Lojas Surya

Supermercado

Lojas Surya Acessórios

Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
 

Resultado de imagem para A conspiração contra os direitos humanos

A demorada resposta de Michel Temer, do ministro da Justiça Alexandre Moraes e demais integrantes do governo sobre as causas e responsabilidades que levaram ao massacre de 56 presos do Anísio Jobim, em Manaus, é compreensível como um teorema para estudantes do ensino médio. O início e o fim deste processo encontra-se num projeto de organização do Estado  que rejeita os preceitos essenciais das democracias, que consistem na defesa da presunção da inocência e o direito de defesa, a partir da noção revolucionária — criada no fim do século XVIII — de que todos são iguais perante a lei, qualquer que seja sua fortuna, a cor da pele, o gênero.

Essa visão política, essência de um projeto de Estado de longa duração, que ataca o regime democrático num ponto fundamental — os direitos do indivíduo  — foi alimentada por campanhas permanentes de combate aos direitos humanos, impedindo, no final da ditadura militar, a indispensável construção de um Estado  Democrático de Direito acessível ao conjunto dos brasileiros. Como sabem aqueles que não tiveram a memória apodrecida pelas mentiras de conveniência criadas mais tarde, o combate à uma ditadura de ferro que durou 21 anos teve início nas denúncias da tortura, das execuções covardes e demais formas de violência política produzidas pelo condomínio militar-empresarial que financiou e dirigiu, inicialmente com recursos privados e organismos paralelos ao Estado, o país do  pau de arara e da cadeira do dragão. De 1985 para cá o Brasil país mudou, escreveu uma Constituição relativamente avançada, fez sete eleições diretas para presidente e conquistou avanços que nem é preciso lembrar aqui. Mas o projeto anti-cidadão, anti-democracia, uma herança colonial que teve o apogeu em quatro séculos de escravidão, nunca foi derrotado, nem vencido. Prosseguiu na forma de uma conspiração. Escondida, pois implicava da defesa de crimes, envergonhada, pois implicava em abençoar a tortura e toda violência contra cidadãos indefesos, mas permanente.

Continue lendo

Reportagem do UOL aponta ‘distorções’ em anúncios que o governo de Michel Temer publicou dia 29 de dezembro sobre seus feitos nos 120 dias contados desde sua posse efetiva, em 31 de agosto, quando o Senado aprovou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). O portal cita como exemplo o item reforma administrativa, sobre o qual o governo diz que extinguiu 14.200 funções e cargos comissionados. De acordo com UOL, o procedimento foi de fato ‘conversão e não extinção’, e o número foi de 10.462 conversões de Cargos de Direção e Assessoramento Superior (DAS) em Funções Comissionadas do Poder Executivo (FCPE), que só podem ser ocupadas por servidores públicos concursados”. Sobre recuperação de estatais, UOL diz que o governo ‘sobrevalorizou a alta das ações das empresas’. Entre 31 de agosto e 28 de dezembro de 2016, véspera da divulgação da propaganda do governo Temer, ‘houve de fato valorização de ações de estatais, mas com uma variação muito menor que a divulgada’, diz o portal. O levantamento desmente também a informação do Planalto de saldo positivo de US$ 45 bilhões no comércio exterior até a terceira semana de dezembro. ‘Errado: a propaganda refere-se aos 120 dias de governo efetivo, mas o valor citado pelo governo abrange o período de janeiro até a terceira semana de dezembro’, diz UOL.

De acordo com os dados oficiais do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, no último quadrimestre do ano (setembro a dezembro), período que abrange os quatro meses do governo definitivo de Temer, o saldo da balança comercial brasileira foi bem mais baixo, de US$ 15,3 bilhões, um valor 20% inferior ao saldo de US$ 19,1 bilhões obtido no segundo quadrimestre (maio a agosto).

UOL

Resultado de imagem para paulo camara

Por Paulo Câmara

A violência tem aumentado no país inteiro e em Pernambuco não foi diferente. Por isso, a segurança vai ser um dos pilares da nossa ação em 2017.Vamos aumentar o número de investigações e reforçar o efetivo da Polícia Civil com a chegada de 100 novos delegados e 500 agentes. Além disso, já a partir de fevereiro, 764 policiais vão deixar funções administrativas para ir às ruas.

Também está em andamento o concurso para a contratação de 1.500 PMs.

Entregamos 892 viaturas à Polícia Militar para reforçar o atendimento em todas as regiões do Estado. Os novos veículos são equipados com rádios digitais e GPS, fazendo uma ponte entre o batalhão e o Centro Integrado de Operações da Defesa Social. Vamos dar continuidade com as operações da Força Tarefa de Repressão aos Crimes de Roubo e Furto, que resultou, no ano passado, na desarticulação de 15 quadrilhas que praticavam crimes contra instituições bancárias, 110 pessoas presas e 322 indiciadas. Realizamos também 580 prisões e desarticulação de organizações criminosas envolvidas com crimes de homicídio, latrocínio, tráfico de drogas, estelionato, corrupção e fraudes contra a administração pública e formadas por integrantes não só de Pernambuco, mas oriundos também de outros estados do país. Assumi pessoalmente o monitoramento das ações de segurança, com reuniões semanais junto aos comandantes da PM e os delegados da Polícia Civil. Também autorizei a liberação de R$ 600 milhões para investirmos esse ano na qualificação das forças policiais. Com esforço e trabalho sério, os resultados virão em breve.

“A sociedade não aguenta esta situação de insegurança e violência que vem acontecendo a alguns anos no estado, precisamos  de providências urgentes”.

O Prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, acompanhou nesta terça (03), a visita ao município de Serra Talhada, do Diretor de expansão da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, Ronaldo Veras, que também é assessor da presidência da empresa. Logo na chegada da comitiva ao aeroporto, Patriota pode apresentar ao Diretor da companhia aérea os argumentos econômicos que justificam a inclusão de Serra Talhada nos destinos de viagem ofertados pela Azul. Logo após a inspeção da pista de pouso, a comitiva realizou uma reunião de trabalho. Patriota falou em nome dos Prefeitos da região e fez uma defesa apaixonada para que o Pajeú possa, enfim, ser beneficiado com voos regulares para o Recife e outros destinos. “Me sinto na obrigação de dizer que estamos nessa luta de corpo e alma. Não adianta num momento como esse estabelecer disputa, nem competição, quando o Pajeú precisa de união.

Continue lendo

Na manhã desta Terça-feira (03/01) a equipe da Secretaria de infraestrutura da Prefeitura de Afogados da Ingazeira, composta por engenheiros e técnicos fez uma visita onde será executada a obra de duplicação na saída para Carnaíba que tem uma extensão que vai do trevo em frente ao mercado Pajeú até o trevo de saída .  A primeira etapa da obra é de aproximadamente 2,34 Km e o valor total do investimento é de R$ 7.465.641,26 com recursos do governo estadual.

O que é?

Resultado de imagem para paa conab

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma ação do Governo Federal que compra alimentos da agricultura familiar e distribui a pessoas que precisam – aquelas que se encontram em situação de insegurança alimentar e nutricional e são atendidas pela rede socioassistencial. Os alimentos também servem para abastecer os restaurantes populares, cozinhas de creches e escolas públicas, de hospitais públicos e presídios – os chamados equipamentos públicos de alimentação e nutrição. Os produtos também podem formar estoques públicos ou estoques das organizações da agricultura familiar.

Os agricultores familiares podem vender para o PAA de forma individual ou coletiva – por meio de cooperativas da agricultura familiar de que façam parte. As compras são realizadas pelos Governos Estaduais e Prefeituras Municipais que participam do programa, e pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), com recursos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

O que é?

Resultado de imagem para creas logo

É no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) que pessoas e famílias que tiveram direitos ameaçados ou violados por situações como: violência física, psicológica, sexual, trabalho infantil, trabalho escravo, abandono, são atendidas. Alguns CREAS também atendem pessoas em situação de rua e adolescentes que cumprem medidas socioeducativas.

Além de oferecer proteção e atendimento às pessoas e famílias com direitos violados, o CREAS busca reconstruir as relações familiares e comunitárias, incluir as famílias em serviços públicos, conforme a necessidade, prevenindo e diminuindo as situações de violação de direitos.

  • Localização das unidades: Neste site você pode localizar o CREAS mais perto de sua residência. Esses dados podem ser localizados no mapa, basta escolher o seu Estado e o seu Município.

O que é?

Resultado de imagem para CRAS

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é a porta de entrada do cidadão para o Sistema Único de Assistência Social (SUAS). É pelo CRAS que ele pode ser encaminhado para serviços e programas sociais, de acordo com a sua situação. As equipes do CRAS, formadas por profissionais especializados, como psicólogos e assistentes sociais, oferecem acompanhamento integral para famílias e pessoas de baixa renda. O principal objetivo é prevenir violações de direitos e ajudar as pessoas encontrarem melhores perspectivas de vida.

Em vários municípios, o CRAS é responsável por inserir as famílias no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

FGTS é um dinheiro que pertence ao trabalhador regidos pela CLT

Todos os trabalhadores regidos pela CLT têm direito ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). No início de cada mês, os empregadores depositam em contas abertas na Caixa, em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário. O FGTS é constituído pelo total desses depósitos mensais, e os valores pertencem aos empregados que, em algumas situações, podem dispor do total depositado em seus nomes. Para quem ainda tem dúvidas sobre como funciona o Fundo e algumas situações específicas vinculadas a ele, confira a lista abaixo com perguntas com respostas sobre o benefício: Sim. O FGTS é um dinheiro que pertence ao trabalhador. Não é uma linha de crédito ou benefício. Todo mês, o empregado deposita uma parte desse FGTS e o patrão uma outra parte. Só não será possível pegar financiamentos. Ter o nome sujo impede os bancos de liberar crédito (como o imobiliário, por exemplo), mesmo que o cliente tenha saldo no FGTS para quitar parte da operação.

Até quando a empresa deve guardar os pagamentos do FGTS? 

O prazo de guarda dos documentos referentes ao FGTS é de 30 anos. Já os documentos que comprovam o tempo de serviço do empregado não têm prazo para a guarda.

No divórcio, o cônjuge tem direito a uma parte do meu FGTS?

Depende. A partilha do patrimônio tem de seguir as regras do regime de bens definido pelo casal. Se o regime for o de comunhão parcial de bens, todo o saldo do FGTS formado durante o período de casamento tem de ser dividido. Na comunhão total de bens, divide-se o saldo que houver, independentemente do período em que ele foi construído. Na separação total de bens, não pode haver a divisão. Apesar dessas possibilidades, não existe regra ou lei que determine essa separação, mas a Justiça brasileira tem decisões favoráveis à divisão.

Posso usar o FGTS para comprar um terreno?

Continue lendo

Recursos foram aplicados na aquisição de alimentos para escolas

públicas, filantrópicas e comunitárias

Em 2016, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) transferiu para as contas municipais R$ 3,4 bilhões destinados a compra de alimentos para escolas públicas, filantrópicas e comunitárias. A ação faz parte do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). Do total repassado, 30% deve ser investido na compra direta de produtos da agricultura familiar.

Os recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar, de caráter suplementar, são liberados em dez parcelas para cobrir os 200 dias do ano letivo da educação básica que compreende a educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos.

O valor repassado pela União a estados e municípios é baseado no censo escolar do ano anterior ao do atendimento. As secretarias de Educação recebem os recursos e cuidam da oferta de alimentação nas instituições. O montante transferido a cada beneficiário pode ser conferido no portal eletrônico do FNDE.

Continue lendo

Logomarca Eleições 2016

  Eleger um prefeito é uma fazer uma escolha de extrema importância e, ao mesmo tempo, de responsabilidade por parte de cada eleitor, pois o futuro da cidade estará nas mãos de quem vencer a disputa. No dia 2 de outubro, cerca de 144 milhões de eleitores irão às urnas para eleger os prefeitos e vice-prefeitos de seus municípios. Contudo, para votar consciente e poder cobrar ações concretas dos eleitos, é importante saber quais são as principais funções desse cargo.

O prefeito, autoridade máxima na estrutura administrativa do Poder Executivo do município, tem o dever de cumprir atribuições previstas na Constituição Federal de 1988, definindo onde serão aplicados os recursos provenientes de impostos e demais verbas repassadas pelo estado e pela União. A aplicação desses recursos públicos deve obedecer à Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar n° 101/2000) e ao que for fixado na lei orçamentária anual do município, proposta pelo prefeito e votada pelos vereadores, que representam o Poder Legislativo municipal.

O mandato do prefeito tem duração de quatros anos. Nesse período, ele deve, entre outras funções, zelar pela boa administração da cidade, empreendendo a gestão da coisa pública, além de exercer o controle do erário, planejar e concretizar obras, sejam elas da construção civil ou da área social.

Para a vitória nas urnas, o candidato ao cargo de prefeito (candidato majoritário) deverá obter a maioria absoluta dos votos. Caso o município tenha mais de 200 mil eleitores, a decisão do pleito pode vir a ocorrer em dois turnos. Dessa forma, para ser eleito já no primeiro turno, é preciso alcançar a maioria absoluta dos votos válidos, ou seja, mais de 50% na primeira eleição.

Leis

Além disso, cabe ao prefeito não apenas sancionar as leis aprovadas em votação pela câmara municipal (também chamada de câmara de vereadores), mas também vetar e elaborar propostas de leis quando achar necessário. Contudo, ele não administra sozinho, e por isso depende de apoio político dos vereadores, assim como de outras esferas governamentais, ou seja, dos governos estadual e Federal. A ajuda destes dois últimos acontece por meio de repasses de verbas, convênios e auxílios de toda natureza para a realização de obras e implantação de programas sociais, os quais, principalmente no caso de prefeituras de pequenos municípios, tornam-se fundamentais para o atendimento das demandas locais.

Atribuições

Outras atribuições são desempenhadas em parceria com os governos estadual e Federal, como a gestão da área da saúde, por exemplo. Na área de saneamento básico, as prefeituras atuam em parceria com os estados. Na educação, a obrigação do município é cuidar das creches e do ensino fundamental. Para realizar suas tarefas, as prefeituras contam principalmente com o dinheiro arrecadado pelo Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto Sobre Serviços (ISS). Mas nem sempre essa verba é suficiente, podendo ser necessário um aporte do Governo Federal. Decidir onde vai ser aplicado o dinheiro arrecadado é uma tarefa do prefeito, que precisa ser aprovada pela câmara de vereadores. A população deve fiscalizar o trabalho do prefeito e, sempre que suspeitar de irregularidades, deve encaminhar denúncia ao Ministério Público ou à câmara municipal. É importante ressaltar que, caso venha a cometer algum crime, o prefeito é julgado pela câmara de vereadores, que, comprovando as infrações político-administrativas cometidas, poderá condená-lo, sujeitando-o a pena de cassação do mandato. As infrações político-administrativas que podem ser cometidas por prefeito, estão listadas no art. 4º do Decreto-lei nº 201, de 27 de fevereiro de 1967.

Cabe ao prefeito:

Continue lendo

Resultado de imagem para atribuições do Vereador

O Vereador é a pessoa eleita pelo povo para cuidar do bem e dos negócios do povo em relação à administração pública, ditando as leis necessárias para esse objetivo, sem, contudo, ter nenhum poder de execução administrativa.

Portanto, não pode prometer, já que não tem poderes para cumprir e/ou realizar obras, resolver problemas da saúde, da educação, do esporte, da cultura, do lazer, do asfalto, do meio ambiente, do trânsito, dos loteamentos e casas populares, etc.Sua atribuição é auxiliar a administração nesses objetivos, por meio de Indicações e/ou Requerimentos.

Os Vereadores têm quatro funções principais:

  1. Função Legislativa: consiste em elaborar as leis que são de competência do Município, discutir e votar os projetos que serão transformados em Leis, buscando organizar a vida da comunidade.
  2. Função Fiscalizadora: o Vereador tem o poder e o dever de fiscalizar a administração, cuidar da aplicação dos recursos, a observância do orçamento. Também fiscaliza através do pedido de informações.
  3. Função de Assessoramento ao Executivo: esta função é aplicada às atividades parlamentares de apoio e de discussão das políticas públicas a serem implantadas por programas governamentais, via plano plurianual, lei de diretrizes orçamentárias e lei orçamentária anual (poder de emendar, participação da sociedade e a realização de audiências públicas).
  4. Função Julgadora: a Câmara tem a função de apreciação das contas públicas dos administradores e da apuração de infrações político-administrativas por parte do Prefeito e dos Vereadores.

A administração pública é o conjunto das normas, lei e funções desempenhadas para organizar a administração do Estado em todas as suas instâncias e tem como principal objetivo o interesse público, seguindo os princípios constitucionais da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência (BRASIL, 2015, art. 37).

  • O principio da Legalidade representa uma garantia para os administrados, pois qualquer ato da Administração Pública somente terá validade se respaldado em lei. Representa um limite para a atuação do Estado, visando à proteção do administrado em relação ao abuso de poder.
  • O princípio da Impessoalidade deve ser observado em duas situações distintas:

1- Em relação aos administrados: significa que a administração pública não poderá atuar discriminando pessoas de forma gratuita, a não serem aquelas que venham privilegiar o interesse público, ou seja, a Administração Pública deve permanecer numa posição de neutralidade em relação às pessoas privadas.

2-Em relação à própria Administração Pública: a responsabilidade deve ser imputada ao órgão/pessoa jurídica e não ao agente público.

  • Princípio da Moralidade, o ato e a atividade da administração pública devem obedecer não só à lei, mas também à moral. Todo aquele que objetivar algum tipo de vantagem patrimonial indevida, em razão de cargo, mandato, emprego ou função que exerce, estará praticando ato de improbidade administrativa. Exemplos: usar bens e equipamentos públicos com finalidade particular; intermediar liberação de verbas; estabelecer contratação direta quando a lei manda licitar; vender bem público abaixo do valor de mercado; adquirir bens acima do valor de mercado (superfaturamento).
  • O Princípio da Publicidade é a obrigação, o dever atribuído à Administração de dar total transparência a todos os atos que praticar, ou seja, como regra geral, nenhum ato administrativo pode ser sigiloso.
  • O Princípio da Eficiência busca resultados e visa atender o interesse público com maior eficiência.                   

     A função desses princípios (veja mais em Princípios da Administração Pública) é a de dar unidade e coerência à Administração Pública, em relação direta com o Direito Administrativo, controlando as atividades administrativas de todos os entes que integram a federação brasileira (União, Estados, Distrito Federal e Municípios). A Administração Pública exerce suas funções por meio de seus agentes, órgãos, entes e atividades públicas, garantindo a direta e imediata realização plena dos fins alçados pelo Estado. A Administração Pública sempre será exercida em harmonia com os princípios que regem o Direito Administrativo, sendo que as ações que os contrariem serão invalidadas. De acordo com a Constituição Federal a instituição, alteração, estruturação e atribuição de competência dos órgãos da Administração Pública devem ser norteadas por lei ou normas regulamentadoras (princípio da legalidade).

Continue lendo

 Neste domingo (01/17), às 15hs. Ocorreu a cerimônia de possa dos novos governantes da cidade de Santa Terezinha, marcada pelo compromisso e emoção.      Foram empossados o novo prefeito Geovane Martins (Vanin de Danda) o seu vice Adarivan Santos. Bem como os nove vereadores eleitos: José Martins (Neguim de Danda), Adalberto Júnior (Dr. Júnior), Nodo de Gregório, Manoel Gonçalves, Helder de Viana, André de Afonsim, Lindomar da Internet, Langinha e Júnior de Branco. A chapa votada para o primeiro biênio ficou da seguinte forma: presidente: Manoel Grampão, primeiro secretário: Dr. Júnior e segundo secretário: André de Afonsim.
  O ex prefeito Danda Martins presente no evento se emocionou muito ao ser lido sua biografia. Estavam presentes também o padre Helton, o pastor José Carlos e o pastor da Igreja Batista. Uma grande multidão lotou o pátio da Escola Municipal José Paulino de Siqueira. 
 Os empossados fizeram seus juramentos e mais uma vez se comprometeram de lutarem por uma Santa Tetezinha melhor, com o slogan:Novas Ideias para um Novo Tempo”. Resta-nos confiar e aguardar e pedir a Deus por dias melhores para nosso município. 


  O reveillon na Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Santa Terezinha- PE teve início às 21 hs. do dia 31/16. Com culto de agradecimento a Deus por mais um ano de lutas e vitórias na presença de Deus. 

     Até a virada do ano. A partir de então os irmãos se confraternizaram no refeitório da referida igreja com um delicioso jantar. Alguns ainda continuaram no local pela madrugada e todos ficaram satisfeitos. O nome do Senhor foi glorificado. Motivos não faltam para agradecer. O primeiro é o dom da vida e tudo que o nosso Deus fez e faz para conosco. Ele sim é digno de honra, glória e louvor. Que 2017 possamos continuar unidos e confiantes no Deus que tudo pode. Meditando em Samos 133:1 “Hó! qual bom e qual suave é que os irmãos vivam em união !”.

          

Em uma solenidade ocorrida ontem (01) à noite, no cineteatro São José, com a presença de um excelente público, o Prefeito José Patriota tomou posse oficialmente para o seu segundo mandato à frente da administração pública municipal. Em seu discurso de posse, Patriota destacou a sua trajetória como militante político, no Sindicato dos Trabalhadores Rurais, na FETAPE e na Contag, assim como a sua trajetória de homem público, como vereador, Presidente da Câmara, secretário de saúde, vice-prefeito, gerente do Prorural, Secretário de Estado, Prefeito de Afogados e Presidente da AMUPE. Destacou também os desafios que enfrentará. “Estamos no meio de uma das maiores crises já vistas nesse País. Ainda assim, conseguimos pavimentar mais de 90 ruas, universalizar a atenção básica, perfurar 276 poços na zona rural, construir três escolas e duas creches, e colocar a educação de Afogados como uma das dez melhores do Estado, alcançando metas previstas para 2021,” afirmou o Prefeito, elencando algumas das inúmeras ações de seu governo. Ele também destacou a importância do apoio que terá de seu vice, Alessandro Palmeira, na divisão de tarefas e na condução das ações reivindicadas pela população e na viabilização dos compromissos assumidos nas eleições de 2016. Dentre as autoridades presentes, o Desembargador Cláudio Nogueira, o Promotor de Justiça, Lúcio Luiz de Almeida, o Deputado Federal Gonzaga Patriota, o Monsenhor João Carlos Acioly Paes, além do ex-prefeito Totonho Valadares, e dos agora ex-vereadores Renildo José, Pedro Raimundo e José Carlos. Totonho destacou a relação de amizade e confiança que tem com Patriota há quase trinta anos. “Quero parabenizar Patriota pela gestão que fez em seu primeiro mandato, sobretudo nas ações hídricas para a zona rural, com a perfuração de mais de 270 poços nesses tempos de gravíssima estiagem,” finalizou o ex-prefeito.Recebendo o seu primeiro diploma como homem público, o jovem Alessandro Palmeira fez referencias emocionadas a sua mãe e avó, e reafirmou o seu compromisso com os avanços que a Frente Popular tem trazido para Afogados.“A sociedade aposta na formação de novas lideranças políticas, no sopro da renovação. Assumimos com o compromisso de fazer mais um grande governo,” afirmou Palmeira.

Continue lendo

Nesta terça-feira (3.1), representantes da companhia aérea Azul farão uma inspeção na nova pista de pouso e decolagem do Aeroporto Santa Magalhães, em Serra Talhada. A visita técnica vai verificar as condições para a implantação de voo comercial regular para o município, que é um dos principais  polos de desenvolvimento de Pernambuco. Na ocasião, os secretários estaduais de Transportes e de Turismo, Sebastião Oliveira e Felipe Cerraras, respectivamente, apresentarão o projeto do novo aeroporto, que receberá investimentos de R$ 35 milhões. Os recursos serão utilizados na construção de terminal de passageiros, de pátio de estacionamento de aeronaves, de serviço de proteção de incêndio, além de aquisição de equipamentos de inspeção de embarque, dentre outros. A nova pista, que custou R$ 6,3 milhões aos cofres do Estado, possibilita que Santa Magalhães comporte aviões com capacidade para transportar 70 passageiros e suportar 33 toneladas. Anteriormente, apenas aviões de pequeno porte, com peso de até 10 toneladas, podiam utilizar o equipamento.De acordo com o Sebastião Oliveira, o equipamento será de fundamental importância para o desenvolvimento da economia da região, já que atenderá  todo o Sertão do Pajéu. “Essa obra vai integrar Serra Talhada ao Recife, ao Brasil e ao mundo. Com esses investimentos dos Governos Federal e Estadual vamos consolidar os polos médico, comercial, universitário e turístico daquela região”, explicou o gestor.

Em nome deste blog, agradeço a todos os internautas, promotores, chefes de poderes legislativos, executivos e judiciáriarios de várias localidades, aos colegas blogueiros, em fim todos que direta ou indiretamente valorizaram e colaboraram com as divulgações deste blog. Agora vai minha mensagem para todos:
“E o ano de 2016 se foi … cada vez mais rápido o cotidiano nos envolve em sua agitação e quando nos damos conta já é Ano Novo … é o momento de agradecer … de sentir a verdadeira fraternidade no coração … abraçar a bondade e a sinceridade … com humildade sempre … cada irmão e amigo que por nosso caminho passou … cada gesto de carinho que recebemos … cada emoção que juntos pudemos compartilhar … agradecer pelos pequenos gestos que nos fortaleceram nas horas difíceis … pela fé que nos fortaleceu em momentos de provações … cada vitória que estampou em nossos corações, a felicidade da realização … e ainda sim … por todas as lições e aprendizados que tivemos com as frustrações e derrotas que fizeram também parte das nossas vidas … que sejam elas sempre os degraus que nos conduzem ao caminho da superação e da conquista … 

Meu agradecimento é especial ao Nosso Deus e a todos vocês, que estiveram comigo … que me proporcionaram tantas alegrias em cada palavra … dia a dia desejando bençãos e paz … cada uma delas foi recebida com amor … fraternidade e admiração … cada uma delas chegaram com carinho ao meu coração com muita Gratidão !
Que tenhamos a leveza na alma … a paz no coração … e uma fé inabalável … que seja este um Ano novo de Felicidades e Realizações … que acima de tudo esteja sempre Deus … guiando e protegendo cada um dos nossos passos !
Saúde … alegrias … paz … prosperidades … sabedoria … que venham as mais lindas bençãos de Deus a nos agraciar neste 2017!!!
Deixo para nossa meditação:

O Prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, participou da solenidade ocorrida na manhã desta quinta (29), no Palácio do Campo das Princesas, onde o Ministro da Educação, Mendonça Filho, liberou recursos para implantação de novas escolas em tempo integral em Pernambuco. Serão duzentos milhões em investimentos, direcionados para o programa de fomento à implementação das Escolas em Tempo Integral. Em Pernambuco, a iniciativa vai beneficiar 36 Escolas, sendo 12 no Sertão, 09 na Zona da Mata e 06 no Agreste. Em Afogados, o Colégio Normal Estadual foi contemplado. Patriota não só participou do evento, como também discursou representando os Prefeitos presentes ao evento. Ele destacou a importância do ensino integral para a melhoria no rendimento dos alunos e nos índices que medem a qualidade da educação ofertada pela rede pública. A educação de Afogados foi ranqueada, recentemente, como uma das dez melhores de Pernambuco, dados do IDEPE. No IDEB, Afogados já alcançou as metas previstas para 2021. “Estou muito feliz com os resultados que estamos obtendo na educação. Uma educação de qualidade é a única e verdadeira herança que podemos deixar para os nossos filhos. Nesses próximos quatro anos vamos fortalecer nossa ação para melhorarmos ainda mais os nossos índices,” destacou Patriota, que anunciou há poucas semanas a absorção pelo município da Escola Estadual Cônego João Leite, que passará a ter ensino integral. 

Prefeitura de Afogados da Ingazeira
Núcleo de Comunicação Social

Maceió – O governo federal vai investir R$ 755 milhões na construção de 133 mil cisternas, microaçudes e programas de acesso à agua em 15 estados do Semiárido, da Amazônia e atingidos sistematicamente pela seca. Com o investimento, serão beneficiadas mais de 1 milhão de pessoas em 759 municípios. O recurso assegurará água potável para 100% das escolas públicas, garantindo água para 7 mil instituições de ensino do Semiárido, o que beneficiará mais de 595 mil estudantes.

Do total investido, R$ 250 milhões são recursos repatriados pelo governo federal graças à lei 13.254/2016. Outros R$ 255 milhões são procedentes da reativação de 40 convênios entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), os estados e os municípios. Os contratos venceriam no dia 31 de dezembro. O restante – R$ 250 milhões – está previsto na Lei Orçamentária Anual de 2017. De acordo com o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, os recursos vão ampliar o acesso das famílias de baixa renda da zona rural à água de qualidade e incentivar a produção de alimentos. “Esse investimento mostra a importância da lei de repatriação e a prioridade do governo em disponibilizar água potável para famílias atingidas pela seca”, destaca. Segundo o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDSA, Caio Rocha, os recursos já foram repassados para os estados para imediata utilização. “Esse reforço aumenta em mais de 120% a capacidade de investimento do governo federal na construção de cisternas em todo o país, especialmente na região do Semiárido”.Cada cisterna para consumo humano armazena 16 mil litros de água e atende a uma família de cinco pessoas num período de estiagem de até oito meses.O programa é executado pelo MDSA em parceria com governos estaduais, municipais, consórcios públicos municipais e organizações da sociedade civil, como a Associação Programa Um Milhão de Cisternas (AP1MC) e o Memorial Chico Mendes (MCM).

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!

 
bove=""

 

Visitas

contador de visitas

Redes Sociais

Click e acesse

Zé Freitas no Facebook

Parceiros