Lojas Surya

Óticas Olhar Brasil

Farias Calçados

Supermercado

Seg Vida

 

 

Individualista é uma pessoa propensa ao individualismo ou com essa tendência. O individualismo consiste no pensamento e na ação independentes, sem depender dos outros ou sem se sujeitar às normas gerais.

Como tendência filosófica, o individualismo defende a supremacia dos direitos individuais face aos direitos da sociedade e à autoridade do Estado.

O individualismo, por conseguinte, pode considerar-se como uma posição filosófica, moral ou política. Os individualistas procuram satisfazer os seus próprios objetivos com auto-suficiência e independência, opondo-se às intervenções externas nas suas opções pessoais. Por isso, estão contra a autoridade das instituições sobre a sua liberdade individual.

O indivíduo é o centro do individualismo, à semelhança do que acontece noutras doutrinas como o liberalismo ou o anarquismo. Pode traduzir-se numa ética da libertação e na auto-realização, mas também no egoísmo e na falta de solidariedade.Pode considerar-se o individuo como a unidade elementar de um sistema. Cada individuo (unidade) é diferente e possui as suas próprias particularidades e capacidades.

Para o individualismo metodológico, todos os fenómenos sociais podem ser explicados a partir de elementos individuais. Noutros termos: as acções e as crenças dos indivíduos explicam a evolução da sociedade. Na linguagem quotidiana, a pessoa considerada individualista costuma ser vista com maus olhos por se achar que ela só pensa em si mesma e que não se interessa pelos outros nem por aquilo que a rodeia: “Não acredito que consigas ser assim tão individualista e que tenhas gastado todas as nossas poupanças num objecto que só te agrada a ti!”, “É um jogador bastante habilidoso, mas é demasiado individualista”.

A desigualdade social acontece quando a distribuição de renda é feita de forma diferente.

A Desigualdade social é o fenômeno em que ocorre a diferenciação entre pessoas no contexto de uma mesma sociedade, colocando alguns indivíduos em condições estruturalmente mais vantajosas do que outros. Ela manifesta-se em todos os aspectos: cultura, cotidiano, política, espaço geográfico e muitos outros, mas é no plano econômico a sua face mais conhecida, em que boa parte da população não dispõe de renda suficiente para gozar de mínimas condições de vida.

Continue lendo

Resultado de imagem para constituição federal de 1988

Art. 5, inc. IX da Constituição Federal de 88 –  IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação.

Recebe o nome de liberdade de expressão a garantia assegurada a qualquer indivíduo de se manifestar, buscar e receber ideias e informações de todos os tipos, com ou sem a intervenção de terceiros, por meio de linguagens oral, escrita, artística ou qualquer outro meio de comunicação. O princípio da liberdade de expressão deve ser protegido pela constituição de uma democracia, impedindo os ramos legislativo e executivo do governo de impor a censura.

Um debate livre e aberto sobre as questões nacionais fundamentais gera considerações positivas sobre a melhor estratégia a ser adotada na solução dos problemas daquela comunidade. Por isso, é fundamental a existência da democracia e de uma sociedade civil educada e bem informada cujo acesso à informação permita que esta participe da vida pública, fortalecendo as instituições públicas com sua influência. É aí que entra a liberdade de expressão, pois esta proporciona à coletividade uma gama variada de ideias, dados e opiniões livres de censura, que podem ser avaliados, e possivelmente, abraçados. Para um povo livre governar a si mesmo, deve ser livre para se exprimir, aberta, pública e repetidamente; de forma oral ou escrita.

Continue lendo

Cidade é uma das 24 em estado de emergência devido às chuvas em Pernambuco. Segundo prefeitura do município, festividade será realizada em julho, mês de aniversário da cidade.

Município de Barreiros foi um dos gravemente afetados pelas enchentes (Foto: Reprodução/TV Globo)

Município de Barreiros foi um dos gravemente afetados pelas enchentes

(Foto: Reprodução/TV Globo)

Devido às enchentes que causaram seis mortes e deixaram milhares de desabrigados e desalojados na Mata Sul e no Agreste de Pernambuco, o município de Barreiros, que figura na lista das 24 cidades em estado de emergência por causa das consequências da chuva, cancelou as festas de São João. De acordo com a prefeitura, os recursos que seriam utilizados nas festas juninas serão gastos em remédios, alimentos e utensílios para as vítimas e em obras de recuperação do município.

Ainda segundo a administração municipal de Barreiros, a cidade deve ter festa no mês de julho, em que é comemorado o aniversário da cidade. Segundo nota divulgada pela prefeitura, a festividade deve acontecer “caso não ocorram mais desastres naturais e todas as vítimas sejam atendidas nas suas necessidades emergenciais”.

A prefeitura também alegou ter solicitado apoio dos governos estadual e federal, além de autoridades da Defesa Civil, Bombeiros, policiais e Forças Armadas para prestar assistência à população do município e para reconstruir a cidade. Neste sábado (7), foram iniciadas obra reparo em vias da cidade.

Sobe para seis número de vítimas das enchentes em Pernambuco

Sobe para seis número de vítimas das enchentes em Pernambuco

Visita do ministro das Cidades

Neste sábado (3), o ministro das Cidades, Bruno Araújo, visitou o município de Barreiros para acompanhar a vistoria em um empreendimento habitacional em que 468 unidades foram destinadas às vítimas das chuvas. Em seguida, ele visitou as áreas atingidas pelas enchentes na cidade. Os municípios de Ribeirão e Palmares, também na Mata Sul, foram visitados pelo ministro.

Entenda o caso

Desde o final de semana dos dias 27 e 28 de maio, chuvas fortes atingem várias regiões do estado, provocando enchentes de rios e deslizamentos de barreiras. Seis pessoas morreram, sendo duas no Recife, duas em Caruaru e duas em Lagoa dos Gatos. De acordo com dados do governo do estado, o número de desabrigados e desalojados chegou a 55,1 mil pessoas no dia 31 de maio.

Em Catende, na Mata Sul de Pernambuco, população trabalha para retirar a lama dos imóveis e das ruas (Foto: Oton Veiga/TV Globo)

Em Catende, na Mata Sul de Pernambuco, população trabalha para retirar a lama dos imóveis e das ruas (Foto: Oton Veiga/TV Globo)

No domingo (28), o presidente da República, Michel Temer, veio ao Recife e autorizou o envio de ajuda humanitária. Ele ainda se comprometeu com a liberação de uma linha de crédito de R$ 600 milhões, junto ao BNDES, para obras no estado. Diante das enchentes, o governo estadual decretou estado de emergência em 24 municípios de Pernambuco na terça (30). Na quarta (31), o governador Paulo Câmara visitou as cidades de Catende e Ribeirão, na Zona da Mata Sul, para acompanhar o planejamento de ajuda humanitária às famílias desalojadas e de limpeza das áreas atingidas pela água, feito por ‘gabinetes de crise’ instalados nos dois municípios.

Chuvas deixam mais de 47 mil fora de suas casas em Pernambuco (Foto: Editoria de Arte/G1)

Chuvas deixam mais de 47 mil fora de suas casas em Pernambuco (Foto: Editoria de Arte/G1)

Solidariedade

Para ajudar as famílias que perderam praticamente tudo nas enchentes, diversas instituições e entidades realizam arrecadação de alimentos não perecíveis e objetos de higiene pessoal. Há pontos de coleta no Recife, em Olinda e nos 15 campi do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).

Entenda as fortes chuvas

No Nordeste, as chuvas ocorrem por causa de um fluxo de vento que vem do oceano carregado de ar úmido, formando nuvens carregadas na costa e na Zona da Mata. De acordo com o meteorologista Celso Oliveira, da Somar Meteorologia, trata-se de um sistema chamado onda de leste, comum nesta região no outono e inverno.

O navio de carga Burra Leiteira zarpa de Fernando de Noronha neste sábado (3), rumo ao Recife com 1,5 tonelada de alimentos e produtos doados para os desabrigados das enchentes do interior do estado.  Desde o início da semana uma campanha foi promovida pela Administração da Ilha incentivado as doações. Os moradores atenderam aos apelos e fizeram as entregas no Centro de Geração e Renda.

 As doações chegaram a 1,5 toneladas (Fotos: Ana Clara Marinho/TV Globo)

“Recebemos roupas, alimentos e gêneros de higiene pessoal. Nós também recebemos contribuições de pousadas que doaram fronhas, toalhas, lençóis e cobertores”, falou a assistente social da Administração do Distrito, Cândida Jucá.

O navio chega no Recife em dois dias (Fotos: Ana Clara Marinho/TV Globo)

Muitas doações também foram arrecadas no show da solidariedade, promovido pelo cantor Nêgo Noronha. O evento foi realizado na noite dessa sexta-feira (2), no Bosque Flamboyant. Além de Nêgo, participaram os artistas Felipe França, Márcio Moreno, Daniel Ribeiro, Lucas Flor, Almir Oliveira, Budião, Jonas Melo e Alan.

Nêgo Noronha organizou o evento (Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo)

“O objetivo foi alcançado, tivemos muitas doações, dá vontade de chorar. Essa foi a primeira ação social, no próximo mês vamos realizar outro evento para ajudar quem está precisando agora e outras pessoas que precisam sempre, temos que colaborar. Estou muito feliz”, declarou Nêgo Noronha.

 Lucas Flor cantou no evento (Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo)

A embarcação com as doações da ilha deve chegar ao Recife nesta segunda-feira (5). O dono do navio está fazendo o transporte gratuito. “Esse material vai se juntar as doações que também foram recolhidas no Escritório de Apoio, no Recife, tudo será encaminhado ao Quartel do Derby, na capital pernambucana, para seguir para o interior o estado “, informou  Cândida Jucá.

A Loja Farias Calçados, já entrou no clima junino, com novidades de última geração,  em calçados, bolsas, cintos, etc. Venha até nossa loja e verifique as várias tendências da moda: adulto, infantil e juvenil, masculino e feminino. Calçando seus pés com elegância e preços imbatíveis. “O MÊS DE JUNHO CHEGOU, EU VOU FESTEJAR”. Vocês vão ficar requintadas (os) com o aconchego das novidades.

 

Em Santa Terezinha- PE, a Farias Calçados fica localizada na Rua Horácio José de Souza Nº 122, no centro, próximo a igreja católica.  Agradecemos a preferência!!!

    No início desta noite (02/06), por volta das 18 hs. caiu uma das casebres que fica no beco do Virgulino, o qual está ha mais de 26 anos necessitando de melhorias, de inverno a inverno, sem saneamento básico, onde nem sequer o mato é retirado com sequencia. Chegou ao ponto de não aguentar mais a falta de estrutura e cuidado. O que poderá ficar pior, se não for tomada as devidas providências. Cabe ao poder público municipal averiguar. Pois não é de hoje, já se prolonga por muitos anos esta situação. Agora está em pior situação, muito mato, como pode-se ver nas fotos, crateras, que com as recentes chuvas se agravaram ainda mais. O acúmulo de mato produz todo tipo de insetos, como cobras, escorpiões,  mosquitos, ratos, baratas, formigas, mosquitos aedes aegypte, etc. O que poderá favorecer acidentes e doenças. 

     Apela-se para as autoridades competentes e aos proprietários, que se sensibilizem e tomem as providências cabíveis. Todos os moradores da avenida Edson Morato de Holanda estão nesta área de risco, porque ninguém está isento de acontecer acidentes com animais e doenças vulneráveis. E já tem entrado muitos destes insetos e animais, nas residenciais  de pessoas que moram nesta rua.

     Hoje mesmo, houve um grande livramento de Deus, pois nas duas casebres laterais a que caiu, haviam pessoas. Um senhor de idade em uma e na outra uma senhora com duas crianças pequenas, onde a parede da casebre ficou rachada na hora da queda e caiu terra na cabeça das mesmas.

                                         

Esta mini cratera já faz tempo que foi falado para ser consertada,mas até o fechamento desta edição nada foi feito. 
O matagal também foi falado, só que os funcionários limparam uma parte e se esqueceram de limpar o restante.


  A população afogadense está dando uma belíssima demonstração de generosidade e solidariedade para com os milhares de desabrigados pelas fortes chuvas que atingiram o agreste e a mata sul do Estado no último final de semana. Comerciantes, instituições, igrejas, Prefeitura e a população tem contribuído doando alimentos não perecíveis, água potável, roupas, cobertores e diversos outros itens. Nesta terça (30), a Secretaria municipal de Assistência Social coordenou um grande mutirão pelas principais ruas de Afogados para arrecadar donativos para os desabrigados. Tudo o que foi arrecadado pelas demais secretarias municipais, por escolas, postos de saúde e instituições parceiras, seguiram para a sede da assistência social. A Prefeitura de Afogados adotou o município de Jaqueira. Para garantir um maior volume de donativos, o caminhão seguirá apenas nesta quarta (31), para Jaqueira.

“Quero agradecer a todos, sem distinção, pelo compromisso e pela solidariedade com nossos irmãos de Jaqueira que estão, nesse momento, passando por enormes dificuldades. Em meio a tanta coisa ruim que nos acostumamos a ver, exemplos como esse do povo de Afogados nos dá força para seguir em frente e acreditar em um mundo melhor,” destacou o Prefeito José Patriota. 

Prefeitura de Afogados da Ingazeira
Núcleo de Comunicação Social

       Resultado de imagem para chuva

    Houve um mal entendido nas informações das chuvas que ocorreram no município de Santa Terezinha-PE, divulgadas pelo IPA e pela Secretaria de Agricultura Municipal. Os números informados junto ao site do IPA são de 527.5 ml. Já o Secretário Adjunto de Agricultura, Teixeira de Joca informou que os dados somam 577 ml até o dia 01.06.17, e disse que essa divergência se deu, devido aos locais de captação das chuvas em Santa Terezinha. Como este ano está chovendo de forma irregular de um lugar para outro, a mais do que em outros, é admissível essas divergências. No entanto, ele informou que para a Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), os números válidos são aqueles informados pela Secretaria Municipal de Agricultura. 

     Ficando deste modo, esclarecido para a população a divergência dos dados informados.

 

O ministro da Educação, Mendonça Filho, fez a entrega simbólica nesta quinta-feira, 1º, de 83 ônibus do Programa Caminho da Escola ao estado de Pernambuco. A cerimônia foi em Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana do Recife. O investimento de R$ 18,1 milhões vai beneficiar 72 municípios.

“O transporte escolar reduz a evasão, garantindo o acesso e a permanência dos alunos nas escolas da rede pública”, afirmou Mendonça Filho. Ele lembrou que os veículos são adquiridos diretamente pelas prefeituras com recursos repassados pelo MEC por transferência direta.

Entre os municípios contemplados está Jaboatão dos Guararapes, que receberá três ônibus ao custo total de R$ 690,63 mil. Para o prefeito Anderson Ferreira, “a pauta da educação é primordial para aqueles que querem ter êxito em sua gestão.” O governo do estado também receberá três ônibus, num valor global de R$ 729,6 mil, transferidos pelo Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O programa Caminho da Escola tem como objetivo renovar e padronizar a frota de veículos escolares, visando garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes. A ação contribui para a redução da evasão escolar, ao ampliar, por meio do transporte diário, o acesso e a permanência dos alunos nas escolas da rede pública da educação básica da zona rural.

No Brasil, 4,6 milhões alunos da educação básica pública residem em área rural e dependem do transporte escolar ofertado pelos estados e municípios para chegar à escola. Deste total, 2,1 milhões (47%) estão no Nordeste.   

Chuvas – Preocupado com as fortes chuvas que atingem Pernambuco, o ministro determinou que técnicos do ministério fossem ao estado verificar a condição das escolas nas cidades em situação de calamidade, para que as crianças não fiquem sem aula.

Pernambuco recebe do Ministério da Educação 83 ônibus do Programa Caminho da Escola, com investimento de R$ 18,1 milhões (Foto: Rafael Carvalho/MEC)

Logo depois da incidência das chuvas e da situação de calamidade, nós enviamos aqui para Pernambuco quatro equipes do Ministério da Educação com o intuito de fazer o levantamento e assegurar apoio do governo federal para recuperação de unidades escolares vinculadas aos municípios e ao governo do estado. Creio que até a próxima semana a gente deve ter uma conclusão, para que a gente possa anunciar recursos para atender essa demanda dos governos municipais e do governo estadual”, disse Mendonça Filho.

Ainda nesta quinta-feira, o MEC e o FNDE liberaram R$ 4,65 milhões para a secretaria estadual de educação de Pernambuco, que serão utilizados na aquisição de 1.126 computadores, 1.126 no-breaks e laboratórios para as escolas técnicas estaduais.

Assessoria de Comunicação Social


                

 TEXTO ÁUREO
“Então, Maria, tomando uma libra de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de JESUS e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento.” (Jo 12.3).
 


VERDADE PRÁTICA
Maria, de Betânia, é exemplo do crente que dá prioridade a JESUS em sua vida, e lhe oferece o melhor em gratidão por seu amor.

  LEITURA DIÁRIA Segunda – Mt 6.33 Em primeiro lugar, o Reino de DEUS
Terça – Hb 13.2 O valor da hospitalidade
Quarta – Sl 100.2 Servindo ao Senhor com alegria
Quinta – Mt 4.4 A Palavra do Senhor alimenta
Sexta – Lc 8.41 Prostrado aos pés de JESUS
Sábado – Jo 13.5 A humildade de JESUS
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE – João 12.1-111 – Foi, pois, JESUS seis dias antes da Páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera e a quem ressuscitara dos mortos. 2 – Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele. 3 – Então, Maria, tomando uma libra de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de JESUS e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento. 4 – Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse:  5 – Por que não se vendeu este unguento por trezentos dinheiros, e não se deu aos pobres? 6 – Ora, ele disse isso não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão, e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava. 7 – Disse, pois, JESUS: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto. 8 – Porque os pobres, sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes. 9 – E muita gente dos judeus soube que ele estava ali; e foram, não só por causa de JESUS, mas também para ver a Lázaro, a quem ressuscitara dos mortos. 10 – E os principais dos sacerdotes tomaram deliberação para matar também a Lázaro, 11 – porque muitos dos judeus, por causa dele, iam e criam em JESUS. 

OBJETIVO GERAL – Apresentar Maria como exemplo do crente que oferece a DEUS ?sempre o melhor em forma de gratidão por seu amor.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS Mostrar o exemplo de Maria de Betânia ao escolher a melhor parte;Saber que Maria foi a mulher que ungiu o Senhor JESUS;Apontar o caráter humilde de Maria. 

INTERAGINDO COM O PROFESSOR
Prezado professor, na lição de hoje estudaremos o caráter de Maria de Betânia. Maria foi uma mulher que honrou JESUS colocando-o acima de toda e qualquer prioridade. Sua atitude de ficar aos pés do Salvador, ouvindo-o e aprendendo, revelou o seu desejo de querer estar mais perto do Filho de DEUS, em íntima comunhão com Ele. Como está sua comunhão com o Pai e o Filho? Você tem alegria e prazer em estar em sua presença para adorá-lo pelo o que Ele é? Maria amava ao Senhor e sabia como demonstrar, em seus gestos e atitudes, seu amor altruísta. Ao ungir os pés de JESUS com um unguento de boa qualidade e caro, ela demonstrou amar mais a JESUS e as pessoas do que os seus bens materiais. Que o nosso amor pelo Mestre seja maior do que por nossos bens materiais e ministérios. 

PONTO CENTRAL – Devemos oferecer a DEUS sempre o melhor.

 
Resumo da Lição 10 – Maria, Irmã de Lázaro, uma Devoção Amorosa
 
I – O EXEMPLO DE MARIA DE BETÂNIA
1. Maria “escolheu a boa parte”.

 

a) JESUS na casa de Maria.
b) Maria prefere ficar aos pés de JESUS.
2. Maria deu prioridade a JESUS.
3. Mais “Martas” do que “Marias”.
 
II – MARIA, A MULHER QUE UNGIU O SENHOR

 

1. Maria ungiu os pés de JESUS.
a) Uma ceia para JESUS.
b) Maria unge os pés de JESUS.
c) JESUS aprova o gesto de Maria.

 

2. Maria ungiu a cabeça de JESUS.

 

3. Devemos oferecer o melhor a JESUS.
 
III – O CARÁTER HUMILDE DE MARIA
1. Maria, uma mulher humilde.

 

2. Maria não revidou as críticas da irmã.
SÍNTESE DO TÓPICO I – O crente deve seguir o exemplo de Maria de Betânia que preferiu ficar aos pés de JESUS.

 

SÍNTESE DO TÓPICO II – Maria foi a mulher que em um gesto de adoração ungiu os pés de JESUS.
SÍNTESE DO TÓPICO III – Maria demonstrou ter um caráter humilde e fiel a DEUS.
 

CONHEÇA MAIS – *A oferta de Maria

“A oferta que provavelmente representou a economia de toda a sua vida, quinhentos denários (gregos), era uma quantia bastante grande para uma pessoa comum. O motivo é simples, porém profundamente significativo. Maria queria oferecer o melhor para JESUS.” Para conhecer mais leia, Guia do Leitor da Bíblia, CPAD, p. 689.

“JESUS respondeu de forma amorosa mas cheia de ensino precioso, que Maria escolhera “a boa parte, a qual não lhe será tirada’.

                                                                                      SUBSÍDIO BIBLIOLÓGICO
 
SUBSÍDIO DIDÁTICO

Professor, para tornar a aula mais dinâmica, interativa e introduzir o terceiro tópico da lição, faça as seguintes perguntas: “Como Maria reagiu diante da queixa e incompreensão de sua irmã em relação a sua atitude de ficar aos pés de JESUS ouvindo-o?” “Como devemos agir quando as pessoas, até mesmo da nossa família, não compreendem nossas atitudes em relação a JESUS e ao serviço cristão?” Enfatize que assim como Maria, nem sempre somos bem compreendidos pelas pessoas. Mas é diante das incompreensões e julgamentos que temos de revelar o nosso caráter cristão. Ao que tudo indica Maria não tentou se defender ou retrucou sua irmã. Porém, o próprio Senhor JESUS a defendeu e procurou valorizar suas atitudes. Depois de conversar com os alunos a respeito das atitudes de Maria, distribua as cópias do quadro abaixo. Utilize para refletir com os alunos as características do caráter de Maria e as lições que podemos aprender com suas atitudes. 

SUBSÍDIO BIBLIOLÓGICO  SUBSÍDIO DIDÁTICO

 

PARA REFLETIR – A respeito de Maria, irmã de Lázaro, uma devoção amorosa, responda:
De que tipo de crente Maria é exemplo?
Do crente que prefere ouvir as palavras de JESUS. 
Com que Maria ungiu os pés de JESUS? 
Com unguento de nardo puro, de muito preço.
Como JESUS viu o gesto de Maria?
Ele aprovou e disse que ela o ungira para a sepultura. 
Que disse JESUS, quando Maria ungiu sua cabeça?
Que, onde o evangelho for pregado, seu gesto será lembrado. 
O que representa a oferta de Maria?
As economias de todo uma vida. 

SUGESTÃO DE LEITURA

Como ter o Coração de Maria no Mundo de Marta

JESUS o Amado da Alma da Mulher

Comentário Bíblico – João                                              

                                          

 Resumo Rápido da Lição 10 – Maria, Irmã de Lázaro, uma Devoção Amorosa, Pr. Henrique 

INTRODUÇÃO Estudaremos hoje sobre Maria, a irmã de Lázaro e Marta, que morava em Betânia, a 3 quilômetros de Jerusalém. Analisaremos sua recepção de JESUS em sua casa, sua adoração a JESUS e sua preparação para o sepultamento de JESUS. também veremos as duas vezes que Maria ungiu JESUS e a rejeição tanto por parte de Judas quanto dos outros discípulos a esse gesto de adoração e preparação para o sepultamento de JESUS. Veremos que JESUS elogiou sua atitude e disse que isso não lhe seria tirado. 

PERGUNTAS PARA A LIÇÃO O que eu faço quando sei que JESUS está em minha casa? Que hora sinto mais que JESUS está em minha casa? Eu tenho pelo menos uma hora por dia para sentir a presença de JESUS em minha casa? Eu consigo ouvir JESUS falando comigo em minha casa? Eu ofereço a JESUS prioridade em minha casa? Eu leio e medito no que JESUS fala comigo, pela sua palavra, em minha casa? Eu já ouvi a voz de JESUS falando comigo em minha casa? Você trabalha para JESUS ou com JESUS? 

LEITURAS BÍBLICAS IMPORTANTES PARA A LIÇÃO

 Lucas 10:38-42 – Maria – irmã de LázaroE aconteceu que, indo eles de caminho, entrou JESUS numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa; E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de JESUS, ouvia a sua palavra. Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude. E respondendo JESUS, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada. 

João 12.1-11 – Maria – irmã de Lázaro1 – Foi, pois, JESUS seis dias antes da Páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera e a quem ressuscitara dos mortos. 2 – Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele. 3 – Então, Maria, tomando uma libra de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de JESUS e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento. 4 – Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse:  5 – Por que não se vendeu este unguento por trezentos dinheiros, e não se deu aos pobres? 6 – Ora, ele disse isso não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão, e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava. 7 – Disse, pois, JESUS: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto. 8 – Porque os pobres, sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes. 9 – E muita gente dos judeus soube que ele estava ali; e foram, não só por causa de JESUS, mas também para ver a Lázaro, a quem ressuscitara dos mortos. 10 – E os principais dos sacerdotes tomaram deliberação para matar também a Lázaro, 11 – porque muitos dos judeus, por causa dele, iam e criam em JESUS. 

Mateus 26.6-12Maria – irmã de LázaroE, estando JESUS em Betânia, em casa de Simão, o leproso, Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com unguento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa. E os seus discípulos, vendo isto, indignaram-se, dizendo: Por que é este desperdício? Pois este unguento podia vender-se por grande preço, e dar-se o dinheiro aos pobres. JESUS, porém, conhecendo isto, disse-lhes: Por que afligis esta mulher? pois praticou uma boa ação para comigo. Porquanto sempre tendes convosco os pobres, mas a mim não me haveis de ter sempre. Ora, derramando ela este unguento sobre o meu corpo, fê-lo preparando-me para o meu sepultamento. 

Marcos 14:1-9 – Maria – irmã de Lázaro

E dali a dois dias era a páscoa, e a festa dos pães ázimos; e os principais dos sacerdotes e os escribas buscavam como o prenderiam com dolo, e o matariam. Mas eles diziam: Não na festa, para que porventura não se faça alvoroço entre o povo. E, estando ele em Betânia, assentado à mesa, em casa de Simão, o leproso, veio uma mulher, que trazia um vaso de alabastro, com ungüento de nardo puro, de muito preço, e quebrando o vaso, lho derramou sobre a cabeça. E alguns houve que em si mesmos se indignaram, e disseram: Para que se fez este desperdício de ungüento? Porque podia vender-se por mais de trezentos dinheiros, e dá-lo aos pobres. E bramavam contra ela. JESUS, porém, disse: Deixai-a, por que a molestais? Ela fez-me boa obra. Porque sempre tendes os pobres convosco, e podeis fazer-lhes bem, quando quiserdes; mas a mim nem sempre me tendes. Esta fez o que podia; antecipou-se a ungir o meu corpo para a sepultura. Em verdade vos digo que, em todas as partes do mundo onde este evangelho for pregado, também o que ela fez será contado para sua memória.

Lucas 7.36-40MULHER PECADORA – OUTRA MULHER – OUTRA OCASIÃO – OUTRO LUGAR – GALILEIA – TALVEZ EM NAI – NO É NOSSO ASSUNTO DESTA LIÇÃO.
E rogou-lhe um dos fariseus que comesse com ele; e, entrando em casa do fariseu, assentou-se à mesa. 37 E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com unguento; 38 E, estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o unguento. 39 Quando isto viu o fariseu que o tinha convidado, falava consigo, dizendo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora. E respondendo, JESUS disse-lhe: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. E ele disse: Dize-a, Mestre.

Na lição desta semana é muito importante não confundir a mulher pecadora que ungiu JESUS com a irmã de Lázaro, Maria, que ungiu JESUS por duas vezes. Primeira vez em sua própria casa (ungiu os pés – 6 dias antes da páscoa), segunda vez na casa de Simão, o leproso (ungiu a cabeça – 2 dias antes da páscoa), ambas as vezes em Betânia, aldeia a 3 Km de Jerusalém, perto do Monte da Oliveiras. Primeira unção de Maria – faltava seis dias para a Páscoa – Casa de Lázaro – Derramou sobre seus pés. Segunda unção de Maria – faltavam dois dias para a Páscoa – Casa de Simão – Derramou sobre sua cabeça.
Todo dia JESUS ia a Jerusalém e voltava para Betânia para dormir (complementando também sua alimentação).

Seis dias antes de Morrer JESUS estava ali.

Na casa de Lázaro (ressuscitado dias antes – tinha morrido e JESUS o havia ressuscitado) e suas irmãs Marta e Maria.

Ceia para JESUS – Marta servia

Lázaro à mesa e Maria aos pés.

Uma libra de unguento de nardo puro, de muito preço – 300 dinheiros (avaliado por Judas – derramou parte do unguento nesta ocasião e a outra parte dois dias antes da páscoa na casa de Simão, o leproso, agora sobre a cabeça de JESUS). Maria prestava legítima adoração – o que tinha de mais precioso dava a JESUS. Maria sempre era encontrada aos pés de JESUS quando ELE ali estava e ali recebeu revelações. Ungiu os pés de JESUS e enxugou com os cabelos. Também derramou o perfume sobre a cabeça de JESUS na casa de Simão o Leproso – Mt 26.7 aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com ungüento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa.) E, estando JESUS em Betânia, em casa de Simão, o leproso, 

O perfume invadiu o ambiente, perfumou os pés de JESUS e os cabelos de Maria – unção de DEUS se espalha quando há adoração legitima. JESUS haveria de morrer dali a pouco menos de uma semana e estava na verdade sendo ungido para isso. Lázaro passou a ser alvo de morte por ser amigo de JESUS e por ser testemunho vivo de seu poder. Há quem até chegue a confundir os três acontecimentos, o de Maria de Betânia, em duas ocasiões, com a mulher pecadora, mas se porventura fizéssemos um paralelo entre as três narrativas veríamos que ainda que as diferenças sejam poucas, são cruciais para podermos discernir e perceber que uma história não pode de forma alguma ser ligada com as outras, veja: Casa de Lázaro (6 dias antes da páscoa – Aqui Maria lava os pés de JESUS) – Cidade: Betânia Casa de Simão Leproso (2 dias antes da páscoa – Aqui Maria lava a cabeça de JESUS) -Cidade: Betânia
Convidados: JESUS, Lázaro, Marta, Maria e os discípulos.

Casa de um fariseu, talvez em Nair. Não estava ali ninguém da família de Lázaro registrado. É uma das três vezes que

JESUS fora ungido para seu sepultamento que se daria após sua morte.
VEJA

Casa: Simão Fariseu
Cidade: Possivelmente Nair
Convidados: JESUS e não descritos.

Observação do Pr. Henrique – Realmente Maria comprara este unguento não para ser usado em seu próprio corpo, mas para ser usado na morte e sepultamento de JESUS. Tinha comprado recentemente óleo para ungir seu irmão Lázaro que havia falecido – este era o costume. Deve ter aproveitado para comprar para ungir JESUS também. Quando JESUS chega ali em sua casa, ela, movida pelo ESPÍRITO SANTO, lhe ungiu em adoração e executando assim um ato profético. Ela recebera a revelação de sua morte. era uma mulher salva e em intima comunhão com JESUS.

Para melhorar o entendimento correto. Veja que nem Marta e nem Maria foram ungir JESUS – Maria já tinha feito isso.

Marcos: 16. 1. Ora, passado o sábado, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo. 2. E, no primeiro dia da semana, foram ao sepulcro muito cedo, ao levantar do sol. Maria sabia da morte e sepultamento de JESUS em Breve porque o ESPÍRITO SANTO a inspirou, ela sabia muito bem o que estava fazendo? Estava querendo prestar sua última adoração ao Senhor – Creio que isto é o mais correto afirmar, pois JESUS testificou que ele havia comprado o unguento para seu sepultamento.

Disse, pois, JESUS: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto; João 12.7

Ora, derramando ela este ungüento sobre o meu corpo, fê-lo preparando-me para o meu sepultamento. Mateus 26:12

(Quem passa horas na presença de JESUS adorando-o e ouvindo-o recebe revelação e unção).

Comentário Bíblico de John Macarthur – “Deixai-a, para que ela possa mantê-lo para o dia da minha sepultura.” JESUS obviamente, não quer dizer que Maria iria manter o perfume (ou pelo menos parte dele) até seu sepultamento, desde que ela tinha acabado de servir (cf. Mc 14: 3). Enquanto comentaristas discordam sobre como entender essas palavras, a solução mais satisfatória é entender reticências na declaração do Senhor. Suprindo as palavras que faltam, o sentido seria: “Deixa-a, ela não vai vender o perfume [como você gostaria que ela fizesse], de modo que pudesse mantê-lo para o dia da minha sepultura” (cf. DA Carson, O Evangelho De acordo com João, O Pillar New Testament Commentary (Grand Rapids: Eerdmans, 1991), 429-30; cf. Andreas J. Köstenberger, João, Baker Exegetical Comentário ao Novo Testamento [Grand Rapids: Baker, 2004], 363-64 ). Ato de Maria foi uma espontânea manifestação de seu amor e devoção a CRISTO. No entanto, como profecia involuntária de Caifás (11: 49-52), que tinha um significado mais profundo. Em Mateus 26:12 JESUS disse: “Quando ela derramou este perfume sobre o meu corpo, fê-lo a preparar-me para o enterro” (cf. Mc 14: 8). O enterro dos quais JESUS falou profeticamente não era uma introdução efetiva do Seu corpo no sepulcro, mas a unção que ela tinha acabado de fazer, que ele via como um símbolo de Sua breve volta morte e sepultamento. Parte dos gastos pródigos associados a muitos funerais do primeiro século foi o custo de perfumes para mascarar o odor de decomposição (cf. João 11:39). Este ato por Maria, como no caso de Caifás (11: 49-52) revelou uma realidade muito maior do que ela percebeu a tempo. Sua unção prefigurava aquele José de Arimatéia e Nicodemos viria a cumprir, em seu corpo após a morte de JESUS (João 19: 38-40). Comentário Bíblico Wesleyana – Portanto, ela tinha decidido guardar o bálsamo para o dia do sepultamento de seu Senhor.  Comentário Bíblico TT W. W. Wiersbe  – Maria ungiu tanto a cabeça quanto os pés de JESUS. Foi um gesto do mais puro amor, pois ela sabia que o seu Senhor estava prestes a suportar grande sofrimento e a morrer.Comentário Bíblico – Matthew Henry (Exaustivo) AT e NT – 1. CRISTO interpreta o que ela fez de uma maneira favorável, da qual aqueles que a condenavam não tinham consciência: “Para o dia da minha sepultura guardou isto”. Ou: “Ela reservou isto para o dia em que Eu for embalsamado”, segundo o Dr. Hammond. “Vocês não lamentam o ungüento usado para embalsamar seus amigos mortos, nem dizem que ele deveria ser vendido ou dado aos pobres. Este ungüento tinha este propósito, ou, pelo menos, isto pode ser assim interpretado, pois o dia do meu sepultamento está próximo, e ela ungiu um corpo que já está praticamente morto”. Observe que:

(1) Nosso Senhor JESUS pensava muito e frequentemente sobre sua própria morte e sobre seu sepultamento. Seria bom que nós também fizéssemos isto. (2) A Providência frequentemente abre assim uma porta de oportunidades aos bons cristãos, e o ESPÍRITO da graça abre assim seus corações, para que as expressões do seu zelo piedoso provem ser mais oportunas, e mais belas, do que qualquer previsão que se pudesse fazer delas. (3) A graça de CRISTO coloca gentis comentários sobre as palavras e ações piedosas das pessoas boas, e não somente aproveita ao máximo o que está incorreto, mas tira o maior proveito do que é bom.

  1. Ele dá uma resposta adequada à objeção de Judas, v. 8. (1) Está ordenado, no reino da Providência, que sempre tenhamos conosco os pobres, e que um ou outro sejam objetos de caridade (Dt 15.11). Estes existirão, enquanto aqui houver, neste estado desvirtuado da humanidade, tanta loucura e tanto sofrimento. (2) Está ordenado, no reino da graça, que a igreja não teria sempre a presença física de JESUS CRISTO. “A mim não me haveis de ter sempre, mas somente por um pouco” Observe que precisamos de sabedoria, quando duas tarefas competem entre si, para saber a qual delas dar a preferência, o que deve ser determinado pelas circunstâncias. As oportunidades devem ser aproveitadas, e primeiro e mais vigorosamente aquelas que provavelmente terão a duração mais curta, e que podemos ver mais rapidamente concluídas. O bom dever que pode ser feito a qualquer momento deve ceder o lugar para aquele que não poderá ser feito, a menos que seja agora.Comentário Bíblico BEP – CPAD- 12.3 MARIA… UNGIU OS PÉS DE JESUS. O ato de Maria ungir os pés de JESUS foi um grande sacrifício, pois o seu ungüento ou perfume era muito caro. Ela sabia que dentro em breve terminaria a sua oportunidade de expressar devoção a JESUS; então, aproveitou a oportunidade que teve.

Observação do Pr. Henrique – Ser amigo de JESUS pode lhe custar a vida. Se apenas receber um milagre de JESUS, pode lhe custar perseguição e morte. João 12.10 – E os principais dos sacerdotes tomaram deliberação para matar também a Lázaro, 11 – porque muitos dos judeus, por causa dele, iam e criam em JESUS.

Observação do Pr. Henrique – Maria, Marta e Lázaro – representam – adoração, serviço e testemunho. O evangelho é assim vivido e pregado.

I – O EXEMPLO DE MARIA DE BETÂNIA

  1. Maria “escolheu a boa parte”. JESUS visitava Lázaro de vez em quando. Se tornou seu amigo e de suas irmãs Marta e Maria. Na bíblia vemos pelo menos 3 visitas de JESUS à casa de Lázaro. Para uma ceia, depois para ressuscitar Lázaro e depois para ceiar novamente. Como Jerusalém era bem pertinho, JESUS podia ir até lá sempre que desejasse (3 Km de distância de Jerusalém a Betânia).
  2. a) JESUS na casa de Maria. Parece que a casa era de Marta ou que Marta por ser mais idosa, recebia os convidados. Também podemos entender que JESUS estava ali a convite de Marta (Lucas 10.38 – E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou JESUS numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa.) Os convidados eram pelo menos 13, JESUS e seus discípulos. como veremos Maria com um perfume caríssimo guardado para os sepultamento de JESUS.
  3. b) Maria prefere ficar aos pés de JESUS. A posição preferida de Maria é assentada. Está assentada aos pés de JESUS quando está em sua casa. está assentada em casa quando JESUS chega para ressuscitar Lázaro, está assentada aos pés de JESUS quando Lhe unge os pés.

POSIÇÃO PREFERIDA DE MARIA – SEMPRE ASSENTADA

Lucas 10:39 – E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de JESUS, ouvia a sua palavra. João 11:20 – Ouvindo, pois, Marta que JESUS vinha, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou assentada em casa. João 12.3 Então Maria, tomando um arrátel de ungüento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de JESUS, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do ungüento. JESUS ELOGIA SUA POSIÇÃO PORQUE QUANDO JESUS ESTÁ EM NOSSA CASA A PRIORIDADE É DELE E PARA ELE.

MARTA SEMPRE ESTAVA OCUPADA NOS AFAZERES DOMÉSTICOS – Marta não aceitava a atitude da irmã, ela queria ajuda nos afazeres domésticos e não conseguia entender a prioridade ali.

JESUS A CENSUROU POR ISSO, PORQUE A COMIDA MATERIAL NÃO É MAIS IMPORTANTE DO QUE A COMIDA ESPIRITUAL.

 Lucas 10:39-42 E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de JESUS, ouvia a sua palavra. Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude. E respondendo JESUS, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.

João 12.2 Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele.

  1. Maria deu prioridade a JESUS.

JESUS deve ter prioridade em nosso lar, em nosso tempo, em nosso dinheiro, em nosso amor, em nosso coração. Quando JESUS chegou Maria se dedicou integralmente a ELE. Nada mais importava. Comida foi esquecida, cidade e amigos foram esquecidos. Família foi esquecida. JESUS chegou! Dizemos que somos cristãos – imitadores de CRISTO? Em que o imitamos? Em que somos parecidos com ELE?

Nos jejuns? Na muita oração, Nos milagres? Na evangelização? Nos sofrimentos? Nas perseguições? Na falta de ter onde dormir? Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos. Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum. Isaías 53:2,3

7 Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca. Como DEUS ungiu a JESUS de Nazaré com o ESPÍRITO SANTO e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque DEUS era com ele. Atos 10:38

O ESPÍRITO do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração, Lucas 4:18

E curou muitos que se achavam enfermos de diversas enfermidades, e expulsou muitos demônios, porém não deixava falar os demônios, porque o conheciam. Marcos 1:34

Dar prioridade a JESUS significa tê-lo em primeiro e principal lugar em nossas vidas.

  1. Mais “Martas” do que “Marias”.

Na modernidade temos visto a ocupação exagerada dos cristãos com a parte financeira. O consumismo tomou conta das famílias. Celular modelo novo e tecnologia atualizada todos os dias. Tablets e computadores modernos a cada dia, TV maior e com mais tecnologias, Carros mias possantes e com maior tecnologia e assim por diante. É uma disputa pelo mais novo, pelo mais moderno, pelo mais tecnológico, pelo mais atual. Assim as famílias passaram a trabalhar mais e as tarefas domésticas de cada membro foram sendo adotadas a novas realidade. A esposa antes cuidava e educava seus filhos nos lares, inclusive com as lições do colégio secular e também com o ensino religioso. Isso foi sendo deixado de lado, substituído por empregos fora do lar, cabendo à TV e computadores e celulares a tarefa da educação no lar. Os pais que eram referência na autoridade familiar e na parte sacerdotal do lar não tem mais tempo para sua família. Resultado lógico na igreja e na sociedade, o caos. Não há mais o princípio de autoridade no lar, nem na igreja, nem na sociedade em geral. Filhos se desviam do evangelho na adolescência e não respeitam mais seus pais e idosos. Cultos domésticos acabaram. Leitura bíblica e oração em casa acabaram. Parece que se esqueceram de colocar JESUS dentro dos lares. Ficou trancado lá fora, batendo à porta. realmente existem muitíssimas Martas. Até trabalham na igreja e para a igreja, mas não têm mais tempo para falar com JESUS, para ouvir JESUS, para adorarem a JESUS. JESUS é a cabeça do lar e da igreja.

A Escola Bíblica Dominical enfrenta sua pior crise de assistência, não atinge mais nem 40% de frequência dos membros da igreja. justamente na época de maior ajuda exterior, as redes sociais na internet.

COLOQUEMOS JESUS PARA DENTRO DE NOSSOS LARES URGENTEMENTE ANTES QUE VOLTE E NOS ACHE EM NEGLIGÊNCIA. TEMOS QUE TER MAIS MARIAS DO QUE MARTAS. MAIS QUALIDADE DO QUE SERVIÇO. MAIS ESPIRITUALIDADE DO QUE MATERIALISMO. MAIS INTIMIDADE DO QUE INTELECTUALIDADE.

II – MARIA, A MULHER QUE UNGIU O SENHOR

  1. Maria ungiu os pés de JESUS.

“Foi, pois, JESUS seis dias antes da Páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera e a quem ressuscitara dos mortos” (Jo 12.1).

NOTE – SEIS DIAS ANTES DA PÁSCOA

NOTE – UNÇÃO NOS PÉS

NOTE – CIDADE – BETÂNIA

NOTE – CASA DE LÁZARO

NOTE – MARTA SERVIA

NOTE – RECLAMAÇÃO DE JUDAS

NOTE – MOTIVO DA UNÇÃO – PARA O DIA DE MINHA SEPULTIURA GUARDOU ISTO.

Aquela família seria agora uma igreja  testemunhando o milagre da ressurreição de Lázaro e depois seria testemunho da morte e ressurreição de JESUS. Por isso JESUS deu grande valor àquela visita e a seus anfitriões. Para JESUS estar ali era fácil devido a estar situado o povoado a apenas 3 Km de Jerusalém, na estrada que ia de Jerusalém para Jericó.

  1. a) Uma ceia para JESUS.

Deduzimos facilmente que a ceia foi na casa de Lázaro, pois era em Betânia e Marta servia a mesa e Maria estava aos pés de JESUS.

“Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele” (Jo 12.2).

Era uma ocasião especial em que JESUS era o homenageado. JESUS era o mais importante ali. Feliz a casa onde JESUS tem primazia, onde JESUS se assenta à mesa com os donos da casa. Em muitos lares de cristãos modernos JESUS não consegue morar na mesma casa com eles. Não consegue assistir a mesma TV, Não consegue usar o mesmo computador e o mesmo celular.

  1. b) Maria unge os pés de JESUS.

Era agora a terceira visita de JESUS a Betânia, à casa de Lázaro. Já tinha ido para a ceia (Lc 10.38), para ressuscitar Lázaro (Jo 11.20), agora cearia e seria ungido para sua morte. Foi uma grande surpresa para todos a atitude adoradora de Maria. Ela tinha guardado um vaso de Alabastro contendo nardo puro que custava uma grande soma em dinheiro per ser importado, provavelmente da Índia (alguns chegam a calcular em R$ 15.000,00). Judas o avaliou em trinta dinheiros. Maria não só quebrou o gargalo do vaso de alabastro ara derramar o perfume como também derramou o óleo nos pés de JESUS, soltou seus cabelos e passou a enxugar os pés de JESUS com eles. Mesa preparada e cabeça ungida, com certeza. O perfume subiu no ar e atingiu as narinas de todos ali  (Jo 12.3)..

Observação do Pr. Henrique – É quando ungimos os pés de JESUS com oração e lágrimas que saímos em sua presença com a cabeça ungida pelo ESPÍRITO SANTO e com o cheiro de CRISTO para o mundo). É receber a unção e espalhar esta unção. É receber conhecimento sobrenatural e ensinar. E graças a DEUS, que sempre nos faz triunfar em CRISTO, e por meio de nós manifesta em todo o lugar a fragrância do seu conhecimento. 2 Coríntios 2:14

Porque para DEUS somos o bom perfume de CRISTO, nos que se salvam e nos que se perdem. 2 Coríntios 2:15.

Maria foi imediatamente repreendida pelo representante maior de Satanás ali – Judas Iscariotes, o traidor. O tal perfume derramado de “nardo puro” equivalia a cerca de “trezentos denários” na avaliação de Judas, que entendia do assunto. Dava para pagar o salário de um trabalhador durante quase um ano inteiro. O interesse de Judas, conforme o evangelista João, era em roubar aquele dinheiro se fosse o perfume vendido e doado a JESUS o dinheiro (Jo 12.4-6).

  1. c) JESUS aprova o gesto de Maria. O traidor reprovou a generosidade de Maria. Mas JESUS reconheceu a grandeza das intenções do seu coração agradecido. “Disse, pois, JESUS: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto” (Jo 12.7). Pela fé, de forma profética, Maria ungiu antecipadamente o corpo de JESUS para o seu sepultamento. Sua visão era mais ampla e mais profunda. Marta via o amigo e visitante ilustre. Maria via o seu Salvador que haveria de morrer em seu lugar (Jo 19.39). A repercussão da presença de JESUS na casa de Maria foi tão grande que os principais dos sacerdotes deliberaram matar JESUS e também Lázaro (Jo 12.9-11).
  2. Maria ungiu a cabeça de JESUS.

“Bem sabeis que, daqui a dois dias, é a Páscoa, e o Filho do Homem será entregue para ser crucificado” (Mt 26.2)

E, estando JESUS em Betânia, em casa de Simão, o leproso, Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com ungüento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa. E os seus discípulos, vendo isto, indignaram-se, dizendo: Por que é este desperdício? Pois este ungüento podia vender-se por grande preço, e dar-se o dinheiro aos pobres. JESUS, porém, conhecendo isto, disse-lhes: Por que afligis esta mulher? pois praticou uma boa ação para comigo. Porquanto sempre tendes convosco os pobres, mas a mim não me haveis de ter sempre. Ora, derramando ela este ungüento sobre o meu corpo, fê-lo preparando-me para o meu sepultamento. Mateus 26:6-12

Agora veremos a quarta vez que JESUS visita Betânia e vai à casa de Simão, o leproso.

NOTE – DOIS DIAS ANTES DA PÁSCOA

NOTE – UNÇÃO NA CABEÇA

NOTE – CIDADE – BETÂNIA

NOTE – CASA DE SIMÃO, O LEPROSO

NOTE – CONVIDADOS JESUS E OS DISCÍPULOS

NOTE – RECLAMAÇÃO DOS DISCÍPULOS, NÃO MAIS DE JUDAS SÓ.

NOTE – MOTIVO DA UNÇÃO – Ora, derramando ela este ungüento sobre o meu corpo, fê-lo preparando-me para o meu sepultamento.

ESTA MULHER É A MESMA MARIA DE BETÂNIA, IRMÃ DE LÁZARO (Mt 26.6,7; Jo 11.1,2). A Bíblia de Estudo Cronológica, Aplicação Pessoal, em nota sobre Mateus 26.7, confirma esse entendimento.

  1. Devemos oferecer o melhor a JESUS.

A adoração implica em oferecer o melhor para JESUS – Abel ofereceu sua vida para DEUS. não podendo oferecer seu próprio sangue, ofereceu o sangue de um animal em lugar do seu. ofereceu uma vida em lugar da sua. Abrão ofereceu o melhor para DEUS. Seu filho amado. JESUS se ofereceu a si mesmo por nós em adoração e obediência a DEUS. Maria ofereceu o que tinha de mais precioso, unguento de Nardo puro de grande valor comercial. Todas as mulheres sabem do valor que tem um perfume importado para uma mulher. Maria fez um ato profético de ungir JESUS para seu sepultamento por duas vezes antes Dele morrer. primeira vez nos pés. Pé que têm contato com o chão, com a Terra. Formosos os pés do que anunciam o evangelho de JESUS. Ao morrer como homem JESUS estaria agora num corpo glorioso dali para frente. Seu ciclo de corpo de carne e osso normal estaria rompido. Agora tem um corpo glorioso no Céu, à direita de DEUS PAI onde intercede por nós. Na segunda unção Maria unge a cabeça de JESUS. na cabeça está o cérebro, responsável pela inteligência e sabedoria humana. A alma que comanda todo o corpo. JESUS agora estaria junto ao PAI em ESPÍRITO, alma e corpo. As duas unções eram necessárias para seu sepultamento.  No sepultamento o corpo era enrolado a um lençol como uma múmia, mas a cabeça era enrolada em separado com um lenço amarrado da cabeça ao queixo para que a boca não abrisse. eram portanto necessárias duas unções em partes separadas.

Na preparação do corpo de JESUS vemos:

José compra linho fino e tira o corpo de JESUS da estaca. Ele enrola o corpo no linho em preparação para o sepultamento. Nicodemos, ‘que foi ao encontro de JESUS pela primeira vez de noite’, ajuda na preparação. (João 19:39) Ele traz uns 33 quilos de uma mistura cara de mirra e aloés. O corpo de JESUS é enrolado em faixas que contêm esses aromas, conforme os judeus costumam fazer no sepultamento. José tem um túmulo novo, escavado na rocha, ali perto. E o corpo de JESUS é colocado nele. Então uma grande pedra é rolada até a entrada do túmulo. Isso é feito às pressas, antes de o sábado começar. Talvez Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago, o Menor, ajudem a preparar o corpo. Elas correm para casa a fim de “preparar aromas e óleos perfumados” para passar no corpo de JESUS depois do sábado. — Lucas 23:56. Bem cedo na manhã de domingo, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e outras mulheres vão ao túmulo passar aromas no corpo de JESUS. Dizem umas às outras: “Quem rolará a pedra da entrada do túmulo para nós?” (Marcos 16:3)

João nos diz que haviam lençóis separados de um lenço no túmulo onde antes estava a cabeça de JESUS. E que o lenço, que tinha estado sobre a sua cabeça, não estava com os lençóis, mas enrolado num lugar à parte. João 20:7 No sepultamento de Lázaro vemos também esta separação

E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes JESUS: Desligai-o, e deixai-o ir. João 11:44.

III – O CARÁTER HUMILDE DE MARIA

  1. Maria, uma mulher humilde.

Pelo valor do perfume ofertado, pela capacidade de receber convidados e pelo conhecimento que Lázaro e suas irmãs tinham na região como vimos quando Lázaro morreu e quando ressuscitou e também na visita de JESUS em sua casa depois, podemos deduzir que tinham uma boa condição financeira. Apear disso Maria demonstra ser humilde, pois ao invés de se exibir para suas amigas e concidadãos, ela procurou arrumar um lugar o mais próximo de JESUS possível, ao chão, para escutá-lo e depois para adorá-lo.

Para ela mais valia os ensinos de JESUS e sua companhia do que os banquetes ou festas.

A que valorizamos mais?

  1. Maria não revidou as críticas da irmã.

Apesar da reclamação de marta, Maria demonstrou amor e compaixão pela irmã. Não retrucou, não reclamou de volta, não disse nada que ofendesse ou causasse alguma discussão com a irmã. Maria estava envolta em uma nuvem de adoração. Não tinha espaço para intrigas. JESUS respondeu por ela e assim continuou em sua posição de adoração.

“escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada” (Lc 10.42).

O que fazemos quando materialistas nos tentam impedir a adoração e estudo da Palavra de DEUS?

CONCLUSÃO

Clik no nome abaixo e vejam todo o conteúdo 

Continue lendo

OS DOIS TIPOS DE OBREIROS
O mau Obreiro:
Resiste a Palavra e a repreensão:

(II Timóteo 4:14) – Alexandre, o latoeiro, causou-me muitos males; o Senhor lhe pague segundo as suas obras. 

O bom obreiro:
Busca ouvir e obedecer a Palavra e até a repreensão:
(Provérbios 18:15) – O coração do entendido adquire o conhecimento, e o ouvido dos sábios busca a sabedoria. 
(Provérbios 25:12) – Como pendentes de ouro e gargantilhas de ouro fino, assim é o sábio repreensor para o ouvido atento. 
O mau Obreiro:
É inconstante e indeciso:
(Atos 13:13) – E, partindo de Pafos, Paulo e os que estavam com ele chegaram a Perge, da Panfília. Mas João, apartando-se deles, voltou para Jerusalém. 
(Atos 15:38) – Mas a Paulo parecia razoável que não tomassem consigo aquele que desde a Panfília se tinha apartado deles e não os acompanhou naquela obra. 
O bom obreiro:
É firme e constante sendo ultil para o ministério.
(II Timóteo 4:11) – Só Lucas está comigo. Toma Marcos, e traze-o contigo, porque me é muito útil para o ministério. 
(I Corintios 15:58) –  Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor. 
O mau Obreiro:
É rebelde e seduz a outros para se rebelar contra a autoridade do homem de Deus.
(Números 16:1-3) – E CORÉ, filho de Jizar, filho de Coate, filho de Levi, tomou consigo a Datã e a Abirão, filhos de Eliabe, e a Om, filho de Pelete, filhos de Rúben. E levantaram-se perante Moisés com duzentos e cinqüenta homens dos filhos de Israel, príncipes da congregação, chamados à assembléia, homens de posição, E se congregaram contra Moisés e contra Arão, e lhes disseram: Basta-vos, pois que toda a congregação é santa, todos são santos, e o SENHOR está no meio deles; por que, pois, vos elevais sobre a congregação do SENHOR? 
 
RESULTADO DE QUEM SE LEVANTA CONTRA A AUTORIDADE DO HOMEM DE DEUS:
A igreja sofre:
(Números 16:49) – E os que morreram daquela praga foram catorze mil e setecentos, fora os que morreram pela causa de Coré. 
Os rebeldes são destruídos:
(Números 16:31-33) – E aconteceu que, acabando ele de falar todas estas palavras, a terra que estava debaixo deles se fendeu.  E a terra abriu a sua boca, e os tragou com as suas casas, como também a todos os homens que pertenciam a Coré, e a todos os seus bens. E eles e tudo o que era seu desceram vivos ao abismo, e a terra os cobriu, e pereceram do meio da congregação. 
O bom obreiro:
Obedece e respeita a autoridade do homem de Deus ainda que pareça loucura:
(I Reis 18:43) – E disse ao seu servo: Sobe agora, e olha para o lado do mar. E subiu, e olhou, e disse: Não há nada. Então disse ele: Volta lá sete vezes. 
O mau Obreiro:
É ganancioso:
(II Reis 5:26-27) – Porém ele lhe disse: Porventura não foi contigo o meu coração, quando aquele homem voltou do seu carro a encontrar-te? Era a ocasião para receberes prata, e para tomares roupas, olivais e vinhas, ovelhas e bois, servos e servas? 
Portanto a lepra de Naamã se pegará a ti e à tua descendência para sempre. Então saiu de diante dele leproso, branco como a neve. 
 
O bom obreiro:
Seu maior desejo é ganhar a Cristo ainda que tenha que 

” perder Os filhos, bens, mulher,

Embora a vida vá,

Por nós Jesus está,

 

E dar-nos-á seu reino.”

(Castelo Forte-Martinho Lutero)

(Filipenses 3:8) – E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo, 
O mau Obreiro:
Tenta se auto-promover:
(II Samuel 15:6) – E desta maneira fazia Absalão a todo o Israel que vinha ao rei para juízo; assim furtava Absalão o coração dos homens de Israel. 
O bom obreiro:
Promove unicamente a Cristo:
(João 3:30) – É necessário que ele cresça e que eu diminua. 
O mau obreiro:
É insubmisso e se considera maior que os outros:
(Lucas 22:24) – E houve também entre eles contenda, sobre qual deles parecia ser o maior. 
O bom obreiro:
É submisso e sempre considera os outros como maior:
(Efésios 5:21) – Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Deus. 
(Hebreus 13:17) – Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil. 
RECOMPENSAS DOS SERVOS FIÉIS:
(Daniel 12:3) – Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça, como as estrelas sempre e eternamente. 
(I Pedro 5:4) – E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória.

Ao avaliar os primeiros vinte anos como rei, alguém poderia facilmente afirmar que Salomão foi incrivelmente bem-sucedido. Salomão estava no momento da vida em que ele precisava direcionar sua mentalidade de sucesso para uma de significância, a fim de evitar que suas conquistas acabassem em fracassos. Se alguém deseja uma imagem do “sucesso de acordo com o que vem de cima”, da grandeza do ponto de vista de Deus, não espere pelo retumbar das bandas de Broadway; ao invés disso, escute o retinir da água pingando em uma bacia, enquanto Deus encarna em uma humildade que faz os anjos segurarem suas respirações, limpando os pés dos Seus discípulos indignos.

Alcançando sucesso

Os capítulos 9-11 de 1Reis detalham os anos finais da vida de Salomão e recontam a sua apostasia. No capítulo 9, Deus emitiu tanto uma promessa quanto uma advertência em relação à adoração (especialmente na questão do Templo). As pessoas foram lembradas que a construção em si (do Templo) não era uma mera garantia da bênção de Deus. Mesmo hoje o povo de Deus pode ser tentado a confiar em empreendimentos anteriores ou indicadores externos de sucesso, em vez de buscar implacavelmente o “chamado celestial de Deus em Cristo Jesus” (cf. Fp 3.12-14).

Conforme os dois livros de Reis revelam o progresso do povo de Deus ao longo do período da monarquia, fica evidente que Israel confiava mais nas aparências externas de religiosidade do que agradar a Deus por meio da transformação interior (cf. Lv 20.26; Rm 12.1-2; 1Pe 1.13-16). Receber imensos privilégios espirituais pode às vezes levar a pessoa a pensar que é imune à disciplina de Deus. 1 Reis nos lembra que grandes privilégios sempre aumentam as responsabilidades, ao invés de diminuí-las.

Quando ele terminou de construir o Templo e o seu próprio palácio, Salomão realizou tudo o que desejava. Naquele momento, o Senhor lhe apareceu novamente (1Rs 9.1-2); embora, essa ocasião foi diferente pois Deus não perguntou à Salomão o que ele desejava (cf. 3.5). Deus avisou ao rei o que aconteceria caso ele não medisse o sucesso por aquilo que Deus queria dele (9.3-9). O restante de 1Reis irá recontar a história do povo de Deus até um ponto onde a promessa de Deus seria intensivamente relevante (cf. Dt 28.36-37,58-68; Js 23.15-16).

Semelhante a todos os líderes de Deus, a Salomão foi concedida uma escolha; isso queria dizer que suas responsabilidades eram significativas, especialmente porque o reino podia colher os benefícios tanto da independência política quanto da independência econômica. Apesar disso, como Jesus disse: “A quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será pedido” (Lc 12.48). Por essa razão, o escritor de 1Reis (9.10-10.29) aborda a habilidade de Salomão de governar o povo de Deus.

Continue lendo

Agência Brasil

Desde o início da operação Lava Jato, em março de 2014, juristas e pesquisadores do campo do Direito têm alertado para os abusos cometidos no processo investigação, produção de provas e julgamento. A polêmica mais recente envolve grampos telefônicos entre um jornalista e uma fonte – o colunista político Reinaldo Azevedo e Andrea Neves, irmã do ex-governador de Minas Gerais e senador Aécio Neves (PSDB).Na próxima terça-feira, o juiz Sérgio Moro será julgado no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) pela divulgação de interceptações telefônicas do ex-presidente Lula (PT) e de seus familiares.
Para entender cada uma dessas críticas e conhecer os artigos da Constituição Federal de 1988 que estão sob ameaça, conversamos com Cláudia Maria Barbosa, pós-doutora pela York University, no Canadá, e professora titular de Direito Constitucional na PUC-PR.
Cláudia Maria Barbosa explica que o modus operandi da Lava Jato ameaça, particularmente, o artigo 5º da Constituição, e exemplifica os casos de violação a quatro incisos:
Inciso III
Assegura que não haverá tortura ou tratamento desumano e degradante na condução do processo. A prisão preventiva por tempo indeterminado, sem a formalização de uma acusação, é um método de tortura psicológica e foi caracterizada como crime pela Convenção Interamericana para Prevenir e Proibir a tortura (1995).

José Dirceu foi preso em agosto de 2015 sem sequer ter acesso aos termos da acusação (Wilson Dias/Agência Brasil)

Continue lendo

 AFP/Getty Images
A imprensa tradicional não entrou no coro pelas diretas (de novo), mas abraçou a saída de Temer. E o faz de tal formaque já especula quais seriam os nomes para sua substituição, inclusive com cotação atualizada em tempo real. Apesar de serem vários os “pré-candidatos” elencados para possíveis eleições indiretas, salta aos olhos o fato de todos apresentarem um único discurso sobre as reformas trabalhista e da Previdência: o da necessidade da aprovação e do seguimento dos trabalhos. De Cármen Lúcia a Rodrigo Maia, todos se mostram afinados com a agenda econômica “pró-mercado” de redução do Estado, aquela que segue os interesses da elite financeira.

“Não são nomes soltos, são nomes que fazem parte de acordos para manter, ou não, determinadas agendas.”

Mais do que listar os nomes cotados para uma possível retirada de Temer, é importante analisar o que eles representam. “Qualquer nome que se considere agora, temos de pensar que não são nomes soltos, são nomes que fazem parte de acordos para manter, ou não, determinadas agendas”, observa Flávia Biroli, cientista política e professora da Universidade de Brasília (UnB). Ela pontua que todos os nomes levantados defendem que se mantenha a agenda que ela chama de “desmonte do Estado e dos direitos adquiridos pela Constituição de 88”:
“Com a crise política, temos uma indefinição dos grupos partidários, mas não uma indecisão dos interesses colocados. Existe uma agenda de desmonte do Estado que Temer vinha cumprindo. Está claro que algo aconteceu no meio do caminho, mas só com o tempo entenderemos o quê.”

E os indicados são…

No momento em que a palavra “governabilidade” volta a estampar manchetes, surge a lista dos potenciais candidatos para uma potencial eleição:

_Rodrigo Maia

_Henrique Meirelles

_Gilmar Mendes

_Nelson Jobim

_Cármen Lúcia

_Tasso Jereissati

Maia é o presidente da Câmara e tem trabalhado ao máximo para aprovar as reformas. Meirelles é o pai das reformas e já afirmou que está disposto a seguir com elas mesmo se Temer não permanecer no poder. Mendes é defensor das reformas, notadamente da “modernização da legislação trabalhista”, que já chamou de “engessada e obsoleta”. Jobim é sócio do banco BTG Pactual, postula pela diminuição da máquina pública e por uma estratégia agressiva a favor da Reforma da Previdência, como se pode observar no vídeo abaixo:

Cármen Lúcia, apesar de historicamente se posicionar como parte do Judiciário — em suas palavras, um espaço que “não é político” —, tem tido um comportamento cada vez mais politizado. Sobre indiretas ou diretas, defendeu que se siga a Constituição (que prevê eleições  indiretas em caso de vacância da Presidência nos dois últimos anos do mandato), “ou vamos ter mais problemas”. A presidente do STF se encontrou com Rodrigo Maia fora da agenda oficial no dia 23 de maio para falar de benefícios fiscais concedidos a empresas. Antes, porém, no início do mesmo mês a ministra se reuniu com 11 grandes empresários para falar das reformas e da conjuntura econômica nacional. Esta foi sua segunda reunião com o empresariado, a outra foi feita em janeiro.

Brazilian senator Tasso Jereissati speaks during a Senate's Commission of Foreign Affairs session in Brasilia in October 29, 2009. Brazil's Senate will vote today  whether to accept or not Venezuela's entrance into the Mercosur trade block, while the country's Lower Chamber already approved it, along with the Argentine and the Uruguayan Congresses. The initiative is yet to be voted by the Paraguayan Congress. AFP PHOTO/Evaristo SA (Photo credit should read EVARISTO SA/AFP/Getty Images)O senador Tasso Jereissati (PSDB) durante uma sessão da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, em 29 de outubro de 2009.

Jereissati, foi alçado a presidente interino do PSDB após o então presidente nacional do partido, Aécio Neves (PSDB-MG), ser afastado das funções de senador pelo Supremo Tribunal Federal. Aécio é acusado de receber R$ 2 milhões em propina da JBS. Ex-governador do Ceará, Jereissati preside também a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, que analisa e debate as reformas. Ele tem imprimido força para agilizar as discussões e aprová-las logo. Seu envolvimento com o empresariado é congênito: a Jereissati Participações S.A., holding de seu irmão Carlos, controla empresas como a rede shopping centers Iguatemi, a La Fonte Telecom S.A, o Grande Moinho Cearense e que tem grande parte das ações da Oi. Outras personalidades apontadas como potenciais candidatos, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, por exemplo, foram tidas como menos prováveis em análises feitas por The Intercept Brasil com cientistas políticos e nos bastidores do Congresso. São nomes que carregam uma oposição muito forte entre os parlamentares e que teriam poucas chances de eleição.

Brazilian Finance Minister Henrique Meirelles gives the thumb up during the swearing in ceremony of Brazilian new Minister of Justice Osmar Serraglio and new Minister of Foreign Affairs Aloysio Nunes Ferreira (out of frame) at Planalto Palace in Brasilia, on March 7, 2017.Serraglio replaces Alexandre de Moraes, who was appointed for the Supreme Court, and Nunes replaces Jose Serra, who stepped down citing health concerns. / AFP PHOTO / EVARISTO SA (Photo credit should read EVARISTO SA/AFP/Getty Images)Henrique Meirelles, é um dos cotados para substituir Temer em caso de afastamento do presidente.

O professor Ernani Carvalho, da pós-graduação em ciência política da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), está em Paris participando do seminário “Quelle droite a pris le pouvoir au Brésil?” (“Qual direita tem tomado o poder no Brasil?”), que debate as mudanças na agenda do país desde a saída de Dilma Rousseff. Ele falou ao The Intercept Brasil sobre os possíveis candidatos em caso de afastamento de Temer:
“No atual cenário do país, é bem provável que os nomes Rodrigo Maia, Henrique Meirelles e Tasso Jereissati  sejam realmente os que, no primeiro plano, estariam cotados para exercer essa segunda presidência-tampão”. Ele descarta Gilmar Mendes e Cármen Lúcia por achar difícil que abandonem posições tão importantes na Suprema Corte por “pretensões eleitoreiras”. Já Nelson Jobim, ex-ministro do STF, teria mais chances. Mas Carvalho acredita que o nome será de alguém que já está ativo na política: “É um jogo que hoje está muito mais dentro do Congresso Nacional do que fora dele. As lideranças de fora do Congresso têm importância e apitam muito, mas é pouco provável que saia algum candidato do ambiente externo ao Congresso”.

RIO DE JANEIRO, BRAZIL - MAY 28:  Protestors rally at a demonstration and concert calling for direct presidential elections on May 28, 2017 in Rio de Janeiro, Brazil. President Michel Temer is mired in allegations of endorsing bribery in a scandal which threatens to bring down his brief presidency.  (Photo by Mario Tama/Getty Images)Manifestantes no ato pelas “Diretas já” e contra as reformas, em Copacabana, no dimngo, 28 de maio de 2017.

Porém, não nos precipitemos. Todos estes nomes listados e debatidos, no entanto, devem levar em conta que, caso de fato Temer saia, o Congresso passará por uma reconfiguração. Será necessário, a quem quer que seja, costurar alianças caso queira aprovar as reformas que já são reprovadas por 71% da população. “Não sei se eles teriam disposição, composição política e tempo para isso”, avalia Adriano Oliveira, professor de ciência política da UFPE.
Oliveira ainda pontua que existe uma precipitação por parte da mídia e de analistas políticos em já considerar Temer como carta fora do baralho. Em seu ponto de vista, Temer vem dado sinais de que se agarra ao posto (e com mãos de ferro):
“O que observo da semana passada até hoje são movimentos que permitem a Temer se fortalecer. Ele fez dois pronunciamentos à nação onde demonstrou proteger a classe política da Lava Jato, demonstrou ter vontade e disposição para manter as reformas que o mercado exige. Colocou o exército nas ruas como uma mensagem às manifestações contrárias a ele e, por fim, nomeou um novo ministro da Justiça que fez declarações contra a Lava Jato.”
The incumbent president, Michel Temer, receives the new mayor, Rodrigo Maia, who was elected this morning to replace Eduardo Cunha, the president's office in Brasilia, capital of Brazil, on July 14, 2016. Photo: DIDA SAMPAIO/ESTADAO CONTEUDO (Agencia Estado via AP Images)

Rodrigo Maia (DEM), fecha o trio de principais indicados a uma possível eleição indireta.

Para o cientista político, o mercado financeiro ainda não bateu o martelo sobre a saída de Temer, sob o risco de maior instabilidade caso o país troque novamente de presidente. “No final, vai ocorrer um processo de negociação política e avaliação do setor produtivo. Desde a semana passada o presidente encaminhou uma mensagem para esse setor produtivo e vejo certa paciência por parte deste setor, no momento”, pontua Oliveira. Já Carvalho acredita que a tendência mais forte é em acreditar na saída de Temer. Ainda assim, ele não descarta a possibilidade de uma reviravolta que mantenha Temer no poder:
“Se os custos potenciais para a escolha de uma sucessão de Temer forem mais altos do que mantê-lo aos trancos e barrancos à frente da Presidência — mesmo ele estando com sérios problemas com a Lava Jato e se pondo uma dúvida muito grande sobre a possibilidade de ele conseguir conduzir as reformas estruturais as quais se prestou a fazer — há a possibilidade de reversão.”

Brazilian President Michel Temer speaks during an Investment Forum in Sao Paulo, Brazil on May 30, 2017. / AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA        (Photo credit should read NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)

O presidente Michel Temer fala durante Fórum de investimentos, em São Paulo, no dia 30 de maio de 2017.
Sobre a cabeça de Temer ainda pairam duas ameaças. A primeira é o julgamento da chapa Dilma-Temer que voltará ao Tribunal Superior Eleitoral no próximo dia 6. Uma cassação pelo TSE seria a forma mais rápida e “menos traumática” de afastamento do presidente, segundo analistas. Ao que tudo indica, no entanto, é mais provável que algum dos ministros faça um pedido de vista na próxima terça. Assim, o julgamento seria novamente adiado, dando mais tempo de permanência a Temer e abrindo espaço para acalmar os ânimos da opinião pública. A aposta nos pedidos de vista se dá porque dois dos sete ministros, Admar Gonzaga e Tarcísio Neto, foram empossados há menos de um mêsO próprio ministro Gilmar Mendes, presidente do TSE, amigo pessoal de Temer e um dos cotados como “possíveis candidatos” para sua substituição, afirmou esta semana ser “absolutamente normal” o pedido de vista, tratando-se de um processo de alta complexidade. Mendes também disse que “não cabe ao TSE resolver crise política”.

Brazilian President Michel Temer gestures during an Investment Forum in Sao Paulo, Brazil on May 30, 2017. / AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA        (Photo credit should read NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)Uma delação de Loures colocaria Temer em risco por se tratar de um de seus principais assessores

A segunda ameaça é uma possível delação do deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Ele ficou conhecido como o “deputado da mala” por ter sido flagrado recebendo uma mala com R$ 500 mil de executivos da JBS. Segundo os delatores da empresa, o dinheiro seria um suborno para que o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) não fizesse delação premiada. Uma delação de Loures colocaria Temer em risco por se tratar de um de seus principais assessores.
O novo advogado de Loures, Cezar Bitencourt, assumiu o caso na segunda, 29, dizendo que delação seria “o último recurso”. Antes disso, o responsável por sua defesa era José Luís de Oliveira Lima, que também defendeu um dos executivos da empreiteira Galvão Engenharia e o sócio da OAS José Adelmario Pinheiro Filho (Léo Pinheiro) no âmbito da Lava Jato. Ambos fizeram delações. Nesta terça, 30, Loures — que estava na corda bamba desde o fim de semana — perdeu o cargo de deputado. Na Câmara, ele é suplente do ex-ministro da Justiça, Osmar Serraglio, que rejeitou o cargo de ministro da Transparência para voltar ao seu assento no Congresso. Fora do  cargo, Loures perde também o foro privilegiado. Isso não necessariamente tira do STF o inquérito do qual ele é parte — que envolve Temer e o senador Aécio Neves, ambos com foro privilegiado. Caberá ao relator da Lava Jato, ministro Edson Fachin, decidir se o encaminhamento segue no STF ou se passa a parte relativa a Loures para as mãos do juiz Sergio Moro. Indo para Moro, a pressão por uma delação aumenta. Nas palavras do professor Adriano Oliveira, da UFPE, “o momento é de esperar, mas mantendo-se atento aos eventos”. Neste raro momento de calmaria em Brasília, parece se aproximar novamente uma tempestade perfeita.

cartamaior

Secretário Antônio Venâncio que pediu para ser pago pela Câmara de Vereadores de Carnaiba, tem pedido negado pela Justiça. O Prefeito de Carnaiba, Anchieta Patriota, que no inicio de seu governo extinguiu a Secretaria Municipal de Cultura, alegando cortes de despesas, acabou reativando sem nenhuma necessidade, a Secretaria de Governo que estava extinta a mais de 08 anos, para que o vereador Antônio Venâncio, desse a vaga de vereador para seu suplente, usando de suas manobras políticas. A manobra que articula um de seus homens de confiança na câmara, ainda joga dinheiro publico aos ralos do dispedicio, sabendo ele que todo o valor repassado para a Câmara e não sendo utilizado é devolvido pelo presidente da Câmara a cada dia 31 de dezembro de cada ano aos cofres públicos do municipio. Mesmo com toda essa manobra, o prefeito ainda queria que o seu secretário Antônio Venâncio fosse pago pela câmara, orientando o então secretário e impetrar uma ação na justiça para que fosse abonado pelo Poder Legislativo Municipal. Nesta terça feira, a Justiça negou o pedido do Secretário de Governo Antônio Venâncio, que foi orientado pelo prefeito Anchieta Patriota (PSB), que apresentaram através do Procurador Juridico do Municipio, o pedido para que o secretário Antônio Venâncio (PSB) fosse pago pelos serviços prestados à prefeitura pela Câmara de Vereadores. O resultado Judicial saiu nesta ultima terça feira referente a Liminar impetrada no Fórum Dr. Antonio de Souza Dantas, em Carnaiba, negando assim a solicitação requerida pelo secretário. O caso é de interesse pessoal do Prefeito Anchieta Patriota, demostrando que o mesmo ainda não digeriu a derrota do seu filho Victor Patriota como candidato a presidência da Câmara, passando para a sociedade carnaibana que o prefeito se preocupa mais com a Câmara de Vereadores do que com a prefeitura e os serviços que devem estar sendo feito para o município, fazendo esse tipo de provocações e picuinhas. O Magistrado Dr. André Simões Nunes, Juiz Substituto da Comarca de Carnaiba, que julgou a Liminar, entendeu que o ato do Presidente da Câmara de vereadores, Neudo da Itã, foi correto e justo, não tendo como fazer o pagamento do secretario do prefeito Anchieta Patriota, e que o Legislativo podia ser enquadrado na Lei de Responsabilidade Fiscal, e que dessa forma o Poder Executivo interferia naturalmente no Poder Legislativo. A justiça ainda determinou que o gestor mantenha os pagamentos de remunerações de seu secretário até a ultima deliberação, sob pena de arcar com multa de R$ 5.000,00 (Cinco mil reais) por dia. Desde a derrota do seu filho na Câmara, o prefeito vem fazendo manobras politicas para desestabilizar o Poder Legislativo de Carnaiba. Não seria mais interessante o prefeito se ocupar com o município, emplacando politicas que venham tirar Carnaiba do atraso que se encontra?

Entenda o caso;

O vereador Antônio Venâncio (PSB), foi eleito para o cargo de vereador, sendo majoritário no Povoado de Novo Pernambuco, representando a força do eleitorado daquela região, quando o mesmo abandando a população de Novo Pernambuco para atender o pedido de Anchieta Patriota e assumir a Secretaria de Governo, deixando Novo Pernambuco sem representação na Câmara. Porém com a derrota de seu filho Victor Patriota (PSB), que perdeu a presidência para o socialista Neudo da Itã, o prefeito fez uma manobra tirando o poder do vereador eleito, dando vaga por 24 horas ao primeiro suplente Zé Ivan de Ibitiranga, que por sua vez, pediu afastamento da cadeira de vereador indo para a Secretaria de Agricultura dando a vaga para o segundo suplente Everaldo Rodrigues Patriota, que se tornou hoje, o fiel escudeiro do prefeito. Assim ainda queria que a Câmara pagasse o salário do então secretário Antônio Venâncio no valor de R$ 6.950,00 (Seis mil, novecentos e cinquenta reais), sendo que o valor do salário de um secretário é de R$ 3.950,00 (Três mil, novecentos e cinquenta reais), mas o prefeito Anchieta Patriota paga apenas o valor de R$ 2.220,00 (Dois mil, duzentos e vinte reais) para seu secretariado. Será que o prefeito é tão leigo ao ponto de não saber que está brincando com o dinheiro publico? Porque quer gastar o dinheiro do povo com secretarias desnecessárias? Lembrete: Na gestão do ex prefeito Zé Mário, o então vereador Edval Morato (Fafinha), deixou o cargo de vereador para a assumir a Secretaria de Agricultura e que sua remuneração era pago pelo Poder executivo, pasta a qual ocupou por dois anos. Perguntar não faz mal: Onde as Leis são iguais, porque agora o prefeito Anchieta Patriota quer que seu secretario seja remunerado pelo Poder Legislativo, no município onde a prefeitura e a câmara municipal são as mesmas instituições da gestão passada?Será que o prefeito é tão leigo ao ponto de não saber que está brincando com o dinheiro publico? Porque quer gastar o dinheiro do povo com secretarias desnecessárias?

Lembrete: Na gestão do ex prefeito Zé Mário, o então vereador Edval Morato (Fafinha), deixou o cargo de vereador para a assumir a Secretaria de Agricultura e que sua remuneração era pago pelo Poder executivo, pasta a qual ocupou por dois anos. Perguntar não faz mal: Onde as Leis são iguais, porque agora o prefeito Anchieta Patriota quer que seu secretario seja remunerado pelo Poder Legislativo, no município onde a prefeitura e a câmara municipal são as mesmas instituições da gestão passada?

http://www.blogdocauerodrigues.com/

O caminhão com as dezessete toneladas de donativos arrecadados em Afogados da Ingazeira chegou no final da tarde de hoje (31) ao município de Jaqueira, na Mata Sul do Estado. O Vice-Prefeito Alessandro Palmeira, que coordenou a entrega, foi recebido pelo Prefeito do município, Marivaldo Andrade (PT). “Estamos muito emocionados com a generosidade do povo sertanejo. Essa é a primeira ajuda que recebemos depois da tragédia,” informou o Prefeito. Ele fez questão de gravar um vídeo (em anexo) de agradecimento à população de Afogados e ao Prefeito José Patriota, que idealizou a campanha, levando, inclusive, a experiência para a AMUPE, para que outros municípios pudessem “adotar” municípios atingidos pelas enchentes. Jaqueira fica na mata sul, a 126 km do Recife, e tem uma população de 12 mil habitantes. Destes, três mil foram diretamente atingidas pelas enchentes. O município conta hoje com cem famílias desabrigadas e mais de 1.400 pessoas desalojadas de suas residências, nas casas de amigos ou parentes. 467 pessoas estão isoladas na zona rural, ilhadas por conta dos alagamentos.“É gratificante poder ajudar, poder ver no rosto das pessoas o agradecimento. Quero parabenizar todos de Afogados que contribuíram, desde os secretários, servidores, as instituições parceiras, o cidadão e a cidadã comum que tiraram do que tem para ajudar o próximo,”destacou Alessandro Palmeira. Ele está acompanhado do fotógrafo Cláudio Gomes e do Secretário de Cultura e Esportes, Edygar Santos.

Prefeitura de Afogados da Ingazeira
Núcleo de Comunicação Social

São Paulo – A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou o texto original da PEC 67/2016, do senador José Reguffe (sem partido-DF), que prevê eleições diretas se a Presidência da República ficar vaga em até três anos de mandato.O texto aprovado determina que as regras eleitorais só podem ser alteradas no mínimo um ano antes da eleição.O relator da PEC, Lindbergh Farias, tinha apresentado um substitutivo no qual as novas regras não teriam que cumprir a anualidade, mas a proposta foi rejeitada.Na prática, isso significa que, se a PEC for aprovada e Michel Temer cair até outubro deste ano, haverá uma eleição direta antes do calendário oficial. O texto ainda segue para ser votado em plenário, por todos os senadores. Depois, deve passar pela Câmara dos Deputados.

Caminho

De acordo com a Constituição e com o Regimento Interno do Senado Federal, uma PEC originada no Senado deve primeiro ser apreciada na CCJ. Depois, é incluída na ordem do dia do Plenário e precisa ser discutida, em primeiro turno, durante cinco sessões deliberativas consecutivas. Nessas sessões, podem ser apresentadas emendas, que devem ser assinadas, cada uma, por um terço dos senadores.

Se ao final da discussão não tiver sido apresentada nenhuma emenda, a PEC pode ser votada em primeiro turno. Se houver emendas, a PEC volta à CCJ para receber parecer sobre elas.

Outra proposta

Existem duas propostas em tramitação que dizem respeito às eleições diretas: essa, que acabou de passar pela CCJ do Senado; e a PEC 227/16, que tramita na Câmara dos Deputados.

A proposta da Câmara, que prevê a convocação de eleições diretas faltando até seis meses para o fim do mandato atual, teve a votação adiada pela quinta sessão seguida.

Exame

O diploma entra em vigor em Junho

Os alunos que pretendam refeições vegetarianas devem informar a escola no início do ano lectivo, disse à Lusa fonte do Ministério da Educação, na véspera de entrar em vigor a legislação que impõe esta oferta nas cantinas públicas.

De acordo com a mesma fonte, o procedimento contratual de prestação de serviço com as empresas que fornecem os refeitórios escolares, para o próximo ano lectivo, já incluirá a disponibilização de refeições vegetarianas a quem as solicitar no início do ano. “Teremos de aguardar o arranque do ano lectivo para perceber a procura que estas refeições terão entre os alunos”, acrescentou a fonte.

A medida tornou-se obrigatória por iniciativa do partido PAN e abrange todas as cantinas públicas e refeitórios do Estado. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou em Março o diploma do Parlamento que obriga a esta mudança.

Para o presidente da Associação Nacional dos Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), Filinto Lima, trata-se de uma boa medida: “Tudo o que é saudável, a escola deve apoiar”. Acredita, porém, que a procura deve ser “muito residual”, pelo menos no início, uma vez que não é comum haver pedidos para alimentação vegetariana nas escolas. “No agrupamento que dirijo [Vila Nova de Gaia], com mais de 2000 alunos, nunca tive nenhum pedido”, exemplificou.

As escolas, especialmente as que servem refeições confeccionadas no local, estão neste momento a preparar-se para servir os alunos que escolherem esta opção. “Estou a dar formação à minha cozinheira, temos seis meses para nos adaptar”, referiu, acrescentando que, nos casos em que as refeições são concessionadas a empresas, a opção vegetariana tem de constar nos cadernos de encargos.

Nutricionistas com reservas

A bastonária da Ordem dos Nutricionistas tem, contudo, reservas em relação à aplicação da obrigatoriedade desta opção nas ementas das cantinas e refeitórios públicos, por não estar expresso que são estes profissionais a orientar a sua elaboração. “Reconheço os benefícios da medida, mas não posso esconder uma nota de preocupação em relação à forma como a medida vai ser aplicada”, disse Alexandra Bento.

“Os únicos técnicos responsáveis e com capacidade de garantir o equilíbrio nutricional são os nutricionistas, mas isso não ficou expresso na lei, apesar de termos chamado a atenção para este facto quando fomos ouvidos na Assembleia da República aquando da preparação da legislação”, disse, defendendo também que “obter uma opção vegetariana equilibrada não é fácil”.

O Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) elaborou um conjunto de orientações técnicas para a produção e implementação de refeições vegetarianas, nomeadamente um manual com linhas orientadoras para a adopção de um padrão alimentar vegetariano, tendo por base o melhor conhecimento científico disponível e utilizando produtos vegetais de origem nacional, sazonais e enquadrados na tradição culinária portuguesa.

Foi igualmente elaborado, e está disponível no site da Direcção-Geral da Saúde (DGS), um manual para quem trabalha no sector da educação escolar e à população em geral, além de receitas vegetarianas que podem ser consultadas no blogue do PNPAS. A bastonária considera esta iniciativa positiva e classifica-a de “instrumentos importantes”, mas acha que não é com a produção destes documentos que se garante a responsabilização de quem não assegura o equilíbrio nutricional de uma dieta vegetariana. Já o director do PNPAS, Pedro Graça, sublinha que esta iniciativa é uma ajuda na implementação da medida nas cantinas.

Na base deste diploma estiveram iniciativas legislativas do PAN, do Bloco de Esquerda e do Partido Ecologista “Os Verdes”. Segundo o deputado do PAN, André Silva, muitas crianças e jovens eram discriminados nas escolas pelos colegas por comerem comida diferente que levavam de casa.

O projecto de lei a defender a inclusão de um menu vegetariano nas cantinas e refeitórios das escolas, universidades, prisões e hospitais públicos foi apresentado há um ano pelo PAN, tendo sido seguido por propostas do Bloco de Esquerda (BE) e do Partido Ecologista os Verdes (PEV). O diploma foi publicado em Diário da República em Abril para entrar em vigor em Junho.

www.publico.pt

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira deflagrou na manhã de ontem (29) uma grande campanha de arrecadação de donativos para as milhares de pessoas que encontram-se desabrigadas pelas chuvas na mata sul e agreste do Estado. Sob a determinação do Prefeito José Patriota, também presidente da AMUPE, as Secretarias municipais organizaram a logística de arrecadação e envolveram diversos parceiros na campanha, a exemplo das emissoras de rádio, CDL, Rotary, Ministério Público, grupos da Igreja, jipeiros, conselho tutelar, amigos da fé, grupos de ciclistas, dentre outros.Todos os postos de arrecadação – secretarias, postos de saúde, escolas, etc – deverão encaminhar à Secretaria de Assistência Social todo o material arrecadado no início da tarde. A previsão é de que nesta terça (30), o primeiro caminhão com donativos siga para atender às famílias atingidas. Uma reunião ocorrida na sede da secretária, na tarde de ontem (29), organizou essa logística. A própria AMUPE lançou uma campanha solidária para que municípios não atingidos possam “adotar”, auxiliar os municípios que foram arrasados pelas cheias. Afogados da Ingazeira “adotou” o município de Jaqueira, na Mata Sul do Estado. Para lá seguirão os donativos recolhidos pela generosa e solidária população afogadense.Na manhã desta terça (30), a partir das 8h, os diversos grupos se concentrarão em frente à secretaria de assistência social, na Rua Senador Paulo Guerra, de onde sairão em mutirão para fazer uma arrecadação porta a porta pelas ruas de Afogados.“Estamos organizando um grande mutirão de arrecadação porta à porta, com a participação dos grupos e instituições parceiras, com as demais secretarias de governo, para conseguir mais donativos e mostrar toda a solidariedade do nosso povo,” informou a Secretária de Assistência Social, Joana Darc.  O Prefeito José Patriota agradeceu à população pela colaboração e o imediato atendimento ao chamado solidário. “O povo de Afogados sempre foi solidário e dessa vez não podia ser diferente. Estou muito emocionado e agradecido pelo apoio de todos,” avaliou Patriota.  Até o final do dia, a Prefeitura terá uma estimativa da quantidade de donativos arrecadado. O Prefeito José Patriota deverá acompanhar “in loco” a chegada desse poderoso auxílio aos irmãos do município de Jaqueira.  

Prefeitura de Afogados da Ingazeira
Núcleo de Comunicação Soci

 

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!

 
bove=""

 

Visitas

contador de visitas

Redes Sociais

Click e acesse

Zé Freitas no Facebook

Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!

Parceiros