Ateliê Geilson

Natura

Natália Calçados

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

  • 28
  • 22
  • 24
  • 20
  • 11
  • 09
  • 11
  • 01
  • 29
  • 03
  • 04
  • 05
  • 07
  • 02

Supermercado

Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
 

 Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter oFlash Player instalado. 

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

São Paulo – O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta segunda-feira que “é impossível não sentir vergonha pelo que acontece no Brasil”. O ministro palestrou no terceiro encontro do fórum A Revolução do Novo – A Transformação do Mundo, realizado por VEJA e EXAME em parceria com a Coca-Cola, no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo. O evento discute mudanças na economia, política, tecnologia e sociedade. Barroso abordou o tema “o impacto, a evolução e o futuro dos valores éticos no mundo contemporâneo”. Para o ministro, o país está devastado e com autoestima baixa, diante da corrupção institucionalizada. “Ela se tornou um modo de vida. As pessoas se surpreendem com o que, de certa forma, sempre souberam”, disse. Segundo Barroso, é preciso mudar a cultura em que os espertos valem mais que os honestos. “Sempre foi assim, mas é preciso deixar de ser. O custo moral e econômico pelo qual estamos passando tem que significar um novo começo”, afirmou.

O ministro acrescentou que não dá para descartar o risco da Operação Lava Jato não contribuir para o fim da corrupção institucionalizada, mas que “todos estão aqui para evitá-lo”. Também defendeu as reformas política, previdenciária e tributária como saídas essenciais para o país.

Com uma visão otimista, Barroso lembrou que há realizações importantes para celebrar em 30 anos de democracia no Brasil, como a derrota da ditadura, da inflação e da pobreza extrema no país. Do ponto de vista econômico, destacou que, no Brasil, ainda há uma grande desconfiança em relação à livre iniciativa do capitalismo. “Vivemos em um socialismo com sinal trocado”, disse. Continue lendo

O presidente Michel Temer (Foto:  Givaldo Barbosa / Agência O Globo)

Mais um personagem capaz de esquentar a crise política, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) reformulou os questionamentos destinados ao presidente Michel Temer (PMDB) sobre o esquema de corrupção na Caixa Econômica Federal e apresentou novas perguntas, em documento protocolado na noite de sexta-feira, dia 2, na 10ª Vara da Justiça Federal.

A lista inicial de perguntas havia sido revelada em fevereiro por ÉPOCA. Como houve anulação de audiências e apresentação de novas defesas no processo, Cunha pediu para protocolar o documento novamente e apresentou três novas perguntas a Temer. Em linhas gerais, o ex-deputado pergunta se o presidente tinha conhecimento de pagamentos de propina e captação de recursos de campanha relacionados ao esquema de corrupção na Caixa – justamente uma das frentes que o corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro se dispõe a detalhar em sua proposta de delação premiada, revelada por ÉPOCA nesta edição.

RECOMENDADO PARA VOCÊ

Em um dos novos questionamentos, Cunha pergunta a Temer se conhece Henrique Constantino, dono do grupo da Gol, e se esteve com ele para tratar de financiamentos do FI-FGTS. Na outra pergunta, aborda uma área sensível para Temer, o porto de Santos: “vossa excelência tem conhecimento de algum pagamento de vantagem indevida pelo sr. Benedicto Junior [ex-diretor da Odebrecht] a Moreira Franco pela liberação de financiamento do FI-FGTS à Odebrecht Transportes para associação no Porto de Santos?”. No terceiro questionamento inédito, ele pede para Temer especificar onde ocorreram reuniões dele com o ex-conselheiro do FI-FGTS André de Souza, acusado de receber propina em troca de atuação favorável a empresas.

Agora, cabe ao juiz Vallisney de Oliveira deferir o envio dessa lista ao presidente, que receberá um prazo para respondê-la. Cunha também já havia enviado perguntas a Temer em um dos processos que responde na Justiça Federal em Curitiba, com o juiz Sérgio Moro, que vetou parte delas.

Em nota enviada à revista ÉPOCA, o Planalto afirmou que: “a princípio, são questões apresentadas pelo ex-deputado Eduardo Cunha indicando o presidente da República como testemunha de defesa. Em caso semelhante, o juiz Sergio Moro indeferiu perguntas que não diziam respeito à defesa do réu. Quando conhecer oficialmente as perguntas, elas serão respondidas pelo advogado”. 

Confira abaixo a lista completa das perguntas: Continue lendo

Ao que tudo indica, Bruna Marquezine está prestes a reencontrar Neymar. Na manhã deste domingo (04), o jogador, de férias nos Estados Unidos, publicou uma foto com a namorada e declarou que estava com saudade da atriz: ‘Te esperando ansiosamente. Vem logo!”, escreveu o jogador. Não demorou muito para a artista filmada em treino por seu personal responder. Na mesma foto, Bruna escreveu: “Estou chegando, Pretinho!”. A mensagem ainda era acompanhada de um coração.

BRUNA MARQUEZINE FAZ SURPRESA PARA A MÃE

Na sexta-feira (02), Bruna Marquezine fez uma surpresa para a mãe, Neide Maia. Ela, que foi ao show de Ed Sherren acompanhada da amiga, Sasha Meneghel, chegou sem avisar em sua festa de aniversário. “Surpresa! Olha a carinha dela. Eu disse que não conseguiria vir por causa do trabalho”, escreveu a artista em seu perfil do Instagram.

FÉRIAS DE BRUNA TERMINA EM SETEMBRO

Depois de ficar longe das telinhas para um ano sabático, Bruna já tem data para retornar ao trabalho. A partir de setembro, a atriz, que exibiu as curvas no Instagram e recebeu vários elogios dos fãs, começará a gravar a novela “Deus Salve o Rei”, onde será uma princesa. “Agora em setembro a gente já começa a preparação para a próxima novela que eu vou fazer. Nem tenho muita coisa para contar e nem sei se posso também. Ela (a personagem) é uma vilã e nunca fiz”, adiantou.

CASAL PLANEJA VIAGEM

Longe da TV, Bruna Marquezine aproveitou a agenda livre para ficar mais tempo na Espanha, onde vive e trabalha seu namorado, Neymar. Agora chegou a vez de o jogador retribuir as várias visitas da artista. De férias do Barcelona, o atleta pretende passar um tempo no Brasil. Segundo o “UOl Esporte”, a ideia do craque é se hospedar em sua mansão em Mangaratiba, na Costa Verde do Rio, onde passou o Réveillon deste ano com a atriz. Bruna, é claro, seria a convidada de honra para essas férias. Mas além da temporada no país, Neymar também quer levar Bruna, em julho, para momentos românticos em Ibiza e Formentera.

(Por Carmen Lúcia)

O presidente Michel Temer (PMDB)

© Nelson Almeida O presidente Michel Temer (PMDB)

Os sete ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vão se reunir na próxima terça-feira, a partir das 19h, para julgar o maior caso de sua história. São 7.942 páginas, divididas em 27 volumes, que trazem provas documentais, depoimentos, argumentos da acusação, defesa e Ministério Público sobre a suspeita de que a chapa formada por Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) cometeu abuso de poder político e econômico para vencer as eleições de 2014. Em meio ao terremoto político causado pelas delações premiadas de executivos da JBS, os ministros vão decidir se há indícios suficientes para cassar o atual presidente e tornar inelegível a ex-presidente.

Fruto de quatro ações ajuizadas pelo diretório nacional do PSDB e pela coligação Muda Brasil, entre outubro de 2014 e janeiro de 2015, o processo já passou pelas mãos de três ministros — João Otávio de Noronha, Maria Thereza de Assis Moura e Herman Benjamin, o atual relator, que deu celeridade e volume de provas à ação.

Com autorização do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, Benjamin percorreu o país para colher pessoalmente o depoimento dos delatores da Odebrecht, entre eles os de Marcelo, ex-presidente, e Emílio Odebrecht, que deram declarações contundentes sobre como o dinheiro sujo abasteceu a campanha de 2014. O relator foi o grande responsável pelos números superlativos do caso, que, além das quase 8.000 páginas, teve 199 despachos, 58 depoimentos de mais de 75 horas e 380 documentos anexados, entre requerimentos, manifestações, ofícios, mídias, mandados e certidões. Benjamin já tem data para sair da Corte, 27 de outubro — por isso, busca finalizá-lo até lá.

O fator JBS

Até a revelação dos depoimentos dos delatores à Procuradoria-Geral da República e das gravações de uma conversa entre o dono da JBS, Joesley Batista, e Michel Temer, a tese que circulava com mais força em Brasília era a de que o peemedebista escaparia da cassação pela Corte eleitoral. Diante das delações explosivas, que levaram à abertura de um inquérito contra o presidente no STF e levantaram as hipóteses de renúncia, afastamento ou impeachment dele, a derrubada de Temer do poder pelos votos dos ministros do TSE é vista como uma saída honrosa ao mandatário.

Sem fatos novos que aprofundassem a crise política às vésperas do início do julgamento, contudo, auxiliares palacianos aventam a possibilidade de que um pedido de vista no plenário do TSE possa dar sobrevida ao presidente no cargo. Partidos da base aliada, como o PSDB, principal fiador político do Planalto e, ironicamente, autor da ação a ser julgada, aguardam a decisão do tribunal para decidir se abandonam o barco governista.

Conforme VEJA publicou nesta semana, mesmo enfraquecido, Michel Temer ainda conta no TSE com ministros dispostos a defendê-lo, que buscam pretextos para protelar a decisão final e só aceitam cassar seu mandato depois de estabelecidas regras claras para a escolha do sucessor – coisa que ainda não existe. Há dúvidas até sobre quem estaria habilitado a disputar uma eventual eleição indireta e, sobretudo, falta um nome para suceder-lhe.

Entenda o rito do julgamento

Continue lendo

      Pr. Jonatas Lins 16º Congresso de Mulheres da IEADPE 01.06.17 Recife - PE

                     
                      

Pr. CÂNDIDO DE FREITAS  16º Congresso de Mulheres da IEADPE | 01.06.17 Recife – PE

Frente Brasil PopularRovena Rosa

Antecipar as eleições presidenciais para 2017 e revogar todas as medidas de caráter antipopular, antinacional e antidemocrático aprovadas durante o governo ilegítimo de Michel Temer são algumas das medidas propostas Frente Brasil Popular, em seu Plano Popular de Emergência.
Lançado na última segunda-feira (29.05.2017), durante um ato no TUCA, na capital paulista, o Plano é organizado em dez eixos e traz 76 medidas voltadas ao restabelecimento da ordem constitucional democrática no Brasil, defensa da soberania nacional, enfrentamento da crise econômica, reversão do desmonte do Estado e garantia das conquistas históricas do povo trabalhador.
Confira abaixo a íntegra do documento:

Plano Popular de Emergência
 
A Frente Brasil Popular apresenta suas propostas para restabelecer a ordem constitucional democrática, defender a soberania nacional, enfrentar a crise econômica, reverter o desmonte do Estado e salvar as conquistas históricas do povo trabalhador. A pré-condição das medidas aqui listadas é o fim do governo usurpador, originário do golpe que derrubou a presidenta Dilma Rousseff, com a eleição direta de um novo chefe de Estado e o estabelecimento de um governo oriundo das forças políticas e sociais progressistas e democráticas. A saída democrática que propomos tem como pressuposto a antecipação das eleições presidenciais para 2017. Esse é primeiro passo para se travar uma ampla e persistente disputa política capaz de criar uma correlação de forças favorável a oportuna convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte, destinada a refundar o Estado de direito e estabelecer reformas estruturais democráticas. Este Plano Popular de Emergência representa, portanto, uma alternativa para enfrentar a crise gestada pela agenda antipatriótica, antipopular, antinacional e autoritária dos golpistas. Tratam-se de medidas a serem imediatamente implementadas ou encaminhadas por um novo governo, escolhido soberanamente pelo voto popular. As proposições aqui contidas têm como objetivo inverter, no mais curto espaço de tempo, os indicadores econômicos, sociais e políticos que resultaram do interregno golpista. E fazem conexão com as reformas estruturais necessárias para romper com o modelo de capitalismo dependente que tem produzido, entre outras chagas, o empobrecimento dos trabalhadores, especialmente das trabalhadoras e da população negra, injustiça social extrema, perda de independência e recessão econômica, ao mesmo tempo em que concentra renda, riqueza e propriedade nas mãos de um punhado de barões do capital. A libertação dos trabalhadores da cidade e do campo de sua condenação secular à exclusão está vinculada à luta por um plano de desenvolvimento soberano, emancipador, sustentável e integrado aos vizinhos sul-americanos.Trata-se de implementar um projeto nacional de desenvolvimento que vise a fortalecer a economia nacional, o desenvolvimento autônomo e soberano, enfrentar a desigualdade de renda, de fortuna e de patrimônio como veios fundamentais para a reconstrução da economia brasileira, para a recomposição do mercado interno de massas, da indústria nacional, da saúde financeira do Estado e da soberania nacional, um modelo social baseado no bem-estar e na democracia. A Frente Brasil Popular propõe debater esse programa junto às bases das entidades, movimentos e partidos do campo democrático, popular e progressista, inclusive influenciando as campanhas das candidaturas democráticas, populares e progressistas, tanto para cargos majoritários quanto legislativos. A Frente Brasil Popular trabalha, também, para aprofundar o diálogo e a unidade entre as correntes democráticas, populares e progressistas, fortalecendo e ampliando alianças imprescindíveis para derrotar o bloco conservador que tomou de assalto o comando da República. Este Plano é, portanto, uma proposta aberta para a discussão com a sociedade brasileira e integra o esforço coletivo da Frente Brasil Popular visando a unificação das forças democráticas, populares e progressistas, na luta pela derrogação do atual governo e construção de uma nova coalizão popular que enseje a retomada democrática e a ascensão das grandes massas como sujeito da História. São Paulo, 19 de maio de 2017 Envie sugestões e comentários sobre o Plano Popular de Emergência para o endereço eletrônico: [email protected
 
I – DEMOCRATIZAÇÃO DO ESTADO 

Continue lendo

Brastra.gif (4376 bytes)

Presidência da República
Casa Civil
Subchefia para Assuntos Jurídicos

LEI Nº 9.605, DE 12 DE FEVEREIRO DE 1998.

Mensagem de veto

Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências.

O PRESIDENTE  DA  REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

CAPÍTULO I

DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 1º (VETADO)

Art. 2º Quem, de qualquer forma, concorre para a prática dos crimes previstos nesta Lei, incide nas penas a estes cominadas, na medida da sua culpabilidade, bem como o diretor, o administrador, o membro de conselho e de órgão técnico, o auditor, o gerente, o preposto ou mandatário de pessoa jurídica, que, sabendo da conduta criminosa de outrem, deixar de impedir a sua prática, quando podia agir para evitá-la.

Art. 3º As pessoas jurídicas serão responsabilizadas administrativa, civil e penalmente conforme o disposto nesta Lei, nos casos em que a infração seja cometida por decisão de seu representante legal ou contratual, ou de seu órgão colegiado, no interesse ou benefício da sua entidade.

Parágrafo único. A responsabilidade das pessoas jurídicas não exclui a das pessoas físicas, autoras, co-autoras ou partícipes do mesmo fato.

Art. 4º Poderá ser desconsiderada a pessoa jurídica sempre que sua personalidade for obstáculo ao ressarcimento de prejuízos causados à qualidade do meio ambiente.

Art. 5º (VETADO)

CAPÍTULO II

DA APLICAÇÃO DA PENA

Art. 6º Para imposição e gradação da penalidade, a autoridade competente observará:

I – a gravidade do fato, tendo em vista os motivos da infração e suas conseqüências para a saúde pública e para o meio ambiente;

II – os antecedentes do infrator quanto ao cumprimento da legislação de interesse ambiental;

III – a situação econômica do infrator, no caso de multa.

Art. 7º As penas restritivas de direitos são autônomas e substituem as privativas de liberdade quando:

I – tratar-se de crime culposo ou for aplicada a pena privativa de liberdade inferior a quatro anos;

II – a culpabilidade, os antecedentes, a conduta social e a personalidade do condenado, bem como os motivos e as circunstâncias do crime indicarem que a substituição seja suficiente para efeitos de reprovação e prevenção do crime.

Parágrafo único. As penas restritivas de direitos a que se refere este artigo terão a mesma duração da pena privativa de liberdade substituída.

Art. 8º As penas restritivas de direito são:

I – prestação de serviços à comunidade;

II – interdição temporária de direitos;

III – suspensão parcial ou total de atividades;

IV – prestação pecuniária;

V – recolhimento domiciliar.

Art. 9º A prestação de serviços à comunidade consiste na atribuição ao condenado de tarefas gratuitas junto a parques e jardins públicos e unidades de conservação, e, no caso de dano da coisa particular, pública ou tombada, na restauração desta, se possível.

Art. 10. As penas de interdição temporária de direito são a proibição de o condenado contratar com o Poder Público, de receber incentivos fiscais ou quaisquer outros benefícios, bem como de participar de licitações, pelo prazo de cinco anos, no caso de crimes dolosos, e de três anos, no de crimes culposos.

Art. 11. A suspensão de atividades será aplicada quando estas não estiverem obedecendo às prescrições legais.

Art. 12. A prestação pecuniária consiste no pagamento em dinheiro à vítima ou à entidade pública ou privada com fim social, de importância, fixada pelo juiz, não inferior a um salário mínimo nem superior a trezentos e sessenta salários mínimos. O valor pago será deduzido do montante de eventual reparação civil a que for condenado o infrator.

Art. 13. O recolhimento domiciliar baseia-se na autodisciplina e senso de responsabilidade do condenado, que deverá, sem vigilância, trabalhar, freqüentar curso ou exercer atividade autorizada, permanecendo recolhido nos dias e horários de folga em residência ou em qualquer local destinado a sua moradia habitual, conforme estabelecido na sentença condenatória.

Art. 14. São circunstâncias que atenuam a pena:

I – baixo grau de instrução ou escolaridade do agente;

II – arrependimento do infrator, manifestado pela espontânea reparação do dano, ou limitação significativa da degradação ambiental causada;

III – comunicação prévia pelo agente do perigo iminente de degradação ambiental;

IV – colaboração com os agentes encarregados da vigilância e do controle ambiental.

Art. 15. São circunstâncias que agravam a pena, quando não constituem ou qualificam o crime:

I – reincidência nos crimes de natureza ambiental;

II – ter o agente cometido a infração:

a) para obter vantagem pecuniária;

b) coagindo outrem para a execução material da infração;

c) afetando ou expondo a perigo, de maneira grave, a saúde pública ou o meio ambiente;

d) concorrendo para danos à propriedade alheia;

e) atingindo áreas de unidades de conservação ou áreas sujeitas, por ato do Poder Público, a regime especial de uso;

f) atingindo áreas urbanas ou quaisquer assentamentos humanos;

g) em período de defeso à fauna;

h) em domingos ou feriados;

i) à noite;

j) em épocas de seca ou inundações;

l) no interior do espaço territorial especialmente protegido;

m) com o emprego de métodos cruéis para abate ou captura de animais;

n) mediante fraude ou abuso de confiança;

o) mediante abuso do direito de licença, permissão ou autorização ambiental;

p) no interesse de pessoa jurídica mantida, total ou parcialmente, por verbas públicas ou beneficiada por incentivos fiscais;

q) atingindo espécies ameaçadas, listadas em relatórios oficiais das autoridades competentes;

r) facilitada por funcionário público no exercício de suas funções.

Art. 16. Nos crimes previstos nesta Lei, a suspensão condicional da pena pode ser aplicada nos casos de condenação a pena privativa de liberdade não superior a três anos.

Art. 17. A verificação da reparação a que se refere o § 2º do art. 78 do Código Penal será feita mediante laudo de reparação do dano ambiental, e as condições a serem impostas pelo juiz deverão relacionar-se com a proteção ao meio ambiente. Continue lendo

O direito de criticar dogmas e encaminhamentos é assegurado como liberdade de expressão, mas atitudes agressivas, ofensas e tratamento diferenciado a alguém em função de crença ou de não ter religião é crime inafiançável e imprescritível A intolerância religiosa é um conjunto de ideologias e atitudes ofensivas a crenças e práticas religiosas ou mesmo a quem não segue uma religião. É um crime de ódio que fere a liberdade e a dignidade humana. O agressor costuma usar palavras ofensivas ao se referir ao grupo religioso atacado e aos elementos, divindades e hábitos da religião. Há casos em que o agressor desmoraliza símbolos religiosos, destruindo imagens, roupas e objetos ritualísticos. Em situações extremas, a intolerância religiosa pode se tornar uma perseguição. Crítica não é o mesmo que intolerância. O direito de criticar encaminhamentos e dogmas de uma religião, desde que isso seja feito sem desrespeito ou ódio, é assegurado pelas liberdades de opinião e expressão. Mas, no acesso ao trabalho, à escola, à moradia, a órgãos públicos ou privados, não se admite tratamento diferente em função da crença ou religião. Isso também se aplica a transporte público, estabelecimentos comerciais e lugares públicos, como bancos, hospitais e restaurantes.

Ainda assim, o problema é frequente no país. Algumas denúncias se referem à destruição de imagens de orixás do candomblé ou de santos católicos. Ficou famoso no Brasil o então pastor da Igreja Universal do Reino de Deus Sérgio Von Helder, que, em 1995, chutou uma imagem de Nossa Senhora Aparecida em rede nacional de TV. Há também casos de testemunhas de Jeová que são processadas por não aceitarem que parentes recebam doações de sangue, de adventistas do Sétimo Dia a quem não são dadas alternativas quando não trabalham ou não fazem prova escolar no sábado e de medidas judiciais que impedem sacrifício de animais em ritos religiosos.

Em janeiro, a TV Bandeirantes foi condenada pela Justiça Federal de São Paulo por desrespeito à liberdade de crenças porque, em julho de 2010, exibiu comentários do apresentador José Luiz Datena relacionando um crime bárbaro à “ausência de Deus”. “Um sujeito que é ateu não tem limites. É por isso que a gente vê esses crimes aí”, afirmou o apresentador. A emissora foi condenada a exibir em rede nacional, no mesmo programa, esclarecimentos sobre diversidade religiosa e liberdade de crença.

Recentemente têm provocado reações algumas ­declarações do presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, Marco Feliciano (PSC-SP). Pastor evangélico, ele escreveu no Twitter que africanos são descendentes de um “ancestral amaldiçoado por Noé” e que sobre a África repousam maldições como paganismo, misérias, doenças e fome. A presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado, senadora Ana Rita (PT-ES), se manifestou a respeito. — São declarações e atitudes que instigam o preconceito, o racismo, a homofobia e a intolerância. Todas absolutamente incompatíveis e inadequadas para a finalidade do Legislativo — disse.

Denúncias cresceram mais de 600% em um ano. Crenças de matriz africana sofrem mais.

Continue lendo

Uma vez por ano elas submergem – pessoas modernas – no anonimato das máscaras sem nome. Uma vez por ano elas querem gozar como desconhecidas, aquilo que a vida oferece. Uma vez por ano elas se livram das amarras da responsabilidade, das preocupações e da autodisciplina. Mas como passam rapidamente os dias de divertimento sem controle! A toda bebedeira segue uma ressaca; todos que usam máscaras serão desmascarados.

Existe alguém que não se deixa enganar pela tua fantasia, – Alguém diante de cujos olhos de fogo não existem pessoas atrás das máscaras. Os olhos do Deus vivo e santo vêem todas as coisas. Eles te seguem sempre e em todos os lugares! Na Bíblia está escrito:

“Senhor, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me assento e quando levanto… Esquadrinhas o meu andar e o meu deitar, e conheces todos os meus caminhos… Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também… Se eu digo: As trevas, com efeito, me encobrirão, e a luz ao redor de mim se fará noite, até as próprias trevas não te são escuras: as trevas e a luz são para ti a mesma coisa” (Salmo 139).

Também na balbúrdia do carnaval, os olhos de Deus te observam. Mesmo que submirjas, mesmo que nenhuma pessoa te identifique – Deus te reconhece! Ele sabe a respeito de tudo que fazes. Diante dele, têm que cair todas as máscaras! Permite-me perguntar-te: como ficas depois da folia do carnaval? Seja sincero, não te iludas! Não é assim: teu coração está vazio, ficas mal-humorado, tu te sentes miserável. A vida ficou monótona e vazia. Restou somente um gosto amargo. O tempo do carnaval veio a ti em vestes de alegria, mas sempre lhe seguem vultos vestidos de preto. Trata-se das aflições, das dores de consciência, do sofrimento e do desespero.

Feliz de ti se capitulares hoje diante de Deus! Feliz de ti, se cair tua máscara! Pois Deus te faz uma oferta. Se quiseres, ainda hoje ele te dará alegria pura e verdadeira, que não tem nada em comum com a alegria “mascarada”. Trata-se de uma alegria que poderás levar para tua vida diária.

Tu te sentes sujo e manchado pelo pecado? Está o teu coração decepcionado e vazio? Então vem a Jesus Cristo, o Filho de Deus. A Bíblia diz:

“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16) – “…o sangue de Jesus, seu filho, nos purifica de todo pecado” (1 João 1.7). – Deus diz:“Desfaço as tuas transgressões como a névoa, e os teus pecados como a núvem; torna-te para mim, porque eu te remi” (Isaías 44.22). Virá o dia em que todas as pessoas do mundo terão que comparecer ao juízo de Deus: “…para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai” (Filipenses 2.10-11).

Esse será o dia em que o Deus santo arrancará dos rostos dos homens as máscaras da justiça própria, do orgulho e da altivez. De que maneira terrível aparecerá então a pecaminosidade e pobreza de uma vida desperdiçada! Por isso, deixa desmascarar-te hoje por Deus. Aceita a graça de Deus, que te é oferecida em Jesus Cristo. Hoje ele quer ser teu Salvador, amanhã talvez já seja teu Juíz! Aceita na fé o perdão dos pecados através do sangue de Jesus Cristo. Inicia hoje uma nova vida com teu Deus, uma vida de que não te precisarás envergonhar na Eternidade! (Y. M.)

 

Individualista é uma pessoa propensa ao individualismo ou com essa tendência. O individualismo consiste no pensamento e na ação independentes, sem depender dos outros ou sem se sujeitar às normas gerais.

Como tendência filosófica, o individualismo defende a supremacia dos direitos individuais face aos direitos da sociedade e à autoridade do Estado.

O individualismo, por conseguinte, pode considerar-se como uma posição filosófica, moral ou política. Os individualistas procuram satisfazer os seus próprios objetivos com auto-suficiência e independência, opondo-se às intervenções externas nas suas opções pessoais. Por isso, estão contra a autoridade das instituições sobre a sua liberdade individual.

O indivíduo é o centro do individualismo, à semelhança do que acontece noutras doutrinas como o liberalismo ou o anarquismo. Pode traduzir-se numa ética da libertação e na auto-realização, mas também no egoísmo e na falta de solidariedade.Pode considerar-se o individuo como a unidade elementar de um sistema. Cada individuo (unidade) é diferente e possui as suas próprias particularidades e capacidades.

Para o individualismo metodológico, todos os fenómenos sociais podem ser explicados a partir de elementos individuais. Noutros termos: as acções e as crenças dos indivíduos explicam a evolução da sociedade. Na linguagem quotidiana, a pessoa considerada individualista costuma ser vista com maus olhos por se achar que ela só pensa em si mesma e que não se interessa pelos outros nem por aquilo que a rodeia: “Não acredito que consigas ser assim tão individualista e que tenhas gastado todas as nossas poupanças num objecto que só te agrada a ti!”, “É um jogador bastante habilidoso, mas é demasiado individualista”.

A desigualdade social acontece quando a distribuição de renda é feita de forma diferente.

A Desigualdade social é o fenômeno em que ocorre a diferenciação entre pessoas no contexto de uma mesma sociedade, colocando alguns indivíduos em condições estruturalmente mais vantajosas do que outros. Ela manifesta-se em todos os aspectos: cultura, cotidiano, política, espaço geográfico e muitos outros, mas é no plano econômico a sua face mais conhecida, em que boa parte da população não dispõe de renda suficiente para gozar de mínimas condições de vida.

Continue lendo

Resultado de imagem para constituição federal de 1988

Art. 5, inc. IX da Constituição Federal de 88 –  IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação.

Recebe o nome de liberdade de expressão a garantia assegurada a qualquer indivíduo de se manifestar, buscar e receber ideias e informações de todos os tipos, com ou sem a intervenção de terceiros, por meio de linguagens oral, escrita, artística ou qualquer outro meio de comunicação. O princípio da liberdade de expressão deve ser protegido pela constituição de uma democracia, impedindo os ramos legislativo e executivo do governo de impor a censura.

Um debate livre e aberto sobre as questões nacionais fundamentais gera considerações positivas sobre a melhor estratégia a ser adotada na solução dos problemas daquela comunidade. Por isso, é fundamental a existência da democracia e de uma sociedade civil educada e bem informada cujo acesso à informação permita que esta participe da vida pública, fortalecendo as instituições públicas com sua influência. É aí que entra a liberdade de expressão, pois esta proporciona à coletividade uma gama variada de ideias, dados e opiniões livres de censura, que podem ser avaliados, e possivelmente, abraçados. Para um povo livre governar a si mesmo, deve ser livre para se exprimir, aberta, pública e repetidamente; de forma oral ou escrita.

Continue lendo

Cidade é uma das 24 em estado de emergência devido às chuvas em Pernambuco. Segundo prefeitura do município, festividade será realizada em julho, mês de aniversário da cidade.

Município de Barreiros foi um dos gravemente afetados pelas enchentes (Foto: Reprodução/TV Globo)

Município de Barreiros foi um dos gravemente afetados pelas enchentes

(Foto: Reprodução/TV Globo)

Devido às enchentes que causaram seis mortes e deixaram milhares de desabrigados e desalojados na Mata Sul e no Agreste de Pernambuco, o município de Barreiros, que figura na lista das 24 cidades em estado de emergência por causa das consequências da chuva, cancelou as festas de São João. De acordo com a prefeitura, os recursos que seriam utilizados nas festas juninas serão gastos em remédios, alimentos e utensílios para as vítimas e em obras de recuperação do município.

Ainda segundo a administração municipal de Barreiros, a cidade deve ter festa no mês de julho, em que é comemorado o aniversário da cidade. Segundo nota divulgada pela prefeitura, a festividade deve acontecer “caso não ocorram mais desastres naturais e todas as vítimas sejam atendidas nas suas necessidades emergenciais”.

A prefeitura também alegou ter solicitado apoio dos governos estadual e federal, além de autoridades da Defesa Civil, Bombeiros, policiais e Forças Armadas para prestar assistência à população do município e para reconstruir a cidade. Neste sábado (7), foram iniciadas obra reparo em vias da cidade.

Sobe para seis número de vítimas das enchentes em Pernambuco

Sobe para seis número de vítimas das enchentes em Pernambuco

Visita do ministro das Cidades

Neste sábado (3), o ministro das Cidades, Bruno Araújo, visitou o município de Barreiros para acompanhar a vistoria em um empreendimento habitacional em que 468 unidades foram destinadas às vítimas das chuvas. Em seguida, ele visitou as áreas atingidas pelas enchentes na cidade. Os municípios de Ribeirão e Palmares, também na Mata Sul, foram visitados pelo ministro.

Entenda o caso

Desde o final de semana dos dias 27 e 28 de maio, chuvas fortes atingem várias regiões do estado, provocando enchentes de rios e deslizamentos de barreiras. Seis pessoas morreram, sendo duas no Recife, duas em Caruaru e duas em Lagoa dos Gatos. De acordo com dados do governo do estado, o número de desabrigados e desalojados chegou a 55,1 mil pessoas no dia 31 de maio.

Em Catende, na Mata Sul de Pernambuco, população trabalha para retirar a lama dos imóveis e das ruas (Foto: Oton Veiga/TV Globo)

Em Catende, na Mata Sul de Pernambuco, população trabalha para retirar a lama dos imóveis e das ruas (Foto: Oton Veiga/TV Globo)

No domingo (28), o presidente da República, Michel Temer, veio ao Recife e autorizou o envio de ajuda humanitária. Ele ainda se comprometeu com a liberação de uma linha de crédito de R$ 600 milhões, junto ao BNDES, para obras no estado. Diante das enchentes, o governo estadual decretou estado de emergência em 24 municípios de Pernambuco na terça (30). Na quarta (31), o governador Paulo Câmara visitou as cidades de Catende e Ribeirão, na Zona da Mata Sul, para acompanhar o planejamento de ajuda humanitária às famílias desalojadas e de limpeza das áreas atingidas pela água, feito por ‘gabinetes de crise’ instalados nos dois municípios.

Chuvas deixam mais de 47 mil fora de suas casas em Pernambuco (Foto: Editoria de Arte/G1)

Chuvas deixam mais de 47 mil fora de suas casas em Pernambuco (Foto: Editoria de Arte/G1)

Solidariedade

Para ajudar as famílias que perderam praticamente tudo nas enchentes, diversas instituições e entidades realizam arrecadação de alimentos não perecíveis e objetos de higiene pessoal. Há pontos de coleta no Recife, em Olinda e nos 15 campi do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).

Entenda as fortes chuvas

No Nordeste, as chuvas ocorrem por causa de um fluxo de vento que vem do oceano carregado de ar úmido, formando nuvens carregadas na costa e na Zona da Mata. De acordo com o meteorologista Celso Oliveira, da Somar Meteorologia, trata-se de um sistema chamado onda de leste, comum nesta região no outono e inverno.

O navio de carga Burra Leiteira zarpa de Fernando de Noronha neste sábado (3), rumo ao Recife com 1,5 tonelada de alimentos e produtos doados para os desabrigados das enchentes do interior do estado.  Desde o início da semana uma campanha foi promovida pela Administração da Ilha incentivado as doações. Os moradores atenderam aos apelos e fizeram as entregas no Centro de Geração e Renda.

 As doações chegaram a 1,5 toneladas (Fotos: Ana Clara Marinho/TV Globo)

“Recebemos roupas, alimentos e gêneros de higiene pessoal. Nós também recebemos contribuições de pousadas que doaram fronhas, toalhas, lençóis e cobertores”, falou a assistente social da Administração do Distrito, Cândida Jucá.

O navio chega no Recife em dois dias (Fotos: Ana Clara Marinho/TV Globo)

Muitas doações também foram arrecadas no show da solidariedade, promovido pelo cantor Nêgo Noronha. O evento foi realizado na noite dessa sexta-feira (2), no Bosque Flamboyant. Além de Nêgo, participaram os artistas Felipe França, Márcio Moreno, Daniel Ribeiro, Lucas Flor, Almir Oliveira, Budião, Jonas Melo e Alan.

Nêgo Noronha organizou o evento (Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo)

“O objetivo foi alcançado, tivemos muitas doações, dá vontade de chorar. Essa foi a primeira ação social, no próximo mês vamos realizar outro evento para ajudar quem está precisando agora e outras pessoas que precisam sempre, temos que colaborar. Estou muito feliz”, declarou Nêgo Noronha.

 Lucas Flor cantou no evento (Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo)

A embarcação com as doações da ilha deve chegar ao Recife nesta segunda-feira (5). O dono do navio está fazendo o transporte gratuito. “Esse material vai se juntar as doações que também foram recolhidas no Escritório de Apoio, no Recife, tudo será encaminhado ao Quartel do Derby, na capital pernambucana, para seguir para o interior o estado “, informou  Cândida Jucá.

A Loja Farias Calçados, já entrou no clima junino, com novidades de última geração,  em calçados, bolsas, cintos, etc. Venha até nossa loja e verifique as várias tendências da moda: adulto, infantil e juvenil, masculino e feminino. Calçando seus pés com elegância e preços imbatíveis. “O MÊS DE JUNHO CHEGOU, EU VOU FESTEJAR”. Vocês vão ficar requintadas (os) com o aconchego das novidades.

 

Em Santa Terezinha- PE, a Farias Calçados fica localizada na Rua Horácio José de Souza Nº 122, no centro, próximo a igreja católica.  Agradecemos a preferência!!!

    No início desta noite (02/06), por volta das 18 hs. caiu uma das casebres que fica no beco do Virgulino, o qual está ha mais de 26 anos necessitando de melhorias, de inverno a inverno, sem saneamento básico, onde nem sequer o mato é retirado com sequencia. Chegou ao ponto de não aguentar mais a falta de estrutura e cuidado. O que poderá ficar pior, se não for tomada as devidas providências. Cabe ao poder público municipal averiguar. Pois não é de hoje, já se prolonga por muitos anos esta situação. Agora está em pior situação, muito mato, como pode-se ver nas fotos, crateras, que com as recentes chuvas se agravaram ainda mais. O acúmulo de mato produz todo tipo de insetos, como cobras, escorpiões,  mosquitos, ratos, baratas, formigas, mosquitos aedes aegypte, etc. O que poderá favorecer acidentes e doenças. 

     Apela-se para as autoridades competentes e aos proprietários, que se sensibilizem e tomem as providências cabíveis. Todos os moradores da avenida Edson Morato de Holanda estão nesta área de risco, porque ninguém está isento de acontecer acidentes com animais e doenças vulneráveis. E já tem entrado muitos destes insetos e animais, nas residenciais  de pessoas que moram nesta rua.

     Hoje mesmo, houve um grande livramento de Deus, pois nas duas casebres laterais a que caiu, haviam pessoas. Um senhor de idade em uma e na outra uma senhora com duas crianças pequenas, onde a parede da casebre ficou rachada na hora da queda e caiu terra na cabeça das mesmas.

                                         

Esta mini cratera já faz tempo que foi falado para ser consertada,mas até o fechamento desta edição nada foi feito. 
O matagal também foi falado, só que os funcionários limparam uma parte e se esqueceram de limpar o restante.


  A população afogadense está dando uma belíssima demonstração de generosidade e solidariedade para com os milhares de desabrigados pelas fortes chuvas que atingiram o agreste e a mata sul do Estado no último final de semana. Comerciantes, instituições, igrejas, Prefeitura e a população tem contribuído doando alimentos não perecíveis, água potável, roupas, cobertores e diversos outros itens. Nesta terça (30), a Secretaria municipal de Assistência Social coordenou um grande mutirão pelas principais ruas de Afogados para arrecadar donativos para os desabrigados. Tudo o que foi arrecadado pelas demais secretarias municipais, por escolas, postos de saúde e instituições parceiras, seguiram para a sede da assistência social. A Prefeitura de Afogados adotou o município de Jaqueira. Para garantir um maior volume de donativos, o caminhão seguirá apenas nesta quarta (31), para Jaqueira.

“Quero agradecer a todos, sem distinção, pelo compromisso e pela solidariedade com nossos irmãos de Jaqueira que estão, nesse momento, passando por enormes dificuldades. Em meio a tanta coisa ruim que nos acostumamos a ver, exemplos como esse do povo de Afogados nos dá força para seguir em frente e acreditar em um mundo melhor,” destacou o Prefeito José Patriota. 

Prefeitura de Afogados da Ingazeira
Núcleo de Comunicação Social

       Resultado de imagem para chuva

    Houve um mal entendido nas informações das chuvas que ocorreram no município de Santa Terezinha-PE, divulgadas pelo IPA e pela Secretaria de Agricultura Municipal. Os números informados junto ao site do IPA são de 527.5 ml. Já o Secretário Adjunto de Agricultura, Teixeira de Joca informou que os dados somam 577 ml até o dia 01.06.17, e disse que essa divergência se deu, devido aos locais de captação das chuvas em Santa Terezinha. Como este ano está chovendo de forma irregular de um lugar para outro, a mais do que em outros, é admissível essas divergências. No entanto, ele informou que para a Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), os números válidos são aqueles informados pela Secretaria Municipal de Agricultura. 

     Ficando deste modo, esclarecido para a população a divergência dos dados informados.

 

O ministro da Educação, Mendonça Filho, fez a entrega simbólica nesta quinta-feira, 1º, de 83 ônibus do Programa Caminho da Escola ao estado de Pernambuco. A cerimônia foi em Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana do Recife. O investimento de R$ 18,1 milhões vai beneficiar 72 municípios.

“O transporte escolar reduz a evasão, garantindo o acesso e a permanência dos alunos nas escolas da rede pública”, afirmou Mendonça Filho. Ele lembrou que os veículos são adquiridos diretamente pelas prefeituras com recursos repassados pelo MEC por transferência direta.

Entre os municípios contemplados está Jaboatão dos Guararapes, que receberá três ônibus ao custo total de R$ 690,63 mil. Para o prefeito Anderson Ferreira, “a pauta da educação é primordial para aqueles que querem ter êxito em sua gestão.” O governo do estado também receberá três ônibus, num valor global de R$ 729,6 mil, transferidos pelo Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O programa Caminho da Escola tem como objetivo renovar e padronizar a frota de veículos escolares, visando garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes. A ação contribui para a redução da evasão escolar, ao ampliar, por meio do transporte diário, o acesso e a permanência dos alunos nas escolas da rede pública da educação básica da zona rural.

No Brasil, 4,6 milhões alunos da educação básica pública residem em área rural e dependem do transporte escolar ofertado pelos estados e municípios para chegar à escola. Deste total, 2,1 milhões (47%) estão no Nordeste.   

Chuvas – Preocupado com as fortes chuvas que atingem Pernambuco, o ministro determinou que técnicos do ministério fossem ao estado verificar a condição das escolas nas cidades em situação de calamidade, para que as crianças não fiquem sem aula.

Pernambuco recebe do Ministério da Educação 83 ônibus do Programa Caminho da Escola, com investimento de R$ 18,1 milhões (Foto: Rafael Carvalho/MEC)

Logo depois da incidência das chuvas e da situação de calamidade, nós enviamos aqui para Pernambuco quatro equipes do Ministério da Educação com o intuito de fazer o levantamento e assegurar apoio do governo federal para recuperação de unidades escolares vinculadas aos municípios e ao governo do estado. Creio que até a próxima semana a gente deve ter uma conclusão, para que a gente possa anunciar recursos para atender essa demanda dos governos municipais e do governo estadual”, disse Mendonça Filho.

Ainda nesta quinta-feira, o MEC e o FNDE liberaram R$ 4,65 milhões para a secretaria estadual de educação de Pernambuco, que serão utilizados na aquisição de 1.126 computadores, 1.126 no-breaks e laboratórios para as escolas técnicas estaduais.

Assessoria de Comunicação Social


                

 TEXTO ÁUREO
“Então, Maria, tomando uma libra de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de JESUS e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento.” (Jo 12.3).
 


VERDADE PRÁTICA
Maria, de Betânia, é exemplo do crente que dá prioridade a JESUS em sua vida, e lhe oferece o melhor em gratidão por seu amor.

  LEITURA DIÁRIA Segunda – Mt 6.33 Em primeiro lugar, o Reino de DEUS
Terça – Hb 13.2 O valor da hospitalidade
Quarta – Sl 100.2 Servindo ao Senhor com alegria
Quinta – Mt 4.4 A Palavra do Senhor alimenta
Sexta – Lc 8.41 Prostrado aos pés de JESUS
Sábado – Jo 13.5 A humildade de JESUS
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE – João 12.1-111 – Foi, pois, JESUS seis dias antes da Páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera e a quem ressuscitara dos mortos. 2 – Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele. 3 – Então, Maria, tomando uma libra de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de JESUS e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento. 4 – Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse:  5 – Por que não se vendeu este unguento por trezentos dinheiros, e não se deu aos pobres? 6 – Ora, ele disse isso não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão, e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava. 7 – Disse, pois, JESUS: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto. 8 – Porque os pobres, sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes. 9 – E muita gente dos judeus soube que ele estava ali; e foram, não só por causa de JESUS, mas também para ver a Lázaro, a quem ressuscitara dos mortos. 10 – E os principais dos sacerdotes tomaram deliberação para matar também a Lázaro, 11 – porque muitos dos judeus, por causa dele, iam e criam em JESUS. 

OBJETIVO GERAL – Apresentar Maria como exemplo do crente que oferece a DEUS ?sempre o melhor em forma de gratidão por seu amor.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS Mostrar o exemplo de Maria de Betânia ao escolher a melhor parte;Saber que Maria foi a mulher que ungiu o Senhor JESUS;Apontar o caráter humilde de Maria. 

INTERAGINDO COM O PROFESSOR
Prezado professor, na lição de hoje estudaremos o caráter de Maria de Betânia. Maria foi uma mulher que honrou JESUS colocando-o acima de toda e qualquer prioridade. Sua atitude de ficar aos pés do Salvador, ouvindo-o e aprendendo, revelou o seu desejo de querer estar mais perto do Filho de DEUS, em íntima comunhão com Ele. Como está sua comunhão com o Pai e o Filho? Você tem alegria e prazer em estar em sua presença para adorá-lo pelo o que Ele é? Maria amava ao Senhor e sabia como demonstrar, em seus gestos e atitudes, seu amor altruísta. Ao ungir os pés de JESUS com um unguento de boa qualidade e caro, ela demonstrou amar mais a JESUS e as pessoas do que os seus bens materiais. Que o nosso amor pelo Mestre seja maior do que por nossos bens materiais e ministérios. 

PONTO CENTRAL – Devemos oferecer a DEUS sempre o melhor.

 
Resumo da Lição 10 – Maria, Irmã de Lázaro, uma Devoção Amorosa
 
I – O EXEMPLO DE MARIA DE BETÂNIA
1. Maria “escolheu a boa parte”.

 

a) JESUS na casa de Maria.
b) Maria prefere ficar aos pés de JESUS.
2. Maria deu prioridade a JESUS.
3. Mais “Martas” do que “Marias”.
 
II – MARIA, A MULHER QUE UNGIU O SENHOR

 

1. Maria ungiu os pés de JESUS.
a) Uma ceia para JESUS.
b) Maria unge os pés de JESUS.
c) JESUS aprova o gesto de Maria.

 

2. Maria ungiu a cabeça de JESUS.

 

3. Devemos oferecer o melhor a JESUS.
 
III – O CARÁTER HUMILDE DE MARIA
1. Maria, uma mulher humilde.

 

2. Maria não revidou as críticas da irmã.
SÍNTESE DO TÓPICO I – O crente deve seguir o exemplo de Maria de Betânia que preferiu ficar aos pés de JESUS.

 

SÍNTESE DO TÓPICO II – Maria foi a mulher que em um gesto de adoração ungiu os pés de JESUS.
SÍNTESE DO TÓPICO III – Maria demonstrou ter um caráter humilde e fiel a DEUS.
 

CONHEÇA MAIS – *A oferta de Maria

“A oferta que provavelmente representou a economia de toda a sua vida, quinhentos denários (gregos), era uma quantia bastante grande para uma pessoa comum. O motivo é simples, porém profundamente significativo. Maria queria oferecer o melhor para JESUS.” Para conhecer mais leia, Guia do Leitor da Bíblia, CPAD, p. 689.

“JESUS respondeu de forma amorosa mas cheia de ensino precioso, que Maria escolhera “a boa parte, a qual não lhe será tirada’.

                                                                                      SUBSÍDIO BIBLIOLÓGICO
 
SUBSÍDIO DIDÁTICO

Professor, para tornar a aula mais dinâmica, interativa e introduzir o terceiro tópico da lição, faça as seguintes perguntas: “Como Maria reagiu diante da queixa e incompreensão de sua irmã em relação a sua atitude de ficar aos pés de JESUS ouvindo-o?” “Como devemos agir quando as pessoas, até mesmo da nossa família, não compreendem nossas atitudes em relação a JESUS e ao serviço cristão?” Enfatize que assim como Maria, nem sempre somos bem compreendidos pelas pessoas. Mas é diante das incompreensões e julgamentos que temos de revelar o nosso caráter cristão. Ao que tudo indica Maria não tentou se defender ou retrucou sua irmã. Porém, o próprio Senhor JESUS a defendeu e procurou valorizar suas atitudes. Depois de conversar com os alunos a respeito das atitudes de Maria, distribua as cópias do quadro abaixo. Utilize para refletir com os alunos as características do caráter de Maria e as lições que podemos aprender com suas atitudes. 

SUBSÍDIO BIBLIOLÓGICO  SUBSÍDIO DIDÁTICO

 

PARA REFLETIR – A respeito de Maria, irmã de Lázaro, uma devoção amorosa, responda:
De que tipo de crente Maria é exemplo?
Do crente que prefere ouvir as palavras de JESUS. 
Com que Maria ungiu os pés de JESUS? 
Com unguento de nardo puro, de muito preço.
Como JESUS viu o gesto de Maria?
Ele aprovou e disse que ela o ungira para a sepultura. 
Que disse JESUS, quando Maria ungiu sua cabeça?
Que, onde o evangelho for pregado, seu gesto será lembrado. 
O que representa a oferta de Maria?
As economias de todo uma vida. 

SUGESTÃO DE LEITURA

Como ter o Coração de Maria no Mundo de Marta

JESUS o Amado da Alma da Mulher

Comentário Bíblico – João                                              

                                          

 Resumo Rápido da Lição 10 – Maria, Irmã de Lázaro, uma Devoção Amorosa, Pr. Henrique 

INTRODUÇÃO Estudaremos hoje sobre Maria, a irmã de Lázaro e Marta, que morava em Betânia, a 3 quilômetros de Jerusalém. Analisaremos sua recepção de JESUS em sua casa, sua adoração a JESUS e sua preparação para o sepultamento de JESUS. também veremos as duas vezes que Maria ungiu JESUS e a rejeição tanto por parte de Judas quanto dos outros discípulos a esse gesto de adoração e preparação para o sepultamento de JESUS. Veremos que JESUS elogiou sua atitude e disse que isso não lhe seria tirado. 

PERGUNTAS PARA A LIÇÃO O que eu faço quando sei que JESUS está em minha casa? Que hora sinto mais que JESUS está em minha casa? Eu tenho pelo menos uma hora por dia para sentir a presença de JESUS em minha casa? Eu consigo ouvir JESUS falando comigo em minha casa? Eu ofereço a JESUS prioridade em minha casa? Eu leio e medito no que JESUS fala comigo, pela sua palavra, em minha casa? Eu já ouvi a voz de JESUS falando comigo em minha casa? Você trabalha para JESUS ou com JESUS? 

LEITURAS BÍBLICAS IMPORTANTES PARA A LIÇÃO

 Lucas 10:38-42 – Maria – irmã de LázaroE aconteceu que, indo eles de caminho, entrou JESUS numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa; E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de JESUS, ouvia a sua palavra. Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude. E respondendo JESUS, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada. 

João 12.1-11 – Maria – irmã de Lázaro1 – Foi, pois, JESUS seis dias antes da Páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera e a quem ressuscitara dos mortos. 2 – Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele. 3 – Então, Maria, tomando uma libra de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de JESUS e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento. 4 – Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse:  5 – Por que não se vendeu este unguento por trezentos dinheiros, e não se deu aos pobres? 6 – Ora, ele disse isso não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão, e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava. 7 – Disse, pois, JESUS: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto. 8 – Porque os pobres, sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes. 9 – E muita gente dos judeus soube que ele estava ali; e foram, não só por causa de JESUS, mas também para ver a Lázaro, a quem ressuscitara dos mortos. 10 – E os principais dos sacerdotes tomaram deliberação para matar também a Lázaro, 11 – porque muitos dos judeus, por causa dele, iam e criam em JESUS. 

Mateus 26.6-12Maria – irmã de LázaroE, estando JESUS em Betânia, em casa de Simão, o leproso, Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com unguento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa. E os seus discípulos, vendo isto, indignaram-se, dizendo: Por que é este desperdício? Pois este unguento podia vender-se por grande preço, e dar-se o dinheiro aos pobres. JESUS, porém, conhecendo isto, disse-lhes: Por que afligis esta mulher? pois praticou uma boa ação para comigo. Porquanto sempre tendes convosco os pobres, mas a mim não me haveis de ter sempre. Ora, derramando ela este unguento sobre o meu corpo, fê-lo preparando-me para o meu sepultamento. 

Marcos 14:1-9 – Maria – irmã de Lázaro

E dali a dois dias era a páscoa, e a festa dos pães ázimos; e os principais dos sacerdotes e os escribas buscavam como o prenderiam com dolo, e o matariam. Mas eles diziam: Não na festa, para que porventura não se faça alvoroço entre o povo. E, estando ele em Betânia, assentado à mesa, em casa de Simão, o leproso, veio uma mulher, que trazia um vaso de alabastro, com ungüento de nardo puro, de muito preço, e quebrando o vaso, lho derramou sobre a cabeça. E alguns houve que em si mesmos se indignaram, e disseram: Para que se fez este desperdício de ungüento? Porque podia vender-se por mais de trezentos dinheiros, e dá-lo aos pobres. E bramavam contra ela. JESUS, porém, disse: Deixai-a, por que a molestais? Ela fez-me boa obra. Porque sempre tendes os pobres convosco, e podeis fazer-lhes bem, quando quiserdes; mas a mim nem sempre me tendes. Esta fez o que podia; antecipou-se a ungir o meu corpo para a sepultura. Em verdade vos digo que, em todas as partes do mundo onde este evangelho for pregado, também o que ela fez será contado para sua memória.

Lucas 7.36-40MULHER PECADORA – OUTRA MULHER – OUTRA OCASIÃO – OUTRO LUGAR – GALILEIA – TALVEZ EM NAI – NO É NOSSO ASSUNTO DESTA LIÇÃO.
E rogou-lhe um dos fariseus que comesse com ele; e, entrando em casa do fariseu, assentou-se à mesa. 37 E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com unguento; 38 E, estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o unguento. 39 Quando isto viu o fariseu que o tinha convidado, falava consigo, dizendo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora. E respondendo, JESUS disse-lhe: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. E ele disse: Dize-a, Mestre.

Na lição desta semana é muito importante não confundir a mulher pecadora que ungiu JESUS com a irmã de Lázaro, Maria, que ungiu JESUS por duas vezes. Primeira vez em sua própria casa (ungiu os pés – 6 dias antes da páscoa), segunda vez na casa de Simão, o leproso (ungiu a cabeça – 2 dias antes da páscoa), ambas as vezes em Betânia, aldeia a 3 Km de Jerusalém, perto do Monte da Oliveiras. Primeira unção de Maria – faltava seis dias para a Páscoa – Casa de Lázaro – Derramou sobre seus pés. Segunda unção de Maria – faltavam dois dias para a Páscoa – Casa de Simão – Derramou sobre sua cabeça.
Todo dia JESUS ia a Jerusalém e voltava para Betânia para dormir (complementando também sua alimentação).

Seis dias antes de Morrer JESUS estava ali.

Na casa de Lázaro (ressuscitado dias antes – tinha morrido e JESUS o havia ressuscitado) e suas irmãs Marta e Maria.

Ceia para JESUS – Marta servia

Lázaro à mesa e Maria aos pés.

Uma libra de unguento de nardo puro, de muito preço – 300 dinheiros (avaliado por Judas – derramou parte do unguento nesta ocasião e a outra parte dois dias antes da páscoa na casa de Simão, o leproso, agora sobre a cabeça de JESUS). Maria prestava legítima adoração – o que tinha de mais precioso dava a JESUS. Maria sempre era encontrada aos pés de JESUS quando ELE ali estava e ali recebeu revelações. Ungiu os pés de JESUS e enxugou com os cabelos. Também derramou o perfume sobre a cabeça de JESUS na casa de Simão o Leproso – Mt 26.7 aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com ungüento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa.) E, estando JESUS em Betânia, em casa de Simão, o leproso, 

O perfume invadiu o ambiente, perfumou os pés de JESUS e os cabelos de Maria – unção de DEUS se espalha quando há adoração legitima. JESUS haveria de morrer dali a pouco menos de uma semana e estava na verdade sendo ungido para isso. Lázaro passou a ser alvo de morte por ser amigo de JESUS e por ser testemunho vivo de seu poder. Há quem até chegue a confundir os três acontecimentos, o de Maria de Betânia, em duas ocasiões, com a mulher pecadora, mas se porventura fizéssemos um paralelo entre as três narrativas veríamos que ainda que as diferenças sejam poucas, são cruciais para podermos discernir e perceber que uma história não pode de forma alguma ser ligada com as outras, veja: Casa de Lázaro (6 dias antes da páscoa – Aqui Maria lava os pés de JESUS) – Cidade: Betânia Casa de Simão Leproso (2 dias antes da páscoa – Aqui Maria lava a cabeça de JESUS) -Cidade: Betânia
Convidados: JESUS, Lázaro, Marta, Maria e os discípulos.

Casa de um fariseu, talvez em Nair. Não estava ali ninguém da família de Lázaro registrado. É uma das três vezes que

JESUS fora ungido para seu sepultamento que se daria após sua morte.
VEJA

Casa: Simão Fariseu
Cidade: Possivelmente Nair
Convidados: JESUS e não descritos.

Observação do Pr. Henrique – Realmente Maria comprara este unguento não para ser usado em seu próprio corpo, mas para ser usado na morte e sepultamento de JESUS. Tinha comprado recentemente óleo para ungir seu irmão Lázaro que havia falecido – este era o costume. Deve ter aproveitado para comprar para ungir JESUS também. Quando JESUS chega ali em sua casa, ela, movida pelo ESPÍRITO SANTO, lhe ungiu em adoração e executando assim um ato profético. Ela recebera a revelação de sua morte. era uma mulher salva e em intima comunhão com JESUS.

Para melhorar o entendimento correto. Veja que nem Marta e nem Maria foram ungir JESUS – Maria já tinha feito isso.

Marcos: 16. 1. Ora, passado o sábado, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo. 2. E, no primeiro dia da semana, foram ao sepulcro muito cedo, ao levantar do sol. Maria sabia da morte e sepultamento de JESUS em Breve porque o ESPÍRITO SANTO a inspirou, ela sabia muito bem o que estava fazendo? Estava querendo prestar sua última adoração ao Senhor – Creio que isto é o mais correto afirmar, pois JESUS testificou que ele havia comprado o unguento para seu sepultamento.

Disse, pois, JESUS: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto; João 12.7

Ora, derramando ela este ungüento sobre o meu corpo, fê-lo preparando-me para o meu sepultamento. Mateus 26:12

(Quem passa horas na presença de JESUS adorando-o e ouvindo-o recebe revelação e unção).

Comentário Bíblico de John Macarthur – “Deixai-a, para que ela possa mantê-lo para o dia da minha sepultura.” JESUS obviamente, não quer dizer que Maria iria manter o perfume (ou pelo menos parte dele) até seu sepultamento, desde que ela tinha acabado de servir (cf. Mc 14: 3). Enquanto comentaristas discordam sobre como entender essas palavras, a solução mais satisfatória é entender reticências na declaração do Senhor. Suprindo as palavras que faltam, o sentido seria: “Deixa-a, ela não vai vender o perfume [como você gostaria que ela fizesse], de modo que pudesse mantê-lo para o dia da minha sepultura” (cf. DA Carson, O Evangelho De acordo com João, O Pillar New Testament Commentary (Grand Rapids: Eerdmans, 1991), 429-30; cf. Andreas J. Köstenberger, João, Baker Exegetical Comentário ao Novo Testamento [Grand Rapids: Baker, 2004], 363-64 ). Ato de Maria foi uma espontânea manifestação de seu amor e devoção a CRISTO. No entanto, como profecia involuntária de Caifás (11: 49-52), que tinha um significado mais profundo. Em Mateus 26:12 JESUS disse: “Quando ela derramou este perfume sobre o meu corpo, fê-lo a preparar-me para o enterro” (cf. Mc 14: 8). O enterro dos quais JESUS falou profeticamente não era uma introdução efetiva do Seu corpo no sepulcro, mas a unção que ela tinha acabado de fazer, que ele via como um símbolo de Sua breve volta morte e sepultamento. Parte dos gastos pródigos associados a muitos funerais do primeiro século foi o custo de perfumes para mascarar o odor de decomposição (cf. João 11:39). Este ato por Maria, como no caso de Caifás (11: 49-52) revelou uma realidade muito maior do que ela percebeu a tempo. Sua unção prefigurava aquele José de Arimatéia e Nicodemos viria a cumprir, em seu corpo após a morte de JESUS (João 19: 38-40). Comentário Bíblico Wesleyana – Portanto, ela tinha decidido guardar o bálsamo para o dia do sepultamento de seu Senhor.  Comentário Bíblico TT W. W. Wiersbe  – Maria ungiu tanto a cabeça quanto os pés de JESUS. Foi um gesto do mais puro amor, pois ela sabia que o seu Senhor estava prestes a suportar grande sofrimento e a morrer.Comentário Bíblico – Matthew Henry (Exaustivo) AT e NT – 1. CRISTO interpreta o que ela fez de uma maneira favorável, da qual aqueles que a condenavam não tinham consciência: “Para o dia da minha sepultura guardou isto”. Ou: “Ela reservou isto para o dia em que Eu for embalsamado”, segundo o Dr. Hammond. “Vocês não lamentam o ungüento usado para embalsamar seus amigos mortos, nem dizem que ele deveria ser vendido ou dado aos pobres. Este ungüento tinha este propósito, ou, pelo menos, isto pode ser assim interpretado, pois o dia do meu sepultamento está próximo, e ela ungiu um corpo que já está praticamente morto”. Observe que:

(1) Nosso Senhor JESUS pensava muito e frequentemente sobre sua própria morte e sobre seu sepultamento. Seria bom que nós também fizéssemos isto. (2) A Providência frequentemente abre assim uma porta de oportunidades aos bons cristãos, e o ESPÍRITO da graça abre assim seus corações, para que as expressões do seu zelo piedoso provem ser mais oportunas, e mais belas, do que qualquer previsão que se pudesse fazer delas. (3) A graça de CRISTO coloca gentis comentários sobre as palavras e ações piedosas das pessoas boas, e não somente aproveita ao máximo o que está incorreto, mas tira o maior proveito do que é bom.

  1. Ele dá uma resposta adequada à objeção de Judas, v. 8. (1) Está ordenado, no reino da Providência, que sempre tenhamos conosco os pobres, e que um ou outro sejam objetos de caridade (Dt 15.11). Estes existirão, enquanto aqui houver, neste estado desvirtuado da humanidade, tanta loucura e tanto sofrimento. (2) Está ordenado, no reino da graça, que a igreja não teria sempre a presença física de JESUS CRISTO. “A mim não me haveis de ter sempre, mas somente por um pouco” Observe que precisamos de sabedoria, quando duas tarefas competem entre si, para saber a qual delas dar a preferência, o que deve ser determinado pelas circunstâncias. As oportunidades devem ser aproveitadas, e primeiro e mais vigorosamente aquelas que provavelmente terão a duração mais curta, e que podemos ver mais rapidamente concluídas. O bom dever que pode ser feito a qualquer momento deve ceder o lugar para aquele que não poderá ser feito, a menos que seja agora.Comentário Bíblico BEP – CPAD- 12.3 MARIA… UNGIU OS PÉS DE JESUS. O ato de Maria ungir os pés de JESUS foi um grande sacrifício, pois o seu ungüento ou perfume era muito caro. Ela sabia que dentro em breve terminaria a sua oportunidade de expressar devoção a JESUS; então, aproveitou a oportunidade que teve.

Observação do Pr. Henrique – Ser amigo de JESUS pode lhe custar a vida. Se apenas receber um milagre de JESUS, pode lhe custar perseguição e morte. João 12.10 – E os principais dos sacerdotes tomaram deliberação para matar também a Lázaro, 11 – porque muitos dos judeus, por causa dele, iam e criam em JESUS.

Observação do Pr. Henrique – Maria, Marta e Lázaro – representam – adoração, serviço e testemunho. O evangelho é assim vivido e pregado.

I – O EXEMPLO DE MARIA DE BETÂNIA

  1. Maria “escolheu a boa parte”. JESUS visitava Lázaro de vez em quando. Se tornou seu amigo e de suas irmãs Marta e Maria. Na bíblia vemos pelo menos 3 visitas de JESUS à casa de Lázaro. Para uma ceia, depois para ressuscitar Lázaro e depois para ceiar novamente. Como Jerusalém era bem pertinho, JESUS podia ir até lá sempre que desejasse (3 Km de distância de Jerusalém a Betânia).
  2. a) JESUS na casa de Maria. Parece que a casa era de Marta ou que Marta por ser mais idosa, recebia os convidados. Também podemos entender que JESUS estava ali a convite de Marta (Lucas 10.38 – E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou JESUS numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa.) Os convidados eram pelo menos 13, JESUS e seus discípulos. como veremos Maria com um perfume caríssimo guardado para os sepultamento de JESUS.
  3. b) Maria prefere ficar aos pés de JESUS. A posição preferida de Maria é assentada. Está assentada aos pés de JESUS quando está em sua casa. está assentada em casa quando JESUS chega para ressuscitar Lázaro, está assentada aos pés de JESUS quando Lhe unge os pés.

POSIÇÃO PREFERIDA DE MARIA – SEMPRE ASSENTADA

Lucas 10:39 – E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de JESUS, ouvia a sua palavra. João 11:20 – Ouvindo, pois, Marta que JESUS vinha, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou assentada em casa. João 12.3 Então Maria, tomando um arrátel de ungüento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de JESUS, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do ungüento. JESUS ELOGIA SUA POSIÇÃO PORQUE QUANDO JESUS ESTÁ EM NOSSA CASA A PRIORIDADE É DELE E PARA ELE.

MARTA SEMPRE ESTAVA OCUPADA NOS AFAZERES DOMÉSTICOS – Marta não aceitava a atitude da irmã, ela queria ajuda nos afazeres domésticos e não conseguia entender a prioridade ali.

JESUS A CENSUROU POR ISSO, PORQUE A COMIDA MATERIAL NÃO É MAIS IMPORTANTE DO QUE A COMIDA ESPIRITUAL.

 Lucas 10:39-42 E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de JESUS, ouvia a sua palavra. Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude. E respondendo JESUS, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.

João 12.2 Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele.

  1. Maria deu prioridade a JESUS.

JESUS deve ter prioridade em nosso lar, em nosso tempo, em nosso dinheiro, em nosso amor, em nosso coração. Quando JESUS chegou Maria se dedicou integralmente a ELE. Nada mais importava. Comida foi esquecida, cidade e amigos foram esquecidos. Família foi esquecida. JESUS chegou! Dizemos que somos cristãos – imitadores de CRISTO? Em que o imitamos? Em que somos parecidos com ELE?

Nos jejuns? Na muita oração, Nos milagres? Na evangelização? Nos sofrimentos? Nas perseguições? Na falta de ter onde dormir? Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos. Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum. Isaías 53:2,3

7 Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca. Como DEUS ungiu a JESUS de Nazaré com o ESPÍRITO SANTO e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque DEUS era com ele. Atos 10:38

O ESPÍRITO do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração, Lucas 4:18

E curou muitos que se achavam enfermos de diversas enfermidades, e expulsou muitos demônios, porém não deixava falar os demônios, porque o conheciam. Marcos 1:34

Dar prioridade a JESUS significa tê-lo em primeiro e principal lugar em nossas vidas.

  1. Mais “Martas” do que “Marias”.

Na modernidade temos visto a ocupação exagerada dos cristãos com a parte financeira. O consumismo tomou conta das famílias. Celular modelo novo e tecnologia atualizada todos os dias. Tablets e computadores modernos a cada dia, TV maior e com mais tecnologias, Carros mias possantes e com maior tecnologia e assim por diante. É uma disputa pelo mais novo, pelo mais moderno, pelo mais tecnológico, pelo mais atual. Assim as famílias passaram a trabalhar mais e as tarefas domésticas de cada membro foram sendo adotadas a novas realidade. A esposa antes cuidava e educava seus filhos nos lares, inclusive com as lições do colégio secular e também com o ensino religioso. Isso foi sendo deixado de lado, substituído por empregos fora do lar, cabendo à TV e computadores e celulares a tarefa da educação no lar. Os pais que eram referência na autoridade familiar e na parte sacerdotal do lar não tem mais tempo para sua família. Resultado lógico na igreja e na sociedade, o caos. Não há mais o princípio de autoridade no lar, nem na igreja, nem na sociedade em geral. Filhos se desviam do evangelho na adolescência e não respeitam mais seus pais e idosos. Cultos domésticos acabaram. Leitura bíblica e oração em casa acabaram. Parece que se esqueceram de colocar JESUS dentro dos lares. Ficou trancado lá fora, batendo à porta. realmente existem muitíssimas Martas. Até trabalham na igreja e para a igreja, mas não têm mais tempo para falar com JESUS, para ouvir JESUS, para adorarem a JESUS. JESUS é a cabeça do lar e da igreja.

A Escola Bíblica Dominical enfrenta sua pior crise de assistência, não atinge mais nem 40% de frequência dos membros da igreja. justamente na época de maior ajuda exterior, as redes sociais na internet.

COLOQUEMOS JESUS PARA DENTRO DE NOSSOS LARES URGENTEMENTE ANTES QUE VOLTE E NOS ACHE EM NEGLIGÊNCIA. TEMOS QUE TER MAIS MARIAS DO QUE MARTAS. MAIS QUALIDADE DO QUE SERVIÇO. MAIS ESPIRITUALIDADE DO QUE MATERIALISMO. MAIS INTIMIDADE DO QUE INTELECTUALIDADE.

II – MARIA, A MULHER QUE UNGIU O SENHOR

  1. Maria ungiu os pés de JESUS.

“Foi, pois, JESUS seis dias antes da Páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera e a quem ressuscitara dos mortos” (Jo 12.1).

NOTE – SEIS DIAS ANTES DA PÁSCOA

NOTE – UNÇÃO NOS PÉS

NOTE – CIDADE – BETÂNIA

NOTE – CASA DE LÁZARO

NOTE – MARTA SERVIA

NOTE – RECLAMAÇÃO DE JUDAS

NOTE – MOTIVO DA UNÇÃO – PARA O DIA DE MINHA SEPULTIURA GUARDOU ISTO.

Aquela família seria agora uma igreja  testemunhando o milagre da ressurreição de Lázaro e depois seria testemunho da morte e ressurreição de JESUS. Por isso JESUS deu grande valor àquela visita e a seus anfitriões. Para JESUS estar ali era fácil devido a estar situado o povoado a apenas 3 Km de Jerusalém, na estrada que ia de Jerusalém para Jericó.

  1. a) Uma ceia para JESUS.

Deduzimos facilmente que a ceia foi na casa de Lázaro, pois era em Betânia e Marta servia a mesa e Maria estava aos pés de JESUS.

“Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele” (Jo 12.2).

Era uma ocasião especial em que JESUS era o homenageado. JESUS era o mais importante ali. Feliz a casa onde JESUS tem primazia, onde JESUS se assenta à mesa com os donos da casa. Em muitos lares de cristãos modernos JESUS não consegue morar na mesma casa com eles. Não consegue assistir a mesma TV, Não consegue usar o mesmo computador e o mesmo celular.

  1. b) Maria unge os pés de JESUS.

Era agora a terceira visita de JESUS a Betânia, à casa de Lázaro. Já tinha ido para a ceia (Lc 10.38), para ressuscitar Lázaro (Jo 11.20), agora cearia e seria ungido para sua morte. Foi uma grande surpresa para todos a atitude adoradora de Maria. Ela tinha guardado um vaso de Alabastro contendo nardo puro que custava uma grande soma em dinheiro per ser importado, provavelmente da Índia (alguns chegam a calcular em R$ 15.000,00). Judas o avaliou em trinta dinheiros. Maria não só quebrou o gargalo do vaso de alabastro ara derramar o perfume como também derramou o óleo nos pés de JESUS, soltou seus cabelos e passou a enxugar os pés de JESUS com eles. Mesa preparada e cabeça ungida, com certeza. O perfume subiu no ar e atingiu as narinas de todos ali  (Jo 12.3)..

Observação do Pr. Henrique – É quando ungimos os pés de JESUS com oração e lágrimas que saímos em sua presença com a cabeça ungida pelo ESPÍRITO SANTO e com o cheiro de CRISTO para o mundo). É receber a unção e espalhar esta unção. É receber conhecimento sobrenatural e ensinar. E graças a DEUS, que sempre nos faz triunfar em CRISTO, e por meio de nós manifesta em todo o lugar a fragrância do seu conhecimento. 2 Coríntios 2:14

Porque para DEUS somos o bom perfume de CRISTO, nos que se salvam e nos que se perdem. 2 Coríntios 2:15.

Maria foi imediatamente repreendida pelo representante maior de Satanás ali – Judas Iscariotes, o traidor. O tal perfume derramado de “nardo puro” equivalia a cerca de “trezentos denários” na avaliação de Judas, que entendia do assunto. Dava para pagar o salário de um trabalhador durante quase um ano inteiro. O interesse de Judas, conforme o evangelista João, era em roubar aquele dinheiro se fosse o perfume vendido e doado a JESUS o dinheiro (Jo 12.4-6).

  1. c) JESUS aprova o gesto de Maria. O traidor reprovou a generosidade de Maria. Mas JESUS reconheceu a grandeza das intenções do seu coração agradecido. “Disse, pois, JESUS: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto” (Jo 12.7). Pela fé, de forma profética, Maria ungiu antecipadamente o corpo de JESUS para o seu sepultamento. Sua visão era mais ampla e mais profunda. Marta via o amigo e visitante ilustre. Maria via o seu Salvador que haveria de morrer em seu lugar (Jo 19.39). A repercussão da presença de JESUS na casa de Maria foi tão grande que os principais dos sacerdotes deliberaram matar JESUS e também Lázaro (Jo 12.9-11).
  2. Maria ungiu a cabeça de JESUS.

“Bem sabeis que, daqui a dois dias, é a Páscoa, e o Filho do Homem será entregue para ser crucificado” (Mt 26.2)

E, estando JESUS em Betânia, em casa de Simão, o leproso, Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com ungüento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa. E os seus discípulos, vendo isto, indignaram-se, dizendo: Por que é este desperdício? Pois este ungüento podia vender-se por grande preço, e dar-se o dinheiro aos pobres. JESUS, porém, conhecendo isto, disse-lhes: Por que afligis esta mulher? pois praticou uma boa ação para comigo. Porquanto sempre tendes convosco os pobres, mas a mim não me haveis de ter sempre. Ora, derramando ela este ungüento sobre o meu corpo, fê-lo preparando-me para o meu sepultamento. Mateus 26:6-12

Agora veremos a quarta vez que JESUS visita Betânia e vai à casa de Simão, o leproso.

NOTE – DOIS DIAS ANTES DA PÁSCOA

NOTE – UNÇÃO NA CABEÇA

NOTE – CIDADE – BETÂNIA

NOTE – CASA DE SIMÃO, O LEPROSO

NOTE – CONVIDADOS JESUS E OS DISCÍPULOS

NOTE – RECLAMAÇÃO DOS DISCÍPULOS, NÃO MAIS DE JUDAS SÓ.

NOTE – MOTIVO DA UNÇÃO – Ora, derramando ela este ungüento sobre o meu corpo, fê-lo preparando-me para o meu sepultamento.

ESTA MULHER É A MESMA MARIA DE BETÂNIA, IRMÃ DE LÁZARO (Mt 26.6,7; Jo 11.1,2). A Bíblia de Estudo Cronológica, Aplicação Pessoal, em nota sobre Mateus 26.7, confirma esse entendimento.

  1. Devemos oferecer o melhor a JESUS.

A adoração implica em oferecer o melhor para JESUS – Abel ofereceu sua vida para DEUS. não podendo oferecer seu próprio sangue, ofereceu o sangue de um animal em lugar do seu. ofereceu uma vida em lugar da sua. Abrão ofereceu o melhor para DEUS. Seu filho amado. JESUS se ofereceu a si mesmo por nós em adoração e obediência a DEUS. Maria ofereceu o que tinha de mais precioso, unguento de Nardo puro de grande valor comercial. Todas as mulheres sabem do valor que tem um perfume importado para uma mulher. Maria fez um ato profético de ungir JESUS para seu sepultamento por duas vezes antes Dele morrer. primeira vez nos pés. Pé que têm contato com o chão, com a Terra. Formosos os pés do que anunciam o evangelho de JESUS. Ao morrer como homem JESUS estaria agora num corpo glorioso dali para frente. Seu ciclo de corpo de carne e osso normal estaria rompido. Agora tem um corpo glorioso no Céu, à direita de DEUS PAI onde intercede por nós. Na segunda unção Maria unge a cabeça de JESUS. na cabeça está o cérebro, responsável pela inteligência e sabedoria humana. A alma que comanda todo o corpo. JESUS agora estaria junto ao PAI em ESPÍRITO, alma e corpo. As duas unções eram necessárias para seu sepultamento.  No sepultamento o corpo era enrolado a um lençol como uma múmia, mas a cabeça era enrolada em separado com um lenço amarrado da cabeça ao queixo para que a boca não abrisse. eram portanto necessárias duas unções em partes separadas.

Na preparação do corpo de JESUS vemos:

José compra linho fino e tira o corpo de JESUS da estaca. Ele enrola o corpo no linho em preparação para o sepultamento. Nicodemos, ‘que foi ao encontro de JESUS pela primeira vez de noite’, ajuda na preparação. (João 19:39) Ele traz uns 33 quilos de uma mistura cara de mirra e aloés. O corpo de JESUS é enrolado em faixas que contêm esses aromas, conforme os judeus costumam fazer no sepultamento. José tem um túmulo novo, escavado na rocha, ali perto. E o corpo de JESUS é colocado nele. Então uma grande pedra é rolada até a entrada do túmulo. Isso é feito às pressas, antes de o sábado começar. Talvez Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago, o Menor, ajudem a preparar o corpo. Elas correm para casa a fim de “preparar aromas e óleos perfumados” para passar no corpo de JESUS depois do sábado. — Lucas 23:56. Bem cedo na manhã de domingo, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e outras mulheres vão ao túmulo passar aromas no corpo de JESUS. Dizem umas às outras: “Quem rolará a pedra da entrada do túmulo para nós?” (Marcos 16:3)

João nos diz que haviam lençóis separados de um lenço no túmulo onde antes estava a cabeça de JESUS. E que o lenço, que tinha estado sobre a sua cabeça, não estava com os lençóis, mas enrolado num lugar à parte. João 20:7 No sepultamento de Lázaro vemos também esta separação

E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes JESUS: Desligai-o, e deixai-o ir. João 11:44.

III – O CARÁTER HUMILDE DE MARIA

  1. Maria, uma mulher humilde.

Pelo valor do perfume ofertado, pela capacidade de receber convidados e pelo conhecimento que Lázaro e suas irmãs tinham na região como vimos quando Lázaro morreu e quando ressuscitou e também na visita de JESUS em sua casa depois, podemos deduzir que tinham uma boa condição financeira. Apear disso Maria demonstra ser humilde, pois ao invés de se exibir para suas amigas e concidadãos, ela procurou arrumar um lugar o mais próximo de JESUS possível, ao chão, para escutá-lo e depois para adorá-lo.

Para ela mais valia os ensinos de JESUS e sua companhia do que os banquetes ou festas.

A que valorizamos mais?

  1. Maria não revidou as críticas da irmã.

Apesar da reclamação de marta, Maria demonstrou amor e compaixão pela irmã. Não retrucou, não reclamou de volta, não disse nada que ofendesse ou causasse alguma discussão com a irmã. Maria estava envolta em uma nuvem de adoração. Não tinha espaço para intrigas. JESUS respondeu por ela e assim continuou em sua posição de adoração.

“escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada” (Lc 10.42).

O que fazemos quando materialistas nos tentam impedir a adoração e estudo da Palavra de DEUS?

CONCLUSÃO

Clik no nome abaixo e vejam todo o conteúdo 

Continue lendo

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!

 
bove=""

 

Visitas

contador de visitas

Redes Sociais

Click e acesse
  CLIQUE AQUI e fale com os novos ministros, fiquem de OLHO bem aberto alguma informação entre em contato com os ministros. Imagem relacionada
Vejam as verbas de suas cidades ,naveguem e fiquem bem informados CLIQUE AQUI E ACESSE!

CLIQUE AQUI e veja receita e despesa do seu municípios.

Aqui você encontra informações sobre a aplicação do dinheiro público nos municípios e no estado de Pernambuco.

Zé Freitas no Facebook

Zé Freitas no Twitter

Parceiros