Recicla Net

Óticas Olhar Brasil
Lojas Surya
Supermercado Compre Bem
Natália Calçados

Seg Vida
 

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

Social

 

Pastor Audeir: Neste domingo 29.11.2020I acontecerá na Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Santa Terezinha  o culto em Ação de Graça pelo aniversário do círculo de oração , cantora convidada Clemilda santos ,pregador Eev .Dario Gomes, na direção do pastor presidente Ailton José Alves direção local Evangelista Audeir  Lopes ,venha vc e nosso convidado especial Deus tem uma palavra para o seu coração.

Pastor Valdeir: São 35 anos de círculo  de oração.

O tema da festa é:  Por causa disso, me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus cristo. Efésios: 3;14

João Valadares

Recife, PE

Servidores com cargos comissionados na Prefeitura do Recife estão sendo escalados pelos chefes diretos para cumprir desde o primeiro turno missões diárias na campanha de João Campos (PSB). Filho do ex-governador Eduardo Campos, o candidato é apoiado pelo prefeito Geraldo Julio (PSB). As convocações incluem bandeiraços, distribuição de panfletos em semáforos e comunidades e o uso de camisetas amarelas —cor da coligação do PSB. São feitas em grupos organizados pelo WhatsApp e divididos de maneira sistêmica por secretarias e órgãos públicos municipais. A Folha teve acesso ao conteúdo de grupos de pelo menos quatro secretarias municipais e confirmou a autenticidade das mensagens após entrevistar alguns dos funcionários que integram o que eles chamam de “time”. Em algumas das mensagens postadas, o servidor precisa indicar qual a agenda em que ele estará presente. Os grupos são compostos por no máximo dez pessoas e têm uma espécie de capitão, geralmente o que tem maior poder hierárquico dentro do órgão municipal, que orienta os comandados. Parte deles relata que, apesar de serem chamados de “voluntários”, são pressionados e constrangidos pelos chefes a cumprir a missão determinada.

Em um dos grupos a que a Folha teve acesso, uma funcionária que ocupa cargo de chefia na Secretaria de Turismo da Prefeitura do Recife lista numa mensagem postada o que os cargos comissionados devem fazer naquele determinado dia. “Pessoal, amanhã preciso do grupo inteiro. Vamos sair do posto às 17h de ônibus, pontualmente, para alguma ação na nona zona (não tenho o destino final). Peço que usem amarelo, ok?” Em seguida, uma nova mensagem informa aos subordinados o ponto onde os servidores públicos devem se encontrar para começarem o trabalho. “O ponto de encontro é no posto shell às 16h45. Não vou confirmar os nomes porque conto com a presença de todos nesta reta final”, diz o aviso postado.

Um dos integrantes do grupo confirmou à Folha que existe uma coação velada para que todos os servidores estejam no local determinado após as convocatórias. No fim da agenda, uma foto de todo o grupo é postada para comprovar o cumprimento da demanda estabelecida. “Gente, nesse segundo turno, não iremos fazer sinal. Será apenas comunidade e com carga máxima. Aguardem novas orientações”, diz a mensagem postada pela mesma funcionária. Dois dias após a divulgação dos resultados do primeiro turno, que colocou João Campos e Marília Arraes (PT) na disputa final, uma nova mensagem foi encaminhada a todos os comissionados da secretaria. “Gente, vencemos a primeira batalha e agora vamos ganhar a guerra. A partir de amanhã, voltaremos às ruas com toda força. Teremos ações todos os dias para todos os times. Aguardem novas orientações.” Em outro grupo, um alerta importante para os servidores é emitido: “Ontem, às 23h, recebi uma nova planilha com alteração de algumas escolas. Vou colocar a planilha aqui e peço que, com muito cuidado, vocês procurem os nomes de vocês e em seguida preencham uma lista confirmando que sabem onde vão atuar no dia D!”.

Os funcionários municipais respondem com um “ok”. Um dos servidores explicou à Folha que, na maioria das vezes, as mensagens convocatórias estabelecem um ponto de encontro. De acordo com ele, que não se identificou por temer represálias, todos entram em um ônibus e vão para os destinos estabelecidos. Não há, de acordo com o relato dele, pagamentos de lanches ou uso de carros oficiais. “Peço que não esqueça de usar amarelo, tá? Acabaram de reforçar esse pedido. Peço que todos contribuam. Muito obrigada”, diz a mensagem postada no grupo na primeira semana do segundo turno. Os nomes dos funcionários são listados um a um com a ação de campanha a ser feita no dia. “Ação Panfletagem porta a porta. Quarta-feira (25/11). Saída: 16h30 (Praça do Arsenal). Local: Nova descoberta (6ª zona)”, avisa mensagem postada nesta quarta-feira (25) em um dos grupos. A Folha conversou com um dos “capitães”, que exerce cargo de chefia em um dos órgãos municipais. Ele relatou que os ônibus com os servidores saem com 40 pessoas. Há determinação para as pessoas não irem com seus próprios veículos ao local da ação. De acordo com as mensagens convocatórias, o objetivo é não dispersar o grupo e mostrar força e união. Há ainda a ressalva de que os ônibus estão pagos e são caros.

” Cadê a justiça  eleitoral?

Continue lendo

Para Lalo Leal, EBC passa por um processo “imoral”, em que pessoas sem habilitação ocupam cargos técnicos
– EBC/Agência Brasil

Sete militares da reserva ocupam postos de comando na Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), recebendo, somados, R$ 146 mil por mês, R$ 20 mil de média. Seis deles, foram admitidos em 2019, durante o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Apenas um foi contratado em 2018, quando Michel Temer (MDB) presidia o país.

As informações foram adquiridas via Lei de Acesso à Informação (LAI), através do coletivo Fiquem Sabendo. De acordo com o levantamento, os militares Cássio Murilo Garcia Coutinho (R$ 21 mil), Cristiano Mendonça Filho (R$ 17 mil), Hidenobu Yatabe (R$ 26 mil), Luiz Gustavo Franco da Rocha (R$ 14 mil), Marcio Kasuaki Fusissava (R$ 25 mil), Pedro Felix de Goes Junior (R$ 14 mil) e Roni Baksys Pinto (R$ 26 mil) ocupam cargos de direção, chefia e assessoramento.

Havia um oitavo militar da reserva na lista, era o general Luiz Carlos Pereira Gomes (R$ 29 mil), que ocupava a presidência da EBC, mas que foi exonerado em 29 de setembro. Em seu lugar, assumiu o publicitário Glen Lopes Valente, que ficará no comando da estatal até 31 de outubro de 2021.

Márcio Garoni, funcionário da empresa e diretor da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) aponta que esses miliares “são o braço do governo dentro da empresa”. “Eles são os quadros do governo que gerenciam a EBC em cargos estratégicos. São cargos de direção, que definem as diretrizes da empresa, que basicamente é um desmonte. No Maranhão, a EBC foi fechada, no ano passado. A comunicação está cada vez mais institucional e governista na EBC”, afirma. Para o sociólogo e jornalista Laurindo Lalo Leal, a perda de autonomia da estatal vem desde 2016. “Em primeiro lugar é preciso dizer que a ocupação das emissoras públicas em golpes de estado pelo mundo é uma prática recorrente. Aqui não foi diferente. Um dos primeiros atos do governo golpista de Michel Temer foi acabar com o caráter público da EBC transformando-a em empresa governamental”

Ainda de acordo com Leal, durante o atual governo houve um crescimento “imoral” no número de pessoas que passaram a ocupar funções especializadas “sem nenhuma habilitação para ocupá-los”. “No governo Bolsonaro esse processo foi aprofundado e passou a ser operado diretamente por militares colocados em postos de comando. Uma prática de aparelhamento aplicada a praticamente todos os órgãos do governo. Militares da reserva principalmente viram nessa política a oportunidade de aumentarem significativamente os seus soldos.”

Demissões

Enquanto coloca militares da reserva em postos de comando, com salários altos, a EBC tem reduzido o seu quadro de trabalhadores. Desde 1 de janeiro de 2019, data da posse de Jair Bolsonaro, 90 trabalhadores da estatal foram demitidos. As exonerações custaram R$ 1,4 milhão aos cofres públicos.

Continue lendo

SANTA TEREZINHA – PE

                                               FPM – FUNDO DE PARTICIPACAO DOS MUNICIPIOS
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
10.11.2020 PARCELA DE IPI R$ 103.258,87 C
PARCELA DE IR R$ 642.552,42 C
RETENCAO PASEP R$ 7.458,10 D
RFB-PREV-OB COR R$ 160.539,63 D
RFB-PREV-OB DEV R$ 12.730,79 D
RFB-PREV-PARC60 R$ 4.209,78 D
DEDUCAO SAUDE R$ 111.871,69 D
DEDUCAO FUNDEB R$ 149.162,25 D
TOTAL: R$ 299.839,05 C
20.11.2020 PARCELA DE IPI R$ 34.903,06 C
PARCELA DE IR R$ 86.795,85 C
RETENCAO PASEP R$ 1.216,98 D
DEDUCAO SAUDE R$ 18.254,82 D
DEDUCAO FUNDEB R$ 24.339,78 D
TOTAL: R$ 77.887,33 C
TOTAIS PARCELA DE IPI R$ 138.161,93 C
PARCELA DE IR R$ 729.348,27 C
RETENCAO PASEP R$ 8.675,08 D
RFB-PREV-OB COR R$ 160.539,63 D
RFB-PREV-OB DEV R$ 12.730,79 D
RFB-PREV-PARC60 R$ 4.209,78 D
DEDUCAO SAUDE R$ 130.126,51 D
DEDUCAO FUNDEB R$ 173.502,03 D
DEBITO FUNDO R$ 489.783,82 D
CREDITO FUNDO R$ 867.510,20 C

ITR – IMPOSTO  TERRITORIAL  RURAL

DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
10.11.2020 RETENCAO PASEP R$ 0,07 D
DEDUCAO SAUDE R$ 1,45 D
DEDUCAO FUNDEB R$ 1,93 D
ITR-NAO CONVEN R$ 9,69 C
TOTAL: R$ 6,24 C
20.11.2020 RETENCAO PASEP R$ 0,19 D
DEDUCAO SAUDE R$ 3,62 D
DEDUCAO FUNDEB R$ 4,82 D
ITR-NAO CONVEN R$ 24,14 C
TOTAL: R$ 15,51 C
TOTAIS RETENCAO PASEP R$ 0,26 D
DEDUCAO SAUDE R$ 5,07 D
DEDUCAO FUNDEB R$ 6,75 D
ITR-NAO CONVEN R$ 33,83 C
DEBITO FUNDO R$ 12,08 D
CREDITO FUNDO R$ 33,83 C

FUS – FUNDO SAUDE

DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
10.11.2020 ORIGEM FPM R$ 111.871,69 C
ORIGEM ITR R$ 1,45 C
TOTAL: R$ 111.873,14 C
20.11.2020 ORIGEM FPM R$ 18.254,82 C
ORIGEM ITR R$ 3,62 C
TOTAL: R$ 18.258,44 C
TOTAIS ORIGEM FPM R$ 130.126,51 C
ORIGEM ITR R$ 5,07 C
DEBITO FUNDO R$ 0,00 D
CREDITO FUNDO R$ 130.131,58 C

FUNDEB –  FNDO  MANUT  DES  EDUC  BASICA E   VLRIZ   PROF   EDUC

DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
10.11.2020 ORIGEM ITR R$ 53,65 C
ORIGEM IPVA R$ 1.727,78 C
ORIGEM ITCMD R$ 4.828,17 C
ORIGEM IPI-EXP R$ 855,54 C
ORIGEM ICMS EST R$ 18.654,00 C
ORIGEM FPE R$ 91.319,43 C
ORIGEM FPM R$ 67.670,82 C
TOTAL: R$ 185.109,39 C
17.11.2020 ORIGEM IPVA R$ 1.890,85 C
ORIGEM ICMS EST R$ 69.338,96 C
TOTAL: R$ 71.229,81 C
20.11.2020 ORIGEM ITR R$ 3,73 C
ORIGEM IPI-EXP R$ 289,19 C
ORIGEM FPE R$ 14.894,80 C
ORIGEM FPM R$ 11.042,29 C
TOTAL: R$ 26.230,01 C
TOTAIS ORIGEM ITR R$ 57,38 C
ORIGEM IPVA R$ 3.618,63 C
ORIGEM ITCMD R$ 4.828,17 C
ORIGEM IPI-EXP R$ 1.144,73 C
ORIGEM ICMS EST R$ 87.992,96 C
ORIGEM FPE R$ 106.214,23 C
ORIGEM FPM R$ 78.713,11 C
DEBITO FUNDO R$ 0,00 D
CREDITO FUNDO R$ 282.569,21 C

SNA – SIMPLES NACIONAL

DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
13.11.2020 SIMPLES NACION. R$ 10,00 C
16.11.2020 SIMPLES NACION. R$ 90,11 C
18.11.2020 SIMPLES NACION. R$ 234,00 C
19.11.2020 SIMPLES NACION. R$ 59,16 C
20.11.2020 SIMPLES NACION. R$ 230,89 C
23.11.2020 SIMPLES NACION. R$ 35,40 C
24.11.2020 SIMPLES NACION. R$ 2.380,96 C
TOTAIS SIMPLES NACION. R$ 3.040,52 C
DEBITO FUNDO R$ 0,00 D
CREDITO FUNDO R$ 3.040,52 C
TOTAL DOS REPASSES NO PERIODO
DEBITO BENEF. R$ 489.795,90 D
CREDITO BENEF. R$ 1.283.285,34 C

 

 Segunda parcela  20.11.2020 

SANTA TEREZINHA – PE

FPM – FUNDO  DE  PARTICIPACAO  DOS  MUNICIPIOS
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
20.11.2020 PARCELA DE IPI R$ 34.903,06 C
PARCELA DE IR R$ 86.795,85 C
RETENCAO PASEP R$ 1.216,98 D
DEDUCAO SAUDE R$ 18.254,82 D
DEDUCAO FUNDEB R$ 24.339,78 D
TOTAL: R$ 77.887,33 C
TOTAIS PARCELA DE IPI R$ 34.903,06 C
PARCELA DE IR R$ 86.795,85 C
RETENCAO PASEP R$ 1.216,98 D
DEDUCAO SAUDE R$ 18.254,82 D
DEDUCAO FUNDEB R$ 24.339,78 D
DEBITO FUNDO R$ 43.811,58 D
CREDITO FUNDO R$ 121.698,91 C
ITR – IMPOSTO TERRITORIAL RURAL
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
20.11.2020 RETENCAO PASEP R$ 0,19 D
DEDUCAO SAUDE R$ 3,62 D
DEDUCAO FUNDEB R$ 4,82 D
ITR-NAO CONVEN R$ 24,14 C
TOTAL: R$ 15,51 C
TOTAIS RETENCAO PASEP R$ 0,19 D
DEDUCAO SAUDE R$ 3,62 D
DEDUCAO FUNDEB R$ 4,82 D
ITR-NAO CONVEN R$ 24,14 C
DEBITO FUNDO R$ 8,63 D
CREDITO FUNDO R$ 24,14 C
FUS – FUNDO SAUDE
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
20.11.2020 ORIGEM FPM R$ 18.254,82 C
ORIGEM ITR R$ 3,62 C
TOTAL: R$ 18.258,44 C
TOTAIS ORIGEM FPM R$ 18.254,82 C
ORIGEM ITR R$ 3,62 C
DEBITO FUNDO R$ 0,00 D
CREDITO FUNDO R$ 18.258,44 C
FUNDEB – FNDO MANUT DES EDUC BASICA E VLRIZ PROF EDUC
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
20.11.2020 ORIGEM ITR R$ 3,73 C
ORIGEM IPI-EXP R$ 289,19 C
ORIGEM FPE R$ 14.894,80 C
ORIGEM FPM R$ 11.042,29 C
TOTAL: R$ 26.230,01 C
TOTAIS ORIGEM ITR R$ 3,73 C
ORIGEM IPI-EXP R$ 289,19 C
ORIGEM FPE R$ 14.894,80 C
ORIGEM FPM R$ 11.042,29 C
DEBITO FUNDO R$ 0,00 D
CREDITO FUNDO R$ 26.230,01 C
SNA – SIMPLES NACIONAL
DATA PARCELA VALOR DISTRIBUIDO
20.11.2020 SIMPLES NACION. R$ 230,89 C
23.11.2020 SIMPLES NACION. R$ 35,40 C
24.11.2020 SIMPLES NACION. R$ 2.380,96 C
TOTAIS SIMPLES NACION. R$ 2.647,25 C
DEBITO FUNDO R$ 0,00 D
CREDITO FUNDO R$ 2.647,25 C
TOTAL DOS REPASSES NO PERIODO
DEBITO BENEF.

R$ 43.820,21 D

CREDITO BENEF.

R$ 168.858,75 C

Para saber informações sobre as distribuições de FPE/FPM/IPI (comunicados decendiais, cartilha, estimativa e liberação das cotas), consulte o sítio do Tesouro (http://www.tesouro.fazenda.gov.br/web/stn/-/transferencias-constitucionais-e-legais).

O governador Paulo Câmara anunciou, nesta segunda-feira (23.11), que o pagamento do 13º salário do funcionalismo estadual será pago em 18 de dezembro. Juntamente com os pagamentos das folhas de novembro e dezembro, isso representa uma injeção de R$ 3,2 bilhões na economia do Estado em um período de 30 dias. Os recursos são um forte propulsor diante da adversidade econômica causada pela pandemia do novo coronavírus.

O Estado possui, atualmente, 122.063 servidores ativos, 74.988 inativos e 25.589 pensionistas, totalizando 222.640 funcionários.

“Este ano tem sido um desafio para todos nós, nos mais diversos setores da administração pública. A expectativa de que teríamos um ano de recuperação fiscal foi mais uma vez frustrada, agora com a crise sem precedentes provocada pela pandemia da Covid-19. Fizemos nosso dever de casa, conseguimos reduzir despesas, além de provocar uma reação da economia a partir da retomada proporcionada pelo nosso plano de convivência. Diante de tudo isso, temos a condição de anunciar que o 13° do funcionalismo estadual será pago no próximo dia 18 de dezembro.

Serão mais de R$ 3,2 bilhões injetados na nossa economia em 30 dias, quando consideramos as folhas de novembro e dezembro. Gostaria de agradecer o empenho de todos os servidores nesse ano tão desafiador, em especial aos que contribuíram diretamente para a construção desse resultado”, ressaltou Paulo Câmara. As folhas de novembro e dezembro totalizam R$ 1,1 bilhão (cada), já o 13º salário representa R$ 1 bilhão. “Pernambuco vem fazendo seu dever de casa. Mesmo diante de uma grave situação econômica, conseguimos realizar mais de R$ 627 milhões em gastos extraordinários que não estavam previstos no orçamento com o combate ao coronavírus, recursos exclusivamente do tesouro estadual”, comentou o secretário da Fazenda, Décio Padilha.

Padilha também ressaltou a queda de arrecadação do ICMS no Estado e os desafios enfrentados para honrar os compromissos.  “Tivemos uma baixa de R$ 400 milhões na arrecadação de ICMS, quando comparamos com o mesmo valor do ano passado. A situação é desafiadora, mas vale lembrar que cortamos R$ 513 milhões em despesas de custeio, principalmente no sentido de priorizar o investimento do Estado na saúde, segurança e educação dos cidadãos”, assegurou. O secretário da Fazenda ressaltou que o primeiro quadrimestre do próximo ano será muito difícil, mas que o Estado está firme e preparado para encarar os desafios de 2021. A secretária de Administração do Estado, Marília Lins, disse que “mesmo diante de um cenário adverso provocado pela pandemia do novo coronavírus, o governador Paulo câmara vem adotando medidas de enfrentamento e unindo esforços com o objetivo de manter as contas públicas equilibradas para honrar os seus compromissos junto aos servidores públicos”. Segundo ela, o anúncio reflete o compromisso da gestão e é mais uma medida de valorização e estímulo ao fortalecimento da gestão de pessoas no Estado.

Eduardo Machado
Secretário de Imprensa
eduardomaxado@gmail.com
(81) 99987.6336 | 3181.2227

dinheiro (40 reais)
No total, são seis ciclos. Em cada uma, todos os beneficiários recebem uma nova parcela – Créditos da foto: Reprodução

O quinto e penúltimo ciclo de pagamentos do auxílio emergencial para pessoas não inscritas no Bolsa Família começou neste domingo (22). Até 12 de dezembro serão depositadas parcelas de R$ 600 ou de R$ 300, dependendo de quando o beneficiário teve o cadastro aprovado. O domingo (22) foi reservado para aniversariantes de janeiro. Nesta segunda-feira (23) é a vez dos nascidos em fevereiro. Para quem está inscrito no Bolsa Família, o pagamento segue o calendário do próprio programa.


São 3,1 milhões de beneficiários / Arte: Caixa Econômica

Por enquanto, o dinheiro só fica disponível para transações digitais, como pagamentos, por meio do aplicativo Caixa Tem. A partir do dia 19 de dezembro, o valor será liberado para saques e transferências para os nascidos em janeiro e fevereiro.


Liberação de saques deste quinto ciclo vai adentrar o ano de 2021 / Arte: Caixa Econômica

A parcela recebida neste domingo depende de quando o beneficiário começou a receber o auxílio. No máximo é possível chegar a nove parcelas, sendo cinco de R$ 600 e quatro de R$ 300. Por exemplo, quem recebeu a primeira parcela em abril, quando o programa foi lançado, conseguirá as nove parcelas no fim do programa, ou seja, no sexto ciclo de pagamentos. Mas quem teve a primeira em maio, terá direito a oito parcelas, e, assim, sucessivamente. 
Descontinuidade  
Apesar dos indicativos de permanência da pandemia de coronavírus e uma tendência ao aumento de novas contaminações, o governo federal não cogitou a possibilidade de continuidade das parcelas para 2021. Além disso, falta definição sobre a estruturação do programa Bolsa Família para o próximo ano

O Ministério da Cidadania apresentou um plano de R$ 34 bilhões para o Bolsa Família em 2021. O valor está no patamar do que foi utilizado em 2014, época em que o país tinha uma taxa de desemprego de 4,8% da população, contra 14,4% no trimestre encerrado em agosto deste ano.  

Edição: Daniel Lamir

 (Fotos: PH Reinaux/Divulgação)
Fotos: PH Reinaux/Divulgação
A candidata a Prefeita do Recife, Marília Arraes (PT), participou de um importante ato no Pátio do Carmo, na manhã desta sexta-feira, para celebrar o Dia da Consciência Negra. Ao lado de representantes do movimento negro, Marília reforçou o seu compromisso com a luta pela igualdade racial no Recife.
“O nosso compromisso é resgatar a cidade do abandono, tirar o título de capital mais desigual do Brasil. Essa desigualdade tem cor e mostra o quanto a nossa sociedade é injusta. Enquanto não combatermos o racismo estrutural, a gente não combate a desigualdade”, disse a candidata. Segundo a assessoria de imprensa, Marília também reforçou o compromisso da sua gestão, a partir do ano que vem, com o fortalecimento da segurança. “No dia de hoje, também quero reafirmar o meu compromisso com as mulheres negras e com a juventude negra. Não podemos deixar que a violência seja protagonista”, frisou. 
 A candidata do PT também assinou uma carta compromisso entregue por representantes da comunidade da Capoeira. “São compromissos relacionados a políticas públicas que os capoeiristas precisam”, finalizou Marília.
O ato reuniu aproximadamente trinta pessoas. – Foto: Foto de Familiares

Nesta sexta-feira (20), em alusão ao Dia da Consciência Negra, foi realizada uma manifestação de familiares e amigos das pessoas presas nos cativeiros do sistema prisional cearense, em frente a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), em Fortaleza. De acordo com Maria Lima, que estava participando do ato, organizado pela Frente Estadual pelo Desencarceramento, houve ação truculenta da polícia e três manifestantes foram detidos durante a ação.

Aproximadamente 30 pessoas estavam seguindo a manifestação. “Era uma manifestação artística. Tinham faixas, os Tambores de Safo estavam lá batucando, e aí o ato ia ter uma encenação contra a ação de tortura dentro dos presídios. Estava tudo tranquilo, a gente estava tocando, colocando as faixas. A gente ia para frente da SAP e aí eles determinaram um limite para não avançar. A gente nem avançou, ficamos até o limite, aí eles começaram a mandar a gente recuar e a gente não recuou e aí eles tacaram spray de pimenta, bala de borracha pra cima, um dos meninos correu para não ser pego e foi derrubado no chão, vários policiais em cima dele”, disse Maria. Ela relatou ainda que a ação da polícia foi truculenta. “Tinham crianças no ato, as mães estavam com seus filhos, tinham senhoras… Eles foram truculentos. Em nenhum momento sequer eles hesitaram. E aí detiveram três militantes negros que estavam mais a frente, falando no megafone”.

SAP

Continue lendo

Atlas da Violência revela que taxas de morte entre pessoas dessas duas raças cresceram nos últimos anos

morte de João Alberto Silveira Freitas,de 40 anos, espancado e morto em um supermercado Carrefour de Porto Alegre, está inserida em um contexto em que a população negra é a principal vítima de homicídios no País. Os dois homens flagrados em vídeos durante o espancamento estão presos e devem responder por homicídio culposo. Segundo o Atlas da Violência 2020, as taxas de morte da população negra apresenta crescimento nacional nos últimos anos. Em 2018, o último que tem os dados compilados no documento, 75,7% das vítimas de homicídios são pretas e pardas. Ainda segundo o atlas, entre 2008 e 2018, as taxas de homicídio apresentaram um aumento de 11,5% para os negros, enquanto para os não negros houve uma diminuição de 12,9%. Além disso, uma pessoa negra tem mais chances de ser morta do que um não negro em todos os Estados brasileiros, com exceção do Paraná.

75% das vítimas de homicídios no Brasil são pretas e pardas
75% das vítimas de homicídios no Brasil são pretas e pardas

Foto: Roberto Casimiro / Estadão Conteúdo

“Esse caso, na véspera do Dia da Consciência Negra, uma data tão importante de luta e toda a população negra, demonstra algo que está encravado na história brasileira”, aponta Amanda Pimentel, pesquisadora do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Como ela explica, historicamente, a violência e o racismo sempre estiveram muito próximos na história do País e que, nesse cenário, a população negra e pobre continua sendo a principal vítima de ações de forças de segurança, seja privadas ou públicas. “Os dados mostram que não são casos isolados”, comenta. Para a pesquisadora, se a ação for individualizada para a conduta dos agressores, sem haver uma discussão ampla sobre a preparação dos profissionais que trabalham na área de segurança, esse tipo de situação continuará a se repetir frequentemente. Isso passa, por exemplo, por estereótipos racistas que interpretam como suspeitas a partir da cor da pele, de roupas e do território em que vive. “Todas essas características estigmatizam apenas uma parcela da população, em geral negra e pobre.” A manda ainda destaca que o uso excessivo da força diante de situações que não demandam essa reação são comuns no País, tanto na polícia quanto na segurança privada – a qual, por vezes, é exercida também por policiais, que, pela precarização da função, procuram outra fonte de renda. “Existe uma desproporcionalidade muito grande entre as forças que se aplicam diante de uma situação concreta que não precisaria daquela reação.” A Anistia Internacional classificou como “inadmissível” a atuação violenta dos agentes. “Mais um corpo negro tombou. João Alberto Silveira Freitas foi espancado até a morte nas dependências de uma loja do Carrefour, em Passo D’Areia, Porto Alegre, e é mais uma vítima do racismo estrutural no país.”

Uma trajetória politica do inesquecível  Vanin de Danda o qual não resiste a covid 19 e faleceu nesta madrugada de 20/11
                       Vanin e o pai Danda Martins e amigos
   Ex- presidente da Câmara Municipal na época
Vanhin e o dr. Edsom  Moura, neste momento o mesmo já estava articulando para disputar o poder executivo
Vanin já agindo como prefeito no distrito do Tigre
O prefeito no programa Mãe coruja participando de uma solenidade
O prefeito de Santa Terezinha PE, Geovane Martins faleceu nesta madrugada (02/11), no hospital Alfa de Recife PE. Após lutar no leito de uma UTI durante dias. O mesmo tem 51 anos, filho do ex prefeito Danda Martins, que foi uma relevante  liderança política neste município.
      VANIN seguiu o legado do pai. Foi Vereador por vários mandatos e seus principais focos foram trabalhar na área da Saúde e Educação. Desde tempos remotos como vereador fez muito pela saúde de muitos do município, sempre socorrendo vidas, transportando pacientes e conseguindo vagas em procedimentos da saúde.
Nosso blog se solidariza com a família neste momento de dor. Desejando que o Senhor Jesus na sua infinita misericórdia console e fortaleça o coração da sua mãe, esposa, filhos e demais familiares e amigos. “Deus é nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia” Salmo 46:1.
       
        O ex- deputado José Marco de Lima.
Encaminho nota de pesar de Zé Marcos pela morte de Vanin de Danda.
    Neste momento de perda, venho externar condolências aos familiares do meu amigo Geovani Martins. Vanin de Danda deixou marcada sua trajetória pelo grande trabalho desenvolvido em Santa Terezinha, lugar que tanto amava. Que o Criador o receba em sua nova morada e ampare familiares e amigos dando a força necessária neste momento de tanta dor.
                                                                                        José Marcos de Lima
     

Nessa hora passa um filme… de todos os momentos vividos nesses 6 anos. De cada renúncia, de cada choro e das inúmeras alegrias. Um turbilhão de sentimentos, difíceis de expressar em palavras. O coração tá transbordando de felicidade! Só agradecer.

Aconselhar de forma bíblica e eficaz é o alvo de todos aqueles que desejam ajudar casais a superarem os estágios de crise que, por vezes, assaltam a vida conjugal.

Evangelista Audeir Lopes

  • Quais são as qualidades que um bom conselheiro deve ter e como obter mais receptividade e sucesso no aconselhamento.
  • O que a igreja deve estabelecer quanto ao tratamento dado aos casais?
  • Quando nos propomos a discutir o tema “O tratamento dado aos casais na igreja”, algumas perguntas são necessárias para reflexão:
  • Qual a consciência da igreja como Comunidade Terapêutica?

O que a igreja está fazendo de prático e eficaz na busca de solução para os casais e os casamentos em crise?

  • A igreja é responsável pela formação de seus membros em todas as áreas?

A dimensão da crise de relacionamento de casais dentro das igrejas hoje é tão grande, que se constitui num desafio para a liderança.

CASAIS, FAMÍLIA E IGREJA

  • Compromisso com prioridades ajustadas

Uma igreja com propósitos sérios tem compromisso com prioridades ajustadas.

  • A compreensão sobre a importância do casamento na visão de Jesus faz com que a igreja ajuste sua lista de prioridades segundo a vontade de Deus. Seria por acaso que Jesus realizou seu primeiro milagre público em uma festa de casamento? (Jo 2:1-11).
  • Com certeza não. Essa escolha, de começar suas intervenções sobrenaturais públicas a partir de um momento de celebração da união conjugal deixa claro que, para Jesus, o casamento era prioridade como o início da família, que por sua vez é o ponto de partida, a origem de todos os relacionamentos interpessoais.
  • O apóstolo Paulo dedicou um espaço significativo em suas epístolas, orientando sobre como deveria ser construída a relação entre o casal e a família.
  • O apóstolo revela o quanto ele priorizava esta questão, quando escreveu para Timóteo dizendo: “Ora, se alguém não tem cuidado dos seus e especialmente dos de sua própria casa, tem negado a fé, é pior do que o descrente” (1 Tm. 5:8).
  • Para Pedro, o apóstolo, a relação de casal era tão essencial, que ele escreve dizendo que o sucesso da oração do marido e da esposa depende de como eles se relacionam (1 Pe. 3:7).

  • Só é possível a igreja desenvolver um projeto com casais, que seja eficiente e eficaz, a partir do momento em que houver compreensão da importância de se estabelecer um relacionamento verdadeiro, honesto e franco entre eles, tratando de seus dilemas como prioridade. E preciso trabalhar conhecendo a realidade.
  • O desafio das mudanças (família de ontem x família de hoje)

A família mudou por causa das novas realidades e necessidades que forçaram-na a uma adaptação. Pense na família de anos atrás, quando os quintais com árvores eram o paraíso das crianças, a natureza era a companheira inseparável de todos, desde o bebe até o vovô. Não havia TV, vídeo game, microondas, celular etc. Havia mais tempo para as pessoas estarem juntas, para o diálogo.

  • Apesar de não haver toda esta tecnologia de hoje, a família tinha um estilo de vida mais interessante.
  • As mudanças também têm a ver com fatores sociais e econômicos.
  • Hoje, a família deixou de ser patriarcal (onde os filhos casavam e continuavam próximos dos pais), para ser nuclear (onde os poucos filhos demonstram tendências, bem cedo, de buscar outros lugares para morar, quer por opção pessoal ou por necessidade).
  • Além de tudo isso, temos o desemprego, a mulher trabalhando fora, a crise moral etc.
    • Em nossa sociedade moderna, os problemas se agravam ainda mais pelo conceito distorcido sobre o matrimônio. A facilidade do divórcio faz com que muitas pessoas banalizem o casamento.
    • Em geral, o casamento é visto com menos seriedade e a família mudou o seu jeito de ser. No entanto, as famílias continuam a existir e as pessoas continuam se casando. Diante desta realidade, se a igreja perder a visão da atenção aos problemas das famílias hoje, oferecendo espaço para orientação e soluções, amanhã essa igreja estará com a sua missão de ajuda e de reconciliação seriamente comprometida.

Igreja Comunidade Terapêutica

  • Quando lemos o livro de Atos e as epístolas, fica explícito que a igreja não era apenas uma comunidade de evangelização, de ensino e de discipulado, mas também servia como uma comunidade terapêutica.
  • Vejamos alguns pontos básicos a serem considerados, como: os objetivos do aconselhamento de casais; o perfil do conselheiro eficaz; e como fazer o trabalho de aconselhamento de casais.
  • Objetivos do aconselhamento de casais
  • É essencial que, tanto o conselheiro, quanto o aconselhado, estabeleçam alvos definidos para o aconselhamento, a fim de que saibam onde desejam chegar. Jesus tinha dois alvos para os indivíduos que ajudava: vida abundante na terra e vida eterna no céu (Jo 3:16; 10:10).
  • A função do conselheiro é a mesma: mostrar às pessoas como ter uma vida abundante (vida com qualidade) e apontar a vida eterna. Sabemos que muitos cristãos sinceros terão uma vida eterna no céu, apesar de não experimentarem vida abundante na terra.

   Quando se está aconselhando uma pessoa não salva, o aconselhamento serve como um trabalho de ” pré-evangelização”.

Outros alvos que o conselheiro deve ter em mente são:

1) Levar o aconselhado a compreender a si mesmo. Todo processo de cura interior passa obrigatoriamente pelo caminho da auto compreensão. Isso tem a ver com a restauração da autoestima e autoimagem, que muitas vezes é o início da solução do problema.

2) Desenvolver a capacidade de comunicação do casal. A dificuldade em comunicar sentimentos, pensamentos e atitudes tem sido o ponto de tensão em muitos relacionamentos. O conselheiro deve ajudar o casal a aprender a se comunicar de forma eficaz.

3) Modificação do comportamento através do aprendizado. Tudo o que sabemos sobre relacionamento, certo ou errado, foi aprendido. É necessário que o conselheiro leve o aconselhado a “desaprender” o comportamento que é errado e destrutivo e aprender meios mais construtivos de agir e de se comportar. A pessoa ajudada precisa ser incentivada a avançar na prática do que está aprendendo. Jesus deixou claro que não basta aprender. É preciso praticar (Mt. 7:24).

4) Auto realização – Levar o aconselhado a maximizar o seu potencial. Sem dúvida, é em Cristo que nossa vida se completa, e o potencial é maximizado através do poder do Espírito Santo, que nos leva à maturidade espiritual.

5) Encorajamento -É durante este período de apoio que as pessoas se sentem fortalecidas e remobilizam seus recursos pessoais e espirituais, a fim de enfrentar corajosamente os problemas da vida.

O PERFIL DO CONSELHEIRO

Nenhum outro modelo se equipara a Jesus quando se trata de “aconselhamento”. Sua personalidade, Seu conhecimento e Sua habilidade capacitaram-no eficazmente para assistir às pessoas que precisam de ajuda.

Jesus, como Mestre da sensibilidade, fez uso de técnicas de aconselhamento, de acordo com a situação, com a natureza do aconselhado e com o problema específico. Em algumas situações, Ele ouvia cuidadosamente as pessoas, sem dar muita orientação às claras, mas, em outras ocasiões, Ele ensinava incisivamente. O Mestre sempre encorajava e apoiava, embora também confrontasse e desafiasse. Como conselheiro, Ele era absolutamente honesto, profundamente compassivo, altamente sensível e espiritualmente amadurecido.

  • Quais devem ser as qualidades que definem o perfil de um conselheiro eficaz?

AMOR

O amor é incomparavelmente o maior agente psicoterapêutico… algo que a psiquiatria profissional não pode criar por si mesma, nem liberar”. Eis a razão por que muitas vezes o conselheiro secular não pode suprir o amor necessário ao aconselhado e é incapaz de receber amor que este quer lhe dar.

A igreja de Cristo oferece uma abordagem para a vida, baseada inteiramente no amor. Portanto, pode ajudar onde o aconselhamento secular fracassa. Aqui está o desafio que deve levar o conselheiro cristão a refletir: Se o meio eficaz de ajudar é amar – o mesmo deve pedir a Deus para amar as pessoas necessitadas, concedendo-lhes mais amor, preocupação sincera, e sem excesso, pelo aconselhado.

  • Ao tratar com a mulher samaritana, Jesus não aprovou seu comportamento pecaminoso, porém respeitou e a tratou com uma pessoa de valor (Jo. 4). Essa atitude de interesse e cordialidade deve ser demonstrada pelo conselheiro, para que seu trabalho seja eficaz.

Honestidade sem confrontação impiedosa

O conselheiro deve ser alguém cuja sinceridade seja uma das marcas do seu caráter. Alguém que evite o fingimento e que nunca pense ou sinta uma coisa e diga outra, completamente diferente.

Empatia (Sensibilidade)

Se o conselheiro não for sensível, não haverá compreensão empática com os problemas do aconselhado. A eficácia do trabalho de aconselhamento de casal depende da capacidade do conselheiro de sentir com o aconselhado.

Domínio próprio

 A liderança da igreja deve ser muito criteriosa para incluir uma pessoa na equipe de conselheiros que trabalham com casais. “Andar em círculos não é a mesma coisa que fazer progresso. Há uma enorme diferença entre atividade e progresso” O amor de Deus pelos pecadores é maravilhoso, mas a paciência com os santos é um ministério ainda mais profundo”

CONCLUSÃO

É imprescindível que a questão sobre “O que a igreja deve estabelecer quanto ao tratamento dado aos casais” esteja inserida entre os assuntos de grande relevância a serem estudados e discutidos. Louvo a Deus pelo que tem sido feito, mas tenho consciência de que é possível fazer muito mais e com maior eficiência.

No dia 14/11 de 2020 foi realizado na filial em Santa Terezinha – PE. O Primeiro V na gestão do pastor presidente Ailton José Alves e do pastor local Evangelista Audeir Lopes foi um momento glorioso para muitas famílias.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© Divulgação/Focus FeaturesA rede The CW deu sinal verdade para um projeto de série de antologia que recria os romances de Jane Austen nos dias de hoje.

Intitulada “Modern Austen”, a proposta vem da roteirista Eleanor Burgess (“Perry Mason”), com produção da Homegrown Pictures e da Warner Bros TV. A ideia é contar histórias modernas inspiradas nos livros da célebre romancista britânica do século 18. Desta forma, a 1ª temporada faria uma versão de “Orgulho e Preconceito” passada na São Francisco contemporânea. Em etapa inicial, o projeto está em fase de desenvolvimento de roteiro e ainda não recebeu encomenda de piloto, mas parece sob medida para o público-alvo do canal. Vale considerar que “Orgulho e Preconceito”, um dos livros mais adaptados para as telas, já ganhou diversas versões “modernizadas”. 

msn.

Com a pandemia da covid-19 e o avanço da digitalização da economia no Brasil, um outro processo que estava em andamento nos bancos nos últimos anos ganhou impulso: o de mudança no perfil das tradicionais agências. Somente em 2020, cerca de mil agências dos três grandes bancos privados – Bradesco, Itaú e Santander – fecharam as portas, além de centenas de postos de atendimento que deixaram de funcionar. Outras dezenas de unidades ganharam novas funcionalidades: o Bradesco, por exemplo, acelerou a transformação de agências em unidades de negócios.

No fim de setembro, os três maiores bancos privados somavam 11.129 agências no País, sem contar os postos de atendimento. Há quatro anos, eram 12.671. Considerando apenas Bradesco e Itaú, as 10.417 agências que funcionavam em 2016 foram reduzidas para 7.876 em setembro passado. O Santander cresceu muito nos últimos anos e só mais recentemente começou a diminuir o número de agências. Em 12 meses, o número de funcionários dos três bancos foi reduzido em 11.173 postos. No Bradesco, o ritmo das mudanças foi acelerado na pandemia e a indicação do banco é que seguirá assim em 2021. Nesta semana o diretor-executivo e de relações com investidores do banco, Leandro Miranda, contou que já foram convertidas em unidades de negócios, apenas neste ano, 500 das 700 agências que estão no planejamento. A grande diferença desse modelo é a inexistência dos caixas, o que reduz, segundo o executivo, os custos envolvidos entre 30% a 40% em relação a uma agência convencional, especialmente porque os gastos com segurança são menores.

A reinvenção tem acontecido em todo o setor. O Santander, por exemplo, anunciou recentemente que vai criar um ambiente de convivência nos estacionamentos de suas agências, em parceria com seu portal automotivo Webmotors. Além de pontos de encontro para venda de carros e showroom de concessionárias, os estacionamentos poderão receber outras soluções automotivas e opções de lazer e alimentação, como food trucks e academias modulares. O banco já tinha transformado algumas agências em “cafeteria” e espaços para reuniões, no modelo coworking. Hoje, são sete agências do Santander com o conceito de agência-café, e o plano é aumentar o número. “É evidente a transformação tecnológica recente e a procura cada vez maior pelos canais digitais, mas nossa rede física de agências segue cumprindo um papel muito relevante no modelo de atendimento do Itaú, como um espaço mais humanizado de relacionamento e consultoria. Os diferentes canais se complementam, segundo uma abordagem integrada multicanal e são os próprios clientes que vão definir a dimensão, funcionalidades e tipo de uso de cada um, com base em suas necessidades e evolução de comportamentos”, disse o Itaú, em nota.

coordenador do curso de economia da Fundação Getúlio Vargas, Joelson Sampaio, lembra que, além do aumento da digitalização de contas, os bancos já vinham trabalhando na otimização das agências físicas, após um processo de consolidação no setor que provocou concentração de um número de postos de atendimentos em perímetro pequeno de espaço. Ele destaca ainda que, de toda a forma, é preciso lembrar que as agências são necessárias ainda para vários públicos, citando que nos espaços físicas ainda se observa uma movimentação relevante de pessoas, em razão de contas salários, e daquelas menos familiarizadas com os meios digitais, que ainda respondem por boa parte do movimento das agências físicas. “Não se trata de uma demanda uniforme. Os jovens normalmente têm preferência pelo digital, enquanto as pessoas mais velhas têm a agência física como referência, dada a menor vivência e confiança nas novas tecnologias”, diz.

Uma pesquisa conduzida no ano passado, ou seja, antes da pandemia, pelo Instituto QualiBest, mostrou que 81% dos entrevistados considera importante a existência de agências físicas, mesmo que a frequência das visitas seja pequena. Cerca de 70% dos respondentes disseram que vão cerca de uma vez por mês à agência física.

Bancos públicos

Entre os bancos públicos, o Banco do Brasil tem conduzido mudanças parecidas aos dos bancos privados, com readequação das agências e espaço à migração de muitas transações para os aplicativos e outros meios digitais. Nesse processo de adequação dos espaços às necessidades dos clientes, o BB reduziu em 227 o número de postos de atendimento até setembro, em relação ao mesmo mês do ano passado, e elevou em 56 as unidades especializadas. O saldo, ou seja, nas movimentações feitas envolvendo agências, postos de atendimento físicos e eletrônicos, foi um encolhimento de 5,7% até setembro frente a 2019, para 61 mil pontos.

A Caixa Econômica Federal, por sua vez, de acordo com o seu presidente, Pedro Guimarães, como instituição do “povo brasileiro”, precisa de uma rede mais robusta. Ainda que o Caixa Tem, aplicativo de celular usado para distribuição do auxílio emergencial, sirva à bancarização de grande parcela da população, a rede ampla de agências é uma base necessária, diz. Ao final do primeiro semestre, a Caixa tinha 53,7 mil pontos de atendimento, praticamente o mesmo número de julho de 2019.

Continue lendo

Não é exatamente uma novidade que nossa vida engloba cada vez mais uma dimensão digital. Mesmo sabendo disso, porém, é difícil não se impressionar com os números. Começa pelo tempo. Os brasileiros gastam cerca de 200 minutos por dia, em média, em aplicativos ligados à internet, segundo um estudo feito no início do ano pela empresa americana App Annie, especializada em analisar dados do mercado de aplicativos. Normalmente, onde se gasta tempo se gasta também dinheiro. O comércio eletrônico no Brasil atingiu a soma de 48 bilhões de reais em 2017, de acordo com o instituto de pesquisa Ebit/Nielsen. A expectativa é que feche este ano com vendas de 53 bilhões de reais, uma alta de 12%. As transações digitais caminham para superar as do mundo físico: há uma década, elas representavam apenas 18% do total; no ano passado, a taxa subiu para 31%, e a previsão é que daqui a dez anos uma em cada duas transações seja feita por meio digital.

Continue lendo

Mercado Livre recebeu nesta segunda-feira, dia 9, a autorização do Banco Central (BC) para operar como uma instituição financeira, informa nota à imprensa distribuída pela companhia. A decisão já havia sido publicada no Diário Oficial, no último dia 15, mas só nesta segunda a autoridade monetária deu a confirmação. O aval do BC abre espaço para o Mercado Livre consolidar sua atuação no segmento de crédito. Desde 2017 a empresa tem o Mercado Crédito, com empréstimos para quem tem conta no Mercado Pago, fintech de pagamentos do Mercado Livre.O anúncio ocorre um mês e meio depois de o Mercado Livre ter anunciado que recebeu do Goldman Sachs um aporte de R$ 400 milhões, destinados à ampliação do serviço de crédito. “A licença de instituição financeira permitirá reforçar o foco da companhia em expandir as operações de crédito dentro de seu ecossistema. Desde o início da oferta, em 2017, o grupo já concedeu mais de R$ 4 bilhões em créditos no Brasil, em um total de mais de 10 milhões de transações. Essas operações alcançaram principalmente consumidores e empreendedores sem acesso ao crédito no sistema financeiro tradicional”, explica, em nota, Tulio Oliveira, vice-presidente do Mercado Pago, que já opera como instituição de pagamento.

Segundo Tulio Oliveira, com a autorização, o Mercado Pago terá maior autonomia para formular produtos e serviços financeiros e de crédito.

exame

São Paulo - Fachada do Serasa na rua Antônio Carlos, Bela Vista, região central.
Crédito: Shutterstock

Agência Brasil

A Serasa informou nesta segunda-feira (9) que 10 milhões de consumidores poderão quitar dívidas por apenas R$ 50. A ação faz parte do 26º Feirão Limpa Nome, que permite renegociar dívidas atrasadas com até 99% de desconto. O feirão começou na semana passada. Participam da iniciativa mais de 50 empresas de diversos segmentos, como lojas de departamento, companhias telefônicas, bancos e faculdades. A estimativa é que as ações podem dar a possibilidade para 64 milhões de consumidores regularizarem sua situação. O feirão vai até o dia 30 deste mês. Para participar, o consumidor pode acessar um dos canais digitais da Serasa: site do Serasa Limpa Nome, WhatsApp (11 99575-2096) e aplicativo. Nesta edição, a negociação poderá ser feita em mais de 7 mil agências dos Correios em todo o país. A ação permitirá ainda que, após a quitação da dívida, o consumidor tenha sua pontuação aumentada e assim obtenha melhores condições de crédito nas próximas compras.

dinheiro, notas, real, cédulas
Marcos Santos/USP Imagens

Salário mínimo em outubro deveria ter sido de R$ 5.005,91, calcula Dieese

O salário mínimo para uma família de quatro integrantes, dois adultos e duas crianças, conseguir se sustentar, deveria ter sido de R$ 5.005,91 em outubro, de acordo com cálculo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O valor é 4,79 vezes maior do que o salário mínimo real do mês passado, R$ 1.045. O cálculo do Dieese tem como base o preço das cestas básicas em 17 capitais brasileiras pesquisadas. A mais cara de outubro, a cesta de São Paulo, chegou a R$ 595,87. O maior aumento do mês foi visto na cesta básica de Brasília, que subiu 10,03% entre setembro e outubro, atingindo R$ 490,48. O conjunto de alimentos básicos mais barato do Brasil foi visto em Natal, R$ 436,76. A diferença entre a cesta básica mais cara e a mais barata do país chegou a R$ 159,11 em outubro, e o salário mínimo é nacional, de R$ 1.045 em todos os estados.

Salário mínimo não deve ter aumento real em 2021 No ano que vem, o piso nacional seguirá muito abaixo do ideal com base nas contas do Dieese. De acordo com proposta enviada ao Congresso pelo presidente Jair Bolsonaro , o salário mínimo deverá ser de R$ 1.067 no ano que vem, apenas com reposição inflacionária, sem aumento real para os trabalhadores pelo segundo ano seguido .

Esse valor projetado faz parte do Projeto de Lei Orçamentária Anual. Com a alta da inflação nos últimos meses, ele pode subir, já que, em setembro, o próprio Ministério da Economia revisou sua estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2020, que é usado para reajustar o piso nacional e foi a 2,35% ante previsão anterior de 2,09%. Caso essa taxa inflacionária seja confirmada – ou superada, o salário mínimo subirá.

Fonte:  iG 

A segunda onda de covid-19 já registrada em países da Europa e nos Estados Unidos fez subir a pressão em uma ala do governo e também no Congresso pela prorrogação das medidas de combate aos efeitos da pandemia, principalmente o auxílio emergencial — cujo pagamento, a princípio, será encerrado em dezembro. Mas de olho no risco fiscal, a equipe econômica começou a costurar uma solução legal para fechar a porta a uma eventual corrida de ministérios para autorizar gastos na reta final do ano, deixando pagamentos “pendurados” para 2021 por meio dos chamados “restos a pagar” (despesas transferidas de um ano para o outro). Segundo apurou o Estadão/Broadcast, a intenção da equipe econômica é publicar uma portaria para delimitar quais restos a pagar da pandemia poderão ser pagos no ano que vem. Será um procedimento especial único para as despesas que foram feitas com base no chamado orçamento de guerra e que vão ficar para 2021, criando uma espécie de cinturão de segurança para a gestão fiscal no ano que vem. Aprovado pelo Congresso, o orçamento de guerra tirou várias amarras de regras fiscais para permitir ao governo ampliar os gastos no combate aos efeitos da pandemia. A portaria está em análise na Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e deverá ser publicada até o próximo dia 15. Por essa regra, apenas os restos a pagar processados ficarão de pé de um ano para o outro. O carimbo de “processado” é dado quando o governo reconhece a dívida, ou seja, quando o bem ou serviço é entregue, ou há o reconhecimento de um direito ao recebimento daquele recurso. Com isso, gastos não processados (ou seja, houve apenas a promessa de despesa, sem avanço) não permanecerão para os próximos anos como restos a pagar. No caso do auxílio, só quem fizer jus ao benefício em dezembro de 2020 poderá receber qualquer eventual valor pendente em 2021.

Com a decisão, a expectativa da equipe econômica é fechar qualquer brecha legal que possa permitir aos ministérios deixar uma fatura muito grande para 2021. Segundo apurou a reportagem, alguns órgãos consultaram informalmente a área econômica sobre a possibilidade de empenhar recursos destinados originalmente à crise para outras áreas que estão com orçamento muito apertado em 2021.

A prorrogação do auxílio emergencial está sendo cobrada porque o governo demora em apontar uma solução para o fim do benefício. Uma das propostas defendidas é a concessão de mais dois auxílios por meio de medida provisória. Há quem defenda a inclusão dessa prorrogação na Medida Provisória nº 1.000, que estendeu o auxílio até o fim desteano com valor de 300 reais. A MP ainda não foi apreciada pelo Congresso.

Pressão

Continue lendo

Farias Calçados

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
Zé Freitas no Facebook

Clínica Climed / Plano Assistencial

Clínica Climed.

Av: Vereador Horácio José de s/n de frente o Banco do Brasil.

Contato (87) 9.9161-1779

Santa Terezinha PE

Lições Bíblicas
Zé Freitas no Twitter
Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
Parceiros