o Governo de Pernambuco criou o Programa de Jornada Extra (PJEs). Nos dias de folga, os PMs podem, voluntariamente, se inscrever para trabalhar e ganhar pelas horas extras.

Mas, segundo o promotor, o programa é apenas uma medida “paliativa”. Ele destaca, por exemplo, que nos meses de janeiro e fevereiro houve uma baixa adesão da categoria (devido à operação padrão iniciada no ano passado) e que isso pode se repetir nos próximos meses. “Há um inegável impacto negativo na segurança pública decorrente do decréscimo de efetivo policial militar nas ruas.”

Ofícios serão encaminhados à secretarias de Defesa Social, Administração e Planejamento de Gestão, além do Comando Geral da PM, com pedido de esclarecimentos.

Reforço nas ruas

A previsão do Governo do Estado é de que até o final deste semestre, 1,5 mil novos policiais militares reforcem as ruas. Eles estão em fase de treinamento, após aprovação em todas as etapas do concurso público.

jc.ne10.uol.com.br

milho-grao-colheita (Foto: Alternative Heat/CCommons)
Operadores negociaram na BM&FBovespa quase 63 mil contratos futuros de milho em fevereiro (Foto: Alternative Heat/CCommons)

O mercado futuro brasileiro aumentou em 12,3% as negociações de commodities agropecuárias e de energia em fevereiro. A informação é da BM&FBovespa. Ao todo, foram 97.498 contratos negociados no mês passado. Em fevereiro de 2016, o volume tinha sido de 86.795 papeis negociados.

Os números incluem os contratos brasileiros, além dos papeis ligados à soja na Bolsa de Chicago e petróleo em Nova York (WTI), que também podem ser operados pela plataforma brasileira. Os resultados mostram que o milho foi o produto com maior liquidez no mercado futuro brasileiro. Foram 62.823 contratos, 49,5% a mais que em fevereiro de 2016.

O contrato futuro de boi gordo aparece como o segundo de maior liquidez em fevereiro, mesmo com uma diminuição no volume negociado. Conforme o relatório mensal da bolsa, foram negociados 23.332 papeis, queda de 15,3% em comparação com o mesmo mês no ano passado.

O maior crescimento nas negociações foi registrada no contrato futuro de etanol hidratado, que tem uma representatividade bastante baixa no total das operações. De um ano para outro, o volume passou de 435 para 808 papeis, considerando só o mês de fevereiro.

Os operadores na BM&FBovespa mostraram também maior interesse nos contratos referenciados em soja na Bolsa de Chicago. Em fevereiro, foram 3.921 contratos futuros, um aumento de 47,6% em relação ao mesmo mês no ano passado, quando foram 2.656 papeis.

Bimestre

No acumulado dos dois primeiros meses do ano, as negociações de petróleo e produtos agropecuários aumentaram 22,5% na comparação com o mesmo período em 2016. O volume passou de 160.996 para 197.205 contratos de um ano para outro.

A exemplo do resultado mensal, o milho foi o produto mais negociado, com 122.527 contratos. O volume foi 55,3% maior comparando o primeiro bimestre deste ano e do ano passado. Em seguida aparece o boi gordo, com 45.145 papeis (-13%).

Os Correios anunciaram nesta segunda-feira, 6, o início de sua atividade como operadora de telefonia celular móvel. Após vários anos para tirar o projeto do papel, a estatal divulgou o que tem a oferecer para usuários em comparação com as operadoras mais tradicionais.

Por enquanto, a empresa oferece apenas um plano pré-pago. Pagando R$ 30, o usuário tem direito a 30 dias de internet. O pacote inclui 1 GB de internet, mas, ao fim da franquia, a empresa diz que não cortará completamente a conexão do usuário e vai apenas reduzir a velocidade. As velocidades podem chegar a até 5 Mbps no 4G, mas, quando o usuário estourar a franquia, as taxas de transferências caem para 32 Kbps.

Reprodução

O pacote também traz algumas outras vantagens interessantes, entre as quais está o uso grátis do WhatsApp, inclusive para realização de chamadas de voz. Além disso, os Correios prometem que, se o usuário renovar o pacote dentro de um prazo, os benefícios não usados de um mês se acumulam para o próximo. Ou seja: em teoria, se usou só 500 MB do seu pacote de 1 GB, você deve ter 1,5 GB de internet no mês seguinte.

Para finalizar, a estatal ainda promete 100 minutos de chamadas para qualquer celular ou telefone fixo de qualquer DDD.

Por enquanto, o Correios Celular está disponível apenas em São Paulo, e os usuários já podem retirar chips em algumas unidades espalhadas pela cidade. A empresa promete que o serviço deve ser expandido para o resto do Brasil, e que até setembro de 2017 estará disponível para 90% da população.

O que é a Correios Celular?

O plano da estatal vem de longa data. O primeiro registro de que os Correios tinham o interesse em tornar-se uma operadora móvel virtual (a famosa MVNO) é de 2014, com a autorização do Ministério das Comunicações para que a empresa começasse a operar dessa forma. A proposta é aproveitar a força da marca dos Correios para alcançar 1 milhão de usuários até o fim do ano.

Como MVNO, os Correios não terão infraestrutura própria. A estatal fechou acordo com a empresa EUTV, também conhecida pelo nome fantasia Surf Telecom, para prestação do serviço. Curiosamente, a Surf também é uma MVNO, que usa a infraestrutura da TIM para operar nacionalmente.

Os Correios prometem simplicidade e clareza na forma como prestam seu serviço. Uma pesquisa da empresa diz que a maioria do público não confia nas companhias, e que não vê clareza sobre como seus créditos são gastos. O objetivo é deixar muito claro quantos gigabytes de dados, quantos minutos de chamadas e quantas mensagens SMS estão inclusas no plano contratado. A empresa também aposta em sua marca, vista como uma das instituições mais confiáveis do Brasil, ao lado da família e do Corpo de Bombeiros, de acordo com Ara Minassian, coordenador do projeto.

uol

O Projeto de Lei do Senado (PLS) 291/2014, de autoria do senador Cristovam Buarque (PPS-DF), destina ao Fundo Social (FS) os recursos públicos que tenham sido desviados por corrupção, e posteriormente recuperados por meio de ações de combate a esse crime econômico. Criado pela Lei nº 12.351, de 22 de dezembro de 2010, o Fundo Social tem 50% dos seus recursos destinados a educação e saúde.

Atualmente, o projeto encontra-se pronto para a pauta na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Dê sua opinião: http://bit.ly/PLS291-2014

A investida criminosa contra duas agências bancárias no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, na madrugada desta quinta-feira (2) envolveu, pelo menos, nove pessoas, das quais seis foram mortas e outras três foram presas, segundo as polícias Civil e Militar. De acordo com os comandos, o trio foi detido após ter se rendido aos policiais que seguiram para o local e os outros seis foram perseguidos até um canavial no município de Moreno, também no Grande Recife, onde trocaram tiros com o policiamento e não resistiram após serem baleados. 

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (2), os comandos das polícias informaram que três pessoas foram feitas reféns durante a ação. “Esses reféns chegaram a ser feridos pelos suspeitos durante a ocorrência, mas todos passam bem. Eles foram liberados antes mesmo de o segundo grupo fugir”, esclarece o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Joselito Amaral. Vítimas e testemunhas foram levadas para depor na sede do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), na Zona Oeste do Recife.

Material apreendido pela polícia foi apresentado em coletiva de imprensa no Recife nesta quinta (2) (Foto: Marina Meireles/G1)

Material apreendido pela polícia foi apresentado em coletiva de imprensa no Recife nesta quinta (2) (Foto: Marina Meireles/G1)

Os integrantes da quadrilha são de estados como Pernambuco, Alagoas, Acre e Rio Grande do Norte. “Notamos que essa quadrilha tem atuação interestadual porque, logo após o assalto à Brink’s, no Recife, houve uma ocorrência semelhante no Sertão do Rio Grande do Norte. Isso pode nos sugerir uma ligação com a quadrilha que atuou aqui e a investigação está trabalhando para avaliar essa possibilidade”, explicou o chefe da Polícia Civil.

Ainda de acordo com Amaral, os três presos foram levados para prestar depoimento no Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri) e vão responder pelos crimes de organização criminosa, roubo qualificado, uso de arma de fogo, concurso de pessoas e restrição da liberdade. Para cada um dos envolvidos, a pena é de 68 anos de prisão, podendo ser dobrada devido às duas agências que sofreram a tentativa de assalto.

Material apreendido

Continue lendo

 

O horário de verão deste ano possibilitou uma economia de R$ 159,5 milhões, decorrentes da redução do acionamento de usinas térmicas durante o período de vigência da medida. O número é maior do que previsto pelo governo, que esperava uma economia de R$ 147,5 milhões, mas ficou abaixo do resultado do ano passado, quando o total chegou a R$ 162 milhões.

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico, no Sistema Sul, houve uma redução da ordem de 4,3% na demanda no horário de pico (entre as 18h e as 21h), o que equivale, aproximadamente, ao atendimento do dobro da carga da cidade de Florianópolis neste horário. No Sistema Sudeste/Centro-Oeste, a redução da demanda foi equivalente ao atendimento da metade da carga da cidade do Rio de Janeiro no horário de ponta, aproximadamente.

Esta edição do horário de verão durou 126 dias, de 16 de outubro de 2016 a 19 de fevereiro de 2017. De acordo com o Ministério de Minas e Energia, além da economia de dinheiro, a medida gera ganhos qualitativos com a redução do consumo no horário de pico noturno, diminuindo os carregamentos no sistema de transmissão, proporcionando maior flexibilidade operativa para realização de manutenções em equipamentos e redução de cortes de carga em situações de emergência, o que gera um aumento na segurança do atendimento ao consumidor final.

Edição: Luana Lourenço

Projeto Inova Social vai beneficiar cerca de 450 produtores de 46 municípios localizados em Pernambuco e na Paraíba, que tem como vocação produtiva a criação de caprinos e ovinos

O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, e o chefe-geral da Embrapa Caprinos e Ovinos, Marcos Bomfim, discutiram parceria para implantação do Projeto Inova Social, que tem como foco o aumento da produção de leite (caprinos e ovinos), melhoria no processo de beneficiamento e de comercialização do produto, que será transformado em queijo. Em Pernambuco serão beneficiados os criadores dos sertões do Pajeú e do Moxotó, que têm a caprinovinocultura como uma das vocações produtivas.

Por meio do BNDES serão investidos R$ 5 milhões no projeto, que vai atender mais de 450 produtores de 46 municípios localizados em Pernambuco e na Paraíba com ações de fomento e fortalecimento da cadeia, executadas ao longo de cinco anos. As primeiras atividades serão as oficinas de mobilização onde os técnicos da Embrapa e Sara/IPA vão identificar as principais demandas dos produtores. 

“A partir desse diagnóstico vamos promover a transferência de tecnologia e de conhecimento visando o aumento da produção por meio do melhoramento genético, técnicas de boas práticas de manejo dos animais e de produção de alimentos para garantir um produto final de qualidade, gerando maior rentabilidade ao setor”, pontuou o secretário Nilton Mota. Ele acrescenta que essas parcerias são resultado da determinação do governador Paulo Câmara que “orienta todos os seus gestores a fazer mais com menos”.

Também participaram da reunião os integrantes da Embrapa Caprinos e Ovinos, Olivardo Facó (chefe adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento); Antônio Silvio do Egito Vasconcelos e Nívea Regina de Oliveira Felisberto Perdigão (pesquisadores), além do presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Gabriel Maciel.

 

COMUNICADO 

A Companhia Pernambucana de Saneamento –COMPESA – Comunica a População em geral que desde 12h 30min de hoje, o sistema da Adutora do Pajeú está parado devido a um problema no quadro de comando da Estação Elevatória 01 Floresta, paralisando as cidades de Afogados da Ingazeira, Carnaiba, Quixaba, Tabira, Solidão, Tuparetama e os Distritos de Jabitaca e Borborema, e reduzindo a vazão de São José do Egito.

Por tal motivo ficará com o abastecimento suspenso com previsão de retorno para o final da tarde, mas assim que o problema for resolvido volta a comunicar através dos meios de comunicação.

A Compesa lamenta o ocorrido e pede desculpas aos seus clientes.

Atenciosamente,

Eduardo José de Brito

Coordenador De Produção – GNR Alto Pajeú

Afogados da Ingazeira, 23 de Fevereiro de 2017

Cauê Rodrigues

O domingo de Carnaval será acompanhado de um espetáculo a mais: um eclipse do Sol que poderá ser admirado de quase todas as regiões do país. Em algumas partes do globo como o sul do Chile, Argentina e África ele será total (quando a Lua encobre o Sol completamente), mas, aqui no Brasil, será parcial e uma meia-lua luminosa poderá ser vista no céu. O fenômeno deve atingir seu ponto máximo entre 11h e 12h30 e pode durar até 3 horas, dependendo da localização do observador.

Veja também

Eclipse parcial do sol no céu da cidade de Sopron, na fronteira austro-húngara.

Estados mais ao sul terão uma visualização melhor do eclipse – mas isso não impede que outras regiões possam ver pelo menos uma parte da Lua encobrindo o Sol. Segundo o astrônomo Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), apenas algumas partes do Maranhão, Tocantins, Mato Grosso, Rondônia e Pará não conseguirão ver nada. “De maneira geral, quanto mais ao sul do país, maior a fração do Sol que será encoberta pela Lua”, afirma. De acordo com ele, em alguns estados a sombra da Lua poderá ocultar até 70% do Sol.

O horário máximo do eclipse também varia de acordo com a posição de quem observa. “A sombra da Lua se desloca do Oeste para o Leste. Portanto, os territórios mais a Oeste verão o fenômeno antes do que as regiões mais próximas do oceano”, diz Rojas. Cidades que ficam perto das fronteiras com a Argentina e o Paraguai poderão observar o auge do eclipse por volta das 11h, enquanto em estados como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília isso acontece um pouco mais tarde, em torno das 11h30. Os últimos a ver o eclipse serão os observadores da Paraíba e do Rio Grande do Norte, que só poderão admirá-lo perto das 12h30. “Vale a pena estar de prontidão pelo menos meia hora antes destes horários para acompanhar o desenrolar da fase máxima do eclipse parcial”, comenta o astrônomo.

Como se preparar

Continue lendo

Exultai sobre ela [Babilônia], ó céus, e vós, santos, apóstolos e profetas, porque Deus contra ela julgou a vossa causa” (Ap 18.20).

Se, de fato, é justo para com Deus que ele dê em paga tribulação aos que vos atribulam e a vós outros, que sois atribulados, alívio juntamente conosco, quando do céu se manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu poder, em chama de fogo, tomando vingança contra os que não conhecem a Deus e contra os que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus” (2Ts 1.6-8).

Recentemente, completei o ensino do Livro do Apocalipse.[1] Algo que realmente captou a minha atenção por todo o livro foi a ênfase nas criaturas de Deus que se regozijam e reconhecem a justiça do juízo de Deus durante toda a Tribulação e na Segunda Vinda. Por todo o Apocalipse existe um sentimento de que a intervenção do juízo de Deus na história, quando ela finalmente ocorre, já deveria ter acontecido há muito tempo. Entretanto, creio que muitos de nós freqüentemente consideramos triste o futuro juízo de Deus sobre aqueles que receberão Seus severos golpes. Mas esta não é a atitude defendida no céu quando aos crentes é declarado que se regozijem, em Apocalipse 18.20.

O Juízo Futuro

Continue lendo

O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, coordenou nesta terça-feira (21/02) reunião de acompanhamento com as entidades responsáveis pela implantação de cisternas de caráter produtivo, contratadas por meio de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Durante o encontro, foram discutidos encaminhamentos para a execução dos programas de implantação dos equipamentos e liberados mais R$ 4,651 milhões que, somados  às liberações das cisternas de consumo humano, receberam aporte de R$ 21,1 milhões nos últimos 90 dias. Os valores estarão disponíveis para a Diocese de Pesqueira, Cecor, Copagel, Chapada e Centro Sabiá nesta quarta-feira (22/02), dentro de um cronograma previsto no plano de trabalho e acordado com as entidades. Nos dois últimos anos, foram investidos cerca de R$ 116 milhões na construção de 24.826 cisternas, beneficiando mais de 120 mil pessoas.

“Estamos buscando dar a máxima celeridade na construção dessas tecnologias sociais de extrema importância para a população do semiárido, que convive há seis anos com a estiagem. Ações como essa demonstram a determinação do governador Paulo Câmara em realizar parcerias com os governos municipais e federal, levando esperança de uma vida melhor à população através do acesso à água em suas localidades”, afirmou o secretário Nilton Mota.

Gerência de Comunicação

   Nenhum plano, propósito e promessa de Deus se frustra. Ele pode fazer e realizar tudo que quiser, desejar e planejar em nossas vidas. Nada do que Deus planeja nos frustra ou se tem erros, pois, Deus nunca nos decepciona, mas sim sempre nos surpreende e abençoa, já que tudo que promete e planeja simplesmente se realiza perfeitamente e surpreendentemente.      Nenhum plano, propósito e promessa de Deus se frustra. Ele pode fazer e realizar tudo que quiser, desejar e planejar em nossas vidas. Nada do que Deus planeja nos frustra ou se tem erros, pois, Deus nunca nos decepciona, mas sim sempre nos surpreende e abençoa, já que tudo que promete e planeja simplesmente se realiza perfeitamente e surpreendentemente.

                   

 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira em atendimento ao TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado pelo Ministério Público, Polícia Militar, Prefeitura e representantes do segmento de bares e restaurantes, vem intensificando o trabalho de orientação preventiva, fiscalização e notificação. A ação visa atender às constantes reclamações da população, quanto à perturbação do sossego (som alto) e à mobilidade (mesas e cadeiras ocupando integralmente as calçadas e obrigado às pessoas, muitas vezes idosas, a irem pra rua disputar espaço com carros e motos). “Essa será uma ação permanente, que envolve não só a Prefeitura, mas também equipes do Ministério Público e o efetivo da PM. Vamos fiscalizar todos, sem distinção, e agradecemos a compreensão daqueles que já estão se adequando às normas definidas pelo Ministério Público,”afirmou o Vice-Prefeito Alessandro Palmeira. Na noite de ontem (15) foram fiscalizados 08 bares e restaurantes, além do parque de diversões situado na Avenida Rio Branco. Em dois estabelecimentos, devido a reincidência, foi preciso efetivar a apreensão de mesas e cadeiras que ocupavam irregularmente o passeio público. Os estabelecimentos vistoriados situavam-se no Centro de Afogados e nos bairros São Francisco e Cohab/Sobreira. Hoje a fiscalização continua e deverá abranger outros bairros. 

A população pode denunciar possíveis abusos através da ouvidoria, pelo número de telefone (que também é whatsapp): 99978 1666.

Prefeitura de Afogados da Ingazeira
Núcleo de Comunicação Social
Resultado de imagem para Carmen Lúcia
O juiz federal Sérgio Moro, que conduz os processos da Lava Jato em primeira instância. Foto: Evaristo Sá/AFP

Nos dias 6 e 7 de fevereiro a Universidade de Columbia e a New School for Social Research, em Nova Iorque, receberão o juiz Sérgio Moro e a presidente do STF, Carmen Lúcia, para um debate sobre corrupção e seus impactos nos negócios brasileiros, com foco na Operação Lava Jato. O evento acontece das 12h30 às 15h15, no dia 6, e das 17h às 20h, no dia 7, horário de Brasília.               

Thomas Trebat, diretor do Global Center do Rio de Janeiro, destaca a importância da discussão do tema na Universidade de Columbia. “Hoje o mundo todo tem acesso à informação muito rápido. Um assunto como este, a corrupção, é algo que interessa a todos independente de acontecer ou não em seu país. A Universidade de Columbia acha importante levantar este debate”, explica ele. 

No primeiro dia, o evento acontecerá às 12h30, horário de Brasília e receberá, além do juiz Sergio Moro, Alberto Ramos (Goldman Sachs), Lisa Schineller (Standard and Poor’s), Otaviano Canuto (World Bank), Luiz Pinto (Qatar University), Albert Fishlow e Marcos Troyjo, de Columbia. 

No segundo dia, a presidente do STF, Carmen Lucia, fechará o evento às 19h30, horário de Brasília e focará no tema do fortalecimento das instituições no combate à corrupção. O evento começará às 17h, horário de Brasília, e receberá Paulo Roberto Galvão (Ministério Público Federal), Deborah Wetzel (World Bank), Matthew Taylor (American University), Ernesto Calvo (University of Maryland), Andrew Arato (The New School), Daniel Kaufmann (Natural Resource Governance Institute), e Paul Lagunes (Columbia University) participarão do debate. 

jb

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
CLIQUE AQUI e fale com os ministros, fiquem de OLHO bem aberto alguma informação entre em contato com os ministros.

CLIQUE AQUI e veja receita e despesa do seu municípios.

Aqui você encontra informações sobre a aplicação do dinheiro público nos municípios e no estado de Pernambuco.

Zé Freitas no Facebook

Zé Freitas no Twitter
Parceiros