Lojas Surya

Supermercado

Lojas Surya Acessórios

Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
 

                               

 Apesar das várias secas que temos passado na nossa região, as atitudes tomadas não têm sido coerentes, aliás, não houve medidas preventivas. Durante todo esse tempo que os mananciais vinham  secando e a evidência de uma seca se aproximava, nenhuma medida foi tomada. As barragens do Zé Antonio e Cascudo não passaram por nenhuma limpeza, para aumentar a capacidade de água, mas e o Governo, o que está fazendo para amenizar o sofrimento do povo? Numa população com cerca de 10 mil habitantes, como é o caso da cidade de Santa Terezinha –PE, com apenas três carros pipas para abastecer, com apenas 20 ou 30 caixas d’água de cinco mil litros, ainda assim com várias ruas que não tem nenhuma, como é o caso da rua Silvino Leite, Horácio José de Souza e dimais. Na outra seca que foi usada essas caixas, até morte houve de uma senhora que se encontrava na fila para pegar água. Agora está pior, está havendo brigas, bate boca, até comentário de ameaças de morte a faca peixeira, palavrões, etc. A população também tem sua parcela de culpa, falta de educação, de compreensão, quando pessoas como por exemplo, com 20 baldes, enquanto outras com pouca condição financeira, de saúde, e até mesmo pela idade avançada, com dois ou três baldes. Necessita-se de uma maior parceria por parte da população, tanto na compreensão com os semelhantes, como na busca pelos seus direitos. Não adianta ficar só no falatório, tem que reagir, fazer manifestações, ir em busca de seus direitos. Não sabemos se iremos receber água do céu, pois isto só Deus pode mandar. Quanto à água da transposição do rio São Francisco, comenta-se que vamos receber, mas não temos previsão para quando será. Enquanto população, cidadãos, irmãos, conterrâneos e filhos do Criador de todas as coisas, temos que nos unir, conscientizar-se que brigando, quebrando torneiras e falando, não iremos resolver o problema, e sim, agravar ainda mais a situação.

       Nosso blog é um canal de informação, com responsabilidade, imparcialidade, em busca do bem comum para todos. Todas as informações contidas no mesmo, são exclusivamente com intenção de buscar melhorias para todos, quando precisar reivindicar faremos, quando for para elogiar iremos fazê-lo, o que não podemos é nos calarmos como se nada tivesse acontecendo. O Governo, a COMPESA, precisam urgentemente acudir esta calamidade, antes que coisas piores possam acontecer. A população ficando omissa só irá agravar a problemática. “Fica aqui nosso apelo enquanto cidadão”.

Embaixadora do Programa Criança Feliz, a primeira-dama, Marcela Temer, participou nessa segunda-feira (23) da primeira oficina de alinhamento intersetorial dos comitês estaduais do Programa Criança Feliz. Ela destacou que o encontro é o momento para os gestores compartilharem ideias e, assim, o programa será estruturado em cada estado. “É essencial que todos os estados, os municípios e os setores da sociedade estejam envolvidos nessa tarefa. Ajudarei a divulgar a importância do que vocês irão construir para que a sociedade conheça e possa contribuir com esse projeto. Contem com o meu entusiasmo, apoio e participação”, afirmou Marcela Temer ao citar a importância da iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.

O evento reuniu, em Brasília, integrantes do Comitê Gestor dos 26 estados e do Distrito Federal e representantes das gestões estaduais.  O encontro segue até esta quarta (25) e serão abordados os aspectos intersetoriais do programa e as estratégias para a implantação em cada estado.

O ministro Osmar Terra destacou que é importante uma convergência de esforços entre áreas de conhecimento, como saúde, educação, direitos, cultura e desenvolvimento social, para o sucesso do programa. “Vamos convergir o nosso trabalho e afinar o nosso discurso para beneficiar a coisa mais preciosa que temos que são as nossas crianças, principalmente no início da vida”. 

Criança Feliz

Continue lendo

Na última terça-feira (17) o Ministério da Educação liberou R$ 65,3 milhões para 37 hospitais universitários federais. Os recursos serão destinados para custeio de materiais de consumo diário das unidades (R$ 61,1 milhões) e também para investimentos em reformas e aquisição de equipamentos (R$ 4,2 milhões). A verba tem como base o Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) e corresponde a descentralizações orçamentária realizada em 2016.  A iniciativa inclui tanto instituições filiadas quanto não filiadas à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

“O Rehuf tem sido essencial para nós, tanto na compra de medicamentos quanto para financiar algumas ações de infraestrutura. Com as verbas anteriores, fechamos 2016 abastecidos e agora podemos começar o ano com uma tranquilidade maior no planejamento”, destacou o superintendente do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Frederico Jorge Ribeiro.

Dos R$ 65,3 milhões liberados esta semana, R$ 3,4 milhões foram destinados para essa unidade de saúde, vinculada a Ebserh.

Critérios

Continue lendo

Desde sua criação, o programa já atendeu mais de 39 milhões de brasileiros

O Ministério da Saúde realizou uma força-tarefa com o objetivo de aperfeiçoar o programa Farmácia Popular, bem como evitar fraudes na venda de medicamentos. De acordo com dados do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus), foram identificadas irregularidades recorrentes no que diz respeito a doenças de incidência raras em determinadas faixas etárias.Das auditorias realizadas em 2016, cerca de 40% tiveram relação com o programa e em apenas uma farmácia não foram detectadas irregularidades. Os processos indicaram devolução de quase R$ 60 milhões aos cofres públicos devido a dispensações impróprias de medicamentos.As restrições no sistema foram implantadas para maior controle dos medicamentos, levando em conta os parâmetros definidos pelos protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas do Ministério da Saúde.A partir de agora, passam a valer os critérios de validação do status do CNPJ das farmácias credenciadas junto à base da Receita federal; validação das informações com base no cartão nacional de saúde e critérios de idade para venda de medicamentos por patologias, da seguinte forma: para dislipidemia (colesterol alto) – idade igual ou maior a 35 anos; osteoporose – igual ou maior a 40 anos; parkinson – igual ou maior a 50 anos; hipertensão – igual ou maior a 20 anos; e contraceptivos – igual ou maior a 10 anos e menor que 60 anos.

Pacientes que estiverem fora da faixa etária estabelecida poderão requerer a inclusão do CPF, no sistema, pela ouvidoria geral do SUS, por meio do telefone 136, opção 8 ou pelo e-mail analise.fpopular@saude.gov.br.

Continue lendo

cartao-bolsa-familia

O Programa Bolsa Família (PBF) é o maior em transferência direta de renda para beneficiar famílias em situação de pobreza e extrema pobreza no Brasil. Em São Francisco do Conde, mais de 4.000 famílias são contempladas com o programa, o que representa uma cobertura de 122,8% da estimativa de famílias pobres no município. Os beneficiários recebem uma contribuição social no valor médio de R$ 164,16 que varia entre R$ 32,00 e R$ 772,00.

O cadastramento para o Bolsa Família é feito por meio do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único), que é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, entendidas como aquelas que têm renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou renda mensal total de até três salários mínimos. O Cadastro Único permite conhecer a realidade socioeconômica dessas famílias, trazendo informações de todo o núcleo familiar, das características do domicílio, das formas de acesso a serviços públicos essenciais e, também, dados de cada um dos componentes da família.

O Cadastro Único é coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), devendo ser obrigatoriamente utilizado para seleção de beneficiários de programas sociais do Governo Federal, como o Bolsa Família. Suas informações podem também ser utilizadas pelos governos estaduais e municipais para obter o diagnóstico socioeconômico das famílias cadastradas, possibilitando o desenvolvimento de políticas sociais locais. Famílias com renda superior a meio salário mínimo também podem ser cadastradas, desde que sua inserção esteja vinculada à inclusão e/ou permanência em programas sociais implementados pelo poder público nas três esferas do Governo.

A lista dos beneficiários do Bolsa Família é atualizada mensalmente e está disponível para qualquer cidadão nos sites do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e da Caixa Econômica Federal (CEF), seguem os endereços,

respectivamente: http://www.mds.gov.br/bolsafamilia e https://www.beneficiossociais.caixa.gov.br/consulta/

beneficio/04.01.00-00.

Conheça o Programa Bolsa Família

O Bolsa Família possui três eixos principais: Transferência de renda, Condicionalidades e Ações e Programas Complementares. A transferência de renda promove o alívio imediato da pobreza. As condicionalidades reforçam o acesso a direitos sociais básicos nas áreas de educação, saúde e assistência social. Já as ações e programas complementares objetivam o desenvolvimento das famílias, de modo que os beneficiários consigam superar a situação de vulnerabilidade.

Continue lendo

O reajuste das chamadas de telefones fixos para telefones móveis foi divulgado nesta quarta-feira (25) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).Segundo a agência, a Vivo poderá aumentar o valor das chamadas em 2,28%, a Oi em 1,67%, a Sercomtel em 1,35%, a Claro em 0,88% e a Algar Telecom em 0,10%. Também foram reajustados os valores das chamadas de telefones fixos para o serviço de trunking (comunicação por rádio). A Vivo novamente poderá aumentar o valor das chamadas em 2,28%, assim como a Sercomtel em 1,35% e a Algar Telecom em 0,10%. No entanto o reajuste da Oi será de 1,03% e a Anatel, no ato publicado no Diário Oficial da União, não estabeleceu reajuste para a Claro. 

Continue lendo

Com a intenção de aumentar a safra e estimular os agricultores, o governo federal acelerou o processo para diminuir a burocracia e modernizar as normas do Ministério da Agricultura. O novo olhar tem sido direcionado especialmente para municípios do Nordeste, que se destacam na produção agrícola brasileira.

Segundo a última pesquisa de Produção Agrícola Municipal (PAM) – Culturas temporárias e permanentes, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os municípios campeões em produção agrícola individual no Brasil e em produção de frutas ficam no Nordeste. Entre as medidas adotadas está o Agro+, plano lançado em agosto voltado à desburocratização, modernização e simplificação de normas e procedimentos do Ministério da Agricultura. Com o Agro+, o governo pretende elevar de 6,9% para 10% a participação agronegócio brasileiro no comércio mundial agrícola. O Agro+ surgiu após o Ministério da Agricultura ter intensificado as conversas com os agricultores locais para entender as falhas na legislação e as mudanças que precisam ser feitas para aumentar as produções.

Produção

Em 2015, o líder em produção agrícola individual foi São Desidério, na Bahia, que teve crescimento de 23,3% e respondeu por 1,1% do valor da produção nacional, com R$ 2,8 bilhões. O algodão é o principal item, responsável por 52,9% do valor produzido. Em seguida, vem a soja, com 39,6% – o município é o quarto maior produtor do grão no país.

Na fruticultura, a campeã é Petrolina, em Pernambuco. Com 2,8% da produção nacional e valor de R$ 749,6 milhões, o valor da produção aumentou 18% em 2015, e o município é o 28º no ranking agrícola do País. De acordo com o IBGE, grande parte da produção da cidade é destinada à exportação.

Apesar de ter uma área favorável para a plantação de frutas, alguns estados do Nordeste enfrentam uma crise hídrica que compromete a agricultura. O governo, no entanto, concentra os esforços na transposição do São Francisco e em ações que garantam a irrigação de áreas plantadas.

Continue lendo

EBC

 O procurador federal Eugênio Aragão criticou, na tarde de sexta-feira (20), a naturalização do golpe contra a presidenta Dilma Rousseff e a aceitação do governo Michel Temer como algo legítimo. “Nós podemos ser oposição a um governo eleito legitimamente, mas não podemos ser oposição a um governo golpista. Não se faz oposição a um governo golpista, se combate. Eles não são nossos adversários, são inimigos”, disse o ex-ministro da Justiça durante o painel “Defesa da democracia e o futuro da esquerda”, realizado no Parque da Redenção dentro da programação do Fórum Social das Resistências. Aragão criticou também, no atual contexto político, as propostas de eleições diretas já e de convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte.
“Neste momento, pautas como Diretas Já e Constituinte são agendas que mais nos dispersam que nos unem. A agenda fundamental é o golpe que não passou de um arrastão de trombadinhas. O tema central é o desfazimento do golpe e a restituição da presidenta Dilma. Não podemos abandonar essa agenda sob pena de sermos acusados de hipócritas. Não dissemos que esse golpe foi misógino, machista e antidemocrático? Tudo isso passou? Negar o nosso discurso e trocá-lo por uma variação é algo que nos enfraquece. Uma nova eleição direta agora significaria aprofundar o golpe, tornando a reconquista da legitimidade mais distante. Se tivéssemos uma nova Constituinte agora, a direita transformaria o Brasil num Estado teocrático”, afirmou.
“Os juristas brasileiros são os maiores golpistas”
Eugênio Aragão definiu o atual momento vivido no País como a mais grave crise do republicanismo brasileiro. “Voltamos a um estágio atrasado marcado pela desestruturação das nossas instituições e pela destruição de políticas públicas. A superação desse momento vai depender da nossa capacidade de gerar coesão. Para isso, precisamos modular o nosso discurso, definir uma estratégia comum e superar dois vícios históricos da esquerda: o esquerdismo e o burocratismo”, defendeu. Para o procurador, o discurso do “Volta Dilma” não precisa ser contrastado com a inviabilidade disso acontecer. “O que é mais importante agora é a manter a coerência e a unidade. Esse discurso nos unifica. Precisamos promover um grande debate nacional, formando comitês locais, organizando seminários, fazendo conversas como esta que estamos fazendo aqui hoje”.
O ex-ministro não poupou críticas ao Judiciário, assinalando que, desde o período do Império, os juristas brasileiros são os maiores golpistas. “Quando a República foi proclamada, em 1989, o superior tribunal de justiça da época manteve todos os seus juízes. Não houve nenhuma mudança na passagem da monarquia para a república. O golpe deles é permanente e muda de face a cada instante para nos confundir”. Para Aragão, a extrema debilidade do Estado brasileiro facilitou o golpe. “Quando saímos da ditadura, não fizemos nenhuma transição democrática de verdade. Quando o STF disse que a Lei da Anistia não permitia o julgamento dos crimes de tortura, desaparecimentos forçados e execuções, a anti-anistia se institucionalizou. Recusamos justiça a atrocidades do passado. Isso foi apenas o começo. Não quisemos discutir os temas da unificação e da desmilitarização das polícias. Fomos por demais lenientes e deu nisso: uma geléia geral em que a esquerda se amalgamou com aqueles que querem destruí-la”.
“O futuro da esquerda passa pela democracia”

Continue lendo

  A cidade de Santa Terezinha-PE, está passando por um processo de extrema calamidade pública, pela falta d’água. Com apenas três carros pipas para abastecer toda cidade que é insuficiente, além de ser pouco os carros pipas, ainda abastece dia sim, dia não, algo que faz agravar ainda mais a situação, o que torna um caos. Causando vários constrangimentos, discussões pela mal distribuição.  Onde alguns pegam mais água e outros ficam sem nada.

  A população reivindica das autoridades competentes: Governador de Pernambuco Paulo Câmara e o presidente da COMPESA Roberto Tavares, providências urgentes. Muitas pessoas não podem comprar água. A situação é caótica. A Compesa já devia ter algum plano para que este abastecimento d’água fosse melhorado, inúmeras secas que já foram enfrentadas, a mesma continua sem apresentar nada para melhorar a distribuição de água, o pobre que se vire de todo jeito.

Cumprindo os compromissos assumidos, o governador Paulo Câmara e o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, estiveram em Petrolina, onde inauguraram quatro sistemas de abastecimento de água e assinaram ordem de serviço para a construção de oito barragens. Houve ainda a entrega de um caminhão equipado com baú frigorífico para auxiliar na comercialização dos produtos da agricultura familiar.Os sistemas simplificados de abastecimento, no qual foram empregados R$ 2,6 milhões, vão permitir o acesso a água de qualidade a 2.790 pessoas nas comunidades de Ponta da Serra I e II e Porteiras I e II.

Já as barragens, que serão instaladas para amenizar os efeitos da estiagem que assola a região, terão investimentos da ordem de R$ 800 mil, fruto de emenda do então deputado Miguel Coelho (PSB). Com prazo de conclusão de 90 dias, a expectativa é beneficiar 430 famílias, um universo de aproximadamente 2.150 pessoas. 

Com objetivo de apoiar o escoamento e a comercialização dos produtos da agricultura familiar e de grupos de mulheres, jovens, quilombolas e assentados do Sertão do São Francisco, também foi entregue um caminhão com baú frigorífico.  

Continue lendo

 O açude do Cedro é resultado de uma das maiores secas que o Brasil e o Nordeste já enfrentaram. Em 1877, uma estiagem que se estenderia por três anos motivou, apenas no Ceará, a retirada de 100 mil sertanejos do interior rumo a Fortaleza. O imperador d. Pedro 2º pediu então um estudo das melhores áreas para construção de açudes. Iniciado em 1890, o açude do Cedro, em Quixadá (a 160 km de Fortaleza), seria concluído 16 anos depois, já no período republicano, com cinco barragens que represam o rio Sitiá. Foi a primeira grande construção no Brasil envolvendo canais de irrigação.

Com capacidade para 125 milhões de m³ de água (ou 50 mil piscinas olímpicas), o açude se integrou à paisagem local, em que se destaca a Pedra da Galinha Choca. Ponto turístico tombado pelo patrimônio histórico nacional, é usado nos dias atuais sobretudo para lazer. Cento e quarenta anos (e uma seca de cinco anos consecutivos) depois, o açude do Cedro secou em setembro de 2016 – o que tinha ocorrido apenas quatro vezes, em 1930, 1932, 1950 e 1999. Caminhando pelo local no mês passado, uma equipe de biólogos e estudantes registrou uma amostra do tamanho do impacto ambiental: contou 439 carcaças de cágados – o réptil de carapaça muito parecido com as tartarugas e os jabutis. “O número ainda está subestimado, pois muitos levaram carcaças para casa. É alarmante, pois encontramos apenas uma espécie de cágado (Phrynops geoffroanus), justamente a mais resistente, quando esperávamos pelo menos outras duas”, afirmou à BBC Brasil o biólogo Hugo Fernandes-Ferreira, professor de Zoologia da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Carcaças encontradas em açude secoDireito de imagemHUGO FERNANDES-FERREIRA/DIVULGAÇÃO
Image captionPesquisadores se surpreenderam ao encontrar carcaças de apenas uma espécie de cágado

Dimensão da seca

O Ceará entrou no quinto ano seguido com chuvas abaixo da média – é a pior seca em cem anos, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia. O resultado se vê no mapa dos açudes do Estado – todos os 136 estão com volume inferior a 30% da capacidade, e quase cem estão vazios.

População e indústria já sofrem com restrições no abastecimento e taxas extras sobre o consumo.

Para o climatologista Alexandre Araújo Costa, da UECE, a situação combina fatores naturais e ação humana. A seca recorde, afirma, possivelmente está associada ao aquecimento global, mas também teve a influência do El Niño, fenômeno climático que costuma agravar o quadro no Nordeste por impedir a chegada de frentes frias à região. Costa também critica a política de recursos hídricos do Estado, que para ele favorece grandes empreendimentos como termelétricas em detrimento do uso sustentável. “Há negócios com outorgas indecentes, com algumas empresas autorizadas a usar água que abasteceria quase dois milhões de pessoas.”

Detalhe de cágadoDireito de imagemHUGO FERNANDES-FERREIRA/DIVULGAÇÃO
Image captionMorte de animais é apenas um dos efeitos da grave seca na região

Visão do governo

Continue lendo

Reprodução/Instagram
A Miss Dinamarca Christina Mikkelsen é comparada a brasileira Grazi Massaferaimagem

A Miss Dinamarca Christina Mikkelsen, de 24 anos, foi descoberta pelos brasileiros e comparada a Grazi Massafera, que também já foi miss. Loira, olhos claros e boca carnuda como a da atriz brasileira, Christina passou a ser marcada em fotos com a hashtag com de nome de Grazi.

“Meu Deus, você é a cara da Grazi”, disse um internauta brasileiro em uma foto da miss. “Estou impressionado como são parecidas”, escreveu outro. Nem Christina Mikkelsen nem Grazi se manifestaram sobre a semelhança.

Do UOl, em São Paulo

Marcela Temer durante desfile da Independência

Marcela Temer durante desfile da Independência (Crédito:AFP PHOTO / EVARISTO SA)

O look da primeira-dama Marcela Temer no desfile da Independência, em Brasília, é um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. O vestido branco sem mangas e de colo descoberto é assinado pela estilista brasiliense Luisa Farani. Feito em tricoline de algodão, foi comprado por Marcela na loja multimarca Ortiga, no Distrito Federal, por R$ 618 reais.

Brasília - A presidente do STF, Cármen Lúcia, se reúne com presidentes de 27 tribunais de Justiça do país, no supremo (José Cruz/Agência Brasil)

Brasília – A presidente do STF, Cármen Lúcia,  autorizou os juízes auxiliares do ministro Teori Zavascki a retomaram a partir de hoje  os procedimentos formais para que as delações de executivos da empreiteira Odebrecht sejam homologadas, no âmbito da Operação Lava Jato José Cruz/Agência Brasil

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia,  autorizou os juízes auxiliares do ministro Teori Zavascki a retomaram a partir de hoje (24) os procedimentos formais para que as delações de executivos da empreiteira Odebrecht sejam homologadas, no âmbito da Operação Lava Jato.

O ministro Teori Zavascki, que morreu em um acidente de avião na última quinta-feira (19) e era o relator da Lava Jato no STF, trabalhava durante o recesso nas 77 delações da Odebrecht que se encontram em seu gabinete e estavam prestes a ser homologadas, isto é, a serem validadas como prova.

Teori já havia autorizado que seus juízes auxiliares começassem, esta semana, a ouvir os delatores para saber se eles prestaram de livre e espontânea vontade as informações que constam nos mais de 800 depoimentos colhidos pelo Ministério Público Federal (MPF). Esta é uma etapa formal do processo.

A ministra Cármen Lúcia passou boa parta de tarde de ontem (24) no gabinete de Teori Zavascki, onde conversou com os juízes auxiliares do ministro. Devido ao sigilo dos processos, não é possível saber se a autorização para que os depoimentos sejam retomados diz respeito a uma delação específica ou a todas. 

Ontem (19), ela recebeu em seu gabinete o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a quem cabe solicitar urgência na apreciação das delações da Lava Jato. Durante o recesso do Judiciário, Cármen Lúcia pode autorizar atos emergenciais em processos que tramitam no STF.

Há uma grande expectativa da sociedade e, principalmente, da classe política em relação às delações de executivos da Odebrecht, pois segundo informações vazadas anteriormente, dezenas de políticos em exercício são citados como envolvidos no mega esquema de corrupção da Petrobras.

istoe.com.br

Com o lançamento do programa Mediotec, braço do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), novos profissionais serão formados em cursos técnicos na área cultural. Serão oferecidos pelo Ministério da Educação (MEC) cerca de 30 cursos, com duração de um ano e meio a dois anos. Os cursos são voltados para alunos do Ensino Médio das redes públicas estaduais e totalmente custeados pelo MEC. De acordo com o Departamento de Estratégia Produtiva do Ministério da Cultura (MinC), serão oferecidas cerca de 20 mil vagas para a área cultural.

“Fizemos contato com as secretarias e fundações de Cultura de todos os estados e recebemos as necessidades (de cursos e vagas) de cerca de 20 deles. Como a demanda está represada, a quantidade de vagas solicitada pelos estados supera esse número. Mas vamos negociar com o MEC para ampliar ainda mais o número de vagas”, afirmou a diretora do departamento, Ana Letícia Fialho.

Inicialmente, serão oferecidos os seguintes cursos técnicos: arte circense, arte dramática, artes visuais, artesanato, canto, cenografia, composição e arranjo, comunicação visual, conservação e restauro, dança, design de dalçados, design de embalagens, design de interiores, design de joias, design de móveis, documentação musical, fabricação de instrumentos musicais, instrumento musical, modelagem do vestuário, multimídia, museologia, paisagismo, processos fonográficos, processos fotográficos, processos gráficos, produção de áudio e vídeo, produção de moda, publicidade, rádio e televisão e regência.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Cultura

A primeira oficina de alinhamento intersetorial dos comitês estaduais do Programa Criança Feliz começou nesta segunda-feira (23), em Brasília, e segue até quarta (25). No encontro, serão abordados os aspectos intersetoriais do programa e as estratégias para a implantação em cada estado. O evento reúne integrantes do comitê gestor dos 26 estados e do Distrito Federal e representantes das gestões estaduais.  Para o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, é importante uma convergência de esforços entre áreas de conhecimento, como saúde, educação, direitos, cultura e desenvolvimento social, para o sucesso do programa. “Vamos convergir o nosso trabalho e afinar o nosso discurso para beneficiar a coisa mais preciosa que temos que são as nossas crianças, principalmente no início da vida”, afirmou. 

O programa, reforçou ele, terá um impacto enorme da vida das famílias em vulnerabilidade social. “É um programa de visitação voltado para ter impacto. Temos um número de 3,5 milhões de visitas por ano dos programas de assistência social. Agora vamos fazer 3,5 milhões de visitas semanais”, disse. O ministro acrescentou que o programa será avaliado passo a passo, desde o começo, para que possa ser reorientado de acordo com os resultados das avaliações. 

Continue lendo

barqueiro23

Célio de Araújo, um trabalhador que vive em Paraty, estava com um grupo de turistas em seu barco, quando avistou uma aeronave voando baixo

Questionado se chovia muito na hora do acidente, Célio respondeu:

“Quando reparei, ele soltou uma bola de fumaça branca, parecia aqueles aviões da esquadrilha.” “Chovia bastante no local que o avião caiu […] mas, durante o resgate, a chuva aumentou bem mais”

NOVO DEPOIMENTO

Em um rápido depoimento para a jornalista Marta Serrat, Célio Araújo, a testemunha que presenciou a queda do avião que transpostava o ministro Teori Zavascki , diz que não havia chuva no momento da queda do avião.

“De onde o avião veio, não tinha chuva” disse.

confira:

http://www.diariodobrasil.org

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Pernambuco (Senar/PE) inicia, nesta segunda-feira (23/01), uma série de cursos de formação profissional rural e promoção social. Ao todo, serão oferecidas 64 capacitações a produtores de 29 municípios pernambucanos. O público alvo do Senar é a população rural associada, direta ou indiretamente, aos processos produtivos agrossilvipastoris.

Quanto à formação profissional de jovens do meio rural, o Programa Jovem Aprendiz do Senar/PE dará início a seis novas turmas nos municípios de Petrolina e Lagoa Grande, no Sertão pernambucano. Essa é uma iniciativa conjunta, realizada em parceria com nove empresas agropecuárias.

Para ser um Jovem Aprendiz, os estudantes devem ter disponibilidade para trabalhar de 4 a 6 horas diárias, no período mínimo de doze meses. Os jovens contam ainda com uma remuneração de meio salário mínimo, durante o processo de aprendizagem. Além disso, é necessário atender aos seguintes pré-requisitos: ter idade entre 18 anos completos e 24 anos incompletos até o final do curso (a idade máxima não se aplica à pessoa com deficiência); estar cursando o Ensino Fundamental ou Ensino Médio e ser, preferencialmente, filho (a) de trabalhador (a) ou produtor (a) rural.

Continue lendo

Em mais um dia cheio de compromissos, o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) reservou o sábado (21) para visitar obras em Sertânia. Acompanhado do prefeito Ângelo Ferreira, do vice Toinho Almeida e dos vereadores Fiapo e José Ivan, Patriota conferiu de perto o resultado do desassoreamento do açude de Barra, que abastece a cidade de Sertânia. Em apenas 20 dias de gestão, a nova administração já fez essa limpeza total no açude que já está pronto para receber água da chuva.

Em seguida, a comitiva seguiu para checar as obras do Contorno Rodoviário que está sendo construído em Sertânia. A obra deve melhorar o tráfego urbano e despontar como novo vetor de desenvolvimento na região. O contorno rodoviário terá 7,5 quilômetros de extensão e representará um investimento de R$ 14,9 milhões. O prazo de conclusão dessa obra é de 18 meses, mas, conforme fotos abaixo, já está praticamente pronta. Outro local que recebeu a visita do deputado Gonzaga Patriota, foi a estrada que liga as rodovias PE 280 e BR 232 passando pelo distrito de Rio da Barra e pelo Povoado de Waldemar Siqueira.  A obra teve um investimento de R$ 10 milhões e a adutora de Ibimirim, já concluída, com custo superior a 2 milhões de reais. Gonzaga Patriota e Ângelo Ferreira agradeceram em nome dos sertanienses, terra natal de ambos, ao governador Paulo Câmara, pelos investimentos feitos nessas obras, que se aproximam a 30 milhões de reaisDurante as visitas, o prefeito Ângelo Ferreira anunciou que o Centro de Abastecimento de Leite, que está desativado, será reaberto e recuperado dentro de 90 dias

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!

 
bove=""

 

Visitas

contador de visitas

Redes Sociais

Click e acesse

Zé Freitas no Facebook

Parceiros