Ateliê Geilson

Natura

Natália Calçados

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

  • 28
  • 22
  • 24
  • 20
  • 11
  • 09
  • 11
  • 01
  • 29
  • 03
  • 04
  • 05
  • 07
  • 02

Supermercado

Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
 

 Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter oFlash Player instalado. 

REFLEXÕES DO PASSADO E PRESENTE: PERSPECTIVA DE MELHORA PARA O FUTURO


 

TRE-AP Câmara Municipal

O Vereador é a pessoa eleita pelo povo para cuidar do bem e dos negócios do povo em relação à administração pública, ditando as leis necessárias para esse objetivo, sem, contudo, ter nenhum poder de execução administrativa. Portanto, não pode prometer, já que não tem poderes para cumprir e/ou realizar obras, resolver problemas da saúde, da educação, do esporte, da cultura, do lazer, do asfalto, do meio ambiente, do trânsito, dos loteamentos e casas populares, etc.

Sua atribuição é auxiliar a administração nesses objetivos, por meio de Indicações e/ou Requerimentos.

Os Vereadores têm quatro funções principais:

  1. Função Legislativa: consiste em elaborar as leis que são de competência do Município, discutir e votar os projetos que serão transformados em Leis, buscando organizar a vida da comunidade.
  2. Função Fiscalizadora: o Vereador tem o poder e o dever de fiscalizar a administração, cuidar da aplicação dos recursos, a observância do orçamento. Também fiscaliza através do pedido de informações.
  3. Função de Assessoramento ao Executivo: esta função é aplicada às atividades parlamentares de apoio e de discussão das políticas públicas a serem implantadas por programas governamentais, via plano plurianual, lei de diretrizes orçamentárias e lei orçamentária anual (poder de emendar, participação da sociedade e a realização de audiências públicas).
  4. Função Julgadora: a Câmara tem a função de apreciação das contas públicas dos administradores e da apuração de infrações político-administrativas por parte do Prefeito e dos Vereadores.

    tre-ap.jus.br

  A reunião da Câmara foi iniciada pelo Vereador Dr. Júnior substituindo o presidente Manoel Gonçalves (Manoel Grampão), que estava ausente por motivo superior. O mesmo iniciou saudando a todos os presentes e destacando uma homenagem especial a todas as mulheres, pela data comemorativa “DIA INTERNACIONAL DA MULHER”.

Dr. Júnior é Vereador

Langinha de Teogenes

A (E) André de Afonsim

Nodo de Gregório

Lindomar da Internet

Helder de Viana

Neguinho de Danda

     

Junior de Branco

    Em seguida, chegou ao local o Prefeito Constitucional do Município Geovane Martins (Vaninho de Danda). O mesmo se desculpou por não haver atendido a população ao longo desta semana, por motivo de saúde. Fez algumas colocações a respeito do matadouro público, mencionando que falou com o prefeito de São José do Egito-PE, o senhor Evandro Valadares, cogitando a possibilidade para que o abate dos animais de Santa Terezinha possa ser feito em São José do Egito, e o mesmo ressaltou que espera que haja êxito nesta parceria. O prefeito ainda declarou que nesses 60 dias em que atua na gestão do município, tem buscado fazer as mudanças necessárias no que diz respeito às mudanças de senhas nos Ministérios e outros trâmites que são pertinentes para que tudo seja formalmente colocado em seu nome, devido estas burocracias, tem  tomado muito do seu tempo, dizendo que espera a compreensão de todos, afinal de contas está buscando fazer um governo com transparência e cautela, para que tudo venha caminhar de forma segura e satisfatória, assim é o seu desejo, manifestou o mesmo. O prefeito também destacou sobre a crise financeira e política do país, mas mesmo assim fez alusão a algumas melhorias já conseguida para Santa Terezinha, citando como exemplo: Uma ambulância nova e outra conseguida através Deputado Estadual Roberto Leão, uma verba conseguida no valor de 50 mil reais para compra de mais uma ambulância, disse que em breve o município estará com cinco ou seis ambulâncias novas. Na agricultura, destacou que a demanda é intensa e não há possibilidade de atender a todos os agricultores de uma só vez na aração de terra, mas que aos poucos contemplará a todos, dentro das possibilidades.

       Foi solicitado pelo vereador Dr. Júnior mais um ônibus para transporte dos estudantes para a cidade de Patos – PB, devido o mesmo estar viajando superlotado, Vaninho respondeu que no momento não há possibilidade de atender esta demanda, até porque está apenas com dois meses de mandato. O vereador ainda solicitou do mesmo que haja respostas dos ofícios solicitados pela  Câmara, o que segundo ele não vem ocorrendo. O prefeito respondeu que no momento o tempo está muito corrido e este é o motivo de não haver respondido, devido estar cuidando da parte burocrática da Prefeitura, como falado anteriormente. Mas que se colocava a disposição de todos. Em relação à água da adutora do Pajeú, que trará água do Rio São Francisco, Vaninho relatou que esteve com o Governador de Pernambuco Paulo Câmara e o Secretário da Casa Civil Antonio Carlos Figueira e foi prometido que a água chegará em Santa Terezinha, sendo contratada duas PC para esta finalidade.

   

Prefeito  Geovane Martins

Frisou Geovane Martins: “Nosso município dispõe de muitas coisas que foram conseguidas nestas minhas viagens para Brasília, estaremos esperando e cobrando se for necessário para que venham a serem concretizadas. Aos poucos e trabalhando incansavelmente, pretendo conquistar tudo que tiver ao meu alcance para alavancar o desenvolvimento do município”. Ressaltou o prefeito Vaninho.

       

   Toda pauta da reunião da Câmara Municipal de Santa Terezinha-PE, deste dia 08/03/17, foi aprovada com unanimidade.

EXPEDIENTE

N°. DE ORDEM. PROPOSIÇÃO ASSUNTO AUTORIA
1. Leitura da Ata da Sessão Anterior.
2. PROJETO DE LEI Nº 005/2017 EMENTA: Dispõe sobre a venda de bebidas alcoólicas em garrafas e recipientes de vidro, copos ou similares, em eventos públicos e privados no âmbito do município de Santa Terezinha –PE, e dá outras providências. Adalberto Gonçalves de Brito Júnior – Vereador
3. PROJETO DE LEI Nº 006/2017 EMENTA: Torna obrigatória a gravação em áudio e vídeo, na repartição pública onde realiza-se os trabalhos de comissão permanente de licitação – CPL, de todos os processos licitatórios instaurados no âmbito do município de santa Terezinha –PE e dá outras providencias.  

Adalberto Gonçalves de Brito Júnior Vereador

André Ferreira de Oliveira 

Vereador

Hélder Quirino Anastácio

 Vereador

Arnôdo Lustosa da Silva – Vereador

4. PROJETO DE LEI Nº 007/2017 EMENTA: Dispõe sobre a instalação de câmeras de monitoramento de segurança nas escolas públicas municipais e cercanias e dá outras providencias.

Adalberto Gonçalves de Brito Júnior – Vereador

André Ferreira de Oliveira – Vereador

Hélder Quirino Anastácio  Vereador

Arnôdo Lustosa da Silva  Vereador

5. PROJETO DE LEI Nº 0012/2017 EMENTA: Dispõe sobre a denominação da rua que fica localizada por trás de escola estadual, no mesmo logradouro da igrejinha santo Antônio, neste município, de “Otacílio Ferreira Leite” e dá outras providências.

André Ferreira de Oliveira – Vereador

 

   

ORDEM DO DIA (PARA VOTAÇÃO)

 

Nº. DE ORDEM

 

PROPOSIÇÃO ASSUNTO  

AUTORIA

 

1.

Parecer Nº 001/201

 

7

EMENTA: analisa o projeto de Decreto Legislativo Nº. 001/2017, o qual concede titulo de cidadão Honorário à pessoa que menciona e dá outras providências. Comissão de legislação, justiça e redação final
2. Parecer Nº 002/2017 EMENTA: Analisa o projeto de Lei Ordinária Nº. 002/2017, que dispõe sobre o atendimento preferencial e obrigatório ao idoso nos diferentes níveis de atenção a saúde do âmbito do município de Santa Terezinha- PE e dá outras providencias. Comissão de legislação, justiça e redação final.
3. Parecer Nº 003/2017 EMENTA: Analisa o Projeto de Lei Ordinária Nº. 003/2017, que cria a “Semana da água” no município de Santa Terezinha e dá outras providencias. Comissão de legislação, justiça e redação final.
4. Parecer Nº 004/2017 EMENTA: Analisa p Projeto de Lei Ordinária Nº. 004/2017, que dispõe sobre o incentivo ao cultivo das plantas “CITRONELA” e “CROTALÁRIA”, como método natural de combate à dengue no município de Santa Terezinha- PE e dá outras providências.  

Comissão de legislação, justiça e redação final.

5. Parecer Nº 005/2017 EMENTA: Analisa o projeto de lei Nº 011/2017 de autoria do poder executivo, para adoção do diário oficial dos municípios do Estado de Pernambuco, instituído e administrado pela Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE), como veículo oficial de publicações dos atos normativos e administrativos do Município de Santa Terezinha-PE, e dá outras providencias. Comissão de legislação, justiça e redação final.
6. PARECER Nº 006/2017 Ementa: Analisa a Emenda Aditiva que acrescenta a expressão CÂMARA MUNICIPAL DE SANTA TEREZINHA – PE ao parágrafo único do Art, 2º e órgãos da Administração Indireta,Autárquica, Fundações e a Câmara Municipal de Santa Terezinha – PE ao Art. 10ambos do Projeto de Lei Ordinária nº 011/2017 (Dispõe sobre a adoção do Diário Oficial dos Municípios do Estado de Pernambuco, instituído e administrado pela Associação municipalista de Pernambuco (AMUPE), como veículo oficial de publicação dos atos normativos e administrativos do Municipio de Santa Terezinha – PE), oriundo do Poder Executivo Municipal, e dá outras providências. Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final.
7. PARECER Nº 001/2017 EMENTA: Analisa o Projeto de Lei Nº. 011/2017 de autoria do poder executivo, para adoção do Diário Oficial dos Municípios do Estado de Pernambuco, instituído e administrado pela associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE), como veículo oficial de publicação dos atos normativos e administrativos do Município de Santa Terezinha-PE, e dá outras providências. Comissão de Planejamento, Finanças, Orçamento e Desenvolvimento Econômico.
8. PARECER Nº 002 EMENTA: Analisa a emente auditiva que acrescenta a expressão “Câmara municipal de Santa Terezinha – PE” ao parágrafo único do Art.2º e “órgãos da administração indireta, autárquica, fundações e a câmara municipal de Santa Terezinha – PE” ao Art.10, ambos do projeto de lei ordinária Nº. 011/2017 (Dispõe sobre a adoção do diário oficial dos municípios do estado de Pernambuco, instituído e administrado pela associação municipalista de Pernambuco (AMUPE), como veículos oficiais de publicação dos atos normativos e administrativos do município de Santa Terezinha-PE, oriundo do poder executivo municipal, e dá outras providências.

Comissão de Planejamento, Finanças, Orçamento e Desenvolvimento Econômico.

 

9.  Indicação Nº 031/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito Constitucional deste município, Sr. Geovane Martins, como também a secretaria municipal de Transportes, no sentido de que seja adquirido um carro fúnebre para o município de Santa Terezinha.

José Lindomar Cordeiro Leite

Vereador

10. Indicação Nº. 033/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste Município, Sr. Geovane Martins no sentido de efetuar a distribuição de vacinas gratuitas contra a Febre Aftosa a todos os criadores do gado do nosso Município, do teor desta matéria dar-se ciência ao Secretário Municipal de Agricultura Sr. Valério Francisco da Silva.

José Lindomar Cordeiro Leite

 Vereador

11. Indicação Nº 035/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de construir uma ciclovia com mão e contra mão na PE 287 com inicio do Posto Interativo e seu término na divisa de Pernambuco com a Paraíba, so teor desta matéria dar-se ciência ao secretario de Obras do Município  Sr. Paulo Soares.

José Lindomar Cordeiro Leite

 Vereador

12. Indicação Nº 039/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de implantar depois de ouvida a categoria na esfera municipal, de um projeto de melhorias nas condições de trabalho dos mototaxistas e sua adequada regulamentação – Santa Terezinha –PE. Elisângela Maria de Lira Feitosa – Vereadora
12. Indicação Nº 041/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de implantar na esfera municipal um Projeto de Mobilidade Urbana que contemple a Acessibilidade para todos. Elisângela Maria de Lira Feitosa – Vereadora
13. Indicação Nº 042/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de implantar o Programa  Bolsa Família Municipal em nosso Municipio. Manoel Gonçalves da Silva – Vereador
14. Indicação Nº 043/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de investir na compra de bebedouros (gelágua) e frezers para a Escolas Municipais da Zona Rural de Santa Terezinha/PE. Manoel Gonçalves da Silva – Vereador
15. Indicação Nº 045/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de implantar um alambrado (cercas de Arame), na Academia da Cidade e Academia da Saúde do Bairro São Luiz, bem como a instalação de aparelhos de ginástica nas referidas Academias. José Martins Neto – Vereador
16. Indicação Nº 046/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de adquirir Ar Condicionado em todas as salas da Escola Municipal José Paulino de Siqueira. José Martins Neto – Vereador
17. Indicação Nº 047/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de adquirir um gerador de energia para a Unidade Mista de nossa cidade. Helder Quirino Anastácio – Vereador
18. Indicação Nº 048/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de reformar e ampliar o prédio da Prefeitura Municipal. André Ferreira de Oliveira – Vereador
18. Indicação Nº 049/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de implantar uma casa de apoio ao Estudante na Cidade do Recife – PE.  

 

 

 

Adalberto Gonçalves de Brito Júnior – Vereador

Arnôdo Lustosa da Silva – Vereador

André Ferreira de Oliveira – Vereador

Helder Quirino Anastácio – Vereador

19. Indicação Nº 050/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de adquirir mais um Ônibus para os estudantes do nosso município que se deslocam diariamente para a cidade de Patos-PB.  

Adalberto Gonçalves de Brito Júnior – Vereador

Arnôdo Lustosa da Silva – Vereador

André Ferreira de Oliveira – Vereador

Helder Quirino Anastácio – Vereador

51. Indicação Nº 058/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de implanta o orçamento participativo em nosso Município. Júnior Pereira da Silva  Vereador
59. Indicação Nº 059/2017 Solicitação ao Exmº. Prefeito deste município, Sr. Geovane Martins no sentido de construir Espaço Educativo Urbano, com 12 Salas e mais três Espaço Educativo Rural com 04 (quatro) ou até 06 (seis) salas ambas com Quadras Esportivas. Júnior Pereira da Silva – Vereador

Santa Terezinha – PE. Em, 06 de Março de 2017.

ADALBERTO GONÇALVES DE BRITO JÚNIOR

1°. SECRETÁRIO

1. Maneire no tamanho das porções

A proporção de cada macronutriente que ingerimos – proteínas, gorduras e carboidratos – é fundamental para quem quer perder peso. Para ajudá-la a consumir menos calorias na hora das refeições, use um prato colorido, que faz com que o cérebro entenda melhor a quantidade de comida que estamos ingerindo.

2. Não pule refeições

O ideal é fazer seis delas por dia. “Quando você pula alguma, a chance de ingerir mais calorias na próxima aumenta muito”, cinta Fellipe Savioli, nutrólogo da Associação Brasileira de Nutrologia. Além disso, comer de três em três horas mantém o metabolismo acelerado pelo dia todo. Então deixe algumas oleaginosas na gaveta do escritório para fazer o lanche antes e após o almoço e não perder tempo indo até um café ou preparando um lanche na cozinha.

3. Faça trocas simples no cardápio

Basta substituir o refrigerante por suco, os refinados por integrais, os industrializados por naturais e os alimentos de alto índice glicêmico pelos de baixo. O esforço não exige tempo extra no dia a dia e, de quebra, você ainda se sente mais revigorada para dar conta de todas as responsabilidades da rotina.

4. Durma bem

Uma boa noite de sono, além de aumentar a produção de serotonina, reduz o stress, que anda lado a lado com a liberação de cortisol, hormônio que gera resistência à insulina. “Deitar a cabeça no travesseiro também controla a quantidade de leptina e grelina circulante no corpo, hormônios que controlam a saciedade e o apetite”, conta Savioli.

5. Planeje atividades em família

Continue lendo

Resultado de imagem para A injustiça social

Resultado de imagem para A injustiça socialResultado de imagem para A injustiça social

Resultado de imagem para A injustiça social

Resultado de imagem para A injustiça socialImagem relacionada

Nos dias atuais ,o Brasil é a sétima potência econômica mundial,onde ocorre um grande problema que é a desigualdade social elevada, na qual a distribuição de renda é feita de maneira diferenciada.
Além disso, a sociedade brasileira apresenta cidadãos muito ricos que são a minoria ,moram em mansões e no luxo e a maioria que vivem na pobreza . Um exemplo desse fato é na cidade do Rio de Janeiro , onde as pessoas de classe alta moram perto das periferias .
Segundo a Organização das Nações Unidas , o Brasil aparece como o terceiro índice de desigualdade do mundo . Com isso à causa desse grande diferença financeira , é a falta de acesso à educação de qualidade ,baixos salários ,dificuldades da população em desfrutar de serviços básicos oferecidos pelo Estado ,como saúde , transporte público e saneamento básico.
É importante ressaltar que , essa essa grande complicação , tem como consequência o aumento da violência , pois os indivíduos ficam revoltados e também por falta de dinheiro e com isso roubam. De acordo com o relatório do Programa das Nações Unidas para o desenvolvimento (Pnud) o Brasil tem a terceira maior taxa de roubos registrados na América Latina.
Então , o governo tem que diminuir com a desigualdade de renda ,criando projetos sociais ,melhorando-a educação e a saúde ,aumentando o número de empregos .Fazer mais programas para crianças e adolescentes , como exemplo esporte ,teatro e dança para todos .Com isso retira os jovens do roubo ,do tráfico e das drogas, tendo como resultado a diminuição da violência.

Resultado de imagem para Odebrecht

O ex-executivo da Odebrecht Hilberto Mascarenhas afirmou em depoimento ao ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamin que o Departamento de Obras Estruturadas da empreiteira, conhecido como “departamento da propina”, desembolsou cerca de U$ 3,39 bilhões em caixa 2 entre 2006 e 2014. O depoimento, prestado nesta segunda-feira, 6, na sede do TSE, ocorreu no âmbito da ação que investiga abuso de poder político e econômico na campanha presidencial de 2014 e pode gerar a cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer.

O departamento da Odebrecht chamado por Mascarenhas de “trepa moloque”, uma referência ao fato de que, por ele, só passava recursos ilegais, era responsável não apenas por repasses de recursos ilícitos para campanhas eleitorais como pagamentos de resgates de funcionários da empreiteira sequestrados em países atingidos por conflitos armados ou grande violência urbana.

No depoimento, o ex-executivo detalhou os pagamentos com recursos ilegais da empresa. Na planilha apresentada, segundo relatos, constava as seguintes quantias: em 2006 – U$ 60 milhões; 2007 – U$ 80 milhões; 2008 – U$ 120 milhões; 2009 – U$ 260 milhões; 2010 – U$ 420 milhões; 2011 – U$ 520 milhões; 2012 – U$ 730 milhões; 2013 – U$ 750 milhões e 2014 – U$ 450 milhões.

Os pagamentos eram feitos em hotéis onde ficavam hospedados os intermediários.

Segundo Mascarenhas, com a avanço das investigações da Operação Lava Jato, o setor de propina teve que migrar para a República Dominicana. A cota em que era armazenado os recursos ficaria fora do País e quando era necessário fazer algum pagamento, sempre era em espécie. De acordo com ele, em razão de as regras serem mais rígidas nos Estados Unidos, as transações em solo norte-americano eram evitadas.

Continue lendo

O movimento Vem Pra Rua, que mobilizou milhões de brasileiros contra Dilma Rousseff, convocou um protesto para 26 de março contra aliados do presidente Michel Temer, que tentam se salvar de investigações de corrupção.

Com a frase “Chega de impunidade”, o Vem Pra Rua denuncia a tentativa de membros do Congresso “de sair impunes, utilizando prerrogativas legislativas”, disse seu líder, Rogério Chequer, em entrevista por telefone à AFP.

Temer “escolheu pessoas equivocadas e está perdendo uma grande chance de ser um interlocutor direto da sociedade”, assinalou o empresário de 48 anos.

Em dezembro, o Vem Pra Rua mobilizou seus partidários contra o então presidente do Senado Renan Calheiros, que enfrenta um julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) por desvio de dinheiro público, e que foi denunciado pela Operação Lava Jato.

Chequer considera que a manifestação será “um grande sucesso” se superar a de dezembro, que segundo o Vem Pra Rua mobilizou 200.000 pessoas em São Paulo e um milhão em todo o país.

Neste momento o Brasil volta a olhar para as delações premiadas de 77 executivos da empreiteira Odebrecht, uma das principais envolvidas no caso de corrupção da Petrobras.

Os primeiros vazamentos das chamadas “delações do fim do mundo” mencionaram Temer e apontaram para vários de seus principais colaboradores e aliados.

O presidente Michel Temer já perdeu seis ministros por causas relacionadas à Lava Jato e teve que bloquear, pela pressão social, várias tentativas de membros do Congresso para impedir as denúncias que se aproximam.

Ética e “Estado eficiente”

O Vem Pra Rua, acusado pela esquerda de ter aberto caminho para um “golpe parlamentar” contra Dilma, defende em sua plataforma “a democracia, a ética na política e um Estado eficiente e desinchado”.

Segundo Chequer, esses objetivos correm o risco de se chocarem.

“Primeiro o combate à corrupção, segundo é a renovação política. Se não reformamos nosso Congresso, até as reformas atuais estão em risco”, adverte.

Isso se deve, explica, à possibilidade de que as medidas de austeridade aprovadas agora sejam revertidas por uma nova maioria em 2019.

A renovação, insiste, acontecerá nas eleições, pois o Vem Pra Rua não vê “nenhum argumento” para tornar o “Fora Dilma” de ontem em um “Fora Temer”.

Mas Chequer não poupa críticas às últimas nomeações apoiadas por Temer: o novo presidente do Senado, Eunício Oliveira, que está na mira da Lava Jato.

As últimas pesquisas visando as eleições de 2018 colocam o ex-presidente Lula como o favorito, porém Chequer não acredita que a um ano e meio da votação essas pesquisas sejam significativas. Deve-se dar “tempo ao tempo”, se limita a dizer, esperando que os brasileiros decidam sacudir a “velha política”.

Chequer descarta que a “nova política” possa ser feita pelo juiz Sergio Moro. “Moro está tendo um papel fundamental, que ele permaneça onde está”, responde.

E quando é questionado sobre ter alguma aspiração à Presidência, responde: “não está nos meus planos”.

O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) financia projetos individuais ou coletivos, que gerem renda aos agricultores familiares e assentados da reforma agrária. O programa possui as mais baixas taxas de juros dos financiamentos rurais, além das menores taxas de inadimplência entre os sistemas de crédito do País. 

O acesso ao Pronaf inicia-se na discussão da família sobre a necessidade do crédito, seja ele para o custeio da safra ou atividade agroindustrial, seja para o investimento em máquinas, equipamentos ou infraestrutura de produção e serviços agropecuários ou não agropecuários. 

Após a decisão do que financiar, a família deve procurar o sindicato rural ou a empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), como a Emater, para obtenção da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), que será emitida segundo a renda anual e as atividades exploradas, direcionando o agricultor para as linhas específicas de crédito a que tem direito. Para os beneficiários da reforma agrária e do crédito fundiário, o agricultor deve procurar o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) ou a Unidade Técnica Estadual (UTE). 

O agricultor deve estar com o CPF regularizado e livre de dívidas. As condições de acesso ao Crédito Pronaf, formas de pagamento e taxas de juros correspondentes a cada linha são definidas, anualmente, a cada Plano Safra da Agricultura Familiar, divulgado entre os meses de junho e julho.

Acompanhamento dos Resultados: Sistema de Informações para o Município.

O Ministério da Educação liberou nesta terça-feira, 7, R$ 41 milhões para o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Os recursos serão enviados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão vinculado ao MEC que realiza o repasse às instituições participantes.

Segundo a coordenadora-geral da Bolsa-Formação do MEC, Francismara Alves de Oliveira Lima, a destinação dos recursos mostra o empenho da pasta com as demandas do setor. “Esse é o compromisso do MEC com a educação profissional e tecnológica, para a formação de profissionais aptos às demandas do mundo do trabalho e renda”, afirma.

A maior parte da verba, R$ 29 milhões, será repassada à Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. O valor irá garantir a continuidade de cerca de 200 mil matrículas em cursos técnicos e de formação inicial e continuada, presenciais e a distância, em todo o país, por meio da Bolsa-Formação e da Rede e-Tec.

Outros R$ 12 milhões serão destinados a instituições privadas que ofertam cursos no âmbito do Pronatec, para assegurar a continuidade de, aproximadamente, 20 mil matrículas.

Assessoria de Comunicação Social

Os recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate) já estão disponíveis nas contas correntes de municípios, estados e do Distrito Federal a partir desta terça-feira, 7. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao Ministério da Educação, transferiu R$ 323,8 milhões aos entes federativos de todo o Brasil na última sexta-feira, 3. Os valores são referentes à primeira parcela de 2017 dos dois programas.

Do total, foram R$ 270,4 milhões para o Pnae e outros R$ 53,4 milhões para o Pnate. O presidente do FNDE, Silvio Pinheiro, explica que para 2017 houve aumento nos valores repassados pelo programa de alimentação escolar após sete anos sem reajuste. Para os alunos dos ensinos fundamental e médio regular, que representam 71% dos atendidos pelo programa, o reajuste ficou em 20%. Para as demais modalidades, a exemplo de escolas de tempo integral, creches e pré-escolas, o aumento médio é de 7%.

“Esse reajuste vai injetar mais R$ 465 milhões, somente este ano, na alimentação escolar dos alunos das redes públicas. Com isso, o orçamento do Pnae para 2017 chega a R$ 4,15 bilhões”, reforça Silvio Pinheiro. Os recursos do programa são liberados em dez parcelas, de forma a cobrir os 200 dias do ano letivo da educação básica. As secretarias da educação, que são responsáveis pelas redes de ensino, recebem os valores e operam a alimentação escolar.

O Pnae atende aos alunos de toda a educação básica – educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos – matriculados em escolas públicas, filantrópicas e em entidades comunitárias conveniadas com o poder público. No mínimo 30% dos recursos transferidos deve ser utilizado na compra de produtos da agricultura familiar.

O programa contribui para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem, o rendimento escolar dos estudantes e a formação de hábitos alimentares saudáveis, por meio da oferta da alimentação escolar e de ações de educação alimentar e nutricional.

TransporteO Pnate também repassa os recursos em dez parcelas a estados e municípios com estudantes da educação básica residentes na zona rural. O objetivo é garantir o acesso e a permanência dos alunos do ensino fundamental público que moram em área rural que utilizem o transporte escolar, por meio de assistência financeira, em caráter suplementar, aos estados, Distrito Federal e municípios.

A transferência dos recursos é automática, sem necessidade de convênio, e os recursos devem ser utilizados no custeio de despesas como consertos mecânicos, compra de combustível ou terceirização do serviço de transporte escolar.

O montante transferido a cada beneficiário pode ser conferido no portal do FNDE, em Liberação de Recursos.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do FNDE

Brasília-DF, 6/3/17 – O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, anunciou que a chegada da água do rio São Francisco ao estado da Paraíba está prevista para o próximo sábado (11). A informação foi dada durante vistorias, nesta segunda-feira (6), a estruturas do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco já preparadas para levar água às torneiras dos paraibanos. O ministro e sua equipe técnica estiveram nos reservatórios Barreiro (PE), Campos (PE), na barragem Camalaú (PB) e no açude Poções (PB).

“A nossa previsão é de que possamos no próximo sábado fazer a entrega da água na Paraíba e, assim, ver garantida a funcionalidade do Eixo Leste do Projeto de Integração do São Francisco”, afirmou ministro Helder Barbalho.

A água do `Velho Chico¿ está cada dia mais próxima da cidade de Monteiro (PB), primeira a ser beneficiada, e avança também em direção a Pernambuco. O último reservatório do Eixo Leste, Barro Branco (PE), já está em fase de enchimento.  Somente nos últimos 35 dias, a água avançou mais de 147 quilômetros, desde o acionamento da terceira estação de bombeamento (EBV-3) pelo presidente da República, Michel Temer, e o ministro Helder Barbalho, no dia 30 de janeiro.  No total, as águas já percorrem mais de 182 quilômetros de estruturas.

Um dos quatro conjuntos de bombas flutuantes da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), que têm acelerado o enchimento das estruturas do Projeto São Francisco, está hoje instalado no reservatório de Campos. O maquinário foi cedido sem ônus ao Ministério da Integração Nacional pelo Governo de São Paulo, em dezembro de 2016. Os outros três conjuntos de bombas flutuantes estão sendo instalados no reservatório Barreiro, em Sertânia (PE), para auxiliar no curso das águas.

Durante a agenda de hoje, o ministro esteve na barragem do reservatório Barreiro, onde foi registrado um vazamento na última sexta-feira (3). Equipes técnicas do Ministério conseguiram vedar totalmente a dispersão da água na madrugada do último sábado (4). As obras de reforço da estrutura foram realizadas com sucesso e contaram com a instalação de rochas com mais de uma tonelada para garantir a segurança da barragem.

“Neste momento, o que transmitimos à sociedade desta região e à população brasileira é a tranquilidade de que o problema está solucionado e a garantia de continuidade das obras, principalmente para permitir a passagem da água do São Francisco e o abastecimento dos estados beneficiados”, afirmou o ministro.

As equipes do Ministério da Integração também estão elaborando um laudo técnico para definir as razões do vazamento. “Vamos continuar trabalhando para identificar a causa deste problema e assegurar a recuperação da área danificada. Porém, está liberada a elevação da cota do reservatório Barreiro para que prossiga o curso das águas”, disse Helder Barbalho.

Responsável por conduzir a água do ‘Velho Chico’ aos estados de Pernambuco e da Paraíba, o Eixo Leste do Projeto de Integração possui 217 quilômetros de extensão e é composto por seis estações de bombeamento, cinco aquedutos, um túnel, uma adutora e 12 reservatórios.

Garantia de água – Quando totalmente finalizado, o Projeto São Francisco beneficiará mais de 12 milhões de pessoas em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. A maior obra de infraestrutura hídrica do País vai beneficiar 390 municípios nesses estados que, depois de atendida a prioridade de abastecimento, poderão impulsionar o desenvolvimento socioeconômico com a geração de renda de famílias por meio do aproveitamento da água dos reservatórios locais.

Continue lendo

milho-grao-colheita (Foto: Alternative Heat/CCommons)
Operadores negociaram na BM&FBovespa quase 63 mil contratos futuros de milho em fevereiro (Foto: Alternative Heat/CCommons)

O mercado futuro brasileiro aumentou em 12,3% as negociações de commodities agropecuárias e de energia em fevereiro. A informação é da BM&FBovespa. Ao todo, foram 97.498 contratos negociados no mês passado. Em fevereiro de 2016, o volume tinha sido de 86.795 papeis negociados.

Os números incluem os contratos brasileiros, além dos papeis ligados à soja na Bolsa de Chicago e petróleo em Nova York (WTI), que também podem ser operados pela plataforma brasileira. Os resultados mostram que o milho foi o produto com maior liquidez no mercado futuro brasileiro. Foram 62.823 contratos, 49,5% a mais que em fevereiro de 2016.

O contrato futuro de boi gordo aparece como o segundo de maior liquidez em fevereiro, mesmo com uma diminuição no volume negociado. Conforme o relatório mensal da bolsa, foram negociados 23.332 papeis, queda de 15,3% em comparação com o mesmo mês no ano passado.

O maior crescimento nas negociações foi registrada no contrato futuro de etanol hidratado, que tem uma representatividade bastante baixa no total das operações. De um ano para outro, o volume passou de 435 para 808 papeis, considerando só o mês de fevereiro.

Os operadores na BM&FBovespa mostraram também maior interesse nos contratos referenciados em soja na Bolsa de Chicago. Em fevereiro, foram 3.921 contratos futuros, um aumento de 47,6% em relação ao mesmo mês no ano passado, quando foram 2.656 papeis.

Bimestre

No acumulado dos dois primeiros meses do ano, as negociações de petróleo e produtos agropecuários aumentaram 22,5% na comparação com o mesmo período em 2016. O volume passou de 160.996 para 197.205 contratos de um ano para outro.

A exemplo do resultado mensal, o milho foi o produto mais negociado, com 122.527 contratos. O volume foi 55,3% maior comparando o primeiro bimestre deste ano e do ano passado. Em seguida aparece o boi gordo, com 45.145 papeis (-13%).

Embora o Facebook não pare de afirmar que sua missão é “conectar pessoas”, os efeitos reais da rede social são bem menos otimistas. De acordo com um estudo recém-publicado da Escola de Medicina da Universidade de Pittsburgh, jovens adultos que passam muito tempo nas redes sociais têm maior probabilidade de sentir solidão e isolamento social.

Ao todo, o estudo abordou 1.787 pessoas nos Estados Unidos com idades de 19 a 32 anos. Por meio de um questionário, os pesquisadores avaliaram o tempo que cada uma delas passava em 11 das redes sociais mais populares: Facebook, Youtube, Twitter, Google Plus, Instagram, Snapchat, Reddit, Tumblr, Pinterest, Vine e LinkedIn.

Paralelamente, foi usado também um método de avaliação chamado de Patient-Reported Outcomes Measurement Information System para “medir” a sensação de solidão e isolamento social que os participantes sentiam. Trata-se de uma ferramenta cientificamente aceita de “psicometria”, algo que permite avaliar a intensidade de sensações em participantes de estudos desse tipo. 

Resultados

De acordo com os resultados do estudo, quanto mais tempo as pessoas passavam em redes sociais, maior a probabilidade de que elas sentissem solidão. Mais especificamente, a probabilidade de sentir solidão e isolamento social era duas vezes maior entre as pessoas que passavam mais de duas horas por dia nas redes, na comparação com pessoas que passavam menos que meia hora por dia.

Brian Primack, um dos principais autores do estudo, chamou a atenção para o possível problema social que as redes soiais causam. “Essa questão é importante porque problemas de saúde mental e [sensações de] isolamento social estão em níveis epidêmicos entre jovens adultos”, comentou. “Somos seres inerentemente sociais, mas a vida moderna tende a nos separar em vez de nos unir”, acrescentou.

Ressalvas

Mesmo assim, não é possível afirmar que sejam as redes sociais que causam essas sensações. Conforme comenta outra autora do estudo, Elizabeth Miller: “Nós ainda não sabemos o que veio primeiro: o uso de redes sociais ou a sensação de isolamento social”. Para ela, é possível que as pessoas que têm essas sensações acabem passando mais tempo nas redes para compensar.

Fora isso, Primack também lembra que, “num estudo com grande grupo de participantes como esse, reportamos tendências gerais que podem não se aplicar a cada indivíduo”. Ele continua: “Não duvido de que algumas pessoas usando redes sociais de determinadas formas possam encontrar conforto e conexão social”. 

Vale a pena, no entanto, considerar que há uma relação entre saúde mental e uso de redes sociais. Afinal, esse não é o primeiro estudo que liga essas duas coisas. Em julho de 2015, um estudo canadense mostrou a mesma correlação, e outro estudo, mais recente, reforçou a existência dessa mesma relação tendo como foco o Facebook.

Os Correios anunciaram nesta segunda-feira, 6, o início de sua atividade como operadora de telefonia celular móvel. Após vários anos para tirar o projeto do papel, a estatal divulgou o que tem a oferecer para usuários em comparação com as operadoras mais tradicionais.

Por enquanto, a empresa oferece apenas um plano pré-pago. Pagando R$ 30, o usuário tem direito a 30 dias de internet. O pacote inclui 1 GB de internet, mas, ao fim da franquia, a empresa diz que não cortará completamente a conexão do usuário e vai apenas reduzir a velocidade. As velocidades podem chegar a até 5 Mbps no 4G, mas, quando o usuário estourar a franquia, as taxas de transferências caem para 32 Kbps.

Reprodução

O pacote também traz algumas outras vantagens interessantes, entre as quais está o uso grátis do WhatsApp, inclusive para realização de chamadas de voz. Além disso, os Correios prometem que, se o usuário renovar o pacote dentro de um prazo, os benefícios não usados de um mês se acumulam para o próximo. Ou seja: em teoria, se usou só 500 MB do seu pacote de 1 GB, você deve ter 1,5 GB de internet no mês seguinte.

Para finalizar, a estatal ainda promete 100 minutos de chamadas para qualquer celular ou telefone fixo de qualquer DDD.

Por enquanto, o Correios Celular está disponível apenas em São Paulo, e os usuários já podem retirar chips em algumas unidades espalhadas pela cidade. A empresa promete que o serviço deve ser expandido para o resto do Brasil, e que até setembro de 2017 estará disponível para 90% da população.

O que é a Correios Celular?

O plano da estatal vem de longa data. O primeiro registro de que os Correios tinham o interesse em tornar-se uma operadora móvel virtual (a famosa MVNO) é de 2014, com a autorização do Ministério das Comunicações para que a empresa começasse a operar dessa forma. A proposta é aproveitar a força da marca dos Correios para alcançar 1 milhão de usuários até o fim do ano.

Como MVNO, os Correios não terão infraestrutura própria. A estatal fechou acordo com a empresa EUTV, também conhecida pelo nome fantasia Surf Telecom, para prestação do serviço. Curiosamente, a Surf também é uma MVNO, que usa a infraestrutura da TIM para operar nacionalmente.

Os Correios prometem simplicidade e clareza na forma como prestam seu serviço. Uma pesquisa da empresa diz que a maioria do público não confia nas companhias, e que não vê clareza sobre como seus créditos são gastos. O objetivo é deixar muito claro quantos gigabytes de dados, quantos minutos de chamadas e quantas mensagens SMS estão inclusas no plano contratado. A empresa também aposta em sua marca, vista como uma das instituições mais confiáveis do Brasil, ao lado da família e do Corpo de Bombeiros, de acordo com Ara Minassian, coordenador do projeto.

uol

Na foto está a exposição da Biblioteca, com duas estantes, duas mesas retangulares e uma mesa redonda contendo diversos livros, com capas de diversas cores. Três mulheres estão a observar os livros.

A Coordenação-Geral de Gestão do Conhecimento e a Biblioteca da Escola Nacional de Administração Pública (Enap) apresentam exposição virtual e física sobre o tema Mulheres e Políticas Públicas. A mostra é resultado de uma curadoria que contemplou cerca de 200 publicações.

O material foi selecionado dentre aqueles existentes nos acervos da Biblioteca da Enap, das bases de dados assinadas e das instituições que apoiaram a exposição. São elas: Observatório da Mulher Contra a Violência, do Senado; Biblioteca do Senado Federal; Biblioteca Digital do Senado Federal; Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); ONU Mulheres; Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG/PNUD); Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), da Presidência da República; e Coordenação-Geral de Mulheres Rurais, Juventude e Povos e Comunidades Tradicionais, da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário.

A exposição Mulheres e Políticas Públicas tem por objetivo expor e divulgar conteúdos relevantes e de qualidade sobre reflexões e teorias que influenciam o campo, recortes da realidade da mulher, suas lutas, direitos e políticas públicas.

A exposição está dividida em cinco eixos temáticos: Reflexões, Conceitos e Teoria sobre Mulher, Feminismo e Gênero; Mulheres, Direitos e Políticas; Pesquisas e Diagnósticos sobre Mulheres; Trabalho, Liderança e Mulheres no Poder; e Violência Contra as Mulheres.

enap

A última novidade da Lava Jato é a prisão sem sentença e sem aval do Judiciário, concebida inteiramente pelos procuradores do Ministério Público Federal.

Na matéria da Folha publicada ontem, usa-se o adjetivo “polêmico” para se referir à medida.

Trecho:

O maior acordo de colaboração premiada já feito no país, assinado por 77 acionistas e executivos da Odebrecht e pela Procuradoria-Geral da República, tem um trecho considerado polêmico por especialistas em direito e advogados que tiveram acesso ao documento, ainda sob sigilo. (…) dos 77 delatores, apenas 5 já foram condenados pela Justiça. Isso quer dizer que os outros 72 delatores cumprirão pena sem que tenham sido sentenciados por um juiz. Dezenas serão submetidos a penas de prisão domiciliar sem terem sido formalmente investigados ou denunciados.

Polêmico é uma maneira delicada de se dizer “bizarro”…

Dos especialistas consultados pela Folha, apenas um não viu problema na prisão sem sentença: Tracy Reinaldet, um advogado de 27 anos, que defendeu Alberto Yousseff.

O primeiro entrevistado dá um adjetivo mais adequado ao caso: “chocante”.

Gustavo Badaró, professor de direito processual penal da Faculdade de Direito da USP, informou-se com advogados de delatores da Odebrecht sobre os termos do documento. Ele classificou o acordo como chocante.

“A lei 12.850, que regula a delação premiada, determina que haja três fases num acordo. A primeira é a negociação. Depois, a homologação por um juiz. E então a sentença, que será aplicada observando os benefícios negociados. O que se fez no caso da Odebrecht não foi isso. Existem pessoas que não foram sequer investigadas e vão cumprir pena sem inquérito, sem denúncia e sem sentença”, diz Badaró.

Para o professor, a homologação deveria ter observado a voluntariedade, a legalidade e a regularidade do acordo assinado entre delatores e procuradores, como prevê a lei. “Um acordo assim não deveria ter sido homologado”, diz Badaró.

Um outro trecho ajuda a explicar melhor as condições em que se deram as delações da Odebrecht (muito parecidas com situações vividas por outras empresas envolvidas):

Outro advogado [da Odebrecht] declarou que o acordo foi assinado porque era de interesse da Odebrecht e dos executivos que a questão fosse finalizada logo. Ele pontua, porém, que estava claro que a lei foi desrespeitada.

Ou seja, a Lava Jato chantageou a Odebrecht: ou delatam ou destruímos tudo. Eles delataram, mas pelo jeito tarde demais: a empresa já foi destruída. Os acionistas da empreiteira hoje tentam vender a empresa, e arrecadar uma quantia que permitam pagar as dívidas.

O poder do MP, de decretar a prisão dos executivos da Odebrecht sem aval do judiciário, é mais um capítulo do terrorismo político e do caos penal que a Lava Jato produziu. Quem ousará fazer uma delação que não corrobore exatamente os desejos e as narrativas de um Ministério Público truculento, midiático e politizado?

Continue lendo

divulgação

A transposição das águas do rio São Francisco reabre um outro período na memória dos governos do Presidente Lula. Para a infelicidade do golpismo pós-moderno, que recebeu uma procuração em branco das mãos da mídia tradicional, destinada a cumprir os rituais do “ajuste”, a situação -por estes e outros motivos- está deixando de ser confortável. Sim, porque este Golpe tem donos e origem: ele veio de uma clara articulação de setores (ainda que minoritários) do Poder Judiciário com o oligopólio da mídia, ao qual foram somados os políticos neoliberais e conservadores dos vários partidos. As classes médias conservadoras, ou não, foram convidadas pela Globo para um tipo de baile, mas a festa era outra.

A peça que este triunvirato pregou nas classes médias me fez lembrar uma longínqua história, que vivenciei como adolescente nos anos 60, ainda em Santa Maria. Meu amigo tinha uma namorada belíssima – uma das “moças” mais bonitas da cidade – mas estava muito longe de querer “noivar” e casar. Num desses feriados tediosos, que repercutem com especial modorra num verão sem mar, de cidades do interior, meu amigo viaja com a sua namorada para conhecer sua família, que residia numa pequena localidade próxima da nossa cidade. Chegando lá percebe os movimentos de uma festa preparada especialmente para ele: primos, primas, parentes, avós, irmãos, cunhados e cunhadas, recebem meu amigo com afeto, fraternidade e manifestações de boas vindas.

Continue lendo

A atriz Ingrid Guimarães curte o Carnaval no Rio (Foto: AgNews)

A atriz Ingrid Guimarães tem enfrentado uma maratona de gravações para a próxima novela das 6, Mundo novo, e aproveitou o feriado de Carnaval para descansar em Araras, no interior de São Paulo. Para não deixar o festejo passar batido, ela compareceu ao Desfile das Campeãs neste sábado (4), na Sapucaí.

“Vim porque queria muito ver a Portela, que ganhou o título depois de tanto tempo”, contou ela. “Também queria muito prestigiar a Ivete. Costumo dizer que ela consegue ser diva e povo ao mesmo tempo. Ela parece aquela nossa amiga de infância que pula o Carnaval descalça com a gente. Eu me identifico muito com ela.”

Após o Carnaval, Ingrid retoma seu trabalho na trama. “Daqui para a frente, eu apenas gravo.” Na produção, a atriz viverá uma vilã portuguesa. “A novela tem exigido muito da gente. Tem humor, tem luta, tem roupa de época neste calorão, mas tem ficado linda. Daria para ir para os cinemas”, disse.

época

O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB) – Agência Senado

BRASÍLIA – O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), afirmou, nesta sexta-feira, que já tem as 27 assinaturas necessárias para apresentar requerimento de criação da CPI dos Fundos de Pensão. Conforme reportagem publicada nesta sexta-feira no GLOBO, com os principais cargos divididos entre petistas, a Petros, fundo de previdência da Petrobras, fechou 2014 com o seu principal plano de previdência no vermelho pelo segundo ano consecutivo, com um déficit técnico de R$ 6,2 bilhões, segundo relatório elaborado por dois conselheiros independentes. O documento informa ainda que o resultado negativo deverá se repetir este ano.

— A situação é muito grave, é algo que tem que ser investigado. O Senado não pode deixar de fazer a investigação. A má gestão é indiscutível, a gestão temerária, os resultados falam por si. O fato concreto para apurar já está posto. A partir deste mês, funcionários dos Correios terão desconto em seus salários para cobrir um rombo de R$ 5,6 bilhões. No caso do Postalis (fundo dos Correios), até título da Venezuela compraram. Como alguém em sã consciência compra título público do governo da Venezuela ? A gente precisa rastrear esse dinheiro — afirmou o líder do PSDB.

Cunha Lima disse ter 24 assinaturas e mais três certas para colher na próxima semana: a do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), que está em viagem internacional; a de Paulo Bauer (PSDB-SC); que estará de volta ao Senado após uma cirurgia cardíaca; e Luiz Henrique (PMDB-SC).

— Mais tardar quinta-feira eu encaminho à Mesa (Diretora) o pedido de criação da CPI. A previsão é que ela seja instalada em maio — afirmou o senador tucano.

Por orientação do líder do PSB, João Capiberibe (PSB-AP), retiraram suas assinaturas, além dele, os senadores Romário (RJ), Lídice da Mata (BA), Roberto Rocha (MA) e Fernando Bezerra Coelho (PE). O senador Ivo Cassol (PP-RO) também retirou.

Na nota, assinada por toda a bancada do PSB, os parlamentares afirmaram que o grande número de CPIs “dispersa o trabalho do Senado Federal, enfraquece a investigação, desviando as atenções do debate das grandes questões nacionais, como a reforma política e a construção de um novo pacto federativo”. Eles afirmaram que retiraram as assinaturas para “concentrar suas forças e energias no bom e eficiente funcionamento das CPIs do HSBC, da Operação Zelotes e do Extermínio de Jovens”.
oglobo.globo.com/brasil

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!

 
bove=""

 

Visitas

contador de visitas

Redes Sociais

Click e acesse
CLIQUE AQUI e fale com os ministros, fiquem de OLHO bem aberto alguma informação entre em contato com os ministros.

CLIQUE AQUI e veja receita e despesa do seu municípios.

Aqui você encontra informações sobre a aplicação do dinheiro público nos municípios e no estado de Pernambuco.

Zé Freitas no Facebook

Zé Freitas no Twitter

Parceiros