Lojas Surya
Óticas Olhar Brasil
Farias Calçados

Supermercado
Seg Vida
 
Segundo Major Olimpio (PSL-SP), governo e Congresso haviam acordado
que o Senado teria o protagonismo na tramitação da reforma tributária Sérgio

O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (PSL-SP), disse nesta 3ª feira (10.set.2019) que é preciso parar com “idiotices” sobre o protagonismo das Casas do Legislativo. Também criticou a quebra de 1 suposto acordo para que a proposta de reforma tributária que tramita no Senado fosse a principal. O acordo teria sido fechado entre o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o ministro Paulo Guedes (Economia). Todos prometeram o protagonismo aos senadores sobre o tema, segundo ele.

“Agora, estranhamente, eu vejo muitas vezes o acordo ser rompido”, enfatizou.

Mais cedo, ao participar do mesmo evento, o relator da PEC (Proposta da Emenda à Constituição) de reforma tributária no Senado, Roberto Rocha (PSDB-MA), também cobrou 1 maior protagonismo do SenadoOlímpio foi duro em relação à demora na definição sobre qual das propostas –do Senado, da Câmara ou do governo– deverá seguir em frente.

“O Senado da República não resolveu, de repente: ‘Olha, nós vamos ser protagonistas em relação à reforma tributária’. Longe disso… É bom pararmos com essas idiotices em relação a protagonismo e vamos fazer o que é necessário que seja feito”, completou.

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
Zé Freitas no Facebook

Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
Parceiros