Lojas Surya

Óticas Olhar Brasil

Farias Calçados

Supermercado

Seg Vida

 
Maior parte da produção de alimentos no país provém da agricultura familiar, não do agronegócio, dizem pesquisas - Créditos: Fernando Frazão/ Agência Brasil
Maior parte da produção de alimentos no país provém da agricultura familiar, não do agronegócio, dizem pesquisas / Fernando Frazão/ Agência Brasil

O agronegócio não mata a fome, não gera emprego e tampouco é sustentável

Em 2011, a escola de samba Unidos da Lona Preta compôs um samba cujo refrão termina com o verso: “Agronegócio, a mentira do Brasil”. O que a princípio poderia parecer uma frase de efeito na guerra simbólica entre agroecologia e agronegócio revela-se a cada dia uma verdade incontestável. A mentira em questão possui diversas dimensões: o agronegócio não mata a fome, como afirma, não gera emprego e tampouco é sustentável, como às vezes tem a cara de pau de propagandear. Hoje, o assunto é a viabilidade econômica do agronegócio. 

Em relação à dimensão econômica, um dos aspectos dessa mentira que temos alertado há tempos é o alto custo de produção que muitas vezes encosta ou ultrapassa o preço de venda das mercadorias. Nesta semana, foi publicada uma reportagem contendo declarações do presidente da Aprosoja-GO que ajudam a descortinar didaticamente mais essa balela do agronegócio.

O que entendemos por agronegócio

Como prólogo, é importante alinhar o que entendemos por agronegócio. O tema é extenso, mas aqui falamos especificamente sobre uma cadeia de produção, que engloba três grandes grupos de atividades, denominados:

Antes da porteira;

Dentro da porteira; e

Depois da porteira.

O primeiro estágio se refere à parte da cadeia que produz os insumos que serão utilizados na produção: agrotóxicos, sementes (híbridas ou transgênicas) e adubos químicos. Além dos insumos, outra parte importante neste estágio são as empresas produtoras de máquinas agrícolas.

O segundo estágio – dentro da porteira – se refere à atividade agrícola em si: semear, plantar e colher (regado a muitas aplicações de agrotóxicos). Esta atividade é a que povoa o imaginário da sociedade e que, muitas vezes, se confunde com o próprio termo “agronegócio”. 

Finalmente, o terceiro estágio – depois da porteira – inclui uma vastíssima gama de atividades econômicas, por exemplo: a recepção e armazenamento da produção (originação), tradings que distribuem a produção no mercado interno e externo, as indústrias de transformação (alimentação humana, animal, produção de óleos e combustíveis), e sobretudo o mercado financeiro, que eleva a produção agrícola ao abstrato mercado de ações presentes e futuras, fazendo todo o tipo de malabarismo especulativo.

É claro que ainda há toda a base de sustentação simbólica (mídia), jurídica/legal (legislativo) e financeira (executivo). A participação desses atores é crucial para a manutenção do agronegócio, como veremos à frente.

Quem é o agronegócio?

Continue lendo

Item desejo do momento, o secador da marca Dyson é silencioso e leve, tem potência até oito vezes maior que os outros aparelhos e controla o jato para que ele não seja prejudicial aos fios – dá pra acreditar em tudo isso? “Ele possui um termostato que mede a temperatura a cada 20 segundos e a mantém entre 60 e 100 °C”, diz a cabeleireira Renata Souza, do Spa Dios, um dos salões que já possuem o acessório, em São Paulo. Infelizmente, ele ainda não é comercializado no Brasil.

Para que a espera não seja tão sofrida, adapte seu secador de estimação:

ACOPLE UM SILENCIADOR na parte de trás do aparelho para diminuir o barulho dele.

AJUSTE O VENTO NA TEMPERATURA MÉDIA, que seca sem ressecar os fios.

MANTENHA DISTÂNCIA – o acessório deve ficar, no mínimo, a 15 centímetros da sua cabeça.

boaforma

Comece o dia comendo banana para emagrecer! Surpresa? Nós também ficamos, e, por isso, fomos investigar a Dieta da Banana Matinal que está circulando na internet com a promessa de secar a cintura sem sacrifício. No Japão, onde foi criada por Hitoshi Watanabe, especialista em medicina preventiva, virou mania. Desde que a notícia repercutiu nos Estados Unidos, vem reunindo um grande número de adeptos, especialmente em Nova York. 

Mas, não engorda?

Em excesso, a fruta pode pesar na balança. Ainda assim, a dieta não impõe limite: a candidata a perder peso pode comer quantas unidades quiser no café-da-manhã. Mas é difícil exagerar. Isso porque a fruta sacia rapidinho. Além disso, deve ser acompanhada de goles de água morna. É estranho, mas funciona. Em contato com a água, as fibras solúveis da banana formam uma espécie de gel que preenche o estômago, espantando a fome por um bom tempo. Lucyanna Kalluf, nutricionista do Instituto Alpha de Saúde Integral, em São Paulo, acrescenta outros dois poderes da fruta contra os quilinhos extras: estimula o funcionamento do intestino e combate a ansiedade e o mau humor. “É um alimento que combina doses importantes de vitamina B6 e triptofano – substâncias que, juntas, aumentam a produção de serotonina, o neurotransmissor do bem-estar”, diz a nutricionista, autora do livro Fitoterapia Funcional (VP Editora). E, feliz, a gente resiste melhor aos doces. Você malha? Mais um motivo para apostar na banana. Lotada de potássio, melhora o poder de contração dos músculos, aumentando sua performance e, de quebra, a queima de calorias.
Dispense o que é ruim

Nem tudo é perfeito na dieta que veio do Oriente. A versão original permite você comer o que e quanto quiser no almoço e no jantar. Não dá! “Isso pode resultar num exagero de calorias, anulando qualquer esforço para emagrecer”, alerta Andréia Naves, diretora da VP Consultoria Nutricional, em São Paulo.

Aproveite o lado bom

Cortar bebida alcoólica, evitar refeições pesadas após às 8 da noite e ir para cama antes da meia-noite, no entanto, são sugestões muito bem-vindas. Então, aproveite o que é bom e dispense o que ruim. Nem pensar em começar o dia comendo banana e bebendo água morna? A gente deu um jeitinho nisso: você vai beber chá (ou outra bebida quentinha). O cardápio também está mais gostoso. Tem banana e outras comidinhas que potencializam o resultado da dieta – você vai perder 3 quilos em dez dias!
O poder da banana verde

Continue lendo

 Lei de Acesso à Informação é fundamental para dar condições de um jornalismo plural e democrático no que diz respeito ao dinheiro público - Créditos: Divulgação
Lei de Acesso à Informação é fundamental para dar condições de um jornalismo plural e democrático no que diz respeito ao dinheiro público / Divulgação

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa deve respeitar a Lei de Acesso à Informação (LAI). A recente determinação do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE) é básica, mas revela o quanto o descaso para com a legislação ainda é uma realidade em inúmeros municípios do estado e também do país. No segundo semestre de 2012, logo após entrar em vigor a Lei de Acesso à informação (LAI), protocolei um pedido de informação sobre a gestão do serviço de transporte público municipal de Ponta Grossa, que deveria ter a fiscalização diária da Prefeitura. O então chefe do executivo local, Pedro Wosgrau (PSDB) ignorou. Cobrado, manteve a arrogância habitual e não atendeu ao pedido. Acionado pelo TCE, através da ouvidoria, a demanda passou ao gestor seguinte, que assumiu em janeiro de 2013. A lógica do descaso manteve o ritmo da indiferença e da “caixa preta”.

Continue lendo

Para conseguir os 172 votos necessários para barrar a aceitação da acusação da PGR, presidente promete liberação de verbas, troca de comando na PF e benesses para governadores

Quem é a tropa de choque de Temer para barrar denúncia de Janot Gabriel Renner/Arte ZH/

Foto: Gabriel Renner/Arte ZH

Para segurar a volátil base parlamentar e barrar a aguardada denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), o presidente Michel Temer trabalha em um plano de contenção do que seus aliados mais próximos chamam de “tempestade perfeita”: a investida do procurador-geral Rodrigo Janot, somada a delações do operador Lúcio Funaro e do ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Na estratégia palaciana, a distribuição de emendas e cargos ganhou reforço do afago aos governadores na renegociação de dívidas e das promessas do PMDB de blindagem para evitar a cassação do senador Aécio Neves (PSDBMG). Além disso, apoio ao PSDB na corrida presidencial de 2018. A aprovação do distrição na reforma política, a fim de facilitar reeleições de deputados, e a troca do comando da Polícia Federal também estão no horizonte.

Como a denúncia de Janot precisa do aval de 342 dos 513 deputados para ser apreciada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o foco de Temer está na Câmara. Ele busca 172 aliados dispostos a engavetar o caso, fruto da delação da JBS e da conversa gravada entre o presidente e o empresário Joesley Batista. Parlamentares de diferentes partidos afirmam que, no momento, o Planalto tem os votos para sobreviver.  — Toda abstenção ou ausência favorece o governo, então, Janot e a oposição que precisam de 342 votos. Eles não fazem 150 — projeta o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS).

A permanência do PSDB no governo, conquistada graças à negociação do PMDB com caciques do Senado e governadores, foi considerada decisiva no Palácio para garantir a confiança do momento. Porém, 20 dos 46 deputados tucanos, na ala jovem da bancada chamada de “cabeças pretas”, adiantam que não blindarão Temer.

— Defendo o apoio à agenda de reformas, mas não à participação em um governo em meio à tentativa de barrar investigações — afirma Daniel Coelho (PSDB-PE).

Continue lendo

Em um esforço conjunto de seis órgãos estaduais e a Celpe, a CAPHAB vai desburocratizar e agilizar análises técnicas de projetos habitacionais em todo o Estado.
O governador Paulo Câmara assinou, nesta segunda-feira (12.06), em evento no Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Pernambuco (SINDUSCON/PE), no Recife, decreto que cria a Câmara de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais (CAPHAB). Com o intuito de incentivar o setor a investir na construção de moradias populares, a iniciativa prevê a redução do tempo de análise dos projetos, no âmbito estadual, de oito meses para até 30 dias úteis. O objetivo é agilizar e desburocratizar os pareceres técnicos de projetos habitacionais através da centralização da tramitação em seis órgãos estaduais e a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe).
“Essa ferramenta vai permitir que a gente avance nas análises de projetos habitacionais tão necessários e importantes para grande parte da população que precisa dessas moradias de baixo custo. Essa ação é fruto de uma série de reuniões, de um grande consenso e da necessidade de desburocratizar esses processos que demoram meses. Então, é muito importante no momento que nós estamos vivendo que hajam, por parte do Estado, os devidos encaminhamentos para que esses projetos possam sair do papel com a maior celeridade possível”, destacou o governador.

Continue lendo

O Senhor conduza o coração de vocês ao amor de Deus…”! (2Tessalonicenses 3.5)

Há dias em que preferimos puxar o cobertor por cima da cabeça – não ver nem ouvir nada! Adeus mundo desprezível!

Com que ânimo você enfrenta o seu dia? Talvez haja montanhas de compromissos a cumprir, tarefas impossíveis que causam desgaste implacável. Você acaba sentindo a pressão da sua incapacidade. O desânimo o deprime. O que te causa pavor? Que circunstâncias fazem a sua pulsação disparar? Nunca esqueça: “Aquilo que o impressiona também domina o seu pensamento”. Por favor, não faça parte do grupo de cristãos que carregam seu desânimo como se fosse um mapa em seu rosto e de quem não se consegue receber sequer um sorriso. Você tem direito ao cuidado de Deus por ser seu filho. Você mesmo tem culpa se estiver sofrendo pela falta da graça de Deus e se uma raiz de amargura está se alastrando em seu coração. Isso não deve acontecer. Não importa quais sejam as suas circunstâncias, aqui está uma Palavra de Deus que pretende mudar a direção do seu olhar.

Se nosso coração não estiver direcionado para o amor de Deus, a nossa alma atrofia.

Continue lendo

A assessora especial do prefeito de Santa Terezinha-PE, Geovane Martins, a senhorita  Lindeci Martins (Linda de Danda), tem se destacado, pelo relevante trabalho que tem desempenhado no município. A mesma tem sido muito prestativa e atenciosa, sempre que solicitada, e tem atendido na maneira do possível as demandas. 
    Podemos citar como exemplo de seus préstimos,  a iluminação das travessas (becos do Virgulino) nas proximidades do Banco do Brasil, esquina das ruas Edson Morato de Holanda e José Romão de Araújo, onde foram colocadas luminárias, as quais deixaram os locais com uma visibilidade favorável.
       Queremos aqui, expressar nossa admiração pela mesma. Dizendo que uma cidade organizada e com pessoas capacitadas e sociabilizadas, comprometidas a desenvolver e promover o bem comum para todos, são qualidades que nosso município e outros demais precisam, para alavancar e criar novas expectativas e credibilidade para toda população.  Fica aqui nossos parabéns a Lindeci Martin  (Linda de Danda  Martins). A sociedade está na expectativa para que dias melhores possam estar por vir para nosso município,  estado, país e todo mundo. 
      “Que Deus possa iluminar as mentes e os corações, para que a vontade Dele prevaleça, e a justiça e a bondade façam morada na vida das pessoas e que as pessoas desejem e permitam que Jesus promova a paz que tanto almejamos, principalmente nestes dias que estamos vivendo”.

Brasília – O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) liberou R$ 10 milhões para os agricultores familiares dos 115 municípios gaúchos em situação de emergência. A pasta também garantiu a antecipação do pagamento de julho do Programa Bolsa Família para os beneficiários das cidades atingidas pelas chuvas no Rio Grande do Sul. As compras de produtos da agricultura familiar serão feitas por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pela pasta.De acordo com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, além de incentivar a economia local, os recursos vão beneficiar as famílias em vulnerabilidade. “Realocamos os recursos dentro do nosso orçamento para que os municípios possam comprar dos seus agricultores e direcionar esses alimentos para as pessoas afetadas pelas chuvas”.

Continue lendo

FNDE transfere R$ 927 milhões do salário-educação

Estados e municípios já podem investir os recursos em suas redes de ensino

Os recursos referentes à parcela de maio do salário-educação estão disponíveis a partir desta terça-feira, dia 13, nas contas correntes de estados, municípios e Distrito Federal. Responsável pelos repasses, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC), transferiu R$ 927 milhões na última sexta-feira, 9, a entes federativos de todo o Brasil.

Foram destinados R$ 505,4 milhões para as redes municipais e R$ 421,6 milhões para as redes estaduais e distrital. Somente neste ano, o salário-educação já rendeu R$ 5,3 bilhões aos cofres públicos de estados, municípios e DF. O montante transferido a cada ente federativo pode ser conferido no portal do FNDE (www.fnde.gov.br), em Liberação de recursos.

Ao lado do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o salário-educação é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino. Trata-se de uma contribuição social recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social.

Continue lendo

É um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza.O programa busca garantir a essas famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde. Em todo o Brasil, mais de 13,9 milhões de famílias são atendidas pelo Bolsa Família.  Conheça o programa, os direitos e deveres das famílias participantes e conte com a Caixa no recebimento do benefício ou para tirar dúvidas.

Quem é beneficiário do Bolsa Família agora possui um novo jeito de receber seu benefício. A Poupança Caixa Fácil é uma conta simplificada, que pode ser aberta em Lotéricas e Correspondentes Caixa Aqui, com limite de saldo e movimentação mensal de R$ 3.000,00. A conta possui um cartão magnético que possibilita compras, depósitos, saldos, transferências e muito mais.?

Chegou sua vez de ter o Bolsa Família no celular

                                                                                    

                                       Conheça o aplicativo

Quais os objetivos do programa

  • Combater a fome e promover a segurança alimentar e nutricional;
  • Combater a pobreza e outras formas de privação das famílias;
  • Promover o acesso à rede de serviços públicos, em especial, saúde, educação, segurança alimentar e assistência social.

Quem pode participar do programa

A população alvo do programa é constituída por famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza.  As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa. As famílias pobres são aquelas que têm renda mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00 por pessoa. As famílias pobres participam do programa, desde que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos. Para se candidatar ao programa, é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com seus dados atualizados há menos de 2 anos. Caso atenda aos requisitos de renda e não esteja inscrito, procure o responsável pelo Programa Bolsa Família na prefeitura de sua cidade para se inscrever no Cadastro Único. E mantenha seus dados sempre atualizados, informando à prefeitura qualquer mudança, como de endereço e telefone de contato e modificações na constituição de sua família, como nascimento, morte, casamento, separação, adoção, etc.  O cadastramento é um pré-requisito, mas não implica na entrada imediata das famílias no programa, nem no recebimento do benefício. Mensalmente, o MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à  Fome seleciona, de forma automatizada, as famílias que serão incluídas para receber o benefício. Para saber se você foi incluído no programa, consulte o responsável pelo programa programa na prefeitura de sua cidade ou consulte aqui? a lista de famílias beneficiárias.?

?Renda até R$ 85

Famílias com renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa.

Renda entre R$ 85,01 e R$ 170

Famílias com renda mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00 por pessoa, que possuam em sua composição gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças e adolescentes com idade entre zero e 16 anos incompletos.

Renda de zero a R$ 170

Famílias com renda mensal de zero a R$ 170,00 por pessoa, que possuam em sua composição adolescentes entre 16 e 17 anos.??? Além disso, as famílias que atendem aos critérios do Programa Bolsa Família e estão inscritas em outros programas federais também têm direito ao benefício.

Quando Wesley Alexandre, de 8 anos, chega à escola 419, na cidade de Samambaia (DF), a primeira missão é: olhar como estão as plantinhas na horta. O espaço faz parte do projeto “Expresso Horta”, iniciado em 2016, após a participação da escola em uma feira de ciências sobre alimentação para o mundo.  São 54 crianças, entre 8 e 9 anos, que colocam a mão na terra para desenvolver o projeto que atualmente conta com 48 espécies, entre frutas e legumes. São variedades que fazem parte do cardápio do lanche na escola, através de receitas que são feitas pelos alunos e professores. Farofa de jiló e chips de berinjela estão entre os preferidos. A escola implantou o projeto “Expresso horta” em um espaço que estava abandonado. “Aqui se planta muitas coisas diferentes. Eu escolhi a batata doce porque é saudável e faz muito bem para a saúde”, conta Alexandre.  A ideia do projeto não fica apenas em plantar. A instituição trabalha com a interdisciplinaridade em vários aspectos. Cada aluno escolhe o que vai plantar. Em seguida, denomina seu espaço no terreno, seleciona a muda de uma espécie, molha a terra e colhe no período pronto para consumo. Segundo a professora Sueli Lucena, um dos principais objetivos do projeto é mostrar a importância da alimentação saudável e o cuidado com a natureza. Para ajudar com o manuseio da horta, ela participa de um curso, oferecido pela Secretaria de Educação do Distrito Federal, com orientações sobre a produção dos alimentos, cuidado com as plantações e como as frutas e legumes devem ser utilizados na merenda escolar.  

Aulas ao ar livre

As aulas não ficam apenas em sala de aula. Com um espaço feito por eles, denominado “Estaleiro do chuchu”, os alunos recebem orientações sobre plantio em hortas, importância da alimentação saudável e contato com a natureza. “Os alunos estão motivados e quando recebem os visitantes fazem questão de mostrar tudo que eles plantaram. Eles observam se cresceu, chamam os pais para ver, fazem propaganda para a comunidade. Sabem identificar cada planta e, isso, eles levarão para a vida inteira”, diz Sueli. A escola disponibiliza mudas de algumas espécies para quem tiver interesse em plantar em outro local. Isso abriu espaço para participação de voluntários, como Angélica Menezes. Emocionada, ela conta a importância do projeto em sua vida: “Tudo no Expresso Horta me encanta. Porque quando nós estávamos lá, no início de tudo, não imaginávamos que se tornaria tão grande e com uma participação intensa dos alunos. Venho todos os dias e, a cada visita, me encanto mais. Cuidar da horta virou rotina na minha vida”.

Pais que aprendem com os filhos

Casca de ovo, resto de frutas, lixo orgânico. Tudo que sobra em casa não vai mais para o lixo. Os pais dos alunos da escola 419, já estão se engajando no projeto. Quando as crianças chegam em casa, levam receitas do que aprenderam em sala de aula, alimentos que colheram, além do cuidado com o lixo. “Antes não tínhamos o hábito de comer verduras e frutas com tanta frequência. Depois do Expresso Horta, até a coleta seletiva nós fazemos. O Gabriel já cobra a separação do lixo. Essa ideia tem tudo para ser espelho para outras escolas do Distrito Federal”, almeja Francisco das Chagas, pai do aluno Gabriel. Para Maria Rosinete Macedo, mãe de Arthur Henrique, o Expresso Horta era um local abandonado que se transformou e mudou a rotina e os hábitos alimentares da casa. “A gente consome literalmente o ‘fruto’ do trabalho que é feito por eles. Foi surpreendente o que eles fizeram aqui”, diz.

Horta na lata

A história da horta começou em 2016, após a participação da escola em uma  feira de ciências da Secretaria de educação, junto com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com o tema “A ciência e a alimentação para o mundo”. A unidade de ensino aproveitou as latas vazias de tinta, que foram usadas na pintura da escola. A partir daí, nasceu a horta na lata. Um dos pais teve a ideia de criar um trem com vagões de plantas. A plataforma foi feita e os alunos pintaram as latas, que denominaram “Arte na lata” e colocaram as plantas em cada vagão. O trem é apresentado em feiras e eventos escolares. O Expresso Horta virou um sucesso e, então, surgiu a ideia de reaproveitar as latas e as plantas fixando-as no chão.

                                                   

São Paulo – O juiz federal Sérgio Moro colocou R$ 11 milhões bloqueados de Adriana Ancelmo e do escritório Ancelmo Advogados, da mulher do ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB-RJ), à disposição da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, que julga a Operação Lava Jato no Rio. Moro absolveu Adriana Ancelmo na terça-feira, 13, das acusações de corrupção e lavagem de dinheiro. A mulher de Sérgio Cabral, o ex-governador e outros três era acusados em ação penal sobre propina de R$ 2,7 milhões em contratos de Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), no Rio. Moro condenou Sérgio Cabral a 14 anos e 2 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Os valores foram bloqueados no fim do ano passado. Segundo Moro, o confisco “teve resultados modestos, quase pífios, salvo em relação a Adriana de Lourdes Ancelmo e a empresa Ancelmo Advogados, em relação aos quais chegaram a cerca de R$ 11 milhões”. “Considerando que os valores podem constituir produto de crime de lavagem submetido a outro Juízo, cumpre, ao invés de determinar a liberação do valor bloqueado, colocar o numerário à disposição do Juízo da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro”, decidiu Moro. O juiz ordenou que o dinheiro seja transferido para contas judiciais indicadas pela 7ª Vara Federal do Rio, sob tutela do juiz Marcelo Bretas. Sérgio Cabral é réu em 9 ações penais na Justiça Federal do Rio. “Indicadas as contas, promova-se a transferência”, determinou. O juiz Moro condenou ainda o ex-secretário do governo do peemedebista Wilson Carlos Cordeiro da Silva Carvalho – 10 anos e 8 meses – e o “homem da mala” Carlos Miranda – 10 anos – por corrupção e lavagem de dinheiro. Mônica Carvalho, mulher de Wilson Carlos, também foi absolvida. Sérgio Cabral, Wilson Carlos e Carlos Miranda estão presos na Lava Jato. Há mandados de prisão contra os três expedidos pelo juiz Moro e também pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal, no Rio. Wilson Carlos está preso no Paraná. Sérgio Cabral e Carlos Miranda, no Rio.

Na sentença, o juiz Moro determinou que os três devem continuar presos enquanto recorrem da condenação.

72f9066c-7337-4716-94a6-381d2a5d1957

Ao chegar no Hospital Universitário Lauro Wanderley da Universidade Federal da Paraíba (HULW-UFPB), em maio de 2015, o primeiro educador físico da unidade, José Rivaldo Coelho, se deparou com um grande desafio: a criação de uma academia interna com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos servidores e pacientes do hospital, que é filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).Dois anos após a inauguração, em outubro do mesmo ano, o Espaço Fitness do HULW conta com parceria de diversos setores do HU como os de Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Bariátrica, Neurologia e Reumatologia, além dos serviços de Ginecologia e Obstetrícia, que encaminham para a academia pacientes acima dos 45 anos no climatério e gestantes diabéticas. Após uma consulta na Neurologia do HULW, Geraldo Machado foi encaminhado para o tratamento de pilates na academia. “Sinto um alívio após os exercícios e alongamentos. Tinha uma vida muito sedentária, não fazia nenhuma atividade física e agora me sinto bem melhor”, contou o paciente que ainda se disse surpreso por conta da estrutura do local.Além de pilates, o Espaço Fitness oferece sessões de alongamento e relaxamento, além de ser equipado com aparelhos de musculação como crossover, peitoral dorsal, leg-in 45°, cadeira extensora, cadeira flexora, banco supino reto e banco livre inclinável. “Tudo isso só foi possível com o apoio da chefia da unidade de reabilitação, que esteve sempre presente, além da direção geral do hospital”, destacou Coelho.

Sobre a Ebserh

Desde dezembro de 2013, o HULW-UFPB é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação, que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas. O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação da Ebserh com informações do HULW-UFPB

Alvo de críticas por não ter concretizado o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato, determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), enviou um ofício ao ministro Marco Aurélio Mello, do STF, em que informa as medidas tomadas pela Casa para cumprir a decisão judicial. De acordo com o documento assinado por Eunício, o pagamento de salários e verbas indenizatórias e o carro oficial a que Aécio tem direito como parlamentar estão suspensos desde o dia 18 de maio, quando o ministro Edson Fachin afastou o mineiro do Senado. Eunício Oliveira também afirma que o tucano foi “imediatamente intimado” da decisão de Fachin pela mesa diretora do Senado e que o nome dele foi retirado do painel de votações da Casa e das comissões parlamentares. O site do Senado incluiu na página de Aécio Neves (veja abaixo) a informação que ele foi afastado do mandato por decisão judicial.

veja

Andrea Neves, irmã de Aécio Neves, é escoltada pela Polícia Federal, em Belo Horizonte, dia 18/05/2017

Andrea Neves, irmã de Aécio Neves, é escoltada pela Polícia Federal,

em Belo Horizonte, dia 18/05/2017 (Reuters/Reuters)

São Paulo – A 1ª turma do STF votou por manter a prisão de Andrea Neves, irmã de Aécio Neves.Votaram pela manutenção os ministros Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux. Marco Aurélio e Alexandre de Moraes votaram pela liberdade.No início da sessão, a subprocuradora-geral da República Claudia Sampaio defendeu a manuntenção da prisão da irmã de Aécio. “Como dizer à sociedade que essa conduta não tem relevância e não merece prisão preventiva”. Segundo ela, se o STF conceder liberdade a Andrea, é melhor “abrir as portas das cadeias e livrar todo mundo”. “Tem gente que por muito menos está preso. Aí vem uma senhora rica e pede R$ 2 milhões e ninguém faz nada?”, questionou.O advogado de Andrea Neves, Marcelo Leonardo, defendeu a liberdade. “Deixar claro que uma eventual nova decisão não significa necessariamente reconsiderar decisão proferida pelo ministro anteriormente relator, porque em matéria de prisão preventiva, a decisão não tem força de coisa julgada e sempre. Mudada a situação fática da pessoa que é submetida à prisão preventiva, é perfeitamente possível modificar uma nova decisão” disse.

exame

 Sérgio Cabral Bangu

São Paulo – O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi condenado a 14 anos de 2 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. A sentença foi proferida por Sergio Moro, juiz da Operação Lava Jato, segundo o blog Fausto Macedo, de O Estado de S. Paulo. O início do cumprimento da pena será em regime fechado.Cabral foi acusado de receber propina de pelo menos R$ 2,7 milhões da Andrade Gutierrez pelas obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), da Petrobras.A ex-primeira dama, Adriana Ancelmo, foi absolvida das mesmas acusações, de corrupção e lavagem de dinheiro, por falta de provas.O ex-governador já é réu em dez ações, incluindo essa na qual acabou de ser condenado. A última vez foi em 2 de junho, quando ele foi denunciado por lavagem de dinheiro pelo uso da empresa Survey Mar e Serviços, que servia para dar aparência lícita ao pagamento de R$ 1,7 milhão em propina.

Acusações

Segundo a investigação, o contrato do Comperj tinha o valor original de R$ 819,8 milhões e recebeu cinco aditivos que elevaram o valor para R$ 1.17 bilhãoA Procuradoria aponta que as propinas teriam sido depois acertadas pelos dirigentes da Andrade Gutierrez com o então governador do Rio e “seus associados”.

exame

Carlos-Bezerra-Jr

“Esse governo serve aos empresários e dá as costas para o trabalhador”, diz Carlos Bezerra Jr.

Os tucanos precisam deixar a base de apoio do governo Michel Temer (PMDB) se quiserem ser “coerentes”. É o que defende o deputado estadual Carlos Bezerra Jr. (PSDB-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

O PSDB é a principal base de sustentação de Temer no Congresso Nacional, mas as lideranças do partidos estão divididas quanto ao rompimento. Parte dos tucanos quis aguardar o resultado do julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que livrou o peemedebista da cassação, e uma reunião do diretório nacional será realizada nesta segunda-feira 12, em Brasília.

“Nós não estamos diante de uma bifurcação, nós estamos diante de um único caminho: a saída do governo. Ficar é ser incoerente, é andar na contramão da história. A maioria da população brasileira não aprova esse governo e não aprova as práticas desse governo”, disse Bezerra Jr.

O tucano ainda criticou pontos da reforma trabalhista proposta por Temer, disse que urgente no País é a reforma política e sugeriu que o governo resgate um projeto do então senador Fernando Henrique Cardoso sobre taxação de grandes fortunas.

CartaCapital: O senhor é a favor do desembarque do PSDB do governo Temer?

Calos Bezerra Jr.: Eu sempre defendi que o PSDB jamais participasse desse governo. Ajudar o Brasil em reformas e iniciativas que possam vir a dinamizar a economia e mitigar problemas sociais graves é uma coisa. Esse deve ser o compromisso do PSDB. Mas participar desse governo nunca fez sentido para mim.

Não existe dúvida quando há evidências. Ficar no governo Temer, mesmo com a absolvição da chapa no julgamento do TSE, é dar abraço de afogado. Esse governo vem nadando em um mar de escândalos desde que assumiu. Seis ministros tiveram que deixar o governo depois de terem os nomes envolvidos em denúncias de corrupção.

Não espero que a absolvição dê algum crédito a esse governo. Ao contrário, ele não se sustenta mais e sequer poderá comemorar esse resultado. Não acredito que seja o TSE a influenciar na decisão do partido, mas sim a sanidade que nos resta. 

CC: Qual deve ser a decisão do partido? 

CBJ: Há um claro posicionamento da militância de base do partido e da nova geração de parlamentares na direção do desembarque. A reunião do diretório estadual [no último dia 5] deixou claro que a maioria do partido é contrária à permanência nesse governo.

CC: Nessa reunião, o prefeito de São Paulo, João Doria, disse ser contra o rompimento do PSDB com o governo porque, para ele, “o inimigo é o PT”. Como essa declaração foi recebida no partido?

CBJ: Era uma reunião do diretório na qual estavam presentes parlamentares, prefeitos, membros do partido. Todos nós estávamos nessa reunião como militantes, todos falávamos como militantes. Em um espaço democrático como é o diretório, cada um, como militante, expressa a sua opinião. Então ele expressou a opinião dele, democraticamente, eu expressei a minha, contrária, democraticamente. O que foi definido é que o presidente estadual do partido, Pedro Tobias, vai levar ao encontro da executiva nacional [nesta segunda-feira 12] a decisão da maioria do diretório estadual, que é pelo rompimento com o governo. Nós não estamos diante de uma bifurcação, nós estamos diante de um único caminho: a saída do governo. Ficar é ser incoerente, é andar na contramão da história. O que esperam de nós neste momento é uma decisão em sintonia com o desejo da maioria da população brasileira. E a maioria da população brasileira não aprova esse governo e não aprova as práticas desse governo. Eu não acredito que um partido com a história que o PSDB tem vai querer ser lembrado como aquele que apoiou um presidente investigado por corrupção passiva, obstrução a investigação e participação em organização criminosa. E, ainda, como aquele que apoiou um governo que até aqui se prestou a servir aos empresários e dá as costas para o trabalhador.

CC: O senhor falou em coerência. Existe uma movimentação para antecipar a eleição da presidência nacional após os escândalos envolvendo o atual presidente, senador Aécio Neves?

Continue lendo

Desmatamento

Dossiê de 2017 do WWF aponta o avanço da grilagem de terras

Segundo o Ministério do Meio Ambiente do Brasil (MMA):

“O Acordo de Paris foi aprovado pelos 195 países Parte da UNFCCC para reduzir emissões de gases de efeito estufa (GEE) no contexto do desenvolvimento sustentável. O compromisso ocorre no sentido de manter o aumento da temperatura média global em bem menos de 2°C acima dos níveis pré-industriais e de envidar esforços para limitar o aumento da temperatura a 1,5°C acima dos níveis pré-industriais”. 

Um aspecto inteiramente novo nesse acordo diz respeito ao financiamento climático. O acordo determina que os países ditos desenvolvidos deverão investir 100 bilhões de dólares por ano em medidas de mitigação dos impactos sobre o clima em países em desenvolvimento. O objetivo desse aspecto, por mais que possa parecer, não é de punir os países desenvolvidos, mas de compensar pelos impactos ambientais que estes causaram durante toda sua trajetória industrial.

O ônus de se engajar em acordos como o de Paris, dado o custo econômico e social da mudança estrutural em relação ao meio ambiente para países periféricos, seria mitigado por esse financiamento. Sem contar nas vantagens em termos de avanços de pesquisa e inovação relacionados às alternativas energéticas, de transporte, consumo etc., que refletiria por todo o mundo. No entanto, na contramão do mundo, o presidente dos EUA Donald Trump anunciou no dia 1 de junho de 2017 a saída do país do Acordo de Paris. A justificativa de Trump foi que o acordo concede aos outros países vantagens sobre a indústria americana e destrói empregos nos EUA. Em suas palavras: “Eu fui eleito para representar os cidadãos de Pittsburgh, não os de Paris“.

Continue lendo

No dia 15 de junho o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, desembargador Antônio Carlos Alves da Silva e a diretora-geral, Isabela Landim, farão a inauguração de novos postos de recadastramento biométrico nas cidades de Santa cruz da Baixa Verde, Calumbi e Santa Terezinha. Na quinta-feira (15), O TRE-PE inaugura o posto de recadastramento de biometria, em Santa Terezinha, às 17 horas, que tem 8.289 mil eleitores.Na sexta-feira inaugura o posto de recadastramento da cidade de Santa Cruz da Baixa Verde, às 10 horas, com a previsão de que 9.815 mil eleitores compareçam para recadastrar. E na cidade de Calumbi, às 12 horas, onde o total do eleitorado é 6.459 mil.De acordo, com a diretora-geral, Isabela Landim, a importância da inauguração desses novos postos de biometria, “é agilizar o recadastramento do eleitorado nesses municípios, facilitando a vida do eleitor que não precisará se deslocar para a sede da zona”. A instalação de todos os postos com o início da realização da biometria em 2017 e conclusão em maio de 2018. Nesse ciclo está previsto 38 municípios. O cadastro biométrico tem como objetivo que os eleitores sejam identificados através das impressões digitais tornando as eleições mais seguras e evitando fraudes.Os atendimentos nos postos de biometrias serão de segunda a sexta, a partir das 8 horas às 14 horas.
blogdocauerodrigues

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!

 
bove=""

 

Visitas

contador de visitas

Redes Sociais

Click e acesse

Zé Freitas no Facebook

Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!

Parceiros