Lojas Surya
Óticas Olhar Brasil
Farias Calçados

Supermercado
Natália Calçados

Seg Vida
 
Médicos pedem um posicionamento da prefeitura de São Paulo - Créditos: Karina Zambrana/ASCOM
Médicos pedem um posicionamento da prefeitura de São Paulo

Profissionais do programa Mais Médicos, que atuam em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) na cidade de São Paulo, vão paralisar os atendimentos na próxima quarta-feira (8). Os médicos pedem um posicionamento da prefeitura em relação à renovação de cerca de 50 contratos.  Em carta aberta à população, os profissionais afirmam que, até o momento, a administração municipal não deu “nenhuma resposta concreta”. Eline Ethel é uma das trabalhadoras do programa. Segundo a médica, “a prefeitura não está demonstrando interesse em renovar os contratos. Isso gera muita angústia principalmente nos pacientes”. Segundo ela, os médicos que participam do programa realizam 8 mil atendimentos por mês em São Paulo. “No dia 8 de maio vamos fazer uma paralisação para pedir uma resposta para podermos falar com nossos pacientes”, explica. Os profissionais atuam na atenção básica e na estratégia de atendimento à família. De acordo com o Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), a não renovação dos profissionais pode piorar o atendimento na cidade, tendo em vista que “o quadro de profissionais já é deficitário na Atenção Primária à Saúde (APS)”. A entidade destaca ainda que “a população não pode arcar com o ônus de não ter esses profissionais. Caso os contratos não sejam renovados, os moradores das periferias serão os mais prejudicados”. A paralisação dos profissionais do programa Mais Médicos será realizada na próxima quarta-feira, dia 8 de maio, quando ocorrerá um ato em frente à Secretaria da Saúde, às 9h.

brasildefato

Faça Sua Pesquisa no Google Aqui!
 
bove=""

 

Visitas
contador de visitas
Redes Sociais
Click e acesse
Zé Freitas no Facebook

Portal Correio-PB

 
CLIQUE E ACESSE!
Parceiros