Lojas Surya
Óticas Olhar Brasil
Farias Calçados

Supermercado
Natália Calçados

Seg Vida
 

147 – O presidente da Câmara e primeiro na linha sucessória presidencial, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou as movimentações de articulação política feitas por Michel Temer sob a alegação de que não haverá quórum para votar a denúncia de corrupção passiva feita pela Procuradoria Geral da República na semana que vem. “Na minha opinião, haverá quorum”, disse Maia. Planalto reconhece que possui apenas 247 dos 342 votos necessários para barrar o andamento da denúncia. 

“O Brasil precisa de uma definição sobre esse assunto e não se pode, do meu ponto de vista, respeitando a opinião de cada um, se jogar com um assunto tão grave como uma denúncia oferecida pela PGR contra o presidente da República”, disse Maia após um almoço com o prefeito de São Paulo em exercício, Milton Leite (DEM).

Maia negou que o jantar que teve com Temer, realizado no Jaburu nesta quinta-feira (27), tenha servido para definir estratégias para a votação da denúncia pelo plenário da Câmara. “Nosso papel é votar. Quem quiser vota sim, quem quiser vota não. Mas não votar é manter o país parado”, enfatizou.

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
Zé Freitas no Facebook

Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
Parceiros